Anúncios

Arquivo

Posts Tagged ‘St. Louis Blues’

Leafs negociam com St. Louis e adquirem o defensor Jordan Schmaltz

domingo, 28 julho 2019 Deixe um comentário

O Toronto Maple Leafs anunciou que adquiriu o defensor Jordan Schmaltz do St. Louis Blues em troca pelo defensor Andreas Borgman.

Schmaltz, 25anos, marcou duas assistências em 20 jogos de temporada regular com os Blues na última temporada e registrou um total de nove pontos (um gol e oito assistências) em 36 jogos com o San Antonio Rampage da America. Hockey League – AHL. O nativo de Madison, Wisconsin tem cinco assistências em 42 jogos na carreira na NHL e 93 pontos (15 gols, 78 assistências) em 180 jogos na AHL. Jordan Schmaltz foi selecionado pelos Blues na primeira rodada (escolha geral de número 25) do Draft da NHL de 2012.

Seja bem vindo Jordan Schmaltz! Que seu jogo possa ser desenvolvido nos Leafs e você nos ajude a chegar mais perto da tão sonhada e aguardada Stanley Cup!

Andreas Borgman estava sendo preparado para um dia poder jogar pelos Leafs e vinha jogando bem pelos Marlies, mas infelizmente terá que continuar sua carreira no atual campeão da Stanley Cup! Desejo muito boa sorte a Borgman!

Go Leafs Gooooooo

Anúncios

Tim Gleason é liberado de seu contrato com os Leafs

terça-feira, 01 julho 2014 2 comentários
Tim Gleason

Tim Gleason (Photo credit: Wikipedia)

Na véspera da abertura do período de contratações, os Leafs liberam o defensor Tim Gleason de seu contrato. Gleason ainda teria direito a receber 4 milhões de dólares pelas próximas duas temporadas, mas agora ainda receberá dos Leafs 5,7 milhões de dólares divididos nas próximas quatro temporadas e liberará 3 milhões de dólares para ser usado já neste período de contratações.

O jogador veio aos Leafs na troca que envolveu a ida de John-Michael Liles para o Carolina Hurricanes, logo após o Winter Classic 2014.

A idéia é que Gleason e Roma Polak, recém adquirido em troca com o St. Louis Blues, tinham a mesma função, a de um defensor puro, que usa o tamanho para intimidar os adversários.

Obrigado Gleason pelo período que esteve com os Leafs! Boa sorte onde quer que vá!

Go Leafs GO

25/03/2014 – St Louis Blues @ Toronto Maple Leafs

quarta-feira, 26 março 2014 Deixe um comentário

Com cinco derrotas consecutivas os Leafs não teriam moleza pela frente e enfrentaram o St Louis Blues, que atualmente está entre os melhores times da NHL, no Air Canada Centre.

Para este jogo, Jonathan Bernier voltou ao gol para tentar deter essa seqüência de derrotas onde os Leafs não venceram nenhum jogo após Bernier ficar fora da equipe por uma contusão. Talvez Bernier esteja até mesmo jogando contundido, para tentar devolver à equipe a classificação aos playoffs. Este jogo também marca o primeiro retorno de Ryan Miller a Toronto após a saída do Buffalo Sabres.

Um resumo do jogo é que os Leafs foram aniquilados pelo St Louis Blues. Um exemplo disso são os números de chutes à gol dados no primeiro período. Foram 23 para os Blues e somente 7 para os Leafs. Só para se ter uma idéia de quanto isso é ruim, os Leafs deram 25 chutes ao gol durante toda a partida! O total dos Blues beirou os 50, com 49 chutes ao gol de Bernier, que de forma excelente defendeu 44 deles.

Os Leafs, apesar de chutarem menos também conseguiam levar perigo ao gol de Miller e aos 11m30s, em um powerplay, Joffrey Lupul abre o placar. Os Blues só vieram a empatar aos 15m55s com TJ Oshie, que aproveitou um rebote de Bernier num chute alto de Roman Polak e só acabou de empurrar o puck pro gol. Podemos considerar como uma falha de Bernier que deferia ter segurado este puck ou desviado ele de alguma forma, mas ele acabou perdendo o controle e a localização do puck e deu oportunidade para Oshie marcar. Ao final do primeiro período, os Leafs cometeram penalidade e os Blues ganharam um powerplay. Dion Phaneuf havia controlado o puck e hesitou em chutar para longe. Um jogador dos Blues acabou por roubar o puck e o contra-ataque dos Blues, em powerplay, começou. Neste contra-ataque, aos 19m27s, David Backes marcou por baixo das pernas de Bernier, virando a partida.

No segundo período, os Leafs cometeram erros e os Blues aproveitaram. David Backes voltou a marcar aos 07m32s e Alex Steen, ex-Leafs, disputou espaço com Dion Phaneuf e marcou o quarto gol dos Blues aos 17m35s, chutando sobre o ombro de Bernier. Com 4 a 1 no placar todos já sabíamos a dificuldade que seria o terceiro período.

Não sei o que Randy Carlyle disse aos jogadores no vestiário, mas os Leafs voltaram mais focados e pressionaram um pouco os Blues. Aos 04m39s, os Leafs foram ao ataque e a defesa dos Blues acabou por errar um passe, deixando o puck livre em frente ao gol. Carl Gunnarsson chegou e bateu forte, vencendo Ryan Miller. Aos 15m54s, os Leafs marcaram novamente, numa bela jogada com trocas de passes onde James Van Riemsdyk diminuiu a diferença para somente um gol. Após isso os Leafs bem que tentaram, mas Ryan Miller defendeu algumas oportunidades e, aos 18m53s, com os Leafs sem goleiro, os Blues controlaram o puck e David Backes chutou da zona neutra para marcar o seu terceiro gol da noite, o famoso Hat-Trick!

Foi mais uma dura derrota para os Leafs que perderam seis jogos seguidos e agora estão empatados com os Red Wings, Capitals e Blue Jackets, disputando duas vagas de Wild Card para os playoffs, sendo que todos os outros times ainda possuem mais jogos até o fim da temporada que os Leafs, que possuem apenas 8. Enfim, nos colocamos num buraco no momento errado da temporada. Temos chances de sair dele se conseguirmos encontrar o caminho da vitória e se a equipe acordar e conseguir enxergar que neste momento, todo jogo é decisivo!

Nosso próximo jogo será apenas na sexta-feira, contra o Philadelphia Flyers, fora de casa. Carlyle os os Leafs terão muito tempo para treinar e refletir o que está acontecendo com a equipe e buscar estratégias para vencer os próximos jogos!

Go Leafs Gooooo

12/12/2013 – Toronto Maple Leafs @ St. Louis Blues

sexta-feira, 13 dezembro 2013 Deixe um comentário

Os Leafs estão numa fase ruim na temporada, perdendo jogos seguidos, mesmo apesar de jogarem bem, como na derrota contra o Los Angeles Kings. O problema é que eles ainda tiveram que viajar para enfrentar o ótimo time do St. Louis Blues na noite seguinte e esta não é uma viagem curta!20131212_Leafs@Blues_Banner

A equipe aparentou cansaço no primeiro período e não conseguia impor seu ritmo de jogo. Os Leafs foram totalmente dominados no primeiro período e a defesa, ainda sem Dion Phaneuf, cumprindo o seu segundo joo de suspensão, parecia perdida. Os Blues se aproveitaram da situação e em 15 chutes contra James Reimer, marcaram 3 gols, aos 04m48s com David Backes, aos 12m59s com Jaden Schwartz e aos 16m10s com Derek Roy. Neste momento, James Reimer cedeu a posição para Jonathan Bernier, que não deixou a vantagem aumentar no primeiro período.

20131212_Leafs@Blues_ScoreA partir do segundo período, os Leafs melhoraram e igualaram o volume de jogo dos Blues. Apesar do gol de Chris Stewart abrir para 4 gols a vantagem dos Blues, aos 29s, Nazem Kadri descontou para os Leafs aos 01m45s.

O terceiro período, mais uma vez viu os Blues abrirem a vantagem com um gol de Alex Steen aos 07m04s, mas os Leafs continuaram firmes tentando diminuir a vantagem e conseguiram com Nikolai Kulemin aos 14m30s e James Van Riemsdyk aos 16m52s. Com o placar com apenas 2 gols de vantagem os Leafs retiraram Jonathan Bernier, mas a adição de um atacante não surtiu efeito e, aos 19m30s, David Backes marcou o sexto gol dos Blues, com o gol sem goleiro.

Os Leafs precisam voltar a vencer e rápido! Mas não será nada fácil já que eles recebem os Blackhawks em Toronto no sábado!

Go Leafs Gooooooo

Forbes – Toronto Maple Leafs vale 1 bilhão de dólares

quinta-feira, 29 novembro 2012 Deixe um comentário
Logo (1938/39–1966/67); used on their alternat...

Logo (1938/39–1966/67); used on their alternate white uniforms from 2000/01-2010/11 (except in 2007/08). (Photo credit: Wikipedia)

Ontem a revista Forbes divulgou uma análise do valor das franquias da NHL com base em algumas informações de transações ocorridas ultimamente, como a compra do St. Louis Blues por 130 milhões de dólares e a venda da parte pertencente ao Plano de Pensão dos Professores de Ontario, do Maple Leafs Sports and Entertainment – MLSE, com direitos sobre o Toronto Maple Leafs, Toronto Raptors, Toronto FC, além de direitos de uso do Air Canada Centre, para a Bell e Rogers, gigantes canadenses das comunicações, por 2,05 bilhões de dólares. Com base nisso, o valor estimado de mercado do Toronto Maple Leafs é de 1 bilhão de dólares.

A Forbes identificou que a distribuição de valor entre times ricos e pobres é muito desigual. Os times mais valiosos – Maple Leafs ($1 bilhão), New York Rangers  ($750 milhões), Montreal Canadiens ($575 milhões), Chicago Blackhawks ($350 milhões) e Boston Bruins ($348 milhões) – valem  em média $605 million. Os 5 times menos valiosos – Carolina Hurricanes ($162 milhões), New York Islanders ($155 milhões), Columbus Blue Jackets ($145 milhões), Phoenix Coyotes ($134 milhões) e St. Louis Blues ($130 milhões) – valem, em média, somente $145 milhões.

Outro fato importante é uma enorme discrepância no fluxo de caixa. Receitas operacionais (ganhos antes de impostos, taxas, depreciação e anmortização) quase dobraram na temporada 2011-12, para 250 milhões de dólares. Mas os três times mais lucrativos – Maple Leafs ($81.9 milhões), Rangers ($74 milhões), Canadians ($51.6 milhões) – são responsáveis por 83% das receitas de toda a liga, enquanto 13 dos 30 times apresentaram prejuízo.

Com essas informações acima, podemos ter orgulho de, mesmo torcendo para uma equipe que não ganha um título (Stanley Cup) desde 1967, termos uma torcida fiel, que compra artigos do time e que lota o Air Canada Centre em todos os jogos da temporada. Não é por menos que nosso time tem o valor um terço maior que o segundo time da lista, o New York Rangers. Isso tudo nos faz ter ainda mais direito de reclamar de não termos um time competitivo e de estarmos fora dos playoffs desde o lockout anterior. Que quando a NHL voltar, os novos proprietários dos Leafs invistam dinheiro e a gerência seja esperta o suficiente para conseguir comprar ótimos jogadores sem impactar o teto salarial (CAP).

O artigo em sua íntegra no site da Forbes pode ser visto aqui.

A listagem contendo todas as equipes e seus respectivos valores pode ser vista aqui.

GO LEAFS GO

P.S.: NHL e NHLPA … acabem logo com essas discussões e encontrem um meio termo, a tempo de salvar parte da temporada 2012-13! Todos os fãs pedem e aguardam por isso.

Leafs contratam Jay McClement

segunda-feira, 02 julho 2012 Deixe um comentário

Jay McClement, playing ice hockey for the St. ...

Hoje, no primeiro dia de contratações, os Leafs contrataram Jay McClement, um central que jogou no Colorado Avalanche e no St Louis Blues.

McClement é canadense, nascido em Kingston, Ontario, e assinou contrato de dois anos, no valor de 3 milhões de dólares! Ele possui 29 anos e é muito bom em desvantagem numérica!!!

Boa contratação dos Leafs, mas será que vai rolar alguma troca envolvendo outros centrais dos Leafs? Afinal, temos Bozak, Steckel, Grabo, Connolly, além de Kadri, Colborne, etc nos Marlies!

Os Leafs também fecharam contrato por mais dois anos com Matt Fratin, além de fechar contrato com Ryan Hamilton e Mike Kostka!!

Seja bem vindo Jay McClement!! Que sua chegada nos traga muita garra e qualidade!e que nos auxilie a chegarmos as playoffs!!

Go Leafs Go

06/01/2011 – Blues @ Leafs – Grande jogo! Muitos gols e emoção até o final!

sexta-feira, 07 janeiro 2011 2 comentários

Após a derrota contra os Bruins, os Leafs receberam ontem, o time do St. Louis Blues, visitante da conferência oeste, contra quem os Leafs jogam poucas vezes. Nesta temporada somente se encontraram esta vez e só voltam a se encontrar se as equipes forem às finais da Stanley Cup.

O time dos Blues possui 3 ex-jogadores dos Leafs em sua escalação: Alex Steen (Center), Carlo Colaiacovo (Defensor) e Brad Boyes (Center). Esses jogadores deveriam ter motivação adicional jogando contra seu ex-time.

No gol dos Blues, ninguém mais, ninguém menos que Jaroslav Halak, ex-goleiro do Montreal Canadiens, que defendeu muito nos playoffs do ano passado, mas mesmo assim foi trocado com os Blues, pois os Canadiens prefeririam manter Carey Price no gol. No gol dos Leafs, para este jogo, retorna Jonas Gustavsson, the Monster.

Vamos ao jogo … Os Leafs começaram muito bem a partida e quando digo isso, é muito bem mesmo, tanto que logo aos 15 segundos de jogo, no primeiro chute à gol, Colby Armstrong abre o placar para os Leafs! Quem estava chegando um pouco atrasado ou tinha ido comprar bebida logo no início da partida, nem viu o gol!  

Após esse início surpreendente dos Leafs, os Blues se recuperaram e aos 03m52s, Alex Steen, ex-Leafs, mostrou que veio à Toronto para tentar estragar a festa dos torcedores do time da casa! Ainda no primeiro período, David Backes aos 09m46s, virou a partida para os Blues.

O segundo período foi totalmente dos Leafs que, numa poderosa reação, em menos de 4 minutos virou o placar para 4 a 2, com gols de Mikhail Grabovski aos 08m19s, Kris Versteeg aos 10m46s e Phil Kessel aos 12m15s. Os Leafs conseguiram a virada e estavam jogando bem, dando a sesnsação de que a vitória viria no tempo regular. Com essa performance, os Blues tiraram jaroslav Halak de jogo, substituindo-o por Ty Conklin.

Ainda no início do terceiro período, os Leafs ampliaram a vantagem como um novo gol de Phil Kessel, aos 01m51s. Com o placar em 5 a 2 para os leafs, os torcedores se sentiam confortáveis de que veriam uma vitória da equipe, mas essa sensação mudaria.

Os Blues comaçaram então a jogar muito melhor que os Leafs e aos 06m02s, Brad Winchester marca o terceiro dos Blues, num lance confuso em que houve colisão com Gustavsson, mas o puck já havia batido na trave e no retorno, nos patins de Gustavsson e cruzado a linha do gol! Logo depois, aos 07m40s, foi Eric Brewer que marcou para os Blues e diminuiu a diferença apenas para 1 gol, ou seja, os Blues retornaram à partida!

A torcida dos Leafs desmoronou quando aos 13m21s, os Blues conseguiram o gol de empate com Matt D’agostini. Os torcedores estavam com a imagem do time canadense junior, que também deixou uma vantagem de 3 gols virar pó no terceiro período e acabaram perdendo a partida. Será que o mesmo aconteceria com os Leafs?

Não aconteceu … os Leafs se seguraram e até tiveram algumas boas chances defendidas por Conklin, mas a partida foi para a prorrogação, que terminou sem gols. Viria a emocionante disputa de pênaltis.

Conforme o quadro ao lado, o Toronto começou assustando, com Phil Kessel perdendo sua tentativa. na sequência, Alexander Steen colocaria os Blues em vantagem.

Foi então a vez de Mikhail Grabovski. Ele partiu para cima de Ty Conklin e, com um movimento de 360 graus, ainda teve tempo de virar e marcar um belíssimo gol! É um movimento arriscado em uma hora decisiva, mas brabo está se tornando um especialista nela!!!  Com seu gol, os penaltis estavam empatados, mas ainda haveria a tentativa de Brad Boyes, que colocou novamente os Blues à frente.

O próximo a marcar foi Kris Versteeg, pelos Leafs. Matt D’agostini, que marcou o gol de empate dos Blues, viu sua tentativa, que se convertida, daria a vitória nos pênaltis para os Blues, ser defendida por Gustavsson.

Empate após 3 rodadas! Que venha a quarta!

Pelos Leafs Tyler Bozak e pelos Blues, Patrik Berglund.

Tyler Bozak marca um belo gol e, Patrik Berglund perde o controle do puck em sua tentativa!

Final da partida, Blues 5 – Leafs 6. (Veja o resumo da partida aqui)

Os Leafs nem terão tempo para muita comemoração ou descanso, pois hoje às 10h30, horário de Brasília, vão à Atlanta enfrentar os Thrashers!!!

%d blogueiros gostam disto: