Anúncios

Arquivo

Posts Tagged ‘Ron Hainsey’

Contratações dos Leafs na abertura do mercado em 2017

terça-feira, 04 julho 2017 Deixe um comentário

Com o mercado agitado devido à entrada do Vegas Golden Nights e o Draft que essa equipe realizou, retirando bons jogadores de outras equipes, aqueles que não foram protegidos pelas equipes de acordo com a regra adotada pela NHL, o mercado para agentes livres irrestritos, os famosos UFAs, abriu em primeiro de julho e os Leafs se mexeram para cobrir suas deficiências e aqui vou citar as contratações que Lou Lamoriello, Brendan Shanahan e Mike Babcock negociaram para a equipe.

Goleiros

O primeiro a ser contratado foram os goleiros, Garret Sparks e Curtis McElhinney. Dessa forma, os Leafs garantiram um backup para Frederik Andersen e um possível backup para McElhinney, se este vier a se contundir. Sparks deve mesmo jogar pelos Marlies, junto com Kasimir Kaskisuo, já que Antoine Bibeau saiu da equipe, sendo contratado pelos San Jose Sharks.

Defesa

O próximo passo dos Leafs foi contratar Ron Hainsey, defensor que defendeu os Penguins na temporada passada e venceu a Stanley Cup. Hainsey tem 36 anos e possui a experiência para ajudar a defesa dos Leafs pelos próximos dois anos! 

Na defesa perdemos Matt Hunwick, que foi para os Penguins. 

Ainda estamos sem Roman Polak, que talvez volte a assinar com os Leafs. 

Ataque

Com a saída de Brian Boyle, que foi para o New Jersey Devils, os Leafs ficaram com uma posição aberta de central de terceira ou quarta linha. Para cobrir essa posição, os Leafs contrataram Dominic Moore. Moore já defendeu mais de 10 equipes na NHL e já foi parte dos Leafs também. Moore é mais um jogador que traz experiência à jovem equipe dos Leafs. 

Mas a contratação que gerou mais burburinho e discussões nas redes sociais foi a contratação de Patrick Marleau, por um período de três anos, mas ao preço de 6.25 milhões de dólares por temporada. Muitos acharam o valor muito alto, outros acharam que o jogador, que vai completar 38 anos em dois meses, não devia ter recebido um contrato de três anos, e outros, como eu, adoraram a ideia de ter Marleau para ajudar a dar consistência ao ataque dos Leafs e também desenvolver, dentro do gelo, nossos novatos e futuras lendas, Auston Matthews, Mitch Marner, William Nylander, Zach Hyman e Connor Brown. 

Marleau pode jogar como central ou ala e em todos os seus 20 anos com o San Jose Sharks, somente ficou de fora de pouco mais de 30 jogos, o que demonstra que é um jogador muito saudável e que mesmo com a idade já se aproximando dos 40, pode contribuir e muito com a equipe. 

Sejam muito bem vindos Hainsey, Moore e Marleau! A equipe, com certeza está melhor com vocês. 

Agora, o que se fala é que os Leafs podem acabar negociando Tyler Bozak ou James Van Riemsdyk, para reduzir os gastos totais, já que trouxeram Hainsey e Marleau a peso de ouro! Vamos ver os próximos movimentos da equipe, que com certeza estarão aqui no MapleLeafsBrasil! 

Go Leafs Gooooooo

Anúncios

17/10/2013 – Carolina Hurricanes @ Toronto Maple Leafs

sexta-feira, 18 outubro 2013 Deixe um comentário

Os Leafs, apesar das seis vitórias e apenas uma derrota nesta temporada, não têm jogado bem, permitindo muitos chutes à gol e se valendo de seus times especiais e da ótima performance de seus goleiros para chegar às vitórias. Após derrotarem o time do Minnesota Wild, os Leafs receberam a visita do Carolina Hurricanes.17102013_Canes@Leafs_Banner

Mal a partida começou e os Leafs tiveram uma baixa. Aos 32s, James Reimer protegeu o puck com sua luva, mas Josh Leivo, que vinha em alta velocidade não conseguiu parar ou desviar e acabou acertando a cabeça de Reimer com uma joelhada. O goleiro dos Leafs deixou a partida e saiu do gelo com ajuda. Jonathan Bernier, que ficaria como goleiro backup teve que se apresentar no gol dos Leafs. Para backup de Jonathan Bernier, já que James Reimer não tinha condições de retorno, os Leafs tiveram que, na emergência e na ausência dos goleiros do Toronto Marlies que estavam jogando em Rochester, convocar o goleiro da Universidade de Toronto, Brett Willows, que chegou no Air Canada Centre no início do terceiro período.

17102013_Canes@Leafs_ScorePosso afirmar que os Leafs jogaram bem até a metade do jogo, ou seja, até a metade do segundo período. O primeiro período acabou sem gols, mas com muitas penalidades e chances para ambas equipes e ótimas defesas de Cam Ward e Jonathan Bernier. No início do segundo período, Joffrey Lupul marcou o primeiro gol dos Leafs aos 02m30s. O segundo gol dos Leafs veio justamente do jogador, novato, que ababou colidindo com Reimer, retirando-o do jogo, Josh Leive. Leivo ganhou o puck na zona neutra e partiu em velocidade num contra-ataque de 2 contra 1, o outro jogador dos Leafs puxou a marcação e Leivo marcou um belíssimo gol em Cam Ward. O período terminou com a vantagem dos Leafs no placar por 2 a 0, mas os Leafs já estavam tomando mais chutes à gol. No primeiro período foram 12 para os Leafs e 10 para os Hurricanes, mas nos períodos seguintes, os Hurricanes deram 14 chutes em cada um deles, enquanto os Leafs deram 6 e 8 respectivamente no segundo e terceiro períodos.

No terceiro período, parecia que os Leafs tinham esquecido como jogar hóquei. Os pucks eram rifados ao ataque, a defesa não se acertava e logo aos 02.54, Ryan Murphy recebeu um passe de Jeff Skinner, com o time em powerplay, após uma penalidade cometida por Nazem Kadri, e marcou o primeiro para os Hurricanes, com seu chute sendo desviado pelo taco de Dave Bolland, tirando a chance de defesa de Bernier. Neste momento vi que o terceiro período teria muita pressão por parte dos Canes. Os Leafs insistiam em não acordar e quem não faz, toma. Aos 06m48s, numa jogada em que Carl Gunnarsson não efetuou um passe certeiro, o puck retorna ao meio do gelo e um chute acaba sendo bloqueado por Gunnarsson, e o puck sobra em frente ao gol, para o capitão dos Canes, Eric Staal, que acertou um belo tiro, vencendo Bernier e empatando a partida. Os Leafs até que tentaram chegar ao gol da vitória, mas suas tentativas sempre eram paradas por Cam Ward. Aos 13m04s, Ron Hainsey, chuta da zona defensiva dos Canes, o puck bate na borda sem nenhum jogador dos Canes ou dos Leafs tocar nele e encaminha-se ao final do gelo dos Leafs. O árbitro de linha já estava sinalizando icing, na verdade um hybrid icing, uma nova regra aceita pela NHL durante a pré-temporada, e acredito que Bernier tenha achado que o apito soaria quando o puck chegasse à borda do gelo, mas não houve a chamada para icing pois, aparentemente, Radek Dvorak, estava patinando em direção ao puck, à frente dos defensores dos Leafs. O que ocorreu foi uma das jogadas mais bizarras já vistas. Assim como um gol permitido por Jonathan Quick, ex-companheiro de equipe de Bernier, o puck bateu na borda do fundo do gelo, atrás do gol dos Leafs e desviou em direção a Bernier. Bernier que aguardava o apito acabou olhando para os árbitros, e o puck acabou por bater em seu patins direito e entrando. Após uma discussão entre os árbitros, o gol foi validado. Os Leafs ainda tentaram uma reação e, aos 19m00s, Kadri tentou um chute forte, com seu time em Empty Net, mas o tiro pegou o travessão.

A partida acabou com o placar de Hurricanes 3 x Leafs 2, numa derrota de virada que, apesar de triste, acabou sendo merecida. Os Leafs pararam após 30 minutos de jogo e ainda tomaram um gol bizarro. É a segunda derrota dos Leafs na temporada e a equipe ainda tem muito a melhorar para nos levar aos playoffs. O próximo jogo será em Chicago contra o ex-time de Dave Bolland, o atual campeão, Chicago Blackhawks.

GO Leafs GO!!!!!!

27/02/2011 – Toronto Maple Leafs @ Atlanta Thrashers

segunda-feira, 28 fevereiro 2011 Deixe um comentário

Os Leafs, que ontem perderam dos Penguins no shootout, logo após a partida voou de Toronto para Atlanta para um jogo às 17h00, horário local. Sabendo que a equipe já vem de um jogo difícil na última quinta-feira, contra os Canadiens, podemos ter certeza de que o time estaria cansado no gelo.

No início da partida, o cansaço começou a ser mostrado e os Leafs não deram sequer um chute à gol nos primeiros 6 minutos de jogo. Para quebrar esse número, Kulemin trata de abrir o placar aos 6m09s, no primeiro chute dos Leafs à gol! O jogo parecia ter ido para o lado dos Leafs, apesar do maior número de chutes à gol dos Thrashers. Após o primeiro gol, Kessel, aos 08m34s, avança sozinho com o puck e os dois defensores dos Thrashers ficaram esperando Kessel passar o puck, e ele decidiu partir para o gol. Ondrej Pavelec defendeu a primeira tentativa e Kessel aproveitou o rebote! Lindo gol de Kessel e os Leafs estavam com 2 a 0 no placar! Pavelec foi então trocado por Chris Mason.

Aparentemente tudo ia muito bem para os Leafs, quando no início do segundo período, antes dos 2 minutos de jogo, Evander Kane colide com James Reimer, acertando o goleiro dos Leafs na cabeça, com seu joelho. Kane foi penalizado por interferir com o goleiro, mas Reimer, após diversas conversas com os médicos dos Leafs, acabou saindo da partida, dando lugar a Jean Sebastien Giguere. Não houveram gols no segundo período, mas os Leafs ainda jogaram bem…

Veio o terceiro período e acho que o cansaço acabou se abatendo sobre os jogadores. O time voltou apático, errando muito e, logo aos 23 segundos, Andrew Ladd aproveitou um powerplay e diminuiu para os Thrashers, botando fogo no gelo!  O resto do período foi igual … os Thrashers pressionando os Leafs, os Leafs errando e ao final foram um total de 20 chutes à gol dos Thrashers contra apenas 6 dos Leafs! E, infelizmente para os Leafs, os Thrashers empataram a partida com Tim Stapleton, aos 15m24s.

E vamos à prorrogação. Ambos times já somaram um ponto e apenas tentariam definir quem ganharia o outro. Os Leafs demonstraram cansaço e não conseguiram levar perigo ao gol dos Thrashers e, sequer conseguiram segurar os Thrashers nos 5 minutos da prorrogação. Ron Hainsey marcou o gol da vitória dos Thrashers aos 02m31s da prorrogação.

Com a vitória, os Leafs e os Thrashers estão empatados em 10º lugar na conferência Leste, a apenas 4 pontos dos Hurricanes, faltando 20 jogos na temporada! O mês de março será decisivo para estes times!

Os Leafs, desde 12 de fevereiro, ganharam 11 dos 14 pontos disputados e jogam na quarta-feira contra os Penguins, em Toronto, novamente.

Agora cada jogo conta e temos que voltar à coluna de vitórias!

E ainda temos o dia final de trocas amanhã, com Brian Burke sendo esperado por fazer boas trocas para os Leafs!

Vamos que vamos!! E os Leafs podem sim ir aos playoffs este ano … eu creio nisso!

GO Leafs GO

%d blogueiros gostam disto: