Anúncios
Início > Air Canada Centre, Derrota Shootout, NHL, NHL Game, Toronto Maple Leafs > 15/11/2011 – Phoenix Coyotes @ Toronto Maple Leafs (renattomd)

15/11/2011 – Phoenix Coyotes @ Toronto Maple Leafs (renattomd)

quarta-feira, 16 novembro 2011 Deixe um comentário Go to comments

*Como não combinamos de antemão quem iria escrever o post do jogo contra os Coyotes, eu escrevi o meu post, já publicado, porém o Renatto também estava escrevendo um post e como o Maple Leafs Brasil valoriza a contribuição e o trabalho dele, e  como o importante é termos notícias e cobertura dos jogos dos Leafs, mesmo que sejam posts duplicados, publico abaixo o post do Renatto e mais uma vez deixo aqui meus agradecimentos a ele por me ajudar aqui no blog.

————————————————————————————————

Depois da derrota para os Senator em casa, os Leafs receberam o Phoenix Coyotes no Air Canada Centre.

O primeiro período começou muito ruim para Toronto: em 3 chutes a gol, os Coyotes marcaram duas vezes (a primeira com Shane Doan e a segunda com Oliver Ekman-Larsson). Apesar do time da casa ter mais chutes a gol (12-10 a favor dos Leafs), foram os visitantes que jogaram melhor.

O segundo período foi bem parecido com o primeiro. Os Coyotes pressionavam mais, enquanto os Leafs pareciam estar perdidos no gelo. Desta vez foi Phoenix que teve mais chutes (13-9), mas nenhum deles passou pelo goleiro Ben Scrivens e o placar continuou em 2-0 – e os Maple Leafs foram vaiados em alguns momentos.

Logo no começo do terceiro, o defensor Mike Komisarek faz seu primeiro gol do ano e diminui a diferença. Aos 4:41, Phil Kessel aproveita uma chance em vantagem-numérica (powerplay) e empata o jogo em 2-2. A partir daí, as vaias deram lugar aos gritos de “Go Leafs Go!“. Com o incentivo da torcida, os Leafs passaram a jogar melhor e tiveram quase o dobro de chutes dos Coyotes no período (11-6). Mas mesmo melhorando o nível de jogo, os Maple Leafs não conseguiram converter as oportunidades em gols e a partida foi para o tempo-extra (overtime).

Quem brilhou no tempo-extra foram os goleiros Mike Smith e Ben Scrivens, que fizeram boas defesas nos 5 minutos adicionais e levaram a partida para a decisão por tiros-livres (shoot out).

Os Coyotes converteram suas cobranças com Patrick O’ Sullivan e Radim Vrbata, enquanto Mike Smith defendeu os chutes de Phil Kessel e Nikolai Kulemin para garantir a vitória para Phoenix.

Anúncios
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: