Anúncios

Arquivo

Posts Tagged ‘Ondrej Pavelec’

New York Rangers @ Toronto Maple Leafs – 07/10/2017 – Home Opener

segunda-feira, 09 outubro 2017 Deixe um comentário

Empolgados com a bela vitória na estreia, em Winnipeg, o Toronto Maple Leafs recebeu o New York Rangers em seu primeiro jogo no Air Canada Centre.

O jogo começou muito bem, com os Leafs trocando passes e indo ao ataque com muita velocidade, levando perigo a Henrik Lundqvist, até que, aos 02m30s os Leafs abriram o placar com Dominic Moore. Os Rangers por sua vez chegaram ao empate pouco tempo depois, aos 3m42s com J. T. Miller. O que parecia um balde de água gelada no momento dos Leafs, na verdade iniciou uma sequência de quatro gols ainda no primeiro período. Zach Hyman fez ótima jogada e quase marcou, porém recuperou o puck e driblou Lundqvist para marcar o segundo dos Leafs. O terceiro veio no powerplay com Jake Gardiner, que partiu da zona neutra e venceu o goleiro dos Rangers com um chute muito bem colocado. Os Leafs ainda marcaram com Nikita Zaitsev, que chutou de longe. Hyman marcou também aos 17m19s. Os Rangers ainda conseguiram diminuir no primeiro período com um gol de Kevin Shattenkirk, aos 19m37s, em powerplay. 

Infelizmente para a torcida da casa, a equipe parece ter considerado que o jogo estava fácil. Mesmo com Lundqvist sendo substituído após sofrer 5 gols, dando chance a Ondrej Pavelec de mostrar serviço, o time parou de patinar e começou a perder muitos passes, dando oportunidades aos Rangers. As oportunidades não foram perdidas e os Rangers marcaram três gols com Mika Zibanejad, Marc Staal e Matt Zuccarello, empatando o jogo. E Pavelec realizou ótimas defesas! Mais uma vez os Leafs aprenderam uma triste lição: nenhuma equipe da NHL pode ser considerada fraca, ou vencida, mesmo com 3 ou mais gols de diferença. As equipes da NHL simplesmente não desistem. 

O último período foi decisivo e nele, mais uma vez, os Leafs voltaram a jogar bem. Garantimos a vitória com gols de Tyler Bozak, Leo Komarov e Nazem Kadri, os dois últimos em powerplays, fechando o placar em 8 a 5 e mantendo a invencibilidade com a segunda vitória na temporada. No total, os Leafs marcaram 15 gols em apenas dois jogos, um número bem alto para os padrões da liga. 

Hoje receberemos a visita do Chicago Blackhawks, outra equipe invicta e que também marcou 15 gols nos seus últimos dois jogos!

Go Leafs Goooooo

Anúncios

04/11/2015 – Winnipeg Jets @ Toronto Maple Leafs

quinta-feira, 05 novembro 2015 Deixe um comentário

Os Leafs têm demonstrado que aparentemente estão ganhando mais entrosamento e conseguem se impor mesmo contra times mais habilidosos, como os Dallas Stars na última partida. Os visitantes agora eram os Winnipeg Jets, um time com jogadores muito velozes e com o defensor Dustin Byfuglien, um defensor muito forte e que também contribui quando vai ao ataque.

Os Leafs, embalados pela vitória do jogo anterior, começou bem a partida com James Reimer no gol. No primeiro período desferiram mais chutes ao gol de Ondrej Pavelec (13), contra apenas 10 chutes recebidos por Janes Reimer, entretanto que saiu na frente foi o time visitante. Aos 03m41s, Dustin Byfuglien abriu o placar, que viu os Leafs empatarem aos 08m22s, num gol em powerplay de PA Parenteau. Os Leafs nem tiveram tempo de comemorar pois aos 08m59s Mark Scheifele marcou um gol num erro de posicionamento de James Reimer. Reimer foi pra o canto do gol pensando ter fechado o gol, mas seu posicionamento deixou um vão entre sua luva, seu protetor de pernas e a trave, exatamente por onde o puck passou. 

O segundo período viu os Leafs manterem a pressão e os Jets igualarem a força com os Leafs. Desta vez os Lesfs levaram a melhor e empataram a partida aos 12m17s com Leo Komarov recebendo um passe de Roman Polak, numa belíssima jogada de contra-ataque. 

O jogo estava bem parelho no terceiro período, até que os Leafs tiveram um powerplay, que não conseguiram aproveitar e, quando Alexander Burmistrov saía do banco de penalidades, recebeu um passe atrás da defesa dos Leafs e conseguiu marcar o terceiro dos Jets aos 17m55s. Esse foi um golpe certeiro na confiança dos Leafs que então partiram ao ataque e retiraram James Reimer para ter um atacante a mais no gelo. Os Leafs também tiveram um powerplay no finalzinho da partida o que os deixou com dois jogadores a mais no gelo, mas mesmo assim os Jets conseguiram mandar o puck para a zona defensiva dos Leafs e Bryan Little teve tempo de marcar mais um gol aos 19m34s, fechando o placar da partida.

Os Leafs têm jogado bem, mas ainda falta uma melhor finalização! Por parte dos goleiros, temos que parar de tomar gols defensáveis! Tanto Reimer quanto Bernier estão permitindo gols por mal posicionamento! 

Go Leafs Go! 

12/03/2013 – Toronto Maple Leafs @ Winnipeg Jets

quarta-feira, 13 março 2013 Deixe um comentário

Os Leafs vinham de duas derrotas consecutivas (Bruins e Penguins) e o jogo foi fora de casa, em Winnipeg, no MTS Centre, casa dos Jets. Os Jets estão lutando para entrar entre os oito primeiros da conferência e os Leafs buscando se manter com chances de ir aos Playoffs pela primeira vez desde o locaute anterior em 2003-2004.20130312_Leafs@Jets_Banner

O jogo começa bem para ambas equipes, com os times buscando o gol, mas com os Jets jogando melhor. Aos 06m06s, Dustin Byfuglien chuta forte da linha azul e Nik Antropov desvia para o gol, abrindo o placar. Durante o restante do período os goleiros brilharam, fazendo diversas defesas. Tanto James Reimer, quanto Ondrej Pavelec se mostraram bem posicionados e seguros. O placar não foi alterado, apesar de ótimas chances dos atacantes.

20130312_Leafs@Jets_ScoreMal começou o segundo período e Phil Kessel rouba o puck de Byfuglien e parte sozinho contra Pavelec. Apesar de estar bem posicionado, Pavelec não conseguiu defender o chute, pois quando Kessel estava finalizando o movimento de chute, seu taco quebrou, o que fez o puck ter uma trajetória mais baixa, traindo os reflexos do goleiro dos Jets. Com o jogo empatado aos 38s do segundo período, pensei que os Leafs iniciariam uma pressão sobre os Jets, mas os Jets não permitiram e aos 01m03s, Blake Wheeler marca o segundo dos Jets, devolvendo a liderança à equipe. Neste gol, Reimer se deslocou para a esquerda de seu gol, bloqueando um chute, porém não conseguiu voltar a tempo para fechar o lado direito do gol, direção de onde veio o chute de Wheeler. Aos 05m42s, os Leafs ganharam quase 2 minutos com vantagem numérica de 5 contra 3 no gelo, mas apesar de todas as tentativas, Pavelec efetuou ótimas defesas e os Jets conseguiram sair ilesos deste powerplay para os Leafs. Este foi o momento que definiu a partida em favor dos Jets. Quando em vantagem numérica com 2 jogadores a mais no gelo, a equipe tem que marcar gols! Não tem desculpa! Aos 10m43s, numa jogada em que o puck foi perdido na saída da defesa, Dustin Byfuglien cruzou o puck para Kyle Wellwood marcar o terceiro gol dos Jets. Reimer não viu a presença de Wellwood e acabou não esticando a perna direita, fechando o gol. Foi exatamente por onde o puck entrou, entre seu pé direito e a trave, num chute defensável. Mais uma vez Pavelec foi perfeito em todos os chutes desferidos pelos Leafs.

O terceiro e último período seria a chance dos Leafs voltarem à partida. A equipe tem demonstrado muita garra e conseguido virar o jogo, ou empatar, no último período, mas desta vez, nem isso deu certo. Aos 11m16s, em mais um erro dos Leafs, Nik Antropov corta um passe e passa o puck para Evander Kane. Kane, muito veloz, passa pelos defensores dos Leafs e marca o quarto gol dos Leafs num chute acima da luva de Reimer. Neste momento o goleiro dos Leafs é retirado, dando lugar a Ben Scrivens. Pouco menos de 2 minutos depois, aos 12m53s, Scrivens é exigido num rápido contra-ataque de Blake Wheeler e não consegue realizar a defesa. Leafs 1 x Jets 5. Os Leafs ainda diminuíram para 5 a 2, aos 13m14s, no segundo gol de Phil Kessel na noite, mas já era tarde demais para qualquer recuperação. Saímos de Winnipeg com a terceira derrota seguida.

Os Leafs não terão uma vida fácil em seus próximos jogos. Na quinta-feira recebem os Penguins no Air Canada Centre e no sábado recebem o mesmo Winnipeg Jets! São dois jogos com equipes para as quais os Leafs perderam nos últimos três jogos! Espero que Randy Carlyle ajuste o time para voltarmos à coluna das vitórias!

Go Leafs Goooooo

07/02/2012 – Toronto Maple Leafs @ Winnipeg Jets

quarta-feira, 08 fevereiro 2012 Deixe um comentário

Para concluir a maratona de jogar 3 vezes em 4 dias os Leafs, após a vitória de ontem sobre os Oilers em Toronto, viajaram para Winnipeg para enfrentar os Jets!

É lógico que o time estaria cansado e já era esperado que seria um jogo difícil, pois os Jets vinham de derrotas seguidas e precisavam da vitória, ainda mais jogando em frente a sua torcida!

No gol dos Leafs estava Jonas Gustavsson, deixando James Reimer que jogou na noite anterior, descansar um pouco. No gol dos Jets estava Ondrej Pavelec.

O jogo começou com os Jets pressionando os Leafs e os Leafs tentando usar da sua velocidade para surpreender. Mas quem abre o placar aos 11m06s é Phil Kessel, que marca o seu trigésimo gol da temporada, num contra-ataque matador. O gol joga  balde de água fria nos Jets, mas não tanto para tirar eles do jogo. Aos 14m16s Chris Thorburn se aproveita de um contra-ataque e surpreende Gustavsson chutando antes dele se posicionar corretamente para a defesa! Mais tarde, na entrevista após o jogo, Gustavsson afirma que esperava ele cruzar na frente do gol e não chutar daquele ângulo, e estava se posicionando para tal movimento, que não aconteceu!

Com a partida empatada, os Leafs até que jogavam bem, mas não conseguiam chegar ao gol de Pavelec com perigo. Aos 09m47s Bryan Little marcou o segundo dos Jets, chutando em Gustavsson que espalmou de volta e nenhum defensor estava a postos para tirar o puck da área em frente ao gol, dando a oportunidade de Little marcar o gol da vitória!

No último período, os Leafs chegaram a pressionar, mas continuavam sem chutar ao gol de Pavelec com perigo. A jogada de maior perigo foi um breakaway de Lombardi, que Pavelec defendeu! Nem mesmo dois powerplays na partida foram aproveitados pelos Leafs, que sequer deram chute ao gol! Também não conseguimos nos valer do uso da Empty Net, com menos de um minuto para o final. Gustavsson foi retirado do gelo para termos mais um atacante, mas os Jets nos mantiveram na zona neutra ou em nossa zona defensiva!

Apesar da derrota, não deixamos os Jets marcarem gol em powerplay., sendo este o décimo sexto jogo sem tomar gols em powerplay!

A verdade é que é triste perder um jogo em que saímos na frente,  mas era algo até mesmo esperado, afinal os jogadores estavam cansados, vindos de dois jogos e ainda viajando para o terceiro!

Amanhã temos uma visita aos Flyers!  Go Leafs Go! Em direção aos Playoffs!!

19/10/2011 – Winnipeg Jets @Toronto Maple Leafs

quinta-feira, 20 outubro 2011 3 comentários

Toronto teve hoje a visita dos Jets! Não … você não está em um post antigo (pelo que tenho de informação o último jogo dos Leafs contra os Jets em Toronto foi em 13 de Março de 1996 um empate em 3 a 3) … é realmente a volta do Winnipeg Jets (ex Atlanta Thrashers)! O jogo traz muitas lembranças em todas as cidades por onde o time passar, pela grande história que os Jets tiveram, antes de serem vendidos e se tornarem o Phoenix Coyotes!

Bom … vamos ao jogo em si!

O jogo foi bem disputado no primeiro período que viu os Leafs dando 6 chutes à gol de Ondrej Pavelec, enquanto os Jets, visitantes, chutaram 9 vezes ao gol de James Reimer! Quem abre o placar é Tobias Enstrom, aos 9m49s aproveitando-se de um powerplay onde Luke Schenn foi penalizado por enganchar (hooking) o jogador adversário. Os Leafs continuaram a criar chances e, aos 8m39s, Joffrey Lupul empata a partida num belo passe de Phil Kessel! O interessante deste gol é que o puck foi direto na câmera dentro do gol, deixando-a toda estilhaçada. A partida ficou uns 5 minutos parada, aguardando a substituição da câmera … Imagina o que os goleiros passam ao defender os pucks! O resto do período manteve-se disputado, mas nada alterou o placar!

No segundo período, os Jets voltaram voando baixo … parecia que os Leafs não tinham velocidade, ou que os Jets estavam sempre em vantagem numérica (powerplay), pois o puck estava sempre sendo controlado pelo time de Winnipeg. Apenas com 2m27s do segundo período, Nik Antropov efetua um passe que foi dado no limite da linha azul, com o jogador com a lâmina dos patins sobre a linha azul. Quem marcou o gol após este passe foi Alexander Burmistrov, vencendo Reimer. Neste período Mike Komisarek se perdeu e cometeu duas penalidades seguidas, aos 3m13s (interference) e aos 6m48s (hooking), quando os Jets, com Dustyn Byfuglien conseguiu encontrar o rookie (novato) Mark Scheifele, sozinho ao lado do gol dos Leafs, aos 7m53s. Mark marcou o terceiro gol dos Jets e seu primeiro na NHL. Depois do terceiro gol dos Jets, o jogo ficou eletrizante … numa velocidade e intensidade impressionante com ambas equipes disputando muito o puck e com os goleiros parando vários chutes!

O terceiro período continuou o jogo de lado a outro do gelo e muito disputado, mas com os Leafs buscando diminuir a diferença de 2 gols imposta pelos Jets. Aos 7m28s, enquanto Zach Bogosian estava fora do gelo por interference, Joffrey Lupul marca o segundo gol dos Leafs quando seu chute à gol é desviado pelo stick de Tobias Enstrom e engana Ondrej Pavelec por entre as pernas! Logo após o gol, Derek Meech vai para o penalty box por tripping e desta vez é novamente Phil Kessel quem marca para os Leafs aos 7m55s, recebendo um belo passe de Dion Phaneuf e chutando de um ângulo muito fechado, mas vencendo o goleiro dos Jets. Os Leafs conseguiram empatar a partida! Até o final do terceiro período houveram várias chances para os dois lados, inclusive com um powerplay para os Jets, quando Kessel foi penalizado por slashing, mas ninguém conseguiu finalizar e marcar o gol da vitória.

Veio a prorrogação e os Leafs tiveram as melhores chances pressionando o time dos Jets. Somente no último minuto da prorrogação é que os Jets foram ao ataque e Reimer fez boas defesas defendendo os Leafs e o placar empatado em 3 a 3, levando a partida aos penaltis (shootout). Quanta emoção na prorrogação!

Pelos Leafs os cobradores seriam Kessel, Lupul e, inesperadamente, o novato (rookie) Matt Frattin. Kessel iniciou a série e acabou chutando em Ondrej Pavelec. Kyle Welwood, ex-jogador dos Leafs e dos Canucks, foi para a tentativa e apesar de um ótimo chute, Reimer defendeu com a sua luva! Nova chance para os Leafs com Lupul que “congela” Pavelec e marca o primeiro dos Leafs. Pelos Jets o próximo foi Alexander Burmistrov que viu sua tentativa ser parada por Reimer! Chegou então a vez de Matt Frattin! O novato partiu muito confiante e, com um belo chute no canto direito de Pavelec, marcou mais um pros Leafs, finalizando o shootout!

Quero aqui deixar os meus parabéns aos Leafs que estão se mostrando um time que não se entrega, que apesar de estar perdendo, vai atrás e consegue se recuperar. Também quero parabenizar Phil Kessel e seu início de temporada espetacular, só no jogo de hoje ele marcou 3 pontos (1 gol e 2 assistências)!  Parabéns também à Joffrey Lupul que jogou muito hoje e garantiu nossa vitória! E … o que dizer de Matt Frattin? O novato que está impressionando Ron Wilson e toda a Leafs Nation!! Ele é rápido, habilidoso com o puck, chuta bem e está demonstrando uma maturidade impressionante! Foi ao shootout e manteve-se calmo para marcar sobre os Jets, em sua primeira tentativa na NHL! Parece ser um jogador de futuro promissor nos Leafs!

E é isso aí … começamos a temporada colecionando 9 pontos em 10 disputados! Agora inicia-se um período de jogos fora de casa. Vamos ver como o time se comporta, já que todos os jogos até aqui foram com a torcida a nosso lado!!!

GOOOOO Leafs GOOOOOOOOO

07/02/2011 – Atlanta Thrashers @ Toronto Maple Leafs

terça-feira, 08 fevereiro 2011 5 comentários

Depois da derrota por 6-2 para os Sabres, em Buffalo, os Maple Leafs voltaram para Toronto para receber o Atlanta Thrashers no Air Canada Centre.

Os dois gols dos Thrashers no primeiro período foram feitos em jogadas de vantagem numérica por Evander Keane, aos 2:39; e Dustin Byfuglien, aos 16:14 (um detalhe é que as penalidades dos Leafs foram bastante questionáveis). Vale destacar a boa performance de Jean-Sébastien Giguère no período, parando 16 dos 18 chutes dos Thrashers.

No segundo período, os Leafs acordaram e entraram no jogo, empatando em 2-2 com um gol do capitão Dion Phaneuf (seu primeiro como um Maple Leaf no Air Canada Centre) e outro de Mikhail Grabovski. A resposta de Atlanta veio 40 segundos após o gol de  Grabovski, com o ex-Leaf Nikolai Antropov. Toronto ficou atrás no placar até os quinze minutos de jogo [no período], quando Tomas Kaberle fez um lindo passe para Clarke MacArthur que marcou e empatou novamente.

A igualdade no placar se manteve até os quatro minutos do terceiro, quando Nikolai Kulemin aproveitou um vacilo de Dustin Byfuglien e colocou os Leafs na frente. Tim Brent faz o quinto dos Leafs após boa jogada dele, de Joey Crabb e Colby Armstrong. Os Thrashers não desistem e voltam a pressionar: num ataque deles – com MacArthur indo pegar seu taco que estava caido no gelo – Andrew Ladd anotar um gol e põe os Thrashers de volta na disputa. Faltando 1:20 para o término do jogo, Ondrej Pavelec sai do gol de Atlanta, permitindo o uso de mais atacante pela sua equipe, mas o jogo termina 5-4 para Toronto.

Na terça-feira, os Leafs vão a Nova Iorque, enfrentar os Islanders, os últimos colocados na Conferência Leste. Será uma boa oportunidade pra garantir dois pontos.

GO LEAFS GO

07/01/2011 – Leafs @ Thrashers – Que jogo inacreditável!!!

sábado, 08 janeiro 2011 4 comentários

Após a vitória sobre o St. Louis Blues, em Toronto, os Leafs partiram para uma sequência de jogo fora de casa e o primeiro adversário a receber os Leafs foi o Atlanta Thrashers!

Mal o jogo começou e os Thrashers abriram o placar aos 2m36s com Tobias Enstron. Parecia que seria um jogo difícil para os Leafs e uma provável derrota fora de casa para um time com uma ótima defesa e que possui o maior número de pontos marcado por defensores.

Os Leafs reagiram ainda no primeiro período e aos 9m43s, Kris Versteeg empatou a partida, dando esperança aos torcedores de Toronto!

Foi então que começou uma reação sem precedentes! Após um pênalti cometido por Ben Eager, com 4 minutos de “gancho”, Mikhail Grabovski marcou o gol da virada! Leafs 2 a 1 em pleno Philips Arena, aos 15m08s do primeiro período.

Jogos com o Atlanta são sempre muito físicos e este não foi diferente. Mas os Leafs conseguiram administrar isso bem e, marcaram 6 gols no segundo período! Isso mesmo … 6 gols!

Colby Armstrong marcou aos 12m06s, Leafs 3 – Thrashers 1; Nikolai Kulemin aos 13m25s, marcou o quarto gol dos Leafs o que fez os Thrashers substituírem Ondrej Pavelec. Saiu Pavelec, entrou Chris Mason. Coitado, após 4 chutes, os Leafs marcaram mais 3 gols, o segundo de Grabovski aos 15m15s, o segundo de Kulemin aos 18m00s e o gol de Clarke MacArthur aos 19m14s. Então foi a vez de retirar Mason e retornar Pavelec!!! Desespero total do técnico dos Thrashers! Mas de nada adiantou, aos 19m49s, MacArthur marcou seu segundo gol da noite!

No total, a linha de MacArthur, Grabovski, Kulemin, marcou 6 gols e um total de 10 pontos na partida!

Mais uma vez houve mudança no gol dos Thrashers para o início do terceiro período, Chris Mason voltou!!! Mas logo aos 01m32s, tomou um gol, em powerplay, de Phil Kessel!

Os Leafs começaram a administrar o jogo, mas bem que poderiam ter feito 3 hat tricks na noite de ontem, um com Grabo, um com Kulemin e outro com MacArthur!! Mas o que aconteceu foi que os Thrashers marcaram com Patrice Cormier, primeiro gol na NHL, aos 14m09s e com Andrew Ladd aos 19m12s.

Final da partida, Leafs 9, Thrashers 3!!! Veja o resumo da partida aqui.

Realmente os Leafs entraram 2011, jogando melhor! Mesmo na derrota contra os Bruins nós jogamos bem!

Dos últimos 4 jogos, James Reimer jogou em 3 e ontem saiu com a vitória! Reimer tem sido sólido no gol dos Leafs, deixando difícil para Ron Wilson retirá-lo, quando Giguere retornar!

Grabovski tem jogado muito bem e merece ir ao All-Star Game!, mas não sei se ele foi tão votado assim para participar!

A partida de ontem teve um ponto negativo, que foi um soco dado por Ben Eager em Colby Armstrong, que o acertou no olho. O que gerou a penalidade de 4 minutos! Colby até fez piada com esse fato, dizendo que como é que Eager conseguiu errar o nariz e acertar o olho!! Colby está bem …

A partida também teve um fato interessante: Bret Lebda esteve no gelo em todos os gols tomados pelos Leafs marcando índice -3 na partida! Como é que em uma partida onde os Leafs marcaram 9 gols, um jogador conseguiu estar no gelo somente quando o time tomou gols???

O próximo jogo dos Leafs é só na segunda-feira, em Los Angeles, contra os Kings!!!! Vamos torcer para que eles continuem nessa maré de bons jogos e boas performances!

GO Leafs GOOOOO (9 vezes!).

%d blogueiros gostam disto: