Arquivo

Posts Tagged ‘Winnipeg Jets’

Jogos dos Leafs de 15/10/2016 a 24/10/2016

terça-feira, 25 outubro 2016 Deixe um comentário

Os Leafs abriram a temporada com uma derrota nos pênaltis (shootout) para os Senators, fora de casa, mas a equipe mostrou que os novatos estão com muita vontade de mostrar valor e Auston Matthews, primeira escolha geral do Craft deste ano, já começou marcando 4 gols, em sua primeira partida na NHL.

Nos jogos que se seguiram, os Leafs conseguiram os seguintes placares:

  • Boston Bruins 1 @ Toronto Maple Leafs 4 (Home Opener)
  • Toronto Maple Leafs 4 @ Winnipeg Jets 5 (na prorrogação)
  • Toronto Maple Leafs 2 @ Minnesota Wild 3
  • Toronto Maple Leafs 4 @ Chicago Blackhawks 5 (shootout)

Os Leafs ainda são um time novo, com muitos jogadores novatos, sem muita experiência, que estão jogando bem, mas não têm conseguido segurar vantagens que conseguem no placar. Contra o Winnipeg, os Leafs chegaram a abrir 4 a 0 no placar e, ao final perderam o jogo na prorrogação. Contra o Minnesota, também não  conseguiram vencer e, contra os Blackhawks, venciam por 4 a 2, mas deixaram empatar a partida, o que levou a decisão para os pênaltis, onde Mitch Marber não conseguiu vencer Scott Darling.

Não posso dizer que estou feliz com a performance e resultados da equipe, mas analisando os Leafs, podemos ficar tranquilos, por enquanto. O time possui 1 vitória, 1 derrota e 4 derrotas na prorrogação ou shootout, o que nos dá 6 pontos na tabela após seis jogos. 

Temos que nos lembrar que somos uma equipe que está sendo reconstruída e, portanto, passa por períodos de instabilidade, mas o futuro é muito promissor! Mike Babcock vai atuar e corrigir esses erros que estamos encontrando no início da temporada e podemos até chegar aos playoffs já esse ano! 

Vamos confiar na equipe e torcer para que esses erros sejam corrigidos o quanto antes e que vejamos nossos Leafs vencendo e convencendo!

Go Leafs Goooo

05/04/2014 – Winnipeg Jets @ Toronto Maple Leafs

quarta-feira, 09 abril 2014 Deixe um comentário

Com a derrota do Columbus Blue Jackets para o Detroit Red Wings na noite anterior, os Leafs tinham a chance de voltar a figurar na última vaga de Wild Card do Leste, vencendo o Winnipeg Jets em Toronto. Faltando apenas 4 jogos para o término da temporada regular, dois jogos a menos que os Blue Jackets, os Leafs necessitam de todas as vitórias possíveis e ainda torcer por tropeços do time de Columbus.

Os Leafs começaram bem, aliás, muito bem. Phil Kessel e Tyler Bozak partiram no contra-ataque e aos 02m45s, Bozak deu um passe na medida, por sobre os tacos de dois defensores dos Blue Jackets, para Phil Kessel apenas empurrar para dentro do gol de Ondrej Pavelec. Como é bom ver os Leafs abrindo o placar no Air Canada Centre!! Mas os Jets estavam numa noite muito inspirada e com seus jogadores muito focados no jogo e, aos 06m22s, Bryan Little marcou o gol de empate em James Reimer, num total erro de posicionamento da defesa dos Leafs, que deixou Little sozinho para chutar ao gol. Aos 13m45s, durante um powerplay, os Leafs chutaram o puck ao ataque, numa daquelas jogadas de Dump and Chase, onde eles chutam o puck ao ataque e vão pressionar a defesa do time adversário para recuperar o puck, e o goleiro dos Jets se atrapalhou com o puck atrás de seu gol. O puck acabou retornando para a frente do gol e Nazem Kadri, muito rápido chutou para as redes, de um gol sem goleiro, pois Pavelec não conseguiu retornar a tempo. Parecia que os Leafs estavam de volta aos trilhos da vitória. No final do primeiro período os Leafs permitiram o gol de empate, quando aos 19m56s, Reimer deu rebote num chute de Michael Frolik e Jacob Trouba dominou o puck em frente a Reimer e chutou por cima do goleiro dos Leafs que tentou deitar para defender o puck. Jogo empatado e água fria só de os Leafs. Este foi o melhor período dos Leafs na partida.

No segundo período os Leafs não voltaram jogando bem e se deixavam dominar pelos Jets em seu próprio campo de defesa, ficando por muito tempo buscando dominar o puck, mas sem limpar a jogada e mantendo o time dos Jets no ataque. Aos 17m02s, num powerplay, foi a vez de Tobias Enstrom marcar o gol, que viria a ser o gol da vitória dos Jets.

Os Leafs bem que tentaram reagir no terceiro período, mas não conseguiam vencer Pavelec. Aos 07m09s, o ataque dos Jets encontrou Olli Jokinen sozinho em frente ao gol, para marcar o quarto gol dos Jets. A partida terminou com a vitória dos Jets por 4 a 2 e também terminou com a seqüência de vitórias dos Leafs, que vinham de duas vitórias importantes nessa fase final de temporada regular.

Com a derrota os Leafs, além de saírem do gelo vaiados pelos torcedores, ainda deixaram sua situação para a classificação aos playoffs ainda mais difícil, pois agora fecham a temporada com três jogos fora de casa e ainda têm dois jogos a menos que seus adversários, disputando a última vaga do Wild Card.

Infelizmente a equipe não demonstrou a qualidade e aplicação necessária para mostrar que merece chegar aos playoffs deste ano. Se jogarem assim nos playoffs, seriamos varridos pelos Bruins.

Esta situação deixa Dave Nonis em uma encruzilhada onde ele deve tomar decisões sobre o futuro da equipe. Quem de ser mantido como base da equipe? Quem deve ser descartado? Quem pode ser negociado, e a que preço, e por quem? Quem deve ser o foco dos Leafs para contratação na pós-temporada? Carlyle permanece ou devemos buscar outro técnico com outra filosofia de trabalho?!? Estas são algumas das questões que estão na cabeça de Dave Nonis e que veremos o desdobramento após o término da temporada, mais especificamente após o dia 1 de Julho, quando se abre o mercado para agentes livres irrestritos – Jogadores com contratos já terminados e que não conseguiram boas negociações com os times para os quais jogaram, ficando livres no mercado.

Ainda acredito nos Leafs e, apesar de estar mais distante, ainda podemos nos classificar aos playoffs, mas minha confiança na equipe começa a esmorecer, não sei o que está errado, mas algo não funciona bem nos Leafs. Um exemplo disso é David Clarkson ter uma de suas piores temporadas em termos de números, pois ele se aplica a cada vez que entra no gelo. Outro jogador que julgo abaixo da expectativa é Nikolai Kulemin, que nunca mais teve o desempenho demonstrado no passado. Cody Franson é um defensor com bom tamanho e com um poderoso chute da linha azul, mas tem sido bloqueado com freqüência, permitindo contra-ataques. Existem ainda outros fatores como negociações que podem pedir por alguns de nossos bons jogadores, mas que acho que Nonis deve manter na equipe, como JVR, Bozak, Jay McClement e outros.

Go Leafs Gooooooooo e Boooooooooooooooooooooo por este jogo contra os Jets!

12/03/2013 – Toronto Maple Leafs @ Winnipeg Jets

quarta-feira, 13 março 2013 Deixe um comentário

Os Leafs vinham de duas derrotas consecutivas (Bruins e Penguins) e o jogo foi fora de casa, em Winnipeg, no MTS Centre, casa dos Jets. Os Jets estão lutando para entrar entre os oito primeiros da conferência e os Leafs buscando se manter com chances de ir aos Playoffs pela primeira vez desde o locaute anterior em 2003-2004.20130312_Leafs@Jets_Banner

O jogo começa bem para ambas equipes, com os times buscando o gol, mas com os Jets jogando melhor. Aos 06m06s, Dustin Byfuglien chuta forte da linha azul e Nik Antropov desvia para o gol, abrindo o placar. Durante o restante do período os goleiros brilharam, fazendo diversas defesas. Tanto James Reimer, quanto Ondrej Pavelec se mostraram bem posicionados e seguros. O placar não foi alterado, apesar de ótimas chances dos atacantes.

20130312_Leafs@Jets_ScoreMal começou o segundo período e Phil Kessel rouba o puck de Byfuglien e parte sozinho contra Pavelec. Apesar de estar bem posicionado, Pavelec não conseguiu defender o chute, pois quando Kessel estava finalizando o movimento de chute, seu taco quebrou, o que fez o puck ter uma trajetória mais baixa, traindo os reflexos do goleiro dos Jets. Com o jogo empatado aos 38s do segundo período, pensei que os Leafs iniciariam uma pressão sobre os Jets, mas os Jets não permitiram e aos 01m03s, Blake Wheeler marca o segundo dos Jets, devolvendo a liderança à equipe. Neste gol, Reimer se deslocou para a esquerda de seu gol, bloqueando um chute, porém não conseguiu voltar a tempo para fechar o lado direito do gol, direção de onde veio o chute de Wheeler. Aos 05m42s, os Leafs ganharam quase 2 minutos com vantagem numérica de 5 contra 3 no gelo, mas apesar de todas as tentativas, Pavelec efetuou ótimas defesas e os Jets conseguiram sair ilesos deste powerplay para os Leafs. Este foi o momento que definiu a partida em favor dos Jets. Quando em vantagem numérica com 2 jogadores a mais no gelo, a equipe tem que marcar gols! Não tem desculpa! Aos 10m43s, numa jogada em que o puck foi perdido na saída da defesa, Dustin Byfuglien cruzou o puck para Kyle Wellwood marcar o terceiro gol dos Jets. Reimer não viu a presença de Wellwood e acabou não esticando a perna direita, fechando o gol. Foi exatamente por onde o puck entrou, entre seu pé direito e a trave, num chute defensável. Mais uma vez Pavelec foi perfeito em todos os chutes desferidos pelos Leafs.

O terceiro e último período seria a chance dos Leafs voltarem à partida. A equipe tem demonstrado muita garra e conseguido virar o jogo, ou empatar, no último período, mas desta vez, nem isso deu certo. Aos 11m16s, em mais um erro dos Leafs, Nik Antropov corta um passe e passa o puck para Evander Kane. Kane, muito veloz, passa pelos defensores dos Leafs e marca o quarto gol dos Leafs num chute acima da luva de Reimer. Neste momento o goleiro dos Leafs é retirado, dando lugar a Ben Scrivens. Pouco menos de 2 minutos depois, aos 12m53s, Scrivens é exigido num rápido contra-ataque de Blake Wheeler e não consegue realizar a defesa. Leafs 1 x Jets 5. Os Leafs ainda diminuíram para 5 a 2, aos 13m14s, no segundo gol de Phil Kessel na noite, mas já era tarde demais para qualquer recuperação. Saímos de Winnipeg com a terceira derrota seguida.

Os Leafs não terão uma vida fácil em seus próximos jogos. Na quinta-feira recebem os Penguins no Air Canada Centre e no sábado recebem o mesmo Winnipeg Jets! São dois jogos com equipes para as quais os Leafs perderam nos últimos três jogos! Espero que Randy Carlyle ajuste o time para voltarmos à coluna das vitórias!

Go Leafs Goooooo

07/02/2013 – Toronto Maple Leafs @ Winnipeg Jets

sexta-feira, 08 fevereiro 2013 Deixe um comentário

Mais um jogo, o terceiro em 4 noites. Os Leafs foram até Winnipeg enfrentar os Winnipeg Jets. Ambas equipes haviam ganho seus jogos na Terça-feira e buscavam um “embalo” na temporada, numa seqüência de vitórias!20130207_Leafs@Jets_Banner

Os Leafs iniciaram o jogo meio acuados pelos Jets, que jogando em casa, estavam com o apoio da torcida e usaram isso a seu favor. Logo aos 3m53s, Dion Phaneuf foi para o banco de penalidades por hooking, numa penalidade que, na minha opinião, não foi nada. Os Leafs seguraram bem a situação. Mais tarde, James Van Riemsdyk também é penalizado, sem sequer ter tocado o puck, demonstrando que a arbitragem não estava em suas melhores noites … O placar não foi alterado, permanecendo sem gols no primeiro período.

20130207_Leafs@Jets_ScoreNo segundo período as equipes retornaram com todo o gás! Aos 2m40s, Nik Antropov cometeu falta e deixou os Leafs com vantagem numérica. O problema é que a oportunidade foi aproveitada por Zach Redmond dos Jets, que abriu o placar aos 3m32s com um chute por sobre o ombro de James Reimer, com seu time com um jogador a menos no gelo!!! Aos 5m50s foi a vez de Colton Orr ir ao banco de penalidades. E isso acabou dando a chance dos Leafs descontarem com Tyler Bozak, aos 6m21s, se aproveitando de uma bobeada do jogador dos Jets, roubando o puck e partindo para o ataque, vencendo Andrej Pavelec. Os 5 minutos finais do segundo período foram alucinantes, com muitas jogadas de ambas equipes, mas sem nenhum sucesso. O período ter inçou empatado em 1 x 1, sendo os gols realizados pelas equipes em momentos em que estavam em desvantagem numérica, com um jogador a menos.

O terceiro período decidiria a partida. Aos 3m46s, Andrew Ladd, capitão dos Jets, desviou um chute não dando chance de defesa a James Reimer e colocando os Jets novamente na liderança! Os Leafs continuaram batalhando para empatar até que, aos 14m58s, Matt Frattin desvia um chute de Cody Franson, deixando tudo igual no placar. Os Leafs ganharam confiança e partiram para o ataque. Em vantagem numérica, após Alexei Ponikarovsky ser penalizado por ter segurado Clarke MacArthur, Tyler Bozak parte para o ataque, com Phil Kessel seguindo-o. Bozak deixa o puck para Kessel que finalmente marca o seu primeiro gol da temporada num belo chute aos 15m52s, sem chance de defesa para Pavelec. No final do período os Leafs conseguiram segurar o ataque dos Jets e saíram de Winnipeg com mais uma vitória!!

Após o gol da vitória, Kessel ficou todo sorridente, demonstrando que o peso de ainda não ter marcado saiu de seus ombros!

Go Leafs Go!!! Amanhã, 09/02, visitaremos os Habs (Montreal Canadiens), que perderam para os Bruins ontem.

07/02/2012 – Toronto Maple Leafs @ Winnipeg Jets

quarta-feira, 08 fevereiro 2012 Deixe um comentário

Para concluir a maratona de jogar 3 vezes em 4 dias os Leafs, após a vitória de ontem sobre os Oilers em Toronto, viajaram para Winnipeg para enfrentar os Jets!

É lógico que o time estaria cansado e já era esperado que seria um jogo difícil, pois os Jets vinham de derrotas seguidas e precisavam da vitória, ainda mais jogando em frente a sua torcida!

No gol dos Leafs estava Jonas Gustavsson, deixando James Reimer que jogou na noite anterior, descansar um pouco. No gol dos Jets estava Ondrej Pavelec.

O jogo começou com os Jets pressionando os Leafs e os Leafs tentando usar da sua velocidade para surpreender. Mas quem abre o placar aos 11m06s é Phil Kessel, que marca o seu trigésimo gol da temporada, num contra-ataque matador. O gol joga  balde de água fria nos Jets, mas não tanto para tirar eles do jogo. Aos 14m16s Chris Thorburn se aproveita de um contra-ataque e surpreende Gustavsson chutando antes dele se posicionar corretamente para a defesa! Mais tarde, na entrevista após o jogo, Gustavsson afirma que esperava ele cruzar na frente do gol e não chutar daquele ângulo, e estava se posicionando para tal movimento, que não aconteceu!

Com a partida empatada, os Leafs até que jogavam bem, mas não conseguiam chegar ao gol de Pavelec com perigo. Aos 09m47s Bryan Little marcou o segundo dos Jets, chutando em Gustavsson que espalmou de volta e nenhum defensor estava a postos para tirar o puck da área em frente ao gol, dando a oportunidade de Little marcar o gol da vitória!

No último período, os Leafs chegaram a pressionar, mas continuavam sem chutar ao gol de Pavelec com perigo. A jogada de maior perigo foi um breakaway de Lombardi, que Pavelec defendeu! Nem mesmo dois powerplays na partida foram aproveitados pelos Leafs, que sequer deram chute ao gol! Também não conseguimos nos valer do uso da Empty Net, com menos de um minuto para o final. Gustavsson foi retirado do gelo para termos mais um atacante, mas os Jets nos mantiveram na zona neutra ou em nossa zona defensiva!

Apesar da derrota, não deixamos os Jets marcarem gol em powerplay., sendo este o décimo sexto jogo sem tomar gols em powerplay!

A verdade é que é triste perder um jogo em que saímos na frente,  mas era algo até mesmo esperado, afinal os jogadores estavam cansados, vindos de dois jogos e ainda viajando para o terceiro!

Amanhã temos uma visita aos Flyers!  Go Leafs Go! Em direção aos Playoffs!!

%d blogueiros gostam disto: