Arquivo

Posts Tagged ‘Timothy Liljegren’

08/11/2022 – Golden Knights @ Leafs

terça-feira, 08 novembro 2022 Deixe um comentário

Acabei não vendo o jogo contra os Hurricanes no domingo e por isso não escrevi o post da nossa vitória de virada, onde Kalgreen jogou muito e a equipe também mostrou poder de reação, após começar o jogo perdendo!

Os Leafs voltaram ao Scotiabank Arena para receber a visita do Vegas Golden Knights que vêm de 7 vitórias seguidas, incluindo uma contra nós mesmo, em Las Vegas!

Ainda estamos com o problema de contusão de nossos goleiros, com Matt Murray fora a três semanas e ainda precisando de pelo menos mais uma para tentar voltar a jogar, e com Samsonov ainda fora depois da lesão no joelho, sofrida contra os Bruins. Kallgren continua sendo o goleiro da vez, com Keith Petruzzelli como backup. Pelos Vegas, Logan Thompson é o goleiro titular nesta temporada.

Mal o jogo começou e Rasmus Sandin comete um erro e esquece o puck na linha azul, permitindo a Nicolas Roy abrir o placar aos 45s de jogo! Realmente não foi o começo de jogo que desejamos! Somente conseguimos descontar aos 05m05s, numa bela jogada dos Leafs em que Timothy Liljegren acertou um belíssimo chute no ângulo! A equipe está bem, mas tem cometido muitos erros de passe e, num desses erros, Liljegren deu aos Golden Knights a chance de voltar à liderança no placar. A chance não foi desperdiçada por Jack Eichel aos 17m55s.

O segundo período se mostrou melhor para os Leafs, com alguns erros e jogadas em que os Golden Knights ficaram no mano a mano contra Kallgren, que fez excelentes defesas! Realmente Kallgren tem mostrado excelente posicionamento e reflexos e pode estar se desenvolvendo para poder ter mais tempo na NHL! Numa jogada inacreditável, Mitch Marner pega o puck na borda do gelo e vai passando pelos jogadores dos Golden Knights até que chuta e surpreende Thompson! Foi o gol de empate aos 13m50s! Continuamos nos defendendo bem e tentando partir ao ataque, até que conseguimos dominar o ataque por praticamente dois minutos, deixando os jogadores de Vegas cansados. Numa belíssima troca de passes, Mitch Marner passou de costas para Timothy Liljegren marcar seu segundo gol da noite aos 16m56s, virando o placar!

Tudo estava sob controle no terceiro período, até que conseguimos um powerplay e pensamos que poderíamos ampliar nossa vantagem. Acabamos fazendo um passe nas bordas que acabou no taco de Reilly Smith, que trocou passes com William Karlsson e marcou o gol de empate, shorthanded, aos 11m43s! O jogo continuou aberto, com belas jogadas de ambas equipes, mas acabamos indo à prorrogação.

Sofremos três gols devido a três erros nossos! Um de Sandin, um de Liljegren e o último durante nosso powerplay!

Mal começou a prorrogação e Marner tentou fazer uma jogada no ataque, perdeu o puck, voltou para marcar e depois de posicionou mal, deixando Reilly Smith sozinho para vencer Kallgren que tentou fazer de tudo, mas não conseguiu defender!

Pelo menos conseguimos um ponto na noite! Apesar de que, como já disse, tomamos três gols em três erros nossos! Estamos jogando bem, Kallgren está jogando bem, mas precisamos nos aperfeiçoar nos detalhes!

Go Leafs Gooooooo – Sorry Kallgren!!

Escolhas dos Leafs no Draft da NHL 2017

segunda-feira, 26 junho 2017 Deixe um comentário

O Toronto Maple Leafs adicionou talentos ao seu grupo de jovens jogadores na sexta-feira e sábado, durante o Draft da NHL 2017 na cidade de Chicago, adicionando habilidade e capacidade a cada posição, selecionando sete jogadores.

A primeira escolha foi a de número 17 na primeira rodada, e o Assistente do Gerente Geral e Diretor de jogadores, Mark Hunter subiu ao púlpito e anunciou a seleção do defensor sueco Timothy Liljegren. O jogador de 18 anos, nativo de Kristianstad, na Suécia, marcou um gol e quatro assistências pelos Rögle BK da Liga Sueca na última temporada. Ele sofreu uma crise de mononucleose que limitou seu tempo de jogo, mas jogou muito bem antes disso graças à sua habilidade de mover o puck e sua criatividade no gelo. Liljegren, que tem um estilo de jogo muito parecido com seu conterrâneo Erik Karlsson, disse que espera jogar a temporada 2017-18 na Suécia, mas que almeja disputar uma vaga na NHL na temporada seguinte.

Os Leafs continuaram suas escolhas no sábado, e sua primeira escolha da manhã foi feita na segunda rodada, escolha geral número 59, que pertencia ao Ottawa e foi conseguida na troca envolvendo Dion Phaneuf em 2016 – a escolha original dos Leafs foi repassada ao Tampa Bay na troca que trouxe Brian Boyle para Toronto. A escolha foi usada para selecionar o defensor finlandês, Eemeli Rasanen, que marcou seis gols e 39 pontos pelos Kingston Frontenacs da Ontario Hockey League – OHL na temporada 2016-17. Rasanen, um defensor alto, terá sua altura como benefício, mas ainda precisa melhorar alguns aspectos de seu jogo antes de competir numa posição nos Leafs.

Toronto não tiveram uma escolha de terceira rodada – resultado da negociação que trouxe Mike Babcock ao time – mas eles tiveram duas escolhas na quarta rodada. A primeira foi a de número geral 110, onde selecionaram o goleiro da Western Hockey League, Ian Scott, de 18 anos, que jogou pelos Prince Albert Raiders nas últimas duas temporadas. A segunda, 124 no geral, que foi adquirida dos Penguins na negociação envolvendo Frank Corrado dui usada para selecionar o ala russo Vladislav Kara, de 19 anos, que dividiu sua temporada passada entre o Bars Kazan e Irbis Kazan na Russia, marcando 14 gols e 28 pontos em 65 jogos.

Na quinta rodada, escolha geral 141, os Leafs selecionaram outro defensor corpulento e nativo de Toronto, Fedor Gordeev, que jogou na Ontario Hockey League, defendendo os Flint Firebirds e marcando 3 gols e 13 pontos em 62 jogos na temporada passada. 

Na sexta rodada, escolha geral 172, os Leafs escolheram o central Ryan McGregor dos Sarnia Sting da Ontario Hockey League. Ryan, nativo de Burlington, Ontario, marcou 14 gols e 27 pontos em 65 jogos em sua segunda temporada na OHL.

E com sua última escolha, número geral 203, os Leafs selecionaram o defensor Ryan O’Connell, que jogou as últimas duas temporadas pelo St. Andrew’s College na Ontario’s CISAA (Conference of Independent Schools Athletic Association).

A conclusão que tiramos é que ao final do Draft, Toronto selecionou jogadores com um bom tamanho, mas mais importante que isso, com habilidades e espaço para se desenvolverem  e verem deus jogos crescerem em ligas de desenvolvimento como a AHL, sem pressão por contribuir à equipe da NHL já neste momento.

Sejam bem vindos ao Toronto Maple Leafs!! Que suas habilidades e características te façam chegar à NHL e levar os Leafs à tão aguardada Stanley Cup! 

%d blogueiros gostam disto: