Anúncios

Arquivo

Posts Tagged ‘Tomas Kaberle’

Leafs Nation – Não sucumbam ao desespero e à loucura!

sexta-feira, 16 março 2012 Deixe um comentário

Apesar de muitos torcedores dos Leafs (Tank Nation) quererem que o time seja derrotado para que consigamos uma melhor escolha no draft, eu, assim como muitos outros torcedores ficamos muito contentes com a vitória ontem contra os Lightning!

Se é para não ir aos playoffs, que seja de maneira honrada, sempre buscando a vitória, que infelizmente não veio no meio da temporada! Somos torcedores de um dos times com mais história na NHL e temos que nos orgulhar disso! Sei que estamos a mais de 40 anos sem a Stanley Cup, mas temos que ser pacientes e acreditar sempre! Isso nos faz ser a melhor e mais apaixonada torcida na NHL!

Desabafo: a torcida dos Leafs é tão fanática que já tem gente querendo que Phil Kessel, nosso melhor atacante, seja trocado! É um absurdo!! Kessel atualmente está entre os cinco melhores atacantes da liga! E conseguiu isso sem ter um central de primeira linha ao seu lado! ( Peço desculpas a Tyler Bozak que tem jogado muito bem!) Que tal adquirirmos um central digno da primeira linha dos Leafs? Com ele ao lado Kessel vai marcar e produzir muito mais para o time! Vamos manter o elenco e parar de trocar tudo e todos ao final de cada temporada! Isso não nos levou a nada e nem vai levar! Isso é começar uma reestruturação a cada ano!

Também sei que tem gente que vai falar que já estamos esperando a mais de 40 anos, que estamos sem playoffs desde o lockout, mas temos que ter na cabeça que os Leafs eram gerenciados sem qualquer preocupação com dinheiro. Contratávamos quem queríamos no trade dead line e, com a era pós-lockout, o time levou um tempo para se adaptar, com um gerente geral que trocava jovens talentos e escolhas das primeiras rodadas do draft, por jogadores mais experientes , contratados a peso de outro e que eram aproveitados apenas por uma temporada! Essa foi a era John Fergusson Jr.

Com a chegada de Brian Burke, após um tempo com Cliff Fletcher, houve a necessidade de reestruturar toda a equipe e também nossos times das ligas menores. Os Leafs tinham contratos com vários jogadores caros, já a muito tempo na equipe (Bryan McCabe, Alexei Ponikarovsky, Nikolai Antropov, Tomas Kaberle) e jogadores ainda jovem mas que foram usados para trazer mais qualidade ao time (Matt Stajan, Alex Steen, Niklas Hagman, Justin Pogue).

Hoje temos muitos jogadores em formação nas ligas menores (Nazem Kadri, Joe Colborne, Matt Frattin, Greg Mckegg, Korbinian Holzer, Marcel Mueller, etc). E temos os Leafs com problemas em algumas posições e que podem muito bem serem sanadas na pós-temporada, como é o caso do central de primeira linha!

Sem citar a troca de técnico que demora um tempo para conseguir estabelecer a sua estratégia e táticas de jogo!

Temos uma base bem melhor do que tínhamos a muito tempo! Não nos deixemos nos desesperar! Nosso futuro próximo parece ser brilhante!

Bom … É isso!!!

Anúncios

08/02/2011 – Toronto Maple Leafs @ New York Islanders

quarta-feira, 09 fevereiro 2011 2 comentários

Os Leafs foram à New York, mais precisamente ao Nassau Veterans Memorial Coliseum, casa do NY Islanders.

O time dos Islanders não está bem no campeonato e os leafs estava em busca de sua quarta vitória em 5 jogos, após ganharem de 5 a 4 dos Atlanta Thrashers em Toronto.

Aconteceu um fato inusitado neste jogo. Os Islanders que estão sem Rick Dipietro, contundido (osso da face fraturado) após uma briga com o goleiro dos Penguins Brent Johnson, ficaram sem o goleiro reserva Kevin Poulin, que iniciaria a partida, pois durante o aquecimento ele torceu o joelho. Quem, de uma hora para outra, teve que se preparar para seu primeiro jogo na NHL foi Mikko Koskinen, goleiro que recentemente foi chamado da AHL, para ficar como reserva de Poulin.

Koskinen iniciou a partida e aos 1m29s, Colby Armstrong abre o placar para os Leafs no primeiro chute à gol. O segundo chute à gol dos Leafs foi de Luke Scheen e foi desviado por Daryl Boyce, aos 06m31s e entrou por sobre o ombro de Koskinen. O goleiro novato dos islanders tomou 2 gol em 2 chutes à gol, e o time não tinha o que fazer, pois não havia outro goleiro para substituí-lo.

Depois deste dois primeiros gols, os Leafs diminuíram o ritmo, talvez acreditando que seria um jogo fácil devido ao goleiro dos Islanders ser novato e então começaram a errar e cometer muitas penalidades. Numa dessas penalidades, Luke Schenn tentou cortar um passe quase na linha azul dos Leafs e não teve tempo de retornar para marcar Matt Moulson, que sozinho em frente a James Reimer, anotou o primeiro gol do time da casa.

Infelizmente os Leafs não voltaram bem para o segundo período e permitiram o empate para os islanders, num gol de Michael Grabner aos 15m02s.

Neste ponto do jogo já imaginei os Leafs perdendo a partida, mesmo com todos os fatores a seu favor, mas no terceiro período os Leafs definiram o placar com gols de Tomas Kaberle, isso mesmo, Tomas Kaberle, aos 02m34s. Vindo do banco, Kaberle recebeu de Colby Armstrong, livre de marcadores e partiu para cima de Koskinen, aguardou o momento certo e chutou forte, vencendo o goleiro dos Islanders. Nikolai Kulemin aos 08m49s e Fredrik Sjostrom aos 15m53s também marcaram seus gols. Os Islanders ainda marcariam mais um, num chute desviado por Rob Schremp aos 18m08s, mas a vitória já estava nas mãos do time de Toronto e o placar final ficou em: Toronto Maple Leafs 5 – New York Islanders 3.

Na quinta-feira, receberemos o New Jersey Devils, em busca de mais uma vitória. Os Leafs estão a oito pontos do último classificado aos playoffs e se mantiverem o time nas vitórias, temos chances reais de irmos aos playoffs!!! Vamos torcer galera!

GO Leafs GO

07/02/2011 – Atlanta Thrashers @ Toronto Maple Leafs

terça-feira, 08 fevereiro 2011 5 comentários

Depois da derrota por 6-2 para os Sabres, em Buffalo, os Maple Leafs voltaram para Toronto para receber o Atlanta Thrashers no Air Canada Centre.

Os dois gols dos Thrashers no primeiro período foram feitos em jogadas de vantagem numérica por Evander Keane, aos 2:39; e Dustin Byfuglien, aos 16:14 (um detalhe é que as penalidades dos Leafs foram bastante questionáveis). Vale destacar a boa performance de Jean-Sébastien Giguère no período, parando 16 dos 18 chutes dos Thrashers.

No segundo período, os Leafs acordaram e entraram no jogo, empatando em 2-2 com um gol do capitão Dion Phaneuf (seu primeiro como um Maple Leaf no Air Canada Centre) e outro de Mikhail Grabovski. A resposta de Atlanta veio 40 segundos após o gol de  Grabovski, com o ex-Leaf Nikolai Antropov. Toronto ficou atrás no placar até os quinze minutos de jogo [no período], quando Tomas Kaberle fez um lindo passe para Clarke MacArthur que marcou e empatou novamente.

A igualdade no placar se manteve até os quatro minutos do terceiro, quando Nikolai Kulemin aproveitou um vacilo de Dustin Byfuglien e colocou os Leafs na frente. Tim Brent faz o quinto dos Leafs após boa jogada dele, de Joey Crabb e Colby Armstrong. Os Thrashers não desistem e voltam a pressionar: num ataque deles – com MacArthur indo pegar seu taco que estava caido no gelo – Andrew Ladd anotar um gol e põe os Thrashers de volta na disputa. Faltando 1:20 para o término do jogo, Ondrej Pavelec sai do gol de Atlanta, permitindo o uso de mais atacante pela sua equipe, mas o jogo termina 5-4 para Toronto.

Na terça-feira, os Leafs vão a Nova Iorque, enfrentar os Islanders, os últimos colocados na Conferência Leste. Será uma boa oportunidade pra garantir dois pontos.

GO LEAFS GO

11/12/2010 – Montreal Canadiens @ Toronto Maple Leafs

domingo, 12 dezembro 2010 2 comentários

Ontem em Toronto, os Leafs tiveram o último duelo da semana, que teve como adversários os 5 atuais melhores times da conferência Leste. Neste 5 jogos, pode não parecer, mas os Leafs terminaram esta semana, vencendo 3 jogos e perdendo 2.

Os Leafs começaram a partida e logo aos 7m38s Phil Kessel terminou com seu jejum de gols e abriu o placar para o Toronto Maple Leafs. Ainda no primeiro período, Tomas Kaberle, outro jogador que não marca à muito tempo, aumentou para os Leafs. Toda a torcida dos Leafs se animou e apoiou a equipe.

No segundo período, Michael Camalleri diminuiu para os Habs, que com isso acharam que teriam a chance de recuperar a partida.

No terceiro, os Leafs voltaram bem e seguraram a vitória, com Jean-Sebastien Giguere mostrando seu valor e protegendo o gol dos Leafs. Quando os Habs tentaram ir para cima dos Leafs, retirando seu goleiro por um atacante extra, Fredrik Sjostrom bloqueou um chute e o puck sobrou para Kris Versteeg que com sua velocidade, alcançou o puck a tempo de mandá-lo pro gol vazio dos Canadiens.

Final … Canadiens 1 x Leafs 3 !! Veja aqui o resumo do jogo!

Nesta semana os Leafs fazem a única visita a times da conferência Oeste, iniciando terça contra os Oilers (jogo a ser transmitido no brasil pela ESPN). Na quinta, Dion Phaneuf, que em Edmonton jogará em sua cidade natal, enfrentará seu antigo time, o Calgary Flames, pela primeira vez, em Calgary . Sjostrom também já jogou nos Flames!

GO Leafs GO … e vamos dar o troco nos Oilers na terça !!!!!

21/10/2010 – New York Rangers @ Toronto Maple Leafs

sexta-feira, 22 outubro 2010 Deixe um comentário
Toronto Maple Leafs versus New York Rangers

Image by Matthew Burpee via Flickr

É pessoal, o New York Rangers foi à Toronto, após ter perdido dos Leafs na partida do dia 15/10, no Madison Square Garden, como você pode ver aqui.

Infelizmente os Rangers foram melhores durante toda a partida e, em dois lances com menos de 1 minuto de diferença no primeiro período, marcou seus 2 gols que garantiram a vitória dos Rangers no tempo regulamentar. Os gols foram marcados por Fedotenko e Anisimov.

O Toronto Maple Leafs somente conseguiu anotar seu primeiro e único gol da noite, com Colby Armstrong, aos 11m04s do terceiro período. Jonas Gustavsson foi o goleiro dos Leafs na partida e, apesar de ter jogado bem, saiu com a derrota.

Quem assegurou a vitória dos Rangers ontem foi o goleiro Martin Biron, e Michael Del Zotto, que jogaram muito e conseguiram frustrar muitas jogadas dos Leafs.

Apesar de sempre auxiliar no ataque e na defesa, ontem foi o segundo jogo em que Kris Versteeg perdeu uma chance clara de gol em um breakaway, após receber um passe milagroso de Tomas Kaberle, ele não conseguiu enganar Biron e marcar.

Essa foi a primeira derrota dos Leafs na temporada, durante o tempo regulamentar. Nos outros 5 jogos anteriores os Leafs ganharam os primeiros quatro e perderam na prorrogação o último, contra os Islanders.

A temporada continua para os Leafs amanhã, na Philadelphia, contra os Flyers.

GO Leafs GOOOOOO !!!!!

22/09/2010 – Ottawa Senators @ Toronto Maple Leafs

quarta-feira, 22 setembro 2010 2 comentários

Ahhhh … agora sim !!!!

Depois da derrota de ontem, hoje os Leafs voltaram ao gelo, com mais atitude e conseguiram devolver a derrota aos Senators!

O trunfo da equipe neste jogo foram os powerplays (quando o time está em vantagem numérica). Só no primeiro período houveram 5 powerplays a favor dos Leafs, de onde saíram os 3 primeiros gols da equipe!

Kulemin abriu o placar, mas Nick Foligno empatou para os Senators. Somente aos 16m, quando os Leafs possuíam vantagem numérica de 2 jogadores, Kessel marcou o seu primeiro gol numa pré-temporada com os Leafs, afinal no ano passado ele somente começou a jogar pela equipe no mês de Novembro, devido à uma contusão no ombro. Por fim, aos 17m, Luca Caputi marcou pelos Leafs, num rebote.

A linha que liderou os Leafs foi formada por Tyler Bozak, Kulemin e Kessel!

O gol final da noite foi de Mikhail Grabovski, no segundo período.

No gol dos Leafs, James Reimer atuou a primeira metade do Jogo, enquanto Ben Scrivens atuou na segunda. O gol de Foligno foi marcado contra James Reimer e Scrivens manteve o placar, não permitindo que o Ottawa Senators voltasse a ameaçar!

No jogo de hoje, Kaberle, Phaneuf e Giguere não haviam sido relacionados para a partida.

Clarke MacArthur, em seu primeiro jogo pelos Leafs, marcou uma assistência.

Nota: Houve um lance engraçado no jogo quando Francis Lessard, jogador dos Senators, patinou em direção a Mike Komisarek, que identificou o movimento do adversário, deu um passo para o lado e jogou Lessard para fora do rink, direto entre os bancos de reserva, onde Pierre McGuire, comentador do site TSN.ca, estava comentando as jogadas da equipe. Veja o video aqui.

Um resumo do jogo, em seis minutos pode ser visto aqui.

Amanhã o time vai a London enfrentar os Flyers!  GO Leafs GO !!!!!!!!

Frantisek Kaberle, pai de Tomas Kaberle, pode ter a opinião que ele quiser!

sexta-feira, 27 agosto 2010 2 comentários
Russia vs. Czech Republic

Image by s.yume via Flickr

O Gerente Geral dos Maple Leafs, Brian Burke, disse que o técnico dos Leafs e seu defensor que mais ofensivo (Tomas Kaberle)  terão que se superar este ano, tirando o melhor proveito de uma situação delicada. 

 Tomas Kaberle irá aos treinamentos para a temporada 2010-11 sabendo que Burke queria tê-lo trocado pela zilionésima vez e sob a sombra dos comentários de seu pai, Frantisek Kaberle. Frantisek declarou, a uma revista de hockey Checa, que Tomas e o técnico Ron Wilson são incompatíveis, pois Ron favoreceria jogadores mais truculentos, característica que não é a de seu filho. Ele prevê que Tomas deixará de lado sua cláusula que impede uma troca sem seu consentimento (no-trade clause) nesta temporada,  ao invés de assinar uma extensão de contrato com os Leafs, se Ron Wilson permanecer, e ainda afirmou que os melhores jogadores riscam Toronto de sua lista de locais onde gostariam de jogar devido à pressão dos fãs e da mídia local. 

Burke estava claramente incomodado de ter escutado isso, mas se controlou em sua resposta. “Ele tem direito a ter essa opinião, mas Tomas nunca reclamou sobre isso para mim,” disse Burke durante um intervalo do World Hockey Summit. “Ron conversará com Tomas tão logo possível e colocará tudo a limpo. Mas eu não sei se haverá necessidade de ajustar alguma coisa entre eles.”

Fonte: Toronto Sun.

Essa história da troca de Kaberle já deu o que falar. Na verdade é uma situação muito chata para ele que, apesar de sempre afirmar que quer jogar pelos Leafs e que gostaria de terminar sua carreira nos Leafs, sempre é um dos nomes a estar na lista de jogadores a ser trocado. Voltar a uma equipe que gostaria de ter te trocado deve ser algo bem desagradável, mas ele é um jogador profissional e deve entender o mercado em que trabalha.

O pai dele pode ter qualquer opinião sobre a situação … mas nunca vi nada sobre o Tomas Kaberle reclamar do Ron Wilson, ou algum indício de problemas entre eles.

Tomara que tudo seja acertado e Kaberle tenha uma ótima temporada nos Leafs e, quem sabe, assine uma extensão de contrato.

%d blogueiros gostam disto: