Arquivo

Posts Tagged ‘Joey Crabb’

31/03/2012 – Buffalo Sabres @ Toronto Maple Leafs

segunda-feira, 02 abril 2012 3 comentários

Continuando com os jogos finais da temporada regular para os Leafs, o time recebeu o Buffalo Sabres que está na briga pela última vaga dos playoffs da conferência Leste, competindo ponto a ponto com o Washington Capitals.

No gol dos Leafs, com a ausência de James Reimer e de Jonas Gustavsson, ambos contundidos, estava Ben Scrivens. Como backup Jussi Rynnas.

O jogo começou bem, com os Leafs jogando como no começo da temporada, usando muito o jogo físico e buscando o gol sempre, com bons passes e velocidade, porém no gol dos Sabres estava Ryan Miller, o ótimo goleiro norte americano, que é muito consistente e seguro. Miller conseguiu proteger o seu time até os 09m32s, quando Joey Crabb interceptou um passe dos Sabres e marcou o primeiro gol da partida num breakaway, quando os Sabres estavam em vantagem numérica, portanto gol shorthanded para os Leafs! Pelos Leafs, Ben Scrivens se manteve atento e defendeu todos os chutes que recebeu no primeiro período, dando à torcida e ao time a confiança perdida nos nossos goleiros “titulares”!

No segundo período os Sabres empataram a partida aos 10m59s com Tyler Ennis! Foi uma bela jogada em que o ataque dos Sabres confundiu a defesa dos Leafs! Os Leafs voltaram a passar à frente no placar com um belo gol de Phil Kessel aos 15m17s, gol de número 37 na temporada, marcado em vantagem numérica, num chute que Miller não esperava! Os Leafs ainda aumentariam a vantagem no placar com John-Michael Liles faltando menos de 1 segundo para terminar o período e numa jogada cheia de bate-rebate próximo ao gol de Miller!

Para o terceiro período os Leafs nos reservaram emoção, pois apesar de iniciar o período com vantagem de dois gols no placar, deixou os Sabres se aproximarem com um gol de Ville Leino aos 06m48s. Os Leafs então voltaram a ter dois gols de vantagem com um gol de Matt Frattin aos 10m20s e, novamente deixaram os Sabres encostarem faltando apenas 2m45s para o final! Esses últimos minutos foram emocionantes com os Sabres jogando sem Ryan Miller e pressionando os Leafs até a sirene de fim de jogo soar!

Finalmente os Leafs venceram no Air Canadá Centre, após 54 dias e 11 partidas, recorde da franquia, e sob o comando de Randy Carlyle.

Para os Sabres foi uma derrota num momento crítico, pois estavam na disputa da oitava vaga com os Capitals e estes venceram o jogo contra os Canadiens ficando dois pontos à frente faltando somente 3 jogos para o final da temporada regular.

Terça-feira temos mais um contra os Sabres, mas agora em Buffalo!

Go Leafs Go

19/01/2012 – Minnesota Wild @ Toronto Maple Leafs

domingo, 22 janeiro 2012 1 comentário

Após a derrota contra os Senators em casa, os Rangers em casa e os Sabres em Buffalo, os Leafs receberam o Minnesota Wild buscando o retorno às vitórias.

O time jogou muito bem, como deveria jogar sempre! Mais uma vez quem defendia o gol dos Leafs foi Jonas Gustavsson.

Logo no primeiro minuto de jogo, aos 50s, Nazem Kadri marca um belo gol de backhand em Niklas Backstrom abrindo o placar para os Leafs e fazendo os Wild começarem já em desvantagem no placar! Imagina tomar um gol com 50s!! É para desestruturar qualquer equipe! E parece que foi isso mesmo que aconteceu pois aos 05m11s, Joey Crabb partiu em velocidade para o ataque, venceu o defensor e patinou cruzando a frente do gol de Backstrom, dando um belo chute e marcando o segundo dos Leafs na partida. Belíssimo gol!!!

No segundo período, o terceiro gol dos Leafs veio com ele, Phil Kessel que se aproveitou de um puck que sobrou em frente ao gol dos Wild, no meio dos defensores e chutou ao gol, antes de todos! Foi um gol de powerplay aos 15m48s. Aliás, um fato interessante é que todos os penaltis foram feitos no segundo período, 2 para os Leafs e 5 para o Wild. Este período foi totalmente dominado pelos Leafs que deram 15 chutes ao gol, contra apenas 4 dos Wild.

No último período os Leafs marcaram o quarto gol com Mikhail Grabovski logo aos 47s. Os Leafs dominavam a partida e os Wild acordaram somente nos 5 minutos finais, quando começaram a ameaçar mais o gol de Gustavsson. Aos 17m33s, Nick Johnson marca o gol de honra dos Wild, num chute de um ângulo muito fechado que entrou por debaixo das proteções de perna de Gustavsson, que redirecionou o puck para o gol, entrando apenas alguns centímetros da linha de gol dos Leafs.

Grande jogo dos Leafs!! Voltamos à vitória!!!

GO Leafs GO

13/01/2012 – Toronto Maple Leafs @ Buffalo Sabres

sábado, 14 janeiro 2012 1 comentário

Os Leafs voltaram a jogar contra os Sabres na noite de ontem, mas desta vez foram o time visitante e os Sabres, vindos da derrota na última terça-feira, contra os próprios Leafs, queriam muito dar a volta por cima e devolver a derrota.

Os Leafs começaram a partida de uma forma desatenta e o que ocorreu é que, com a pressão dos Sabres, por jogarem em casa, logo nos primeiros 4 minutos de jogo, os Sabres já estavam com uma vantagem de 2 gols no placar. Os gols foram marcados por Matt Ellis aos 1m05s e por Pauls Gaustad aos 3m53s. No gol de Gaustad, Gustavsson se atrasou um pouco para fechar o ângulo e o puck foi pro fundo da rede. Foi então que os Leafs pareceram acordar. Aos 14m06s, Mikhail Grabovski diminui para os Leafs e dá esperança aos torcedores que viram um início de partida tão desastroso. Aos 16m52s foi a vez de Joey Crabb receber um belo passe de Grabovski e mandar o puck pro fundo da rede, empatando a partida.

Tudo parecia que ia bem para os Leafs quando os times retornaram para o segundo período, mas aos 14m13s, Jason Pominville se aproveitou de mais uma falta de atenção momentânea do time do Toronto para colocar o time da casa na liderança novamente. Tal liderança não mais foi alterada durante o resto da partida e, dessa vez, quem saiu com a vitória foram os Sabres.

Os Leafs não jogaram mal, apenas não conseguiram concentração nos 60 minutos de jogo.

Hoje o jogo será em casa, contra o líder da conferência Leste, o New York Rangers.

GO Leafs GO

23/12/2011 – Toronto Maple Leafs @ New York Islanders

sábado, 24 dezembro 2011 Deixe um comentário

Ontem os Leafs voltaram a vencer, contra os Sabres, em casa e, antes do Natal ainda viajaram a New York para enfrentar os Islanders.

Apesar de comentários indicarem que Gustavsson iniciaria a partida, quem defendeu o gol dos Leafs foi James Reimer, que já havia jogado na noite anterior. No gol dos Islanders estava Evgeni Nabokov.

Com a viagem, seria esperado ver o time dos Leafs sentindo o efeito do cansaço do jogo da noite anterior e da viagem, mesmo que curta, à New York, mas isso não ocorreu. Nos primeiros 11m15s da partida, os Leafs já tinham a liderançca no placar por 3 gols. Logo aos 01m43s, Clarke MacArthur recebeu um belo passe de Tim Connolly, que recebeu atenção de 4 jogadores dos Sabres e bateu para o gol, sem chances para Nabokov. Aos 4m22s foi a vez de Nazem Kadri marcar um gol em powerplay, o segundo gol de Kadri, no segundo jogo de sua volta à NHL. Aos 11m15s Carl Gunnarsson acerta um belo chute da linha azul. Somente aos 15m45s, Kyle Okposo diminui para o time da casa.

Os Islanders começaram o segundo período em powerplay e com menos de um minuto de partida, aos 40s, Frans Nielsen marcou o segundo dos Islanders. O penalty Killing dos Leafs é o pior da liga e merece uma atenção especial de Ron Wilson. Os Leafs cometeram novo penalti, porém aos 08m59s, Tyler Bozak e Joey Crabb partem para o ataque e fazem uma bela tabela, deixando Crabb somente para empurrar o puck para o gol, voltando a dar 2 gols de vantagem aos Leafs.

Somente na metade do terceiro período é que os Islanders diminuíram novamente a vantagem dos Leafs, colocando pressão no time dos Leafs, com John Tavares marcando aos 10m30s. Após isso, os Leafs conseguiram segurar o placar e, faltando apenas 9s para o término da partida, Joffrey Lupul consegue chutar ao gol, sem goleiro, Nabokov havia sido substituído por mais um jogador de ataque, na tentativa dos Islanders de empatar a partida, o puck bateu na parede atrás do gelo e Kessel aproveitou e passou novamente para Lupul marcar o quinto gol dos Leafs, fechando a partida.

Segunda vitória seguida dos Leafs! Segunda partida seguida com um gol de Nazem Kadri! Segunda vitória seguida de Reimer. Parece que os Leafs voltaram à direção das vitórias!

GO Leafs GO

27/11/2011 – Toronto Maple Leafs @ Anahein Ducks

segunda-feira, 28 novembro 2011 3 comentários

Vindos de duas vitórias, os Leafs chegaram à Anahein para enfrentar os Ducks, time do ex-Leafs François Beauchemin.

E não é que quem abre o placar para os Ducks foi Beauchemin, com um belo chute aos 09m51s do primeiro período, quando os Ducks estavam em vantagem numérica (PowerPlay). Os Leafs continuaram no jogo e foram recompensados com 2 gols, o primeiro de Tyler Bozak, aos 14m10s, numa jogada muito bem tramada pelos Leafs, com o puck passando de taco em taco e deixando Bozak sozinho para empurrar o puck para o gol de Jonas Hiller. A partida recomeça e apenas 19 segundos depois, num contra-ataque, Clarke MacArthur intercepta um passe dos Ducks e chuta de longe, marcando o gol da virada dos Leafs. E assim termina o primeiro período.

No segundo período, logo no começo, aos 02m36s, foi a vez de Joey Crabb deixar o dele, novamente desviando o puck e não dando chance a Jonas Hiller.

Até o final do segundo período, os Leafs haviam dado 22 chutes ao gol de Hiller e recebido 17 chutes no gol de Gustavsson! Mas veio o terceiro período e, apesar de os Ducks darem 11 chutes à gol, contra 6 dos Leafs, foram os Leafs que marcaram primeiro, mais uma vez com Tyler Bozak, logo aos 47s. Foi o segundo de Bozak na partida. Após o gol de Tyler Bozak, os Ducks, que jogaram melhor no terceiro período, conseguiu seu segundo gol com Corey Perry, aos 05m38s, com um chute debaixo para cima, que bateu no “teto” do gol, sem chances de defesa para o Monster. Ainda no final do terceiro período, aos 19m48s, com os Ducks sem o goleiro, substituído por mais um atacante, Luke Schenn chuta o puck da zona defensiva dos Leafs e marca o quinto gol do time de Toronto.

Foi a terceira vitória seguida dos Leafs, nesta seqüência de jogos fora de casa e que, no próximo jogo enfrenta o Boston Bruins na quarta-feira, em pleno Air Canadá Centre.

GO Leafs GO

%d blogueiros gostam disto: