Arquivo

Posts Tagged ‘Patrick Kane’

15/02/2016 – Toronto Maple Leafs @ Chicago Blackhawks

terça-feira, 16 fevereiro 2016 Deixe um comentário

No último jogo fora de casa dessa viagem, os Leafs foram visitar os atuais campeões da Stanley Cup, o Chicago Blackhawks, que é uma das equipes com mais chances de ganhar a Copa Stanley nesta temporada. Os Hawks são uma equipe muito habilidosa onde todas as linhas são perigosas e já haviam nos vencido no Air Canada Centre em janeiro.

Nos gols estavam James Reimer, pelos Leafs, e Scott Darling pelos Hawks. 

O jogo começou de igual para igual, mas como já vem sendo comum nesta temporada, os Leafs sofreram o primeiro gol aos 02m33s, marcado por Brandon Mashinter. Andrew Shaw aumentou para o time da casa aos 11m39s, no primeiro powerplay para os Hawks.

Os Leafs voltaram melhor páramo segundo período e chutaram muito mais a gol que os Blackhawks, mas outro powerplay não foi desperdiçado e os Hawks fizeram seu terceiro gol aos 01m55s, com Brent Seabrook. Atrás do placar, bem que os Leafs tentaram reagir, mas oravam nas defesas de Scott Darling. 

O terceiro período viu os Blackhawks simplesmente enterrarem os Leafs que tomaram quatro gols nos primeiros 10m20s, deixando o placar em 7 a 0 para os Blackhawks. Artemi Panarin marcou aos 02m07s, em powerplay, Patrick Kane aos 04m51s, Teuvo Teravainen aos 08m39s, em mais um powerplay, e Vitor Svedberg aos 10m20s. Os Leafs já estavam com a derrota assegurada, mas conseguiram finalmente vencer Scott Darling aos 11m06s, com Mark Arcobello, que com esse gol, marcou três nos últimos dois jogos, e aos 15m08s, com P.A. Parenteau, em powerplay.

Foi mais uma derrota para os Blackhawks, demonstrando a grande diferença de qualidade e maturidade das duas equipes. Os Leafs estão se reestruturando e buscando desenvolver seus jovens talentos, enquanto os Hawks já são uma equipe com alto nível competitivo, além de possuir estrelas da liga como Patrick Kane e Jonathan Toews.

Agora é voltar ao Air Canada Centre para os próximos 4 jogos! 

Go Leafs Goooo

15/01/2016 – Chicago Blackhawks @ Toronto Maple Leafs

segunda-feira, 18 janeiro 2016 Deixe um comentário

O Chicago Blackhawks foi à Toronto em busca de sua décima vitória consecutiva num momento em que os Leafs tentavam sair da sequência de derrotas (3), mas a noite estava destinada a ver Patrick Kane brilhar.

Pelo Toronto Maple Leafs James Reimer estava no gol, enfrentando Scott Darling. Os Leafs estão sem James Van Riemsdyk, que quebrou o pé e ficará fora por até 8 semanas. Riemsdyk está empatado com Leo Komarov com mais pontos anotados nesta tenporada e, com certeza, vai fazer falta à equipe. Mas está também acaba sendo a oportunidade de outros jogadores assumirem a responsabilidade é começarem a produzir mais, como é o caso de Shawn Matthias e Josh Leivo.

O jogo começou bem e ambos goleiros fizeram defesas muito importantes para suas equipes. Reimer estava muito bem, controlando as chances dos Blackhawks. O primeiro período terminou sem gols no placar.

No segundo período os Leafs cometeram muitas penalidades, o que deu aos Blackhawks melhores chances de gol. Aos 13m07s, logo após terminar um powerplay pra o time de Chicago, Patrick Kane abre o placar, recebendo o puck ao lado do gol, sem marcação. Aos 17m13s, foi a vez de ampliar, desta vez num powerplay. 

O terceiro período ainda viu os Blackhawks ampliarem com Artemi Panarin logo aos 21s também em powerplay, e mesmo após Morgan Rielly ter tirado o zero dos Leafs do placar, aos 03m47s, os Blackhawks continuaram dominando a partida. Os Leafs não se rendiam ao placar adverso, algo bem diferente das últimas temporadas, o que já demonstra a mão de Babcock no comando da equipe, mas sem goleiro, em busca de mais um gol para voltar a ter chances na partida, os Leafs permitiram que Kane marcasse o seu terceiro gol da noite aos 17m48s. Foi o primeiro hat-trick de Patrick Kane em um jogo da temporada regular. Nem mesmo o técnico dos Blackhawks, Joel Queneville, sabia disso é achava que o jogador, estrela dos Blackhawks, já tivesse vários hat-tricks na carreira. 

Foi a quarta derrota seguida dos Leafs que ainda tentam encontrar poder ofensivo, mas que não vê a equipe conseguir resolver esse problema, nem com os jogadores mais experientes, Tyler Bozak, Leo Komarov, Nazem Kadri, Joffrey Lupul,  Dion Phaneuf, Daniel Winnik, nem com os mais novos como Shawn Matthias, Josh Leivo, Michael Grabner, Brad Boyes e PA Parenteau.

Na noite seguinte jogamos contra os Bruins!

Go Leafs Goooo

14/12/2013 – Chicago Blackhawks @ Toronto Maple Leafs

segunda-feira, 16 dezembro 2013 Deixe um comentário

O que os Leafs mais precisavam era de uma vitória convincente, e eles a almejaram e com muito esforço de toda equipe, conseguiram. E não foi contra os times mais frágeis da NHL, foi contra os atuais campeões, o Chicago Blackhawks.

Para este jogo, Dion Phaneuf retornou após dois jogos de suspensão, mas David Clarkson estava cumprindo seu primeiro jogo de suspensão por desferir um check na cabeça de Sobotka, jogador do St. Louis Blues.20131214_Blackhawks@Leafs_Banner

Fazia mais de uma década que os Leafs não venciam os Blackhawks e 12 anos que não venciam no Air Canada Centre!

Neste jogo, Randy Carlyle montou a terceira linha com Jay McClement, Jerry D’Amigo e Nikolai Kulemin, e esta linha deu ótimo resultado! Os Leafs abriram o placar aos 07m14s, num powerplay, com Peter Holland. O time estava dominando o jogo, mas deixou os Blackhawks empatarem aos 16m14s, também num powerplay, onde os Blackhawks tinham 2 jogadores de vantagem, com Patrick Kane. Após ok início gol de empate, o time visitante pôs pressão nos Leafs e ao final do período, o número de chutes à gol foi igual, 11 para cada lado!

20131214_Blackhawks@Leafs_ScoreMal o segundo período começou e Jerry D’Amigo marcou o segundo dos Leafs, seu primeiro gol na NHL, aos 42s. Os Leafs dominaram o período e jogavam muito bem. Aos 12m09s, Peter Holland marca o terceiro dos Leafs, seu segundo no jogo e quinto na temporada. Ainda vimos Patrick Kane diminuir a diferença, aos 13m30s, Nikolai Kulemin aos, 14m36s, e Joffrey Lupul, em powerplay, aos 17m08s. Desta forma os Leafs fecharam o segundo período com 5 a 2 no placar.

Para o início do terceiro período, os Blackhawks substituíram o goleiro Raanta por Kent Simpson, um novato em seu primeiro jogo na NHL. Simpson sofreu o seu primeiro gol no primeiro chute recebido, de Joffrey Lupul, aos 28s. Os Leafs continuaram jogando bem e nem mesmo o terceiro gol dos Blackhawks, marcado por Brandon Saad aos 07m38s, desanimou a equipe, que aos 08m35s, marcou o sétimo gol dos Leafs na partida, com Phil Kessel numa belíssima jogada.

Ótima vitória dos Leafs, que pode dar a confiança necessária para enfrentar os Penguins hoje, em Pittsburgh.

Go Leafs Gooooo

29/02/2012 – Toronto Maple Leafs @ Chicago Blackhawks

quinta-feira, 01 março 2012 2 comentários

Ainda tentando se reencontrar após um mês em “Queda Livre” (Free Falling February) os Leafs foram visitar os BlackHawks, um adversário membro dos Original Six, de quem os Leafs não ganhavam a mais de 6 jogos! Os BlackHawks por sua vez também vinham de derrotas seguidas e buscavam, em casa, voltar a vencer.

No gol dos Leafs, que perderam obtém para o Flórida Panthers, estava Jonas Gustavsson em sua primeira aparição após a derrota para os Devils, onde na prorrogação ele desviou um puck que iria para fora do gol dos Leafs, para as redes, dando a vitória ao time de New Jersey.

Os Leafs começaram bem, como a muito tempo não se via, e Tyler Bozak abriu o placar logo aos 59s, após Johnny Oduya, recém chegado aos BlackHawks, errar a tacada e fazer com que o puck chegasse até Bozak, na lateral do gol de Corey Crawford. A partida estava bem equilibrada e Jonas Gustavsson efetuou belas defesas até que aos 11m01s, Andrew Shaw marcou o gol de empate para os BlackHawks, se livrando de Jake Gardiner e chutando no canto direito de Gustavsson. Pouco tempo depois, aos 11m29s foi a vez dos Leafs voltarem à frente no placar com um gol em powerplay onde Phil Kessel chutou e Joffrey Lupul desviou para a rede. O período ainda veria o terceiro gol dos Leafs, marcado por Clarke MacArthur aos 16m53s e o segundo gol do time da casa, marcado por Marcus Kruger aos 19m30s.

Para o restante da partida os BlackHawks decidiram retirar Corey Crawford, substituindo-o por Ray Emery. Neste período os Leafs pararam de jogar e permitiram aos BlackHawks o gol de empate aos 08m33s com Patrick Kane. Marian Hossa recebeu um belo passe e conseguiu manter o controle do puck, mesmo com Bozak marcando de perto e aos 12m06s marcou o gol da virada dos BlackHawks!

Para o terceiro período, os Leafs bem que tentaram o empate, mas no ultimo minuto, quando os Leafs estavam com um jogador a mais no gelo, sem o goleiro Jonas Gustavsson, Marian Hossa marcou o quinto gol dos BlackHawks faltando apenas 16s para o término do período! Num dos últimos ataques, Mike Brown consegue marcar o quarto gol dos Leafs restando apenas 4s para o fim da partida e para a vitória que ficou com o time da casa!

Nesta partida os Leafs mostraram-se bem no início da partida, mas não mantiveram o mesmo nível de jogo nos outros dois períodos! Jonas Gustavsson, apesar de tomar 4 gols ( o quinto foi em Empty Net), jogou bem.

O mês de Fevereiro assombrou os Leafs que entraram em queda livre na classificação! Vamos ver o que março nos reserva! A primeira batalha de março será no sábado, contra os Canadiens! Temos que voltar a vencer e nada melhor que uma rivalidade regional para animar e incentivar os jogadores! Depois dos Canadiens, na terça-feira temos pela frente os Bruins, nossa pedra no sapato nesta temporada! Se os Leafs continuarem jogando como vêm jogando, tomaremos mais uma goleada!

Ainda dá tempo de ir aos playoffs, mas começo a me perguntar se não seria melhor nem ir, ou se mesmo que sejamos varridos na primeira rodada, se tiramos esse peso de não ir aos playoffs desde o lockout!

Goo Leafs Goooo – Mas Gooo Now !!!!!

05/03/2011 – Chicago Blackhawks @ Toronto Maple Leafs

domingo, 06 março 2011 Deixe um comentário

Com a derrota dos Hurricanes e a vitória de Rangers e Sabres, uma vitória dos Leafs deixariam os times todos com diferença de um ponto entre eles(69 Leafs, 70 Sabres, 71 Hurricanes, 72 Rangers), mas como não podemos vencer sempre …

Os Leafs começaram o jogo muito devagar … lentos … pareciam que tinham jogado na noite anterior … e, mal começou o jogo quando Carl Gunnarsson, numa jogada que seria fácil, saindo da defesa dos Leafs, tentou fazer um passe longo para conectar com o ataque, mas entregou o puck para Marian Hossa. O excelente jogador dos Blackhawks não desperdiçou a chance e marcou o primeiro da partida aos 01m10s. James Reimer estava encoberto por um defensor, provavelmente Gunnarsson mesmo, e não defendeu o puck que entrou no meio de suas pernas! Com os Leafs ainda sonolentos, Michael Frolik aumentou para os Blackhawks aos 04m13s. Mais pro final do período, os Leafs tentavam chegar ao gol de Corey Crawford, mas o goleiro do Chicago estava numa noite excepcional e, aos 15m37s foi a vez do capitão dos Blackhawks, Jonathan Toews, marcar o terceiro, após receber um lindo passe de Patrick Kane que o deixou em frente ao gol.Placar no final do primeiro período, Blackhawks 3 x Leafs 0.

Para o início do segundo período ficou aquela dúvida … Ron Wilson retiraria James Reimer, ou o manteria na partida? Reimer foi mantido e, aparentemente, os Leafs acordaram e a partida já estava com um volume de jogo igual para ambas equipes.Aos 07m28s, Joffrey Lupul consegue vencer Corey Crawford a diminui para 3 a 1. O momento do jogo virou e agora era totalmente dos Leafs, mas por apenas 3minutos e meio, pois aos 11m51s, Viktor Stalberg, ex-Leafs enviado ao Chicago na troca por Kris Versteeg, voltou a colocar a diferença no placar em 3 gols. Ainda daria tempo de aos 17m57s, Bryan Bickell aumentar o placar para 5 a 1.

Dessa vez não teve jeito e Reimer foi substituído por Jean-Sebastién Giguere no início do terceiro período. Somente neste período o Toronto conseguiu segurar o potente ataque dos Blackhawks e diminuiu o placar com Joey Crabb aos 04m26s e com Luke Schenn aos 19m03s, mas já era tarde demais.Neste período, Grabovski sofreu penalti ao se dirigir ao gol de Crawford e os Leafs tiveram um penalty shot que poderia mudar a partida, mas infelizmente Grabo fez um movimento sensacional que foi defendido pela perna esquerda de Crawford (coisas de jogo). Crawford também defendeu um tiro à queima roupa de Mike Brown. Estes dois gols poderiam ter levado a partida à prorrogação, mas o placar final foi Blackhawks 5 x Leafs 3.

Os Leafs continuam na briga pelos playoffs, ainda mais porque têm disputas diretas contra os Hurricanes e os Sabres, os dois times à sua frente na classificação da conferência leste.

O próximo jogo é na terça-feira, quando os Leafs visitam os Islanders! Como eu já disse em outro post, todos os jogos são decisivos agora … todos pontos são imprescindíveis na busca pelos playoffs!

GO LEAFS GOOOO – RUMO AOS PLAYOFFS!

 

 

%d blogueiros gostam disto: