Arquivo

Posts Tagged ‘Nik Antropov’

12/03/2013 – Toronto Maple Leafs @ Winnipeg Jets

quarta-feira, 13 março 2013 Deixe um comentário

Os Leafs vinham de duas derrotas consecutivas (Bruins e Penguins) e o jogo foi fora de casa, em Winnipeg, no MTS Centre, casa dos Jets. Os Jets estão lutando para entrar entre os oito primeiros da conferência e os Leafs buscando se manter com chances de ir aos Playoffs pela primeira vez desde o locaute anterior em 2003-2004.20130312_Leafs@Jets_Banner

O jogo começa bem para ambas equipes, com os times buscando o gol, mas com os Jets jogando melhor. Aos 06m06s, Dustin Byfuglien chuta forte da linha azul e Nik Antropov desvia para o gol, abrindo o placar. Durante o restante do período os goleiros brilharam, fazendo diversas defesas. Tanto James Reimer, quanto Ondrej Pavelec se mostraram bem posicionados e seguros. O placar não foi alterado, apesar de ótimas chances dos atacantes.

20130312_Leafs@Jets_ScoreMal começou o segundo período e Phil Kessel rouba o puck de Byfuglien e parte sozinho contra Pavelec. Apesar de estar bem posicionado, Pavelec não conseguiu defender o chute, pois quando Kessel estava finalizando o movimento de chute, seu taco quebrou, o que fez o puck ter uma trajetória mais baixa, traindo os reflexos do goleiro dos Jets. Com o jogo empatado aos 38s do segundo período, pensei que os Leafs iniciariam uma pressão sobre os Jets, mas os Jets não permitiram e aos 01m03s, Blake Wheeler marca o segundo dos Jets, devolvendo a liderança à equipe. Neste gol, Reimer se deslocou para a esquerda de seu gol, bloqueando um chute, porém não conseguiu voltar a tempo para fechar o lado direito do gol, direção de onde veio o chute de Wheeler. Aos 05m42s, os Leafs ganharam quase 2 minutos com vantagem numérica de 5 contra 3 no gelo, mas apesar de todas as tentativas, Pavelec efetuou ótimas defesas e os Jets conseguiram sair ilesos deste powerplay para os Leafs. Este foi o momento que definiu a partida em favor dos Jets. Quando em vantagem numérica com 2 jogadores a mais no gelo, a equipe tem que marcar gols! Não tem desculpa! Aos 10m43s, numa jogada em que o puck foi perdido na saída da defesa, Dustin Byfuglien cruzou o puck para Kyle Wellwood marcar o terceiro gol dos Jets. Reimer não viu a presença de Wellwood e acabou não esticando a perna direita, fechando o gol. Foi exatamente por onde o puck entrou, entre seu pé direito e a trave, num chute defensável. Mais uma vez Pavelec foi perfeito em todos os chutes desferidos pelos Leafs.

O terceiro e último período seria a chance dos Leafs voltarem à partida. A equipe tem demonstrado muita garra e conseguido virar o jogo, ou empatar, no último período, mas desta vez, nem isso deu certo. Aos 11m16s, em mais um erro dos Leafs, Nik Antropov corta um passe e passa o puck para Evander Kane. Kane, muito veloz, passa pelos defensores dos Leafs e marca o quarto gol dos Leafs num chute acima da luva de Reimer. Neste momento o goleiro dos Leafs é retirado, dando lugar a Ben Scrivens. Pouco menos de 2 minutos depois, aos 12m53s, Scrivens é exigido num rápido contra-ataque de Blake Wheeler e não consegue realizar a defesa. Leafs 1 x Jets 5. Os Leafs ainda diminuíram para 5 a 2, aos 13m14s, no segundo gol de Phil Kessel na noite, mas já era tarde demais para qualquer recuperação. Saímos de Winnipeg com a terceira derrota seguida.

Os Leafs não terão uma vida fácil em seus próximos jogos. Na quinta-feira recebem os Penguins no Air Canada Centre e no sábado recebem o mesmo Winnipeg Jets! São dois jogos com equipes para as quais os Leafs perderam nos últimos três jogos! Espero que Randy Carlyle ajuste o time para voltarmos à coluna das vitórias!

Go Leafs Goooooo

07/02/2011 – Atlanta Thrashers @ Toronto Maple Leafs

terça-feira, 08 fevereiro 2011 5 comentários

Depois da derrota por 6-2 para os Sabres, em Buffalo, os Maple Leafs voltaram para Toronto para receber o Atlanta Thrashers no Air Canada Centre.

Os dois gols dos Thrashers no primeiro período foram feitos em jogadas de vantagem numérica por Evander Keane, aos 2:39; e Dustin Byfuglien, aos 16:14 (um detalhe é que as penalidades dos Leafs foram bastante questionáveis). Vale destacar a boa performance de Jean-Sébastien Giguère no período, parando 16 dos 18 chutes dos Thrashers.

No segundo período, os Leafs acordaram e entraram no jogo, empatando em 2-2 com um gol do capitão Dion Phaneuf (seu primeiro como um Maple Leaf no Air Canada Centre) e outro de Mikhail Grabovski. A resposta de Atlanta veio 40 segundos após o gol de  Grabovski, com o ex-Leaf Nikolai Antropov. Toronto ficou atrás no placar até os quinze minutos de jogo [no período], quando Tomas Kaberle fez um lindo passe para Clarke MacArthur que marcou e empatou novamente.

A igualdade no placar se manteve até os quatro minutos do terceiro, quando Nikolai Kulemin aproveitou um vacilo de Dustin Byfuglien e colocou os Leafs na frente. Tim Brent faz o quinto dos Leafs após boa jogada dele, de Joey Crabb e Colby Armstrong. Os Thrashers não desistem e voltam a pressionar: num ataque deles – com MacArthur indo pegar seu taco que estava caido no gelo – Andrew Ladd anotar um gol e põe os Thrashers de volta na disputa. Faltando 1:20 para o término do jogo, Ondrej Pavelec sai do gol de Atlanta, permitindo o uso de mais atacante pela sua equipe, mas o jogo termina 5-4 para Toronto.

Na terça-feira, os Leafs vão a Nova Iorque, enfrentar os Islanders, os últimos colocados na Conferência Leste. Será uma boa oportunidade pra garantir dois pontos.

GO LEAFS GO

%d blogueiros gostam disto: