Arquivo

Posts Tagged ‘Brandon Sutter’

11/10/2014 – Pittsburgh Penguins @ Toronto Maple Leafs

domingo, 12 outubro 2014 Deixe um comentário

Vindos de uma derrota contra os Canadiens, no primeiro jogo da temporada, em casa, os Leafs buscavam a primeira vitória contra o sempre perigoso time dos Penguins.

Season_2014-15_Score_Game2Crosby que sempre joga bem contra os Leafs, voltava de uma cirurgia no pulso durante a pós-temporada. Os Leafs iniciaram bem a partida, mas os Penguins abriram o placar com Hornqvist, que venceu Jonathan Bernier por baixo das pernas. Ainda no primeiro período os Penguins abriram vantagem de 3 a 0 no placar com gols de Crosby e Kunitz, ambos em powerplays ( vantagem numérica).

Logo no início do segundo período, Joffrey Lupul diminuiu, marcando o primeiro gol dos Leafs. Evgeny Malkin restaurou os três gols de vantagem para os Penguins e, no terceiro período, Brandon Sutter e Tyler Bozak marcaram gols, que definiram o placar: 5 a 2 para os Penguins.

Season_2014-15_Goalies_Game2Não é o início de temporada dos sonhos dos Leafs, mas a equipe teve muitas mudanças e ainda necessita de tempo para que os jogadores ganhem entrosamento. Phil Kessel não teve um bom início e em dois jogos não marcou nenhum ponto, além de ser menos 2, ou seja, a equipe sofreu dois gols a mais do que marcou, com ele no gelo.

Hoje os Leafs enfrentam os Rangers, que também vêm de derrota, mas este será o primeiro jogo dos Leafs fora de casa!

Go Leafs Gooo

29/12/2011 – Toronto Maple Leafs @ Carolina Hurricanes

sábado, 31 dezembro 2011 1 comentário

Perdemos dos Panthers, mas ainda tínhamos 2 jogos fora de casa, antes de virar o ano. E o jogo da vez era contra os Hurricanes, em Raleigh.

O primeiro período foi muito disputado e as equipes deram muito poucos chutes a gol, 5 para os Hurricanes e 6 para os Leafs. Mas mesmo assim, Brandon Sutter abriu o placar para o time da  04m15s.

Os Leafs voltaram ao segundo período e não demorou muito para empatarem a partida com um gol num belo wrap-around de Nazem Kadri. Ele recebeu o puck, circulou por trás do gol dos Hurricanes e conseguiu marcar em Cam Ward. Partida empatada. Apesar de diversas tentativas de ambas equipes, o placar manteve-se no empate até o término do período.

No terceiro período os Leafs foram melhor durante os primeiros 9m08s, quando conseguiram abrir dois gols de diferença no placar, com Nikolai Kulemin, aos 06m36s e Joffrey Lupul, aos 09m08s. Entretanto, os Hurricanes parecem ter acordado, ou os Leafs se sentiram muito confiantes e se desconcentraram e, aos 09m48s, Eric Staal marca o segundo dos Hurricanes, diminuindo a vantagem dos Leafs. Aos 11m50s, Zac Dalpe, um jogador novo, marcou o seu primeiro gol na NHL, o gol de empate, que levou a partida à prorrogação.

Infelizmente para os Leafs, na prorrogação o time não conseguiu dar nenhum chute ao gol dos Hurricanes, em parte devido à um penalti infantil de Tim Connolly, que derrubou um jogador dos Hurricanes (tripping) aos 02m31s da prorrogação. Como todos sabemos o time de Penalty Killing (PK) dos Leafs é o pior da liga e, jogando em desvantagem de 4 contra 3, não conseguiu defender a meta de James Reimer, que aos 03m09s da prorrogação tomou um gol de Eric Staal com o puck passando debaixo do braço esquerdo. Mais uma derrota dos Leafs que estão em rota descendente na tabela de classificação e precisam desesperadamente voltar a jogar bem, principalmente no PK, ou então, precisam deixar de proporcionar chances de vantagem numérica aos adversários.

Hoje ainda teremos o último jogo do ano, em Winnipeg, contra os Jets. Reimer terá uma enorme torcida no MTS Centre, já que sua cidade natal, Morweena é muito próximo à Winnipeg!

GO Leafs GO!!!

24/01/2010 – Toronto Maple Leafs @ Carolina Hurricanes

terça-feira, 25 janeiro 2011 3 comentários

Ontem os Leafs foram até Raleigh na Carolina do Norte, enfrentar os Carolina Hurricanes. Os Leafs vinham da derrota para o Washington Capitals em casa e buscavam voltar a vencer melhorando as chances de uma ida aos playoffs.

Foi um jogo muito bom e disputado e que viu ambas equipes em busca do gol e cometendo vários penaltis durante a partida.

No primeiro período os Leafs entraram com vontade de vencer a partida … mas quem marcou primeiro foram os Hurricanes. Aos 12m16s, Joe Corvo marcou abrindo o placar. Neste período houve também uma briga entre Clarke MacArthur e Chad La Rose, que viu MacArthur rodando o jogador dos Hurricanes!!! Foi muito bom ver MacArthur nesta briga! Os Leafs continuaram jogando muito bem e conseguiram o empate aos 19m51s, com Tomas Kaberle. Foi apenas o segundo gol da temporada para Tomas Kaberle que ainda insiste em não chutar a gol. Sempre que pode ele prefere passar o puck para outro jogador da equipe.

Ao final do primeiro período houve uma grande confusão entre os jogadores e Tim Gleason que estava sendo seguro por Nikolai Kulemin, simplesmente partiu para a briga, mesmo com o jogador de Toronto ainda com suas luvas … não querendo briga. Gleason acertou um gancho no nariz de Kulemin, quebrando o nariz do atacante dos Leafs. Kulemin saiu do gelo meio desorientado e não retornou mais para a partida.

No segundo período, os Leafs até que tentaram se recuperar e quem se mostrava sólido e com defesas desconcertantes era Cam Ward. O goleiro do Carolina Hurricanes defendeu sua equipe em várias tentativas dos Leafs e, aos 11m16s, James McBain marcou mais um para o time da casa. Na verdade o gol de McBain desviou no stick de Mike Komisarek e acabou enganando Giguere. Leafs 1 – Hurricanes 2.

O terceiro período foi o mais movimentado do jogo. Foi um período que viu 7 gols marcados, além de continuar os powerplays para ambas as equipes. Em alguns powerplays para os Leafs, os jogadores acabavam por cometer penaltis, o que deixava os times com igualdade no número de jogadores. Logo ao 1m49s Brandon Sutter anota o terceiro dos Hurricanes, deixando a vitória dos Leafs mais distante, mas Tim Brent marcou dois gols, incluindo um em desvantagem numérica aos 3m18s e 4m29s, aliás belos gols que empataram o jogo! Mas logo após os Leafs permitiram mais um gosl dos Hurricanes, o segundo de Brandon Sutter, aos 8m55s. Aos 11m02s, Jeff Skinner, um jogador de 18 anos, marcou o seu 18º gol na sua primeira temporada e ampliou a vantagem dos Hurricanes para 5 a 3. Os Leafs demonstravam ser um time guerreiro e voltaram a marcar com Mike Brown, aos 14m15s, em powerplay, após receber um excelente passe de Tim Brent.

Os Leafs diminuíram para apenas um gol de diferença e, apesar de todas as tentativas, incluindo a retirada de Giguere para adicionar mais um atacante, em busca do empate, quem marcou o gol que terminou com as chances dos Leafs foi Erik Cole, num chute a partir da Zona Neutra, no gol dos Leafs, sem goleiro.

A partida foi emocionante, apesar dos Leafs não deterem a vantagem no placar em nenhum momento. Tim Brent fez uma ótima partida, mas não conseguiu garantir a vitória.

Vamos aguardar por melhores notícias de Nikolai Kulemin. Que bom que ele pode se recuperar no período entre hoje, e primeiro de fevereiro, com a parada da NHL para o final de semana do All Star-Game!

Os Leafs ainda jogam hoje à noite, em Tampa, contra os Lightining!

GO Leafs GO.

%d blogueiros gostam disto: