Arquivo

Posts Tagged ‘Martin Brodeur’

15/04/2013 – New Jersey Devils @ Toronto Maple Leafs

terça-feira, 16 abril 2013 Deixe um comentário

Após nossa convincente vitória sobre os Habs no Air Canada Centre, o próximo visitante foram os Devils, vindos de New Jersey com Martin Brodeur, David Clarkson, Travis Zajac, Adam Henrique e cia.

Infelizmente vou deixar aqui uma notícia triste ocorrida nesta data. A cidade de Boston que teria o jogo entre os Senators e os Bruins sofreu um atentado com bombas sendo detonadas próximo à linha de chegada da Maratona de Boston e na biblioteca JFK. O jogo foi cancelado para evitar nova aglomeração de pessoas e será jogado em outra data. O cancelamento foi decidido visando a segurança pública na cidade de Boston.20130415_Devils@Leafs_Banner

Voltando ao jogo dos Leafs, apesar de não termos jogado bem no ataque, nossa defesa e principalmente James Reimer foram muito sólidos ontem à noite. O time dos Devils que busca uma recuperação no final da temporada, tentando voltar a se classificar aos playoffs, armou uma estratégia que simplesmente impedia ações de ataque dos Leafs. A equipe de Toronto, especialmente James Reimer, sofreu mais chutes à gol do que ofereceu perigo à Martin Brodeur durante cada um dos períodos da partida. Devido à isso, os Leafs também bloquearam muito mais chutes à gol que os Devils.

20130415_Devils@Leafs_ScoreDurante os dois primeiros períodos as equipes disputaram muito o puck e os goleiros atuaram quando necessário, inclusive com Reimer efetuando defesas milagrosas! Apesar do domínio dos Devils, os Leafs frustravam cada uma das ações dos Devils, deixando a equipe visitante cada vez mais pressionada, já que necessitava da vitória!

Eu, particularmente, já estava me contentando com conseguirmos 1 pontinho com o empate no tempo regular, afinal Reimer estava sendo bombardeado, mas o primeiro gol da partida veio, e veio num chute de Phil Kessel, aos 13m28s. Kessel recebeu um passe de Dion Phaneuf e deu um chute mais que certeiro, que Brodeur talvez não tenha defendido pois um defensor estava, pelo menos parcialmente, impedindo a visão clara do puck. Com liderança da partida, os Leafs se sentiram mais à vontade e, com os Devils sem goleiro (Empty Net), conseguiram selar a vitória com Jay McClement recebendo um passe de Mark Fraser que passou pelo defensor dos Devils e deixou McClement sozinho com o puck em direção ao gol dos Devils, marcando o segundo gol aos 19m23s.

Foi uma vitória da raça, da aplicação dos Leafs na defesa, de Reimer voltando àquela performance que o trouxe à equipe principal, dos Leafs à caminho dos playoffs pela primeira vez desde 2004!!!

Hoje visitaremos o Washington Capitals! Vamos que vamos!!

Go Leafs Go!!!

06/04/2013 – Toronto Maple Leafs @ New Jersey Devils

segunda-feira, 08 abril 2013 Deixe um comentário

Após a derrota sofrida para os Flyers em pleno Air Canada Centre, que acabou com a seqüência de 8 jogos pontuando, os Leafs foram fazer uma visita aos Devils no Prudential Center em New Jersey. Os Devils estão lutando para co seguir chegar na zona de classificação para os playoffs e os Leafs tentando se garantir para os playoffs, pela primeira vez desde 2004.20130406_Leafs@Devils_Banner

Com os Devils jogando em casa, os Leafs já sabiam que a pressão seria grande. Felizmente logo aos 03m49s, Leo Komarov desvia um chute de Mark Fraser e inaugura o placar para os Leafs. Apesar do gol de vantagem, os Devils continuaram bem e apesar de não conseguirem o empate, nem mesmo com uma vantagem numérica de 5 contra 3 por mais de um minuto, chutaram 14 vezes ao gol de James Reimer no primeiro período. Os Leafs deram 8 chutes em Martin Brodeur.

20130406_Leafs@Devils_ScoreO segundo período foi mais disputado nas bordas e com poucos chutes à gol, sem qualquer alteração do placar.

No terceiro período os times voltaram para decidir a partida. Eram os últimos e decisivos 20 minutos de jogo. A chance de empate e virada para os Devils e a chance de garantir a vitória para os Leafs. Quem começa melhor e aumenta a vantagem foram os Leafs, que aos 08m09s, marcam o segundo gol com Tyler Bozak recebendo um passe de Phil Kessel, vencendo o defensor e também Brodeur. Os Leafs começavam a achar que a partida estava ganha quando David Clarkson diminuiu para os Devils aos 11m37s, botando nova lenha na fogueira dos Devils. O jogo se manteve disputado até o final, mas os Leafs saíram com a vitória, voltando a pontuar e se fixando na quinta colocação na conferência Leste.

Hoje temos a visita do New York Rangers que está em sétimo na conferência com 42 pontos e também busca pontos para não ser alcançado pelos Devils e Winnipeg Jets, ambos com 40 pontos e nem pelos Islanders que estão na cola dos Rangers com a mesma pontuação, mas na oitava colocação na conferência por ter um jogo a mais.

Nestes últimos 10 jogos da temporada regular não vai ter moleza para nenhum time. Todos têm que pontuar visando a vaga para os playoffs, quando a história muda completamente e, teoricamente, as chances são iguais para todos!

Go Leafs Goooo

23/03/2012 – Toronto Maple Leafs @ New Jersey Devils

domingo, 25 março 2012 1 comentário

Vindos de uma derrota contra os Islanders, os Leafs foram até New Jersey para enfrentar Martin Brodeur, Ilya Kovalchuk e Zach Parise, no time dos Devils.

O jogo não viu nenhum dos times abrir o placar no primeiro período, mas Reimer teve uma bela atuação, salvando os Leafs em várias oportunidades.

No segundo período os times voltaram à batalha, mas foi Tyler Bozak e os Leafs que saíram na frente, com um gol onde Bozak aproveitou-se de um rebote de Martin Brodeur aos 13m47s. Aos 14m56s Nazem Kadri desvia um chute de Jake Gardiner e faz Toronto 2, Devils 0. Os Devils partiram para o contra-ataque e, com Jacob Josefson, que com velocidade conseguiu chutar, o puck passou por entre as pernas de Reimer, mas ia parar antes de cruzar a linha do gol, até que Reimer movimentou a perna para trás, instintivamente, e jogou o puck para dentro do gol dos Leafs.

No terceiro período, Joey Crabb e David Steckel batalharam na zona ofensiva, disputando o puck. Crabb conseguiu proteger o puck e chutar em Brodeur de um ângulo fechado, o puck acabou sobrando em frente ao gol, mas Brodeur teve sua visão bloqueada por seus defensores, foi quanto Steckel, aos 09m25s aumentou para os Leafs. Parecia que seria uma vitória para os Leafs no tempo regular, mas aos 10m57s, Zach Parise se aproveita de um erro de Reimer, que não conseguiu “abafar” o puck com sua luva. O puck escapou e Parise se aproveitou para marcar o segundo dos Devils. O jogo voltou a ficar disputado com a diferença de somente um gol. Aos 18m57s, Adam Henrique desvia um chute, sem chances para James Reimer, empatando a partida. A partida acabou indo para a prorrogação, que não alterou o placar devido principalmente à boas defesas de Reimer, aliás, Reimer foi muito bem na partida e, se não fosse por um erro no segundo gol dos Devils, teria garantido a vitória aos Leafs no tempo regular.

Com a partida sendo decidida nos penaltis (Shootout), e ninguém perdeu suas cobranças: Ilya Kovalchuk, Tyler Bozak, Zach Parise e Tim Connolly, que chutou por debaixo das pernas de Brodeur, exatamente quando este se movimentou para tentar cobrir o canto esquerdo. Foi então a vez do Patrik Elias, que partou para cima de Reimer, chutou e Reimer, sem se mover, acabou defendendo o puck com a perna esquerda. Na verdade Patrik Elias chutou na perna de Reimer, que ficou procurando pelo puck, ou seja, nem viu o que tinha acontecido. A terceira cobrança dos Leafs foi com Nazem Kadri. Kadri usou toda sua habilidade e num movimento muito rápido mudou o puck de um lado para o outro. Frez que ia chutar do lado direito e levou o puck para a esquerda, vencendo o experiente Martin Brodeur. Foi a primeira vez que Brodeur foi vencido por todos os jogadores do time adversário.

Vitória para os Leafs! Mas a vitória poderia ser muito mais fácil se não fossem os erros.

Para este jogo, Nazem Kadri e Ryan Hamilton foram chamados dos Marlies para auxiliar os Leafs. Ambos jogaram bem e Kadri foi o jogador decisivo da partida.

GO Leafs GO

Artigos relacionados

21/02/2012 – New Jersey Devils @ Toronto Maple Leafs

quarta-feira, 22 fevereiro 2012 1 comentário

Após o pesadelo do jogo em Vancouver, os Leafs buscavam a redenção em casa, contra o New Jersey Devils. Ambas equipes encontram-se em fases totalmente opostas. Os Leafs numa decadência, enquanto os Devils encontram-se numa fase de vitórias.

O começo da partida foi como todo jogo entre estas equipes, muito igual com chances para ambas equipes, porém, aos 09m44s, somente alguns segundos após os Leafs conseguirem defender um powerplay dos Devils, Petr Sykora recebe o puck em frente a Jonas Gustavsson, chuta uma vez, Gustavsson defende e dá um rebote para Sykora, que leva o puck para o lado esquerdo de Gustavsson e aguarda a hora certa de chutar … marcando o primeiro gol da partida. Aos 14m16s, David Clarkson parte para o contra-ataque e, enquanto é acompanhado por um defensor dos Leafs, chuta o puck despretenciosamente ao gol dos Leafs e Gustavsson acaba aceitando, deixando o puck passar por entre suas pernas (5th hole). Foi um gol que poderia ser facilmente defendido, mas não foi. Apenas 16s após o segundo gol dos Devils, os Leafs conseguiram seu primeiro gol, com Tim Connolly aos 14m32s, desviando um chute de Cody Franson, e colocando os Leafs de volta à partida.

No segundo período, o jogo continuou disputado, mas agora quem estava melhor no gelo eram os Leafs. Só aos 14m43s, os Leafs finalmente conseguem o empate, num gol de Clarke MacArthur. Parecia que tudo ia bem até que o ex-jogador dos Leafs, Alexei Ponikarovski, aos 18m11s, também aproveita a má noite de Gustavsson e marca o terceiro dos Devils, também entre as pernas do goleiro. Foi um balde de água fria nos Leafs.

No último período o jogo voltou a ficar disputado, com Brodeur realizando suas fantásticas defesas acrobáticas, mostrando ser um dos melhores goleiros da história do esporte. Gustavsson também salvou os Leafs por diversas vezes, incluindo um breakaway de Ilya Kowalchuk. Quando parecia que os Devils venceriam no tempo regular, faltando apenas 44s, Phil Kessel consegue chutar o puck no único espaço entre Brodeur e a trave, empatando para os Leafs e garantindo um ponto para Toronto, além de forçar a partida para a prorrogação.

Os Leafs acreditavam que, após o empate no último minuto, teriam o momento da partida a seu favor e, após uma boa jogada onde o chute acertou a trave de Martin Brodeur, os Devils partiram ao ataque e, assim como no segundo gol deles, o gol de Clarkson, Mark Fayne efetua um chute à distância e, olhando pela câmera por trás do gol de Gustavsson, tudo nos leva a crer que o puck iria para fora, porém Gustavsson, mesmo sem qualquer pressão de algum jogador dos Devils, acaba se atrapalhando e o puck, mais uma vez, passa por entre suas pernas e é desviado para dentro do gol dos Leafs. Fim de partida, vitória dos Devils.

Este jogo deixou à todos com a seguinte questão: Do que os Leafs mais precisam para melhorar e garantir a presença nos Playoffs deste ano? Um Center de primeira linha seria ótimo! Rick Nash seria muito bem vindo, apesar de custar muito dinheiro e talvez, muitos bons prospectos e escolhas do draft. Mas e quanto a um goleiro mais experiente e comprovadamente seguro na NHL? Parece que Brian Burke tem que reavaliar suas planilhas e propostas. Infelizmente, nem Reimer e nem Gustavsson estão conseguindo oferecer aos Leafs a segurança necessária para que o time vá aos playoffs!

Amanhã temos um jogo em casa, contra o San Jose Sharks e é questão de vencer, ou vencer! Até agora, apesar das derrotas, estamos dando sorte, pois nossos competidores, Capitals e Jets, têm perdido seus jogos, quando os Leafs perdem. Ontem, por exemplo, os Jets perderam para os Flyers no shootout, se mantendo atrás dos Leafs.

Vamos ter fé nesta equipe e aguardar notícias de alguma possível negociação até a próxima segunda-feira, data limite para trocas.

GO Leafs GO

06/12/2011 – New Jersey Devils @ Toronto Maple Leafs

sexta-feira, 09 dezembro 2011 Deixe um comentário

Este foi o terceiro jogo dos Leafs em quatro noites. Já havíamos enfrentado os Bruins em Boston no sábado 03/12, os Rangers em NY na segunda 05/12 e ainda tivemos a viagem de volta a Toronto para enfrentar os Devils que vinham de uma sequência de 4 derrotas.

Os Leafs entraram no jogo sentindo o cansaço dos jogos consecutivos e das viagens. Entraram lentos, cometendo muitos penaltis, apesar de Reimer ter tido algumas belas e importantes defesas. Em dois deles, os Devils conseguiram marcar. O primeiro aos 05m03s, num chute de Ilya Kovalchuk, vencendo James Reimer. O segundo gol veio aos 08m59s, num ataque em que os Devils envolveram a defesa dos Leafs e David Clarkson recebeu o puck sozinho em frente ao gol. O time dos Leafs pareciam desencontrados no gelo e isso durou todo o primeiro período.

O segundo período começou com os Devils ainda em powerplay, numa penalidade cometida por John-Michael Liles faltando apenas 9 segundos para o término do período, mas os Leafs conseguiram se defender bem e, aos 11m29s, num ataque dos Leafs, Phil Kessel desvia o puck para as redes dos Devils, protegida por Martin Brodeur, com seu patins direito. O lance foi revisto e como não houve qualquer movimento de chute do puck para o gol, o gol foi validado. Foi o décimo sétimo gol de Kessel na temporada! Com somente um gol de diferença, o jogo foi para o terceiro e decisivo período.

No terceiro período os Leafs demonstraram uma força que já tem se tornando padrão desta equipe, a vontade e energia para correr atrás do prejuízo e reagir na partida. Numa bela jogada, Matt Frattin dispara com o puck em velocidade, protege o puck do defensor dos Devils e marca o gol de empate para os Leafs, vencendo Brodeur aos 01m56s. Os Leafs ainda estiveram perto de garantir a vitória dentro do período, mas não conseguiram e o jogo foi à prorrogação.

A prorrogação é um período de 5 minutos, onde as equipes acabam tendo um “gás”  adicional na busca por definir a vitória. Infelizmente após alguma pressão dos Leafs, Gunnarsson efetua um chute fraco ao gol de Brodeur e os Devils partiram para o contra-ataque, onde David Clarkson marca o gol da vitória!

Apesar da derrota, temos que entender que a equipe estava realmente cansada, mas conseguiu um ponto, vindo do empate no tempo regular. Reimer está voltando aos poucos e pegando ritmo de jogo.

Hoje à noite teremos o jogo contra os Capitals, que não estão numa boa fase após a troca de seu treinador. Eles venceram os Senators na quarta-feira, mas temos tudo para vencê-los hoje! Aliás, este é o jogo que será transmitido ao vivo pela ESPN e ESPN HD, hoje às 22h00. (#NHLnaESPN)

GO Leafs GO

%d blogueiros gostam disto: