Arquivo

Posts Tagged ‘Atlanta Thrashers’

19/10/2011 – Winnipeg Jets @Toronto Maple Leafs

quinta-feira, 20 outubro 2011 3 comentários

Toronto teve hoje a visita dos Jets! Não … você não está em um post antigo (pelo que tenho de informação o último jogo dos Leafs contra os Jets em Toronto foi em 13 de Março de 1996 um empate em 3 a 3) … é realmente a volta do Winnipeg Jets (ex Atlanta Thrashers)! O jogo traz muitas lembranças em todas as cidades por onde o time passar, pela grande história que os Jets tiveram, antes de serem vendidos e se tornarem o Phoenix Coyotes!

Bom … vamos ao jogo em si!

O jogo foi bem disputado no primeiro período que viu os Leafs dando 6 chutes à gol de Ondrej Pavelec, enquanto os Jets, visitantes, chutaram 9 vezes ao gol de James Reimer! Quem abre o placar é Tobias Enstrom, aos 9m49s aproveitando-se de um powerplay onde Luke Schenn foi penalizado por enganchar (hooking) o jogador adversário. Os Leafs continuaram a criar chances e, aos 8m39s, Joffrey Lupul empata a partida num belo passe de Phil Kessel! O interessante deste gol é que o puck foi direto na câmera dentro do gol, deixando-a toda estilhaçada. A partida ficou uns 5 minutos parada, aguardando a substituição da câmera … Imagina o que os goleiros passam ao defender os pucks! O resto do período manteve-se disputado, mas nada alterou o placar!

No segundo período, os Jets voltaram voando baixo … parecia que os Leafs não tinham velocidade, ou que os Jets estavam sempre em vantagem numérica (powerplay), pois o puck estava sempre sendo controlado pelo time de Winnipeg. Apenas com 2m27s do segundo período, Nik Antropov efetua um passe que foi dado no limite da linha azul, com o jogador com a lâmina dos patins sobre a linha azul. Quem marcou o gol após este passe foi Alexander Burmistrov, vencendo Reimer. Neste período Mike Komisarek se perdeu e cometeu duas penalidades seguidas, aos 3m13s (interference) e aos 6m48s (hooking), quando os Jets, com Dustyn Byfuglien conseguiu encontrar o rookie (novato) Mark Scheifele, sozinho ao lado do gol dos Leafs, aos 7m53s. Mark marcou o terceiro gol dos Jets e seu primeiro na NHL. Depois do terceiro gol dos Jets, o jogo ficou eletrizante … numa velocidade e intensidade impressionante com ambas equipes disputando muito o puck e com os goleiros parando vários chutes!

O terceiro período continuou o jogo de lado a outro do gelo e muito disputado, mas com os Leafs buscando diminuir a diferença de 2 gols imposta pelos Jets. Aos 7m28s, enquanto Zach Bogosian estava fora do gelo por interference, Joffrey Lupul marca o segundo gol dos Leafs quando seu chute à gol é desviado pelo stick de Tobias Enstrom e engana Ondrej Pavelec por entre as pernas! Logo após o gol, Derek Meech vai para o penalty box por tripping e desta vez é novamente Phil Kessel quem marca para os Leafs aos 7m55s, recebendo um belo passe de Dion Phaneuf e chutando de um ângulo muito fechado, mas vencendo o goleiro dos Jets. Os Leafs conseguiram empatar a partida! Até o final do terceiro período houveram várias chances para os dois lados, inclusive com um powerplay para os Jets, quando Kessel foi penalizado por slashing, mas ninguém conseguiu finalizar e marcar o gol da vitória.

Veio a prorrogação e os Leafs tiveram as melhores chances pressionando o time dos Jets. Somente no último minuto da prorrogação é que os Jets foram ao ataque e Reimer fez boas defesas defendendo os Leafs e o placar empatado em 3 a 3, levando a partida aos penaltis (shootout). Quanta emoção na prorrogação!

Pelos Leafs os cobradores seriam Kessel, Lupul e, inesperadamente, o novato (rookie) Matt Frattin. Kessel iniciou a série e acabou chutando em Ondrej Pavelec. Kyle Welwood, ex-jogador dos Leafs e dos Canucks, foi para a tentativa e apesar de um ótimo chute, Reimer defendeu com a sua luva! Nova chance para os Leafs com Lupul que “congela” Pavelec e marca o primeiro dos Leafs. Pelos Jets o próximo foi Alexander Burmistrov que viu sua tentativa ser parada por Reimer! Chegou então a vez de Matt Frattin! O novato partiu muito confiante e, com um belo chute no canto direito de Pavelec, marcou mais um pros Leafs, finalizando o shootout!

Quero aqui deixar os meus parabéns aos Leafs que estão se mostrando um time que não se entrega, que apesar de estar perdendo, vai atrás e consegue se recuperar. Também quero parabenizar Phil Kessel e seu início de temporada espetacular, só no jogo de hoje ele marcou 3 pontos (1 gol e 2 assistências)!  Parabéns também à Joffrey Lupul que jogou muito hoje e garantiu nossa vitória! E … o que dizer de Matt Frattin? O novato que está impressionando Ron Wilson e toda a Leafs Nation!! Ele é rápido, habilidoso com o puck, chuta bem e está demonstrando uma maturidade impressionante! Foi ao shootout e manteve-se calmo para marcar sobre os Jets, em sua primeira tentativa na NHL! Parece ser um jogador de futuro promissor nos Leafs!

E é isso aí … começamos a temporada colecionando 9 pontos em 10 disputados! Agora inicia-se um período de jogos fora de casa. Vamos ver como o time se comporta, já que todos os jogos até aqui foram com a torcida a nosso lado!!!

GOOOOO Leafs GOOOOOOOOO

[OFF] Winnipeg volta a ter um time na NHL

terça-feira, 31 maio 2011 6 comentários

WINNIPEG — A National Hockey League deu o primeiro passo para seu retorno à cidade de Winnipeg com o anúncio feito nesta terça-feira onde a True North Sports and Entertainment comprou o Atlanta Thrashers, numa operação sujeita à aprovação do NHL Board of Governors, que se reunirá em 21 de  junho.

O Chairman da True North, Mark Chipman, fez o anúncio acompanhado por David Thomson, possível novo proprietário, Greg Selinger – Premier de Manitoba , Gary Bettman – Comissário da NHL e pelo presidente e CEO da True North President, Jim Ludlow.

Chipman traçou os eventos na linha do tempo para a True North, começando com seu envolvimento pessoal nas tentativas de manter a franquia dos Jets em Winnipeg durante os anos 90, então descreveu a compra do Manitoba Moose, time da AHL, por sua família unindo forças com Thomson e, aproximadamente a 1 ano atrás, contato com Selinger sobre  a possibilidade realística de ter um time de hockey da NHL de volta à cidade e província.

MTS Centre é onde o time deverá jogar na próxima temporada, após as aprovações pendentes. O prédio, que possui 15.015 lugares para hockey, é atualmente a casa do Manitoba Moose da AHL e já recebeu jogos da NHL na pré-temporada.

O CEo da  True North, Ludlow, detalhou o objetivo dos novos proprietários em vender 13.000 ingressos de temporada (ingressos para assistir os jogos durante a temporada toda nos jogos no MTS Centre), antes da reunião do NHL Board of Governors e Gary Bettman disse que  “é a melhor mensagem a ser enviada ao Board antes da reunião em 21 de junho.” Ludlow explicou que os ingressos de temporada vao custar entre $39 a $129 por jogo.

Os Jets originalmente foram criados em 1972 e permaneceram por 7 anos jogando na World Hockey Association antes de se associar à NHL para a temporada 1979-80. Bobby Hull marcou mais de 300 gols para o clube durante seus dias de WHA e a estrela do atual Anaheim DucksTeemu Selanne, marcou um record como novato, com 76 gols para o Winnipeg durante a temporada 1992-93.

Fonte (em inglês): http://www.nhl.com

27/02/2011 – Toronto Maple Leafs @ Atlanta Thrashers

segunda-feira, 28 fevereiro 2011 Deixe um comentário

Os Leafs, que ontem perderam dos Penguins no shootout, logo após a partida voou de Toronto para Atlanta para um jogo às 17h00, horário local. Sabendo que a equipe já vem de um jogo difícil na última quinta-feira, contra os Canadiens, podemos ter certeza de que o time estaria cansado no gelo.

No início da partida, o cansaço começou a ser mostrado e os Leafs não deram sequer um chute à gol nos primeiros 6 minutos de jogo. Para quebrar esse número, Kulemin trata de abrir o placar aos 6m09s, no primeiro chute dos Leafs à gol! O jogo parecia ter ido para o lado dos Leafs, apesar do maior número de chutes à gol dos Thrashers. Após o primeiro gol, Kessel, aos 08m34s, avança sozinho com o puck e os dois defensores dos Thrashers ficaram esperando Kessel passar o puck, e ele decidiu partir para o gol. Ondrej Pavelec defendeu a primeira tentativa e Kessel aproveitou o rebote! Lindo gol de Kessel e os Leafs estavam com 2 a 0 no placar! Pavelec foi então trocado por Chris Mason.

Aparentemente tudo ia muito bem para os Leafs, quando no início do segundo período, antes dos 2 minutos de jogo, Evander Kane colide com James Reimer, acertando o goleiro dos Leafs na cabeça, com seu joelho. Kane foi penalizado por interferir com o goleiro, mas Reimer, após diversas conversas com os médicos dos Leafs, acabou saindo da partida, dando lugar a Jean Sebastien Giguere. Não houveram gols no segundo período, mas os Leafs ainda jogaram bem…

Veio o terceiro período e acho que o cansaço acabou se abatendo sobre os jogadores. O time voltou apático, errando muito e, logo aos 23 segundos, Andrew Ladd aproveitou um powerplay e diminuiu para os Thrashers, botando fogo no gelo!  O resto do período foi igual … os Thrashers pressionando os Leafs, os Leafs errando e ao final foram um total de 20 chutes à gol dos Thrashers contra apenas 6 dos Leafs! E, infelizmente para os Leafs, os Thrashers empataram a partida com Tim Stapleton, aos 15m24s.

E vamos à prorrogação. Ambos times já somaram um ponto e apenas tentariam definir quem ganharia o outro. Os Leafs demonstraram cansaço e não conseguiram levar perigo ao gol dos Thrashers e, sequer conseguiram segurar os Thrashers nos 5 minutos da prorrogação. Ron Hainsey marcou o gol da vitória dos Thrashers aos 02m31s da prorrogação.

Com a vitória, os Leafs e os Thrashers estão empatados em 10º lugar na conferência Leste, a apenas 4 pontos dos Hurricanes, faltando 20 jogos na temporada! O mês de março será decisivo para estes times!

Os Leafs, desde 12 de fevereiro, ganharam 11 dos 14 pontos disputados e jogam na quarta-feira contra os Penguins, em Toronto, novamente.

Agora cada jogo conta e temos que voltar à coluna de vitórias!

E ainda temos o dia final de trocas amanhã, com Brian Burke sendo esperado por fazer boas trocas para os Leafs!

Vamos que vamos!! E os Leafs podem sim ir aos playoffs este ano … eu creio nisso!

GO Leafs GO

07/02/2011 – Atlanta Thrashers @ Toronto Maple Leafs

terça-feira, 08 fevereiro 2011 5 comentários

Depois da derrota por 6-2 para os Sabres, em Buffalo, os Maple Leafs voltaram para Toronto para receber o Atlanta Thrashers no Air Canada Centre.

Os dois gols dos Thrashers no primeiro período foram feitos em jogadas de vantagem numérica por Evander Keane, aos 2:39; e Dustin Byfuglien, aos 16:14 (um detalhe é que as penalidades dos Leafs foram bastante questionáveis). Vale destacar a boa performance de Jean-Sébastien Giguère no período, parando 16 dos 18 chutes dos Thrashers.

No segundo período, os Leafs acordaram e entraram no jogo, empatando em 2-2 com um gol do capitão Dion Phaneuf (seu primeiro como um Maple Leaf no Air Canada Centre) e outro de Mikhail Grabovski. A resposta de Atlanta veio 40 segundos após o gol de  Grabovski, com o ex-Leaf Nikolai Antropov. Toronto ficou atrás no placar até os quinze minutos de jogo [no período], quando Tomas Kaberle fez um lindo passe para Clarke MacArthur que marcou e empatou novamente.

A igualdade no placar se manteve até os quatro minutos do terceiro, quando Nikolai Kulemin aproveitou um vacilo de Dustin Byfuglien e colocou os Leafs na frente. Tim Brent faz o quinto dos Leafs após boa jogada dele, de Joey Crabb e Colby Armstrong. Os Thrashers não desistem e voltam a pressionar: num ataque deles – com MacArthur indo pegar seu taco que estava caido no gelo – Andrew Ladd anotar um gol e põe os Thrashers de volta na disputa. Faltando 1:20 para o término do jogo, Ondrej Pavelec sai do gol de Atlanta, permitindo o uso de mais atacante pela sua equipe, mas o jogo termina 5-4 para Toronto.

Na terça-feira, os Leafs vão a Nova Iorque, enfrentar os Islanders, os últimos colocados na Conferência Leste. Será uma boa oportunidade pra garantir dois pontos.

GO LEAFS GO

07/01/2011 – Leafs @ Thrashers – Que jogo inacreditável!!!

sábado, 08 janeiro 2011 4 comentários

Após a vitória sobre o St. Louis Blues, em Toronto, os Leafs partiram para uma sequência de jogo fora de casa e o primeiro adversário a receber os Leafs foi o Atlanta Thrashers!

Mal o jogo começou e os Thrashers abriram o placar aos 2m36s com Tobias Enstron. Parecia que seria um jogo difícil para os Leafs e uma provável derrota fora de casa para um time com uma ótima defesa e que possui o maior número de pontos marcado por defensores.

Os Leafs reagiram ainda no primeiro período e aos 9m43s, Kris Versteeg empatou a partida, dando esperança aos torcedores de Toronto!

Foi então que começou uma reação sem precedentes! Após um pênalti cometido por Ben Eager, com 4 minutos de “gancho”, Mikhail Grabovski marcou o gol da virada! Leafs 2 a 1 em pleno Philips Arena, aos 15m08s do primeiro período.

Jogos com o Atlanta são sempre muito físicos e este não foi diferente. Mas os Leafs conseguiram administrar isso bem e, marcaram 6 gols no segundo período! Isso mesmo … 6 gols!

Colby Armstrong marcou aos 12m06s, Leafs 3 – Thrashers 1; Nikolai Kulemin aos 13m25s, marcou o quarto gol dos Leafs o que fez os Thrashers substituírem Ondrej Pavelec. Saiu Pavelec, entrou Chris Mason. Coitado, após 4 chutes, os Leafs marcaram mais 3 gols, o segundo de Grabovski aos 15m15s, o segundo de Kulemin aos 18m00s e o gol de Clarke MacArthur aos 19m14s. Então foi a vez de retirar Mason e retornar Pavelec!!! Desespero total do técnico dos Thrashers! Mas de nada adiantou, aos 19m49s, MacArthur marcou seu segundo gol da noite!

No total, a linha de MacArthur, Grabovski, Kulemin, marcou 6 gols e um total de 10 pontos na partida!

Mais uma vez houve mudança no gol dos Thrashers para o início do terceiro período, Chris Mason voltou!!! Mas logo aos 01m32s, tomou um gol, em powerplay, de Phil Kessel!

Os Leafs começaram a administrar o jogo, mas bem que poderiam ter feito 3 hat tricks na noite de ontem, um com Grabo, um com Kulemin e outro com MacArthur!! Mas o que aconteceu foi que os Thrashers marcaram com Patrice Cormier, primeiro gol na NHL, aos 14m09s e com Andrew Ladd aos 19m12s.

Final da partida, Leafs 9, Thrashers 3!!! Veja o resumo da partida aqui.

Realmente os Leafs entraram 2011, jogando melhor! Mesmo na derrota contra os Bruins nós jogamos bem!

Dos últimos 4 jogos, James Reimer jogou em 3 e ontem saiu com a vitória! Reimer tem sido sólido no gol dos Leafs, deixando difícil para Ron Wilson retirá-lo, quando Giguere retornar!

Grabovski tem jogado muito bem e merece ir ao All-Star Game!, mas não sei se ele foi tão votado assim para participar!

A partida de ontem teve um ponto negativo, que foi um soco dado por Ben Eager em Colby Armstrong, que o acertou no olho. O que gerou a penalidade de 4 minutos! Colby até fez piada com esse fato, dizendo que como é que Eager conseguiu errar o nariz e acertar o olho!! Colby está bem …

A partida também teve um fato interessante: Bret Lebda esteve no gelo em todos os gols tomados pelos Leafs marcando índice -3 na partida! Como é que em uma partida onde os Leafs marcaram 9 gols, um jogador conseguiu estar no gelo somente quando o time tomou gols???

O próximo jogo dos Leafs é só na segunda-feira, em Los Angeles, contra os Kings!!!! Vamos torcer para que eles continuem nessa maré de bons jogos e boas performances!

GO Leafs GOOOOO (9 vezes!).

%d blogueiros gostam disto: