Arquivo

Posts Tagged ‘Phoenix Coyotes’

Os Leafs contratam Daniel Winnik por um ano

sexta-feira, 01 agosto 2014 Deixe um comentário
Toronto Maple Leafs

Toronto Maple Leafs (Photo credit: Wikipedia)

Toronto Maple Leafs contratou o atacante Daniel Winnik pelo período de um ano.

De acordo com Craig Custance da ESPN, o acordo foi no valor de $1.3 milhões de dólares.

O jogador de 29 anos marcou seis gols e 24 assistências em 76 jogos da última temporada com o Anaheim Ducks.

Winnik marcou 49 gols e 101 assistências em 490 jogos com os Ducks, San Jose Sharks, Colorado Avalanche e Phoenix Coyotes.

——————————————————

Seja bem-vindo Winnik! Como um garoto de Toronto, deve ser seu sonho vestir a camisa dos Leafs!! Venha e mostre seu valor e os torcedores da Leafs Nation vão te deixar muito feliz!!!

Go Leafs Goooooo

The Toronto native was selected by Phoenix in the ninth round (265th overall) of the 2004 NHL Entry Draft.

20/01/2014 – Toronto Maple Leafs @ Phoenix Coyotes

terça-feira, 21 janeiro 2014 5 comentários

Como é bom ver o time em boa fase! Parece que tudo dá certo para a equipe! Foi isso que aconteceu ontem no jogo em Glendale, Arizona, no Jobing.com Arena, casa do Phoenix Coyotes.

20140120_Leafs@Coyotes_BannerOs Leafs jogaram bem e estão mais confiantes após 4 vitórias seguidas e, isso deixou as coisas mais fáceis para conseguir a quinta vitória consecutiva, algo que não acontecia desde a temporada 2006-07.

O jogo começou com ambas equipes jogando de forma muito veloz e parecia que os Coyotes colocavam muita energia no jogo, para garantir uma vitória em casa, em frente à sua torcida. Por volta dos 06m00s, os Coyotes fizeram muita pressão e não saíam da zona de defesa dos Leafs, levando Jonathan Bernier a realizar ótimas defesas! Os Coyotes também tiveram um chute que bateu na trave, mas poderia ter aberto o placar. Esse é o tipo de sorte que os Leafs vêm tendo e, aos 16m17s, Jake Gardiner abre o placar! Aos 18m19s, num powerplay, Phil Kessel domina o puck e chuta de um ponto onde o goleiro dos Coyotes, Ryan Smith, não tinha perfeita visão, com jogadores encobrindo, e marca o segundo dos Leafs.

20140120_Leafs@Coyotes_ScoreNo segundo período, mesmo chutando mais vezes ao gol (15) contra apenas seis vezes dos Leafs, os Coyotes tiveram outro chute na trave e só. Quem marcou mais uma vez foram os Leafs com Carl Gunnarsson aos 05m10s. Foi o seu primeiro gol da temporada e o primeiro em 82 jogos! Seu último gol foi marcado em 24 de janeiro de 2013! Com 3 a 0 no placar, bastava o time segurar o ímpeto do Phoenix no terceiro período.

Desta vez, os Coyotes voltaram para o tudo ou nada. E esta estratégia deu resultado, com os Coyotes marcando aos 05m35s com Mike Ribeiro, em powerplay. Os Leafs voltaram a ter 3 gols de vantagem no placar com um gol de Nazem Kadri aos 14m10s. Ainda deu tempo de os Coyotes marcarem o seu segundo gol, shorthanded, enquanto os Leafs detinham a vantagem numérica no gelo, com Antoine Vermette, aos 14m59s, em um contra-ataque. O placar ficou em Leafs 4 x Coyotes 2.

Com a quinta vitória seguida os Leafs passaram os Flyers na classificação geral do Leste, ocupando a sexta colocação.

Mas os Leafs não terão descanso e hoje irão a Denver enfrentar o Colorado Avalanche!

Go Leafs Gooooo

Enhanced by Zemanta

19/12/2013 – Phoenix Coyotes @ Toronto Maple Leafs

sábado, 21 dezembro 2013 Deixe um comentário

Com a moral um pouco baixa, após derrotas consecutivas em uma certa má fase, os Leafs tinham que encontrar o caminho do gol e das vitórias e o próximo adversário no caminho dos Leafs foi o Phoenix Coyotes, visitando o Air Canada Centre. Os Leafs não venciam um jogo contra os Coyotes desde 2003. 20131219_Coyotes@Leafs_Banner

Foi um ótimo jogo de ambas equipes, com chances de gol para ambos os lados. Os Leafs começaram melhor e abriram o placar aos 15m52s do primeiro período, com Troy Bodie, aproveitando um rebote num chute de Cody Franson. Foi o primeiro gol de Bodie na NHL. O ótimo goleiro dos Coyotes, Mike Smith, defendeu o chute de Franson, em meio ao tráfego em frente ao seu gol e permitiu um rebote. Bodie estava bem posicionado e se aproveitou da oportunidade.

20131219_Coyotes@Leafs_ScoreOs Leafs dominaram o primeiro período, mas como já vem acontecendo nesta temporada, acabaram deixando o time adversário chutar mais ao gol de James Reimer nos períodos seguintes, o que dá mais chances de uma reação. O gol de empate dos Coyotes só veio aos 15m08s do terceiro período, quando Martin Hanzal domina o puck atrás do gol dos Leafs e marca um gol no canto direito de Reimer num wrap-around (quando o jogador da a volta por trás do gol e marca). Com o jogo empatado, Phil Kessel teve a chance de definir para os Leafs num contra-ataque em que uma bela troca de passes o deixou em frente a Mike Smith, mas o goleiro dos Coyotes fez uma ótima defesa.

Com o empate em 1 a 1 no placar as equipes foram à prorrogação que terminou sem gols e com 5 chutes dos Coyotes contra 2 dos Leafs. A decisão da partida seria no shootout (disputa de pênaltis). O primeiro a chutar pelos Leafs foi James Van Riemsdyk que tinha um retrospecto de 100% de aproveitamento. JVR foi para cima de Mike Smith e fez uma jogada em que chutou o puck lentamente por entre as pernas do goleiro. No movimento de defesa, Smith foi escorregando para trás e parou com uma de suas pernas exatamente na linha do gol. Não havia como ver o puck e se o mesmo havia cruzado a linha, pois o mesmo ficou embaixo das proteções de perna do goleiro. Ao ser solicitado a deixar o gol para a análise da jogada, Mike Smith rolou de forma a jogar suas pernas para frente, o que trazia junto o puck e dificultou ainda mais a decisão dos árbitros. Um dos árbitros ficou conversando com ele e acredito que tenha advertido o goleiro, que deveria ter se levantado permitindo a visão do puck. A jogada foi revista e, apesar de não haver uma imagem clara do puck cruzando a linha do gol, a posição final de Smith não dava dúvidas de que o puck entrou e o gol foi validado. Após JVR, Mikkel Boedker fez um belo movimento e empatou para os Coyotes. Na segunda rodada, ambas equipes perderam as suas chances sendo que, pelos Leafs, o chutador foi Mason Raymond e pelos Coyotes, Vrbata. O terceiro chutador dos Leafs foi Joffrey Lupul que com intensidade, marcou no ângulo sobre luva esquerda de Mike Smith. A decisão seria de James Reimer contra Antoine Vermette e o goleiro dos Leafs levou a melhor, defendendo o chute e dando a vitória aos Leafs!

O próximo jogo, no sábado, será uma prévia do NHL Winter Classic, que será jogado em primeiro de janeiro de 2014, daqui a 11 dias em Michigan. Os Leafs receberão o Detroit Red Wings de Pavel Datsyuk, Henrik Zetterberg, Daniel Alfredsson (odiado pelos torcedores dos Leafs por ter sido capitão dos Senators, o rival de divisão e Província) e Jonas Gustavsson, ex-goleiro dos Leafs.

Com certeza as equipes virão com muita vontade de mostrar seu poder de jogo, deixando claro o que os times enfrentarão no Winter Classic!

Go Leafs Go

Leafs trocam Matthew Lombardi com o Phoenix Coyotes

quinta-feira, 17 janeiro 2013 4 comentários
Phoenix Coyotes

Phoenix Coyotes (Photo credit: Wikipedia)

De acordo com o site TSN.ca, e do comentarista Darren Dreger, os Leafs trocaram o central Matthew Lombardi com os Phoenix Coyotes em troca de uma escolha de quarta rodada no draft de 2014, que pode se tornar uma escolha de terceira rodada se Lombardi renovar contrato com os Coyotes após esta temporada.

“Nós estamos muito felizes de trazer um jogador como Matthew de volta à nossa equipe, ” disse o gerente geral dos Coyotes, Don Maloney. “Matthew é um patinador muito bom e adicionará velocidade e habilidade para o nosso elenco. Ele é um central inteligente que será um bom reforço à nossa equipe e que provê mais qualidade na posição.”

Lombardi receberá três milhões e meio de dólares nesta temporada antes de se tornar agente livre irrestrito.

Lombardi marcou oito gols e fez 10 assistências em 62 jogos pelos Leafs na última temporada. Toronto adquiriu Lombardi, junto com Cody Franson, dos Nashville Predators no verão de 2011 em troca de Brett Lebda, Roberto Slaney e uma escolha condicional.

O jogador de 30 anos retorna aos Coyotes para uma segunda chance, tendo jogado no time por duas temporadas entre 2008 e 2010. Foi exatamente jogando em Phoenix que Lombardi registrou sua melhor pontuação na carreira, 53 pontos na temporada 2009-10.

Originalmente escolhido pelo Calgary Flames, na terceira rodada do draft de 2012. Em sua carreira na NHL, Lombardi marcou 97 gols e 157 assistências em 508 jogos defendendo os Flames, Coyotes, Predators e Maple Leafs.

Boa sorte ao Matthew Lombardi no retorno aos Coyotes.

15/11/2011 – Phoenix Coyotes @ Toronto Maple Leafs (renattomd)

quarta-feira, 16 novembro 2011 Deixe um comentário

*Como não combinamos de antemão quem iria escrever o post do jogo contra os Coyotes, eu escrevi o meu post, já publicado, porém o Renatto também estava escrevendo um post e como o Maple Leafs Brasil valoriza a contribuição e o trabalho dele, e  como o importante é termos notícias e cobertura dos jogos dos Leafs, mesmo que sejam posts duplicados, publico abaixo o post do Renatto e mais uma vez deixo aqui meus agradecimentos a ele por me ajudar aqui no blog.

————————————————————————————————

Depois da derrota para os Senator em casa, os Leafs receberam o Phoenix Coyotes no Air Canada Centre.

O primeiro período começou muito ruim para Toronto: em 3 chutes a gol, os Coyotes marcaram duas vezes (a primeira com Shane Doan e a segunda com Oliver Ekman-Larsson). Apesar do time da casa ter mais chutes a gol (12-10 a favor dos Leafs), foram os visitantes que jogaram melhor.

O segundo período foi bem parecido com o primeiro. Os Coyotes pressionavam mais, enquanto os Leafs pareciam estar perdidos no gelo. Desta vez foi Phoenix que teve mais chutes (13-9), mas nenhum deles passou pelo goleiro Ben Scrivens e o placar continuou em 2-0 – e os Maple Leafs foram vaiados em alguns momentos.

Logo no começo do terceiro, o defensor Mike Komisarek faz seu primeiro gol do ano e diminui a diferença. Aos 4:41, Phil Kessel aproveita uma chance em vantagem-numérica (powerplay) e empata o jogo em 2-2. A partir daí, as vaias deram lugar aos gritos de “Go Leafs Go!“. Com o incentivo da torcida, os Leafs passaram a jogar melhor e tiveram quase o dobro de chutes dos Coyotes no período (11-6). Mas mesmo melhorando o nível de jogo, os Maple Leafs não conseguiram converter as oportunidades em gols e a partida foi para o tempo-extra (overtime).

Quem brilhou no tempo-extra foram os goleiros Mike Smith e Ben Scrivens, que fizeram boas defesas nos 5 minutos adicionais e levaram a partida para a decisão por tiros-livres (shoot out).

Os Coyotes converteram suas cobranças com Patrick O’ Sullivan e Radim Vrbata, enquanto Mike Smith defendeu os chutes de Phil Kessel e Nikolai Kulemin para garantir a vitória para Phoenix.

%d blogueiros gostam disto: