Anúncios
Inicial > Derrota, NHL, NHL Game, Toronto Maple Leafs > 05/03/2018 – Toronto Maple Leafs @ Buffalo Sabres

05/03/2018 – Toronto Maple Leafs @ Buffalo Sabres

sexta-feira, 09 março 2018 Deixe um comentário Go to comments

Após a derrota no Stadium Series, em Annapolis, no sábado, o Toronto Maple Leafs foi à Buffalo, mas não mudou sua sequência de derrotas.

O time jogou melhor que o Buffalo Sabres, mas não conseguiu sair com a vitória. E, jogar melhor que o Buffalo não é lá nenhum feito, já que a equipe está na última colocação na classificação geral da NHL.

Os Sabres abriram o placar aos 01m53s com Sam Reinhart, num chute de Rasmus Ristolainen que ele desviou para o gol, num powerplay para os Sabres. Logo depois, mais um gol, dessa vez de Jason Pominville, após o chute desviar em um jogador dos Sabres e na lâmina do patins de Nazem Kadri, aos 03m43s, sem chance de defesa a Frederik Andersen.

Os Leafs parece que conseguiram se focar no jogo e chegaram ao empate com dois gols de Leo Komarov, um no primeiro período, aos 19m52s, num powerplay, se aproveitando do rebote de Chad Johnson num chute de William Nylander, e o segundo, aos 10m48s do segundo período, numa tabela com Matt Martin. Depois, Martin disse em entrevista que tentou chutar ao gol, mas acabou errando e o puck foi parar no taco de Komarov, que estava esperto e mandou pro fundo do gol.

Com o jogo empatado e com mais chutes à gol, tudo parecia que ia mudar e os Leafs poderiam vencer, mas aí foi a sorte que faltou aos Leafs. Mais um gol com o puck desviado foi anotado pelos Sabres. Dessa vez foi Zemgus Girgensons que desviou um chute de Sam Reinhart aos 13m30s. Ryan O’Reilly marcou o quarto gol dos Sabres em uma jogada em que o puck passado por Ron Hainsey atrás do gol, desviou no árbitro e foi parar no taco de O’Reilly, que não desperdiçou e venceu Frederik Andersen. Na minha opinião, essas interferências dos árbitros deveriam parar a jogada, e não continuar e validar o gol.

No terceiro período, Johan Larsson marcou o quinto gol dos Sabres, aos 09m55s, numa jogada em que houve contato de um jogador dos Sabres com Freddie, retirando o pé do goleiro da posição e impactando sua movimentação para realizar a defesa. Mas em mais uma decisão contraditória, o gol foi validado pelos árbitros após revisão por vídeo. Para fechar o placar, Mitch Marner marcou o terceiro gol dos Leafs aos 17m57s, em mais um powerplay.

Como disse Mike Babcock em entrevista após o jogo, a equipe jogou bem e chutou bem ao gol, mas parece que todos os chutes dos Sabres desviavam em alguém e iam ao gol! No final, vence quem marca mais, independente de como.

Agora descansaremos até sábado, quando receberemos a visita do Pittsburgh Penguins no Air Canada Centre, em busca da décima vitória seguida em casa!

Vamos ver se Babcock injeta ânimo nessa equipe e nos faz voltar a vencer! Ou senos jogadores aceitam a responsabilidade e voltem a jogar de forma a levar muito mais perigo ao gol dos adversários!

Go Leafs Gooooo

Anúncios
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: