Anúncios

Arquivo

Posts Tagged ‘Michael Grabner’

29/03/2016 – Toronto Maple Leafs @ Florida Panthers

quarta-feira, 30 março 2016 Deixe um comentário

Na NHL é assim mesmo! Uma noite após serem derrotados pelo Tampa Bay Lightning, por shutout, o Toronto Maple Leafs voltou ao gelo contra o Florida Panthers, time que disputa a liderança da divisão com os próprios Lightning.

Os Leafs tiveram um jogo muito bom e finalmente fizeram seus times especiais funcionarem, o que não aconteceu contra os Panthers, onde após sete powerplays, não conseguimos marcar nenhum gol.

No primeiro período, aos 15m11s, os Leafs estavam com um jogador a menos no gelo, deixando os Panthers com um powerplay, mas Michael Grabner e Connor Brown conseguiram partir no contra-ataque em dois contra um e Grabner abriu o placar. Esse gol, shorthanded, quando o time adversário está em powerplay deu uma grande motivação e confiança aos Leafs.

No segundo período, Jonathan Huberdeau empatou com um gol por entre as pernas de Jonathan Bernier (five-hole) aos 06m23s. Aos 10m36s, Nazem Kadri começou a colher frutos de seu jogo com um gol em powerplay. Aos 18m14s, ele marcaria seu segundo gol em powerplay da noite, dando uma liderança de dois gols aos Leafs.

O jogo dos Leafs não decaiu no terceiro período, mesmo com um possível cansaço devido a terem jogado na noite anterior. PA Parenteau marcou o quarto gol dos Leafs aos 06m34s, também em powerplay. Greg McKegg, que já pertenceu aos Leafs e foi aos Panthers em uma negociação, marcou seu primeiro gol na NHL aos 11m26s. Já sem tempo pra uma reação, os Panthers ainda tentaram se aproximar no placar retirando Roberto Luongo para colocar mais um jogador de linha no gelo, ação conhecida como Empty-Net. Nazem Kadri recuperou o puck na zona de defesa e chutou à distância para marcar o seu terceiro gol da partida (hat-trick) e fechar o placar da partida.  Foi o terceiro hat-trick de Kadri na NHL.

Connor Brown, que estreou na NHL em 17 de março, marcou três assistências na partida.

O time foi bem e deixou os Panthers em uma situação difícil, empatado com os Lightning em pontos, mas atrás em número de vitórias. 

Aos Leafs resta completar a temporada e aguardar pelos próximos passos da reconstrução.

Go Leafs Goooo

Anúncios

19/03/2016 – Buffalo Sabres @ Toronto Maple Leafs

segunda-feira, 21 março 2016 Deixe um comentário

Os Sabres haviam jogado na noite anterior, em casa, contra o Ottawa Senators e saíram com a vitória. Mas tiveram que vir à Toronto enfrentar os Leafs e desta vez, sem o novato Jack Eichel.

Para este jogo, Frederik Gauthier foi convocado dos Toronto  Marlies e foi mais um dos novatos a estrearem na NHL nesta temporada. No gol dos Leafs estava Garret Sparks, que fez uma ótima partida. Chad Johnson foi o goleiro dos Sabres na noite.

O Toronto Maple Leafs jogou a partida toda, desde o início, apesar de saírem atrás no placar. Brian Gionta abriu o placar aos 04m31s, chutando em meio ao tráfego de jogadores em frente à Sparks, depois de receber o puck de Marcus Foligno, que se aproveitou de um erro de Rinat Valiev, defensor novato dos Leafs. Os Sabres terminaram o período à frente no placar, mas tiveram somente três chutes à gol, contra 11 dos Leafs. 

O gol de empate veio no segundo período, com William Nylander, aos 14m55s. Nylander marcou seu terceiro gol da temporada chutando certeiro por sobre o ombro do goleiro do Buffalo Sabres, mostrando estar cada vez mais adaptado à NHL! 

O terceiro período foi decisivo e os Leafs não desperdiçaram suas oportunidades. Aos 06m56s, Connor Carrick marcou seu segundo gol na NHL e colocou os Leafs à frente. Aos 15m32s, Martin Marincin marcou o seu primeiro gol da temporada, recebendo um belo passe de PA Parenteau. Para fechar o placar, Michael Grabner fez uma linda jogada onde controlou o puck ao redor de Carlo Colaiacovo, defensor dos Sabres que se jogou ao gelo para tentar impedir o chute de Grabner, e chutou forte.

Foi um ótimo jogo dos Leafs, de Gauthier que segundo Babcock jogou de forma muito inteligente em seu primeiro jogo na NHL, de Nylander, que marcou o seu terceiro gol em 11 jogos e também anotou uma assistência e de Sparks, que segurou as chances dos Sabres de voltar ao placar.

Hoje enfrentaremos o Calgary Flames no Air Canada Centre. 

Go Leafs Gooooo

13/03/2016 – Toronto Maple Leafs @ Detroit Red Wings

segunda-feira, 14 março 2016 Deixe um comentário

Sem nem temporada absorver a derrota na Batalha de Ontario na noite anterior, os Leafs foram à Joe Louis Arena enfrentar o Detroit Red Wings. 

Como sempre o jogo contra os Red Wingd não foi fácil, ainda mais quando eles jogam em casa, com sua torcida apoiando.  Petr Mrazek defendeu os Red Wings e Jonathan Bernier, o Toronto Maple Leafs.

Nazem Kadri teve uma ótima chance no primeiro período, recebendo o puck na Blue Line e partindo sozinho contra Mrazek, que efetuou uma linda defesa, não se deixando enganar pelo movimento de Kadri. Houve também um gol de Zach Hyman onde Mrazek defendeu um chute e o rebote acabou batendo no ombro do jovem jogador dos Leafs e indo pro fundo da rede. Este gol acabou sendo cancelado após revisão por vídeo. 

No segundo período, os Red Wings também tiveram um gol anulado após revisão, pois um jogador dos Red Sings acabou por derrubar Jonathan Bernier e outro jogador, ao tentar segurar o puck e colocá-lo em jogo, acabou por jogar o puck com as mãos para o fundo do gol dos Leafs. Ao final do período, aos 19m30s, Michael Grabner teve outra chance de contra-ataque e teve seu chute defendido por Mrazek, mas ao cair no gelo depois do chute, o puck bateu em seu corpo e foi pro gol. Após a revisão o gol foi confirmado. 

A partida terminou com os Leafs vencendo os Red Wings por um shutout de apenas um gol, após ninguém mais conseguir marcar gols no terceiro período.

Foi uma boa virada de mesa dos Leafs que perderam por shutout no sábado, mas venceram no domingo!

Go Leafs Gooooooo

02/01/2016 – St. Louis Blues @ Toronto Maple Leafs

terça-feira, 05 janeiro 2016 Deixe um comentário

Terminamos o ano com uma vitória sobre os Penguins e o primeiro jogo do ano foi em casa, contra o St. Louis Blues, time comandado por Ken Hitchcock, técnico que Mike Babcock conhece muito bem, afinal os dois atuaram juntos comandando a equipe do Canadá em duas edições dos Jogos Olímpicos de Inverno!

Segundo Babcock, é sempre bom enfrentar técnicos bons. É sempre um bom jogo! 

Ambas equipes jogaram muito bem, mas os Leafs se sobressaíram no terceiro período, dominando os Blues.

O primeiro gol saiu apenas no segundo período, quando Vladimir Tarasenko aproveitou um powerplay para abrir o placar aos 08m28s. A reação dos Leafs não poderia ter sido melhor e mais rápida! Logo na saída de jogo (faceoff) após o gol de Tarasenko, James Van Riemsdyk dominou o puck após Alex Pietrangelo não conseguir limpar a jogada e chutou rápido, sem chance de Jake Allen, goleiro dos Blues se posicionar, empatando a partida aos 08m33s.

O terceiro período foi dominado pelos Leafs e num powerplay, aos 03m15s, Peter Holland colocou os Leafs à frente. Nazem Kadri marcou o terceiro dos Leafs aos 14m05s e Michael Grabner marcou o quarto gol dos Leafs aos 19m00s, com os Blues já sem goleiro (Empty-Net). 

Que bom começar o ano com uma vitória convincente sobre um time tão forte quanto o St. Louis Blues! 

Go Leafs Gooooo

27/12/2015 – Toronto Maple Leafs @ New York Islanders

segunda-feira, 28 dezembro 2015 Deixe um comentário

Após a parada de três dias devido ao Natal, o Toronto Maple Leafs voltou ao gelo no Barclays Center, nova casa do New York Islanders, no Brooklyn. 

No gol estava Jonathan Bernier, mas dessa vez o backup era James Reimer, retornando de uma contusão. Pelos Islanders, Thomas Greiss defendia o gol.

Acredito que Mike Babcock está começando a implantar o seu sistema de jogo em Toronto e estamos começando a ver os resultados. A equipe tem jogado de forma regular, sempre dentro de um mesmo esquema de jogo e, apesar de não sermos uma equipe com muitos jogadores que se destacam, estamos conseguindo bons resultados, ou, pelo menos conseguimos levar as partidas à prorrogação, ganhando um ponto. 

No jogo de ontem, os Leafs dominaram do começo ao fim, mas foi no segundo período que isso ficou muito evidente. Aos 01m33s, Tyler Bozak estava no lugar certo, na hora certa, para aproveitar um chute de Roman Polak, que bateu nas bordas e voltou para ele mandar pro fundo do gol. Apenas 100 segundos depois, num momento em que os Isles tinham cometido uma penalidade, mas ainda sem cumprí-la (delayed penalty), os Leafs em 6 contra 5, conseguiram marcar o segundo com Michael Grabner. Grabner jogou pelos Islanders as últimas cinco temporadas, antes de ser negociado com os Leafs. Foi o seu 100º gol na NHL, o primeiro contra sua ex-equipe e acabou sendo o gol da vitória! 

O terceiro período ainda vou os Islanders reduzirem a diferença no placar com um gol de Nikolai Kulemin, aos 12m30s. E James Van Riemsdyk marcar o terceiro dos Leafs aos 19m14s, com os Islanders já sem goleiro.

Foi uma ótima partida e mais uma vitória de Jonathan Bernier que está recuperando a confiança. Ele volta ao gol dos Leafs na terça-feira em Toronto contra os mesmos Islanders e James Reimer joga na quarta-feira contra os Penguins.

Go Leafs Goooo

19/12/2015 – Los Angeles Kings @ Toronto Maple Leafs

segunda-feira, 21 dezembro 2015 Deixe um comentário

O Toronto Maple Leafs tem tentado de tudo para melhorar e ganhar pontos na NHL, mas acabou deixando os dois últimos jogos escaoarem por entre os dedos, após estarem liderando ao final do segundo período. Pelo menos ganhamos um ponto em cada, levando o jogo para a prorrogação.

Desta vez a equipe recebeu o Los Angeles Kings no Air Canada Centre, após os Kings vencerem os Canadiens por shutout. Jonathan Bernier teve a chance de obter a sua primeira vitória contra a equipe que o escolheu no draft, na primeira rodada, e se saiu muito bem! 

O primeiro período, apesar de melhor para os Kings, que chutaram mais ao gol de Bernier, viu os Leafs saírem à frente no placar com um gol de Leo Komarov aos 05m31s. Os Kings, apesar de chutarem mais ao gol, acabavam por chutar de forma que Bernier via o puck, o que facilita para o goleiro.

O terceiro período foi o decisivo e nele os Leafs marcaram quatro vezes: duas com Michael Grabner aos 03m58s e aos 13m34s; uma com Leo Komarov, seu segundo gol na partida, aos 16m38s; é um com Byron Froese, aos 17m27s. 

Foi uma partida perfeita para os Leafs, a primeira vitória de Bernier nesta temporada e o décimo shutout do goleiro dos Leafs na carreira. 

Mike Babcock gostou muito da atuação de Bernier e diz que olhar a vencer com um shutout é incrível para a recuperação de confiança dos goleiros. 

Boa vitória mantendo a equipe pontuando! 

Go Leafs Go

17/12/2015 – San Jose Sharks @ Toronto Maple Leafs

sexta-feira, 18 dezembro 2015 Deixe um comentário

Com a má atuação de Jonathan Bernier na última partida, quem retorna ao gol dos Leafs é Garret Sparks, o goleiro novato que vem jogando bem e havia ganho três dos seus quatro jogos na NHL. 

A visita do San Jose Sharks é o segundo jogo fora de casa num roteiro de cinco partidas longe da Califórnia. 

Os Leafs começaram muito mal a partida deixando o time visitante dominar, além de conceder powerplays, que foram aproveitados pelos Sharks. Aos 02m01s, Joe Pavelski abriu o placar e aos 11m32s, Patrick Marleau ampliou. Foram dois gols em powerplay para os Sharks sobre Garret Sparks, mas o segundo gol acabou causando uma contusão em Soarks que deixou o gelo para a entrada de Jonathan Bernier. Creio que ele tenha distendido algum músculo no movimento que fez e talvez fique algum tempo em recuperação. Desta vez Bernier entrou bem na partida e fez ótimas defesas enquanto os Leafs começavam a jogar bem e pressionar os Sharks. Peter Holland diminuiu para os Leafs após interceptar um passe na zona de ataque e disparar, vencendo Martin Jones aos 14m48s.

O segundo período foi ótimo para os Leafs, com Bernier jogando bem e com a equipe buscando o gol adversário e levando perigo. Logo aos 04m50s, Leo Komarov marca seu 11º gol da temporada, aguardando o tempo certo para tirar Jones da jogada e chutar num gol aberto, empatando a partida. Esse gol teve a assistência e primeiro ponto na temporada do defensor Frank Corrado. James Van Riemsdyk vira a partida para os Leafs aos 19m14s, chutando detrás do gol dos Sharks e fazendo o puck bater no patins de Martin Jones e ir pro fundo do gol.

Tudo parecia que ia acabar bem para os Leafs na partida, já que aos 01m59s, Michael Grabner chutou duas vezes para marcar o quarto gol dos Leafs e colocar dois gols de vantagem no placar. Infelizmente os Leafs não conseguiram segurar a vantagem e aos 03m10s, Marc-Edouard Vlasic diminuiu para os Sharks, que ainda marcaram o gol de empate aos 11m49s com Matt Nieto. 

O jogo foi decidido na prorrogação, apesar da boa atuação de Bernier, com um gol de Brent Burns aos 02m13s.

Foi o segundo jogo em que os Leafs lideravam no início do terceiro período e deixaram o time adversário empatar. É nestes dois jogos acabamos perdendo na prorrogação. Mas Mike Babcock gostou de ver a postura da equipe que conseguiu sair de uma situação adversa no primeiro período e chegou a virar a partida. 

No primeiro período, Nick Spaling também deixou o gelo com uma contusão. De acordo com Babcock, ele também deve focar em recuperação por um período mais longo. 

Amanhã, sábado, jogamos no Air Canada Centre contra o Los Angeles Kings! Go Leafs Go

%d blogueiros gostam disto: