Anúncios

Arquivo

Posts Tagged ‘Tim Gleason’

Tim Gleason retorna aos Hurricanes

quinta-feira, 03 julho 2014 Deixe um comentário
42 Tim Gleason (D)

42 Tim Gleason (D) (Photo credit: Wikipedia)

Tim Gleason, o defensor que veio aos Leafs após a troca realizada com o Carolina Hurricanes, onde os Leafs enviaram John-Michael Liles, acabou por ter seu contrato cancelado e voltou a assinar com os Hurricanes por um ano.

Boa sorte a Gleason!

Anúncios

Tim Gleason é liberado de seu contrato com os Leafs

terça-feira, 01 julho 2014 2 comentários
Tim Gleason

Tim Gleason (Photo credit: Wikipedia)

Na véspera da abertura do período de contratações, os Leafs liberam o defensor Tim Gleason de seu contrato. Gleason ainda teria direito a receber 4 milhões de dólares pelas próximas duas temporadas, mas agora ainda receberá dos Leafs 5,7 milhões de dólares divididos nas próximas quatro temporadas e liberará 3 milhões de dólares para ser usado já neste período de contratações.

O jogador veio aos Leafs na troca que envolveu a ida de John-Michael Liles para o Carolina Hurricanes, logo após o Winter Classic 2014.

A idéia é que Gleason e Roma Polak, recém adquirido em troca com o St. Louis Blues, tinham a mesma função, a de um defensor puro, que usa o tamanho para intimidar os adversários.

Obrigado Gleason pelo período que esteve com os Leafs! Boa sorte onde quer que vá!

Go Leafs GO

22/03/2014 – Montreal Canadiens @ Toronto Maple Leafs

terça-feira, 25 março 2014 Deixe um comentário

Três derrotas seguidas começa a deixar os Leafs numa situação difícil pois os times que estão abaixo dele na classificação estão encostando. Os Canadiens foram à Toronto vindos de uma derrota e necessitando vencer para se manter à frente dos Leafs.

Com Jonathan Bernier ainda contundido os Leafs continuaram com James Reimer no gol. Pelos Habs, após um período de contusão, Carey Price estava no gol.

Logo aos 05m47s, Max Paccioretty chutou forte e Reimer aceitou. Tomou o gol por entre as pernas, deixando o time visitante abrir o placar. Aos 06m52s, foi a vez de Rene Bourque chutar e Reimer não conseguir defender com sua luva. Dois a zero Habs em menos de 10 minutos de jogo e com dois gols que dariam para ser defendidos por Reimer. Começar um jogo já com dois gols de diferença deixa tudo muito mais complicado! Mas os Leafs mostraram raça e aos 11m02s, empataram com Joffrey Lupul, que recebeu um passe de Mason Raymond e chutou de primeira! Belíssimo gol que trouxe mais confiança aos Leafs. O empate veio sete minutos depois. Aos 18m03s, Tyler Bozak marca para os Leafs num passe de Phil Kessel. Parecia que o período terminaria empatado e o jogo recomeçaria no segundo período, mas aos 19m07s, Brian Gionta chutou e na tentativa de tirar o taco do caminho, Tim Gleason desviou o puck para o gol dos Leafs, desta vez sem chances de defesa para Reimer que estava bem posicionado.

O segundo período terminou sem gols, mas com os Leafs jogando melhor.

Logo no começo do terceiro período Nazem Kadri empata para os Leafs durante um powerplay aos 02m49s. Os Leafs voltavam a ter a chance de virar a partida, mas Price fazia ótimas defesas, impedindo a virada. Foi quando aos 11m14s, os Habs foram ao ataque e fizeram uma rápida troca de passes encontrando Tomas Plekanec sozinho no círculo esquerdo do Reimer. Plekanec chutou e Reimer, mudando de posicionamento para fechar o canto esquerdo, acabou fazendo o puck bater em sua proteção de perna e ir parar dentro do gol dos Leafs. Ao final, os Leafs ainda tentaram pressionar mas nada conseguiram a não ser a quarta derrota seguida.

James Reimer não vem jogando bem e acredito que sua insegurança se reflete nos jogadores à sua frente, que acham que qualquer chute do time adversário pode gerar um gol. Infelizmente Bernier ainda não está pronto para voltar, mas os Leafs precisam dar um jeito nisso e logo, senão já podem dizer adeus aos playoffs!!

Dos quatro gols sofridos, três eram defensáveis!

Na noite seguinte jogaríamos contra os Devils, em New Jersey.

Go Leafs Goooooo

06/02/2014 – Toronto Maple Leafs @ Tampa Bay Lightning

segunda-feira, 10 fevereiro 2014 Deixe um comentário

No segundo jogo na viagem à Flórida, os Leafs foram visitar o Tampa Bay Lightning querendo voltar a vencer! E conseguiram!

20140206_Leafs@Lightning_BannerCom uma ótima atuação do time todo em suas várias linhas e de Jonathan Bernier, que se firmou como o goleiro número um da equipe, os Leafs extraíram a vitória no St Pete Times Forum.

O primeiro período acabou empatado sem gols, mas ambas equipes disputavam a partida de igual para igual. O placar somente foi aberto no segundo período, aos 07m57s, quando Mason Raymond conseguiu escapar dos defensores em velocidade e no contra-ataque conseguiu colocar o puck por cima de Ben Bishop. Bishop é ex-goleiro do Ottawa Senators e está muito bem neste ano, jogando pelos Lightning, com 27 vitórias. O gol de Mason Raymond teve assistências de Morgan Rielly e Nikolai Kulemin, que deu um passe certeiro ao atacante para que conseguisse vencer a defesa na corrida e marcar.

20140206_Leafs@Lightning_ScoreNo início do terceiro período, os Lightning tiveram uma má notícia, Ben Bishop não retornou ao gelo, contundido, seu substituto foi Cedric Desjardins. Aos 02m19s, Jay McClement recebe um passe de David Clarkson, que disputou a jogada com dois defensores, e num belo movimento, tira Desjardins da jogada e marca o segundo dos Leafs. Aos 08m10s, foi a vez de James Van Riemsdyk marcar, batalhando pelo puck e dando dois chutes seguidos, sem deixar o puck cair ao gelo, na frente de Desjardins. O time da casa teve ainda uma esperança com o gol marcado por Ondrej Palat, aos 10m28s, numa bela jogada de contra-ataque. A jogada foi muito parecida com a do gol de Mason Raymond. Ao final, aos 17m08s, já em Empty-Net, Tyler Bozak e Phil Kessel trocam passes na zona neutra e Bozak marca o quarto gol dos Leafs no gol vazio dos Lightning. O jogo ainda teve tempo para uma jogada em que o atacante dos Lightning, J. T. Brown numa jogada muito veloz, acabou colidindo com Jonathan Bernier, o que fez com que Bernier e Tim Gleason fossem tirar satisfação e Radko Gudas viesse defender Brown. A confusão acabou com uma briga entre Gudas e Gleason, que receberam 10 minutos de penalidade cada um, além de uma penalidade para J.T. Brown e para Cedric Desjardins, que saiu de seu gol para se envolver na confusão, mesmo com ele tendo sido parado pelos árbitros! E outra penalidade para Bernier. No final das contas, os Lightning ainda ganharam um powerplay faltando apenas 1m53s para o final da partida. Os Leafs seguraram o ataque dos Lightning e garantiram a vitória por 4 a 1, em frente aos seus pais, que os acompanhavam também neste jogo!

Por falar dos país dos jogadores, foi muito engraçado vê-los comemorando os gols dos filhos! O pai de Phil Kessel estava ao lado do pai de JVR! O pai de Tyler Bozak de levantou antes de todos quando sentiu que o filho marcaria o quarto gol, enquanto o pai de JVR foi o último a comemorar o gol do filho!!! Hehehe

O último jogo antes da parada para as Olimpíadas de Sochi será no sábado, no Air Canada Centre, contra o Vancouver Canucks que vive uma má fase e vem de derrotas seguidas!

Go Leafs Gooooo

Enhanced by Zemanta

09/01/2014 – Toronto Maple Leafs @ Carolina Hurricanes

sexta-feira, 10 janeiro 2014 Deixe um comentário

Com duas derrotas seguidas os Leafs necessitavam de uma vitória contra os Hurricanes para se manter dentro da classificação aos playoffs. Os Hurricanes, Rangers (de quem perdemos no primeiro jogo após o NHL Winter Classic, e os Capitals estão no encalço dos Leafs para conseguir a classificação.

20140109_Leafs@Hurricanes_BannerO jogo começou e os Leafs não demonstraram nenhuma das qualidades que poderia fazê-los um time de sucesso. Continuamos com jogadas em Dump and Chase, não mantendo o puck na zona ofensiva, deixando o time adversário chutar mais a gol, não protegendo nosso goleiro, que desta vez foi James Reimer e não levando muito perigo ao gol adversário. Esta receita não leva equipe alguma aos playoffs nem nunca levou.

20140109_Leafs@Hurricanes_ScoreOs Hurricanes vinham de 4 vitórias e, jogando em casa, mostraram que estavam com energia para continuar vencendo. Abriram o placar aos 02m33s com o novato Zach Boychuk, trazido da AHL. Aos 08m33s, Jeff Skinner marcou o segundo gol em um powerplay. Com dois gols de desvantagem Joffrey Lupul diminuiu para os Leafs com um gol aos 14m14s, no que seria o único gol dos Leafs na noite. Antes do término do primeiro período os Leafs ainda sofreram mais um gol, aos 17m33s, marcado por Patrick Dwyer. Não pensem que a culpa foi de James Reimer! O goleiro dos Leafs esteve muito bem na partida, mas após 15 chutes recebidos no primeiro período, sem uma ajuda efetiva da defesa, não conseguiu fazer milagres.

No segundo período os Leafs receberam mais um duro golpe. Aos 03m39s, Zach Boychuk passa para John-Michael Liles, recém negociado pelos Leafs com os Hurricanes, na troca por Tim Gleason, marcar o seu primeiro gol da temporada, justamente contra seu antigo time.

Os Leafs continuavam perdidos no jogo, sem qualidade nenhuma e nem mesmo um powerplay ajudou o time a reagir. Aos 35s do terceiro período, Jordan Stall marca para os Hurricanes com o time em desvantagem numérica (shorthanded). O restante do período viu os Leafs tentando jogadas no desespero e os 2 minutos finais acabaram sendo em powerplay para os Hurricanes que jogaram uma boa parte em 5 contra 3, quando aos 18m51s, Elias Lindholm aproveita um chute de Jeff Skinner que bateu na parede atrás do gol de Reimer e voltou, para marcar o sexto gol dos Hurricanes, fechando a noite.

Os Leafs ainda não venceram após o NHL Winter Classic e nos três jogos tomou 18 gols e marcou apenas 5. Além disso, após a derrota de ontem foi ultrapassado na tabela de classificação pelos três times citados no início do post, os Capitals, que recebem os Leafs hoje, os Rangers e os Hurricanes!

Temos que melhorar, e logo!!

Go Leafs Go

Enhanced by Zemanta

Tim Gleason é dos Leafs. Liles vai para os Hurricanes.

sexta-feira, 03 janeiro 2014 Deixe um comentário
Tim Gleason

Tim Gleason (Photo credit: Wikipedia)

Com a necessidade e adicionar um defensor forte e que possa simplesmente acabar com a jogada ofensiva do time adversário, os Leafs adquiriram Tim Gleason, nativo de Michigan, numa negociação com o Carolina Hurricanes. Esta negociação viu John-Michael Liles e o prospecto Dennis Robertson indo para Carolina.

Gleason tem ainda duas temporadas após a atual em seu contrato com um peso de 4 milhões de dólares.

Liles nunca foi considerado como parte integrante d corpo de defesa dos Leafs e apesar de ser um ótimo defensor, com habilidade para controlar o puck, acabou sendo passado por jogadores mais novos no elenco dos Leafs como Jake Gardiner e Morgan Rielly.

Liles chegou até mesmo a treinar em Michigan, para o NHL Winter Classic, mas devido à sua negociação, não jogou a partida.

Sejam bem-vindo Tim Gleason, que Randy Carlyle encontre um par de defesa que complemente as suas habilidades e que deixe a defesa dos ameaça mais sólida e, quem sabe, evitando muitos chutes dos adversários, algo em que estamos devendo nesta temporada.

John-Michael Liles, obrigado por seu tempo como um jogador dos Leafs. Infelizmente não houve como mantê-lo na equipe, então desejo boa sorte para você no Carolina Hurricanes.

Enhanced by Zemanta

24/01/2010 – Toronto Maple Leafs @ Carolina Hurricanes

terça-feira, 25 janeiro 2011 3 comentários

Ontem os Leafs foram até Raleigh na Carolina do Norte, enfrentar os Carolina Hurricanes. Os Leafs vinham da derrota para o Washington Capitals em casa e buscavam voltar a vencer melhorando as chances de uma ida aos playoffs.

Foi um jogo muito bom e disputado e que viu ambas equipes em busca do gol e cometendo vários penaltis durante a partida.

No primeiro período os Leafs entraram com vontade de vencer a partida … mas quem marcou primeiro foram os Hurricanes. Aos 12m16s, Joe Corvo marcou abrindo o placar. Neste período houve também uma briga entre Clarke MacArthur e Chad La Rose, que viu MacArthur rodando o jogador dos Hurricanes!!! Foi muito bom ver MacArthur nesta briga! Os Leafs continuaram jogando muito bem e conseguiram o empate aos 19m51s, com Tomas Kaberle. Foi apenas o segundo gol da temporada para Tomas Kaberle que ainda insiste em não chutar a gol. Sempre que pode ele prefere passar o puck para outro jogador da equipe.

Ao final do primeiro período houve uma grande confusão entre os jogadores e Tim Gleason que estava sendo seguro por Nikolai Kulemin, simplesmente partiu para a briga, mesmo com o jogador de Toronto ainda com suas luvas … não querendo briga. Gleason acertou um gancho no nariz de Kulemin, quebrando o nariz do atacante dos Leafs. Kulemin saiu do gelo meio desorientado e não retornou mais para a partida.

No segundo período, os Leafs até que tentaram se recuperar e quem se mostrava sólido e com defesas desconcertantes era Cam Ward. O goleiro do Carolina Hurricanes defendeu sua equipe em várias tentativas dos Leafs e, aos 11m16s, James McBain marcou mais um para o time da casa. Na verdade o gol de McBain desviou no stick de Mike Komisarek e acabou enganando Giguere. Leafs 1 – Hurricanes 2.

O terceiro período foi o mais movimentado do jogo. Foi um período que viu 7 gols marcados, além de continuar os powerplays para ambas as equipes. Em alguns powerplays para os Leafs, os jogadores acabavam por cometer penaltis, o que deixava os times com igualdade no número de jogadores. Logo ao 1m49s Brandon Sutter anota o terceiro dos Hurricanes, deixando a vitória dos Leafs mais distante, mas Tim Brent marcou dois gols, incluindo um em desvantagem numérica aos 3m18s e 4m29s, aliás belos gols que empataram o jogo! Mas logo após os Leafs permitiram mais um gosl dos Hurricanes, o segundo de Brandon Sutter, aos 8m55s. Aos 11m02s, Jeff Skinner, um jogador de 18 anos, marcou o seu 18º gol na sua primeira temporada e ampliou a vantagem dos Hurricanes para 5 a 3. Os Leafs demonstravam ser um time guerreiro e voltaram a marcar com Mike Brown, aos 14m15s, em powerplay, após receber um excelente passe de Tim Brent.

Os Leafs diminuíram para apenas um gol de diferença e, apesar de todas as tentativas, incluindo a retirada de Giguere para adicionar mais um atacante, em busca do empate, quem marcou o gol que terminou com as chances dos Leafs foi Erik Cole, num chute a partir da Zona Neutra, no gol dos Leafs, sem goleiro.

A partida foi emocionante, apesar dos Leafs não deterem a vantagem no placar em nenhum momento. Tim Brent fez uma ótima partida, mas não conseguiu garantir a vitória.

Vamos aguardar por melhores notícias de Nikolai Kulemin. Que bom que ele pode se recuperar no período entre hoje, e primeiro de fevereiro, com a parada da NHL para o final de semana do All Star-Game!

Os Leafs ainda jogam hoje à noite, em Tampa, contra os Lightining!

GO Leafs GO.

%d blogueiros gostam disto: