Arquivo

Posts Tagged ‘San Jose Sharks’

Os Leafs contratam Daniel Winnik por um ano

sexta-feira, 01 agosto 2014 Deixe um comentário
Toronto Maple Leafs

Toronto Maple Leafs (Photo credit: Wikipedia)

Toronto Maple Leafs contratou o atacante Daniel Winnik pelo período de um ano.

De acordo com Craig Custance da ESPN, o acordo foi no valor de $1.3 milhões de dólares.

O jogador de 29 anos marcou seis gols e 24 assistências em 76 jogos da última temporada com o Anaheim Ducks.

Winnik marcou 49 gols e 101 assistências em 490 jogos com os Ducks, San Jose Sharks, Colorado Avalanche e Phoenix Coyotes.

——————————————————

Seja bem-vindo Winnik! Como um garoto de Toronto, deve ser seu sonho vestir a camisa dos Leafs!! Venha e mostre seu valor e os torcedores da Leafs Nation vão te deixar muito feliz!!!

Go Leafs Goooooo

The Toronto native was selected by Phoenix in the ninth round (265th overall) of the 2004 NHL Entry Draft.

11/03/2014 – Toronto Maple Leafs @ San Jose Sharks

sábado, 15 março 2014 Deixe um comentário

Apenas uma noite após a vitória sobre o Anahein Ducks, os Leafs teriam outro jogo difícil à frente, visitando o San Jose Sharks.

Mais descansados o time da casa pressionou os Leafs desde o começo e não permitiu muita liberdade e espaço para o time visitante.

Marc-Edouard Vlasic abriu o placar para os Sharks aos 03m58s, após o novato Matt Nieto proteger o puck e efetuar um passe para Vlasic chutar. Aos 04m23s, Jake Gardiner empata para os Leafs num belo e rápido contra-ataque. Mas os Leafs estavam cansados e não patinavam bem, deixando os Sharks dominarem a partida. Aos 11m04s Brent Burns coloca os Sharks à frente no placar, para não mais deixar a liderança.

Aos 06m54s, Tommy Wingels amplia a liderança. Wingels ainda marcaria o chamado Gordie Howe Hat Trick, com um gol, uma assistência e uma briga na partida. Após o gol de Wingels, Joe Pavelski marcou aos 08m13s. Assim os Sharks terminaram o segundo período com a vantagem de 4 a 1 no placar.

O terceiro e último período não demonstrou nenhuma diferença no comportamento dos Leafs, nem dos Sharks. Joe Pavelski marcou mais um gol aos 04m26s. Jake Gardiner bem que tentou colocar os Leafs de volta ao jogo com um gol shorthanded aos 14m56s, mas esta foi toda a reação dos Leafs, que ainda tomaram mais um gol de Martin Havlat aos 16m33s.

Jogar contra os Sharks já não é tarefa fácil, mas fazer isso após uma noite jogando contra os Ducks, torna isso muito mais difícil. Não é uma daquelas derrotas onde mesmo descansado o time jogou mal e, portanto, não chega a ser preocupante.

O próximo jogo ainda é na Califórnia, contra os Kings.

Go Leafs Goooooo

03/12/2013 – San Jose Sharks @ Toronto Maple Leafs

quarta-feira, 04 dezembro 2013 Deixe um comentário

Novembro não foi um bom mês para os Leafs, que terminaram o mês perdendo 4 jogos em seqüência. O primeiro jogo de dezembro não seria fácil, os Sharks estavam visitando Toronto e vindo de cinco vitórias seguidas, embalados.20131203_Sharks@Leafs_Banner

Os Leafs acabaram cedendo o gol de abertura para os Sharks após o chute de Jason Demers ser desviado por Mike Brown, sim, o mesmo Mike Brown que jogou em Toronto a algumas temporadas atrás. Brown abriu o placar exatamente aos 10m do primeiro período. Demers também acabou sendo o fator principal para o segundo gol dos Sharks, marcado por Joe Thornton em um powerplay, em 5 contra 3, num chute que desviou em Morgan Rielly, aos 14m31s, após Jay McClement cometer um hooking (enganchar) Demers e Mason Raymond também cometer uma penalidade. James Reimer defendeu 11 dos 13 chutes que recebeu e Anti Niemi apenas recebeu 5 chutes a gol, o que em parte explica o placar!

20131203_Sharks@Leafs_ScoreNo segundo período os Leafs voltaram com muita energia e vontade de virar a partida. Logo aos 02m44s, Mason Raymond faz bela jogada, recebendo um passe de Morgan Rielly na zona neutra e parte junto com David Clarkson em dois contra um e marca o primeiro gol dos Leafs. Os Leafs jogavam melhor que os Sharks e acabaram empatando a partida numa jogada em que, durante um powerplay, James Van Riemsdyk recebe o puck ao lado do gol de Niemi e faz um movimento onde chutou o puck com o taco por entre as pernas, Niemi defendeu e deu rebote, aproveitado por Tyler Bozak, que passou para Phil Kessel marcar aos 09m47s. Este foi logo de número 200 na carreira de Kessel na NHL! Após este gol, as equipes passaram a equilibrar o jogo, mas aos 16m, com a quarta linha dos Leafs cansada, sem conseguir dominar o puck e proporcionar um bom momento para a troca, os Sharks acabaram marcando o gol da vitória, com Brad Stuart.

O terceiro período foi disputado, mas os Leafs não conseguiram chegar ao gol de empate. Faltando apenas 01m24s, com os Leafs sem James Reimer, com um atacante a mais no gelo, ao tentar enviar o puck ao ataque, o passe foi interceptado e por Tommy Wingels, que passou para Logan Couture marcar num gol vazio. Foi o golpe final da partida.

Durante a partida, após o gol de Kessel, os Leafs perderam Tyler Bozak com uma possível contusão. Bozak não retornou para a partida e deve ser analisado hoje sobre a sua contusão. Os Leafs já estão sem Lupul, Bolland e Franson.

A próxima partida dos Leafs será na quinta-feira em Toronto, contra o Dallas Stars!

Temos que continuar lutando pelo puck e buscando as necessárias vitórias. Sei que ainda tem muita temporada pela frente, mas não podemos ter um escorregão de perder muitos jogos pois isso pode nos custar a vaga nos playoffs ao final da temporada. Além disso, em menos de um mês teremos o nosso primeiro Winter Classic e seria muito bom vencermos os Red Wings no Big House em Michigan. Tomara que Bolland possa se recuperar para jogar o Winter Classic!

Go Leafs Go!!!

[Off-Topic] Canucks na final da conferência.

terça-feira, 10 maio 2011 Deixe um comentário

Ontem, num jogo disputado, os Canucks conseguiram sobrepujar os Predators. Venceram o jogo 6 em Nashville, por 2 a 1 e acabaram com as chances dos Predators de avançar.

O Vancouver Canucks é o único time canadense ainda ativo na pós-temporada (Canucks é Canadá na Stanley Cup) e aguarda a decisão entre San Jose Sharks e Detroit Red Wings, cujo jogo 6 será transmitido hoje às 21h de Brasília na ESPN. O San José lidera a séria por 3 a 2, mas os Red Wings não vão deixar a classificação escapar tão facilmente.

No final da conferência Leste, Boston Bruins e Tampa Bay Lightning aguardam o início da série.

————————————————————————————————————————–

Pessoal, nesta pós temporada, como as notícias dos Leafs são escassas, o número de posts também cai, porém peço que se mantenham atentos às nossas atualizações pelo twitter ou por e-mail, pois sempre que houver novidades nos Leafs, elas estarão aqui no Maple Leafs Brasil.

Obrigado pelos acessos durante a temporada 2010-2011. Para a próxima temporada vou tentar alterar o visual do blog para deixá-lo mais com a “cara” dos Leafs.

Nabokov e algumas regras da NHL

segunda-feira, 24 janeiro 2011 5 comentários

Caros colegas:

Eu sei que isto é um espaço para falar dos Leafs, mas gostava de trazer um assunto à discussão.

Está a passar-se um caso na NHL que é exemplo do (na minha opinião) péssimo sistema de regras dos desportos norte-americanos, e a nível pessoal para os jogadores, é terrível.

A pior situação na minha opinião é o facto de não haver promoção-relegação e haver o estúpido sistema dos drafts, com a prioridade a ser dada aos piores: como resultado disto, uma equipa anda a perder jogos propositadamente e sem se esforçar para ganhar (com a justificação de estar a reconstruir a equipa) e vai ganhando os melhores draft picks, tendo acesso às maiores estrelas da NHL. Alguns anos no fundo da tabela e de repente uma ou mais Stanley Cups. Por mim, era RELEGAÇÃO. O meu espírito desportivo europeu (e penso que o vosso no Brasil) não concebe a ideia de não haver penalização. DEVIA haver a possibilidade de alguém querer construir uma equipa na cidade que quisesse e subisse pelas divisões até ser campeão da Stanley Cup. As relegações estimulavam as equipas e o desporto expandia-se não do modo que o sr. (anti-canadiano) Gary Bettman pretende, com “presentes” a dar a regiões dos E.U.A. que não dão a mínima para o hockey.

Mas o que me traz aqui é outra regra idiota. Para quem não sabe, Evgueni Nabokov foi libertado dos San Jose Sharks, onde defendeu a baliza durante 10 anos. Isto aconteceu no final da última temporada. Sem contrato, Nabokov, rumou à KHL (Kontinental Hockey League), na Rússia (com algumas equipas de países da ex-União Soviética e com alguns convites a equipas de outros países). MAS…. a NHL é a NHL, e os Detroit Red Wings falaram com ele. Pessoalmente eu não gosto dos Red Wings, mas todos sabemos que são um colosso da NHL.

Nabokov chegou a um acordo e assinou contrato pelos Red Wings. MAS…. as regras da NHL estipulam que um jogador que assine por uma equipa da NHL “vindo de fora” tenha de passar por “waivers”, ou seja, pode ser reclamado por outras equipas, e se o for, tem de ir para lá jogar!!!! Ora num mundo ideal, as pessoas seriam sérias e perceberiam que Nabokov apenas assinou o contrato para poder ir para os Red Wings…. Mas SENDO MAIS UMA REGRA ESTÚPIDA para supostamente equilibrar o campeonato (como a regra IDIOTA das franchises e não haver promoção/despromoção), as equipas que têm os primeiros direitos sobre os jogadores são as PIORES! Ora os fracos New York Islanders (muito longe daquela equipa que tiveram na década de 1980), quiseram reclamar o jogador. O seu GM está todo satisfeito pelo ASSALTO À MÃO ARMADA E RAPTO de um excelente guarda-redes.

Nabokov nem quer ouvir falar dos Islanders, pois já disse só ter assinado por serem os Red Wings. Mas o GM dos Islanders não pretende abrir mão do bilhete premiado QUE ROUBOU!

Compensa muito ser uma equipa medíocre no gelo! Se não fosse gostar do desporto de hóquei no gelo (que, como em todos os desportos norte-americanos, RECOMPENSA A MEDIOCRIDADE), nunca suportaria ver um jogo com estas regras (É QUE NA EUROPA A MAIORIA DOS CAMPEONATOS DE HÓQUEI NO GELO TÊM PROMOÇÃO/DESPROMOÇÃO).

O que pensam deste tipo de coisas, colegas? (para termos um paralelo no futebol, para quem não tenha entendido exactamente, é como se o Ronaldinho Gaúcho tivesse assinado com o Flamengo e viesse uma equipa do fundo da tabela ROUBAR e não deixar o futebolista ir para o Flamengo, obrigando-o a jogar pela sua equipa).

A mim, pura e simplesmente causa-me repugnância, e é idiota da parte dos Islanders pensarem que vão ter um jogador satisfeito. O único jogo que vi ao vivo foi um Islanders @ Devils, onde fiquei com uma grande simpatia pelos Devils, e contra os Islanders, e realmente…

GO LEAFS GO!!!

%d blogueiros gostam disto: