Anúncios

Arquivo

Posts Tagged ‘Scott Darling’

19/12/2017 – Carolina Hurricanes @ Toronto Arenas

quinta-feira, 21 dezembro 2017 Deixe um comentário

No jogo que marcou o centenário do primeiro jogo do Toronto Maple Leafs, que em 1917 eram o Toronto Arenas, na NHL, os visitantes dessa vez foram o Carolina Hurricanes.

A 100 anos atrás, os Arenas perderam para o Montreal Wanderers por 10 a 9, mas não deram chance dos Canes de fazer o mesmo feito em 2017. Os Leafs já foram Arenas entre 1917 e 1919, St. Pats entre 1919 e 1927, antes de Conn Smythe, o então dono da equipe, mudar o nome para Toronto Maple Leafs, homenageando uma divisão do exército canadense do qual ele mesmo fez parte.

A prefeitura de Toronto decretou o dia 19 de dezembro como sendo o Toronto Maple Leafs Day, celebrando toda a história desta equipe que representa a cidade a 100 anos! É uma grande homenagem à uma equipe entre as mais vencedoras na NHL, mas que não tem tido o mesmo sucesso nos últimos 50 anos!

Com o puck no gelo, os Leafs simplesmente se impuseram e aos 02m52s, com os Canes em powerplay, Leo Komarov partiu para cima de Scott Darling, que não conseguiu defender o chute do atacante dos Leafs, que abriu o placar com um gol shorthanded, o primeiro dos Leafs na temporada e o quarto da carreira de Komarov na NHL. Mitch Marner que teve uma noite excelente e acabou anotando 4 pontos no jogo, marcou o segundo dos Leafs aos 05m33s num powerplay. Os Canes até tentaram dificultar, mas paravam em Frederik Andersen. Somente aos 09m07s, Jeff Skinner fez uma ótima jogada e conseguiu vencer Freddie num chute que resvalou em Ron Hainsey. Apesar disso, os Leafs ainda marcaram com James Van Riemsdyk aos 10m34s, em outro powerplay, e Tyler Bozak, aos 13m28s, abrindo 4 a 1 no placar no primeiro período. O gol de JVR foi-nos gol de número 20.000 na história! Mais um marco deste excepcional e comemorativo jogo!

A equipe parecia estar muito mais “ligada” no jogo que ocorreu às 14:00 em Toronto, entretanto o segundo período não viu gols de ambas equipes, mas viu belas defesas tanto de Freddie quanto de Darling.

O terceiro período viu os Leafs voltarem novamente focados e definindo o placar e o jogo. Patrick Marleau marcou aos 09m25s e, apenas seis segundos depois, Kasperi Kapanen marcou outro. William Nylander também acabou com a sua “seca” e marcou aos 14m05s. Para fechar a partida, outro jogador que não marcava a muito tempo, Connor Carrick, marcou aos 18m33s, num powerplay.

Que vitória marcante num jogo comemorativo de 100 anos na NHL! Foram oito gols marcados por oito jogadores diferentes! Bozak e Marner tiveram 4 pontos na partida, 1 gol e 3 assistências cada!

Pena que Auston Matthews ainda está se recuperando de lesão e não pode participar. Quem sabe implicar não seria ainda maior com ele no gelo?!?

Hoje à noite os Leafs já enfrentam o Columbus Blue Jackets, fora de casa! Que essa vibe da vitória de ontem seja mantida!!

Parabéns Toronto Maple Leafs pelos seus 100 anos na NHL! Parabéns pela vitória!

Go Leafs Goooo

Anúncios

26/10/2017 – Carolina Hurricanes @ Toronto Maple Leafs

sexta-feira, 27 outubro 2017 Deixe um comentário

Vindos de duas derrotas o Carolina Hurricanes foi à Toronto, enfrentar o Toronto Maple Leafs e com um jogo muito organizado e muita dedicação, saíram com a vitória.

Os Leafs começaram mal, se recuperaram, mas voltaram a jogar mal e não conseguiram manter o ritmo de jogo. Em menos de 3 minutos do primeiro período, os Canes estavam à frente no placar com dois gols, marcados por Josh Jooris e Teuvo Teravainen. A defesa dos Leafs parece ser o maior desafio de Mike Babcock nesta temporada. Auston Matthews diminuiu marcando seu nono gol na temporada aos 09m19s, mas aos 16m08s, Elias Lindholm venceu Frederik Andersen novamente e colocou dois gols de diferença no placar. 

Ainda bem que temos uma equipe que tem um poder de ataque muito bom e isso às vezes nos salva. Foi o que aconteceu no segundo período, quando Dominic Moore e Zach Hyman marcaram em Scott Darling e empataram a partida. Infelizmente, uma vez mais, os Canes conseguiram um gol, dessa vez marcado por Victor Rask.

No último período voltamos a não jogar bem e não conseguimos mais reagir. Os Canes, por sua vez, marcaram mais dois com Josh Jooris, seu segundo gol na partida e segundo gol pelos Canes, e Brock McGinn.

Foi a terceira derrota dos Leafs na temporada e o mais estranho disso é que todas foram pelo mesmo placar (6 a 3). 

Temos que arrumar a casa para voltar a jogar amanhã, contra os Flyers! Será mais um jogo em casa e temos que nos impor!

Go Leafs Goooooooo

15/02/2016 – Toronto Maple Leafs @ Chicago Blackhawks

terça-feira, 16 fevereiro 2016 Deixe um comentário

No último jogo fora de casa dessa viagem, os Leafs foram visitar os atuais campeões da Stanley Cup, o Chicago Blackhawks, que é uma das equipes com mais chances de ganhar a Copa Stanley nesta temporada. Os Hawks são uma equipe muito habilidosa onde todas as linhas são perigosas e já haviam nos vencido no Air Canada Centre em janeiro.

Nos gols estavam James Reimer, pelos Leafs, e Scott Darling pelos Hawks. 

O jogo começou de igual para igual, mas como já vem sendo comum nesta temporada, os Leafs sofreram o primeiro gol aos 02m33s, marcado por Brandon Mashinter. Andrew Shaw aumentou para o time da casa aos 11m39s, no primeiro powerplay para os Hawks.

Os Leafs voltaram melhor páramo segundo período e chutaram muito mais a gol que os Blackhawks, mas outro powerplay não foi desperdiçado e os Hawks fizeram seu terceiro gol aos 01m55s, com Brent Seabrook. Atrás do placar, bem que os Leafs tentaram reagir, mas oravam nas defesas de Scott Darling. 

O terceiro período viu os Blackhawks simplesmente enterrarem os Leafs que tomaram quatro gols nos primeiros 10m20s, deixando o placar em 7 a 0 para os Blackhawks. Artemi Panarin marcou aos 02m07s, em powerplay, Patrick Kane aos 04m51s, Teuvo Teravainen aos 08m39s, em mais um powerplay, e Vitor Svedberg aos 10m20s. Os Leafs já estavam com a derrota assegurada, mas conseguiram finalmente vencer Scott Darling aos 11m06s, com Mark Arcobello, que com esse gol, marcou três nos últimos dois jogos, e aos 15m08s, com P.A. Parenteau, em powerplay.

Foi mais uma derrota para os Blackhawks, demonstrando a grande diferença de qualidade e maturidade das duas equipes. Os Leafs estão se reestruturando e buscando desenvolver seus jovens talentos, enquanto os Hawks já são uma equipe com alto nível competitivo, além de possuir estrelas da liga como Patrick Kane e Jonathan Toews.

Agora é voltar ao Air Canada Centre para os próximos 4 jogos! 

Go Leafs Goooo

15/01/2016 – Chicago Blackhawks @ Toronto Maple Leafs

segunda-feira, 18 janeiro 2016 Deixe um comentário

O Chicago Blackhawks foi à Toronto em busca de sua décima vitória consecutiva num momento em que os Leafs tentavam sair da sequência de derrotas (3), mas a noite estava destinada a ver Patrick Kane brilhar.

Pelo Toronto Maple Leafs James Reimer estava no gol, enfrentando Scott Darling. Os Leafs estão sem James Van Riemsdyk, que quebrou o pé e ficará fora por até 8 semanas. Riemsdyk está empatado com Leo Komarov com mais pontos anotados nesta tenporada e, com certeza, vai fazer falta à equipe. Mas está também acaba sendo a oportunidade de outros jogadores assumirem a responsabilidade é começarem a produzir mais, como é o caso de Shawn Matthias e Josh Leivo.

O jogo começou bem e ambos goleiros fizeram defesas muito importantes para suas equipes. Reimer estava muito bem, controlando as chances dos Blackhawks. O primeiro período terminou sem gols no placar.

No segundo período os Leafs cometeram muitas penalidades, o que deu aos Blackhawks melhores chances de gol. Aos 13m07s, logo após terminar um powerplay pra o time de Chicago, Patrick Kane abre o placar, recebendo o puck ao lado do gol, sem marcação. Aos 17m13s, foi a vez de ampliar, desta vez num powerplay. 

O terceiro período ainda viu os Blackhawks ampliarem com Artemi Panarin logo aos 21s também em powerplay, e mesmo após Morgan Rielly ter tirado o zero dos Leafs do placar, aos 03m47s, os Blackhawks continuaram dominando a partida. Os Leafs não se rendiam ao placar adverso, algo bem diferente das últimas temporadas, o que já demonstra a mão de Babcock no comando da equipe, mas sem goleiro, em busca de mais um gol para voltar a ter chances na partida, os Leafs permitiram que Kane marcasse o seu terceiro gol da noite aos 17m48s. Foi o primeiro hat-trick de Patrick Kane em um jogo da temporada regular. Nem mesmo o técnico dos Blackhawks, Joel Queneville, sabia disso é achava que o jogador, estrela dos Blackhawks, já tivesse vários hat-tricks na carreira. 

Foi a quarta derrota seguida dos Leafs que ainda tentam encontrar poder ofensivo, mas que não vê a equipe conseguir resolver esse problema, nem com os jogadores mais experientes, Tyler Bozak, Leo Komarov, Nazem Kadri, Joffrey Lupul,  Dion Phaneuf, Daniel Winnik, nem com os mais novos como Shawn Matthias, Josh Leivo, Michael Grabner, Brad Boyes e PA Parenteau.

Na noite seguinte jogamos contra os Bruins!

Go Leafs Goooo

%d blogueiros gostam disto: