Anúncios

Arquivo

Archive for the ‘Toronto Maple Leafs’ Category

Escolhas dos Leafs no Draft da NHL 2017

segunda-feira, 26 junho 2017 Deixe um comentário

O Toronto Maple Leafs adicionou talentos ao seu grupo de jovens jogadores na sexta-feira e sábado, durante o Draft da NHL 2017 na cidade de Chicago, adicionando habilidade e capacidade a cada posição, selecionando sete jogadores.

A primeira escolha foi a de número 17 na primeira rodada, e o Assistente do Gerente Geral e Diretor de jogadores, Mark Hunter subiu ao púlpito e anunciou a seleção do defensor sueco Timothy Liljegren. O jogador de 18 anos, nativo de Kristianstad, na Suécia, marcou um gol e quatro assistências pelos Rögle BK da Liga Sueca na última temporada. Ele sofreu uma crise de mononucleose que limitou seu tempo de jogo, mas jogou muito bem antes disso graças à sua habilidade de mover o puck e sua criatividade no gelo. Liljegren, que tem um estilo de jogo muito parecido com seu conterrâneo Erik Karlsson, disse que espera jogar a temporada 2017-18 na Suécia, mas que almeja disputar uma vaga na NHL na temporada seguinte.

Os Leafs continuaram suas escolhas no sábado, e sua primeira escolha da manhã foi feita na segunda rodada, escolha geral número 59, que pertencia ao Ottawa e foi conseguida na troca envolvendo Dion Phaneuf em 2016 – a escolha original dos Leafs foi repassada ao Tampa Bay na troca que trouxe Brian Boyle para Toronto. A escolha foi usada para selecionar o defensor finlandês, Eemeli Rasanen, que marcou seis gols e 39 pontos pelos Kingston Frontenacs da Ontario Hockey League – OHL na temporada 2016-17. Rasanen, um defensor alto, terá sua altura como benefício, mas ainda precisa melhorar alguns aspectos de seu jogo antes de competir numa posição nos Leafs.

Toronto não tiveram uma escolha de terceira rodada – resultado da negociação que trouxe Mike Babcock ao time – mas eles tiveram duas escolhas na quarta rodada. A primeira foi a de número geral 110, onde selecionaram o goleiro da Western Hockey League, Ian Scott, de 18 anos, que jogou pelos Prince Albert Raiders nas últimas duas temporadas. A segunda, 124 no geral, que foi adquirida dos Penguins na negociação envolvendo Frank Corrado dui usada para selecionar o ala russo Vladislav Kara, de 19 anos, que dividiu sua temporada passada entre o Bars Kazan e Irbis Kazan na Russia, marcando 14 gols e 28 pontos em 65 jogos.

Na quinta rodada, escolha geral 141, os Leafs selecionaram outro defensor corpulento e nativo de Toronto, Fedor Gordeev, que jogou na Ontario Hockey League, defendendo os Flint Firebirds e marcando 3 gols e 13 pontos em 62 jogos na temporada passada. 

Na sexta rodada, escolha geral 172, os Leafs escolheram o central Ryan McGregor dos Sarnia Sting da Ontario Hockey League. Ryan, nativo de Burlington, Ontario, marcou 14 gols e 27 pontos em 65 jogos em sua segunda temporada na OHL.

E com sua última escolha, número geral 203, os Leafs selecionaram o defensor Ryan O’Connell, que jogou as últimas duas temporadas pelo St. Andrew’s College na Ontario’s CISAA (Conference of Independent Schools Athletic Association).

A conclusão que tiramos é que ao final do Draft, Toronto selecionou jogadores com um bom tamanho, mas mais importante que isso, com habilidades e espaço para se desenvolverem  e verem deus jogos crescerem em ligas de desenvolvimento como a AHL, sem pressão por contribuir à equipe da NHL já neste momento.

Sejam bem vindos ao Toronto Maple Leafs!! Que suas habilidades e características te façam chegar à NHL e levar os Leafs à tão aguardada Stanley Cup! 

Anúncios

O Calder Trophy foi para Auston Matthews

quinta-feira, 22 junho 2017 Deixe um comentário

Na noite de ontem, quando a NHL realizou o Expansion Draft, onde o Vegas Golden Knights, mais nova equipe da NHL realizou a escolha de um jogador de cada outro dos 30 times da NHL, para montar sua equipe, também tivemos a entrega de todos os prêmios para os melhores jogadores, técnico e general manager da temporada.

Auston Matthews, jogador de 19 anos que foi a primeira escolha geral dos Leafs no Draft de 2016 acabou como o vencedor do Calder Trophy, troféu dado ao melhor novato na temporada, ou melhor jogador em sua primeira temporada na liga. Sua vitória foi avassaladora com 164 votos para que ele fosse o primeiro colocado, contra apenas 3 de Patrick Laine, o novato que foi a segunda escolha geral de 2016, selecionado pelo Winnipeg Jets. 

Matthews venceu Laine e também Zach Werenski, defensor do Columbus Blue Jackets e sua vitória foi merecida. O jogador dos Leafs marcou 40 gols em sua temporada de estreia, além de 29 assistências. Os 40 gols o deixaram empatado com Nikita Kucherov, em segundo lugar na liga, com apenas Sidney Crosby marcando mais gols, 44. 

Foi a primeira vez desde 1966 que os Leafs tiveram um novato do ano! Será que isso é um sinal de que a Stanley Cup está mais perto? Já que a última vez que os Leafs venceram foi em 1967?!? 

Outro jogador dos Leafs que merece menção é William Nylander, que ficou com a quinta colocação! Parabéns a Nylander que também teve uma temporada fantástica! 

Toda a Leafs Nation está muito entusiasmada com todos os jovens jogadores da equipe, assim como com a direção em que a equipe está caminhando!

Parabéns Auston Matthews!! Que sua carreira te traga ainda muitos mais prêmios e que você seja um dos próximos Leafs a levantar a Stanley Cup! 

Zaitsev fecha contrato com os Leafs por 7 anos

terça-feira, 30 maio 2017 Deixe um comentário

Após uma ótima temporada, onde Nikita Zaitsev jogou os 82 jogos e demonstrou muito valor para a defesa dos Leafs, o jogador russo, que havia sido contratado somente por um ano, aceitou um ótimo contrato com os Leafs!

Os Leafs terão os serviços de Nikita Zaitsev por mais 7 temporadas, num contrato com peso de 4,5 milhões de dólares por temporada. 

Foi um prêmio pelos ótimos serviços dele nesta temporada!

Desta forma os Leafs garantem Zaitsev e Rielly, uma ótima dupla defensiva, por muitos anos por vir! 

Boa sorte Zaitsev! Parabéns Shanahan e Lamoriello!

Go Leafs Goooo

23/04/2017 – Washington Capitals @ Toronto Maple Leafs – NHL Playoffs 2017 – 1a rodada – Jogo 6

segunda-feira, 24 abril 2017 Deixe um comentário

O Toronto Maple Leafs estava com as costas contra a parede após ter sido derrotado na prorrogação no jogo 5 e precisava de todo esforço, foco e atenção, jogando em casa, para levar a decisão para o Jogo 7, em Washington. 

O Washington Capitals também veio preparado para a pressão que os Leafs exerceriam e foi uma disputa emocionante. Brayden Holtby e Frederik Andersen travaram uma batalha espetacular por duas equipes e defendiam todos os chutes possíveis e imagináveis. 

Por dois longos períodos, não houve chute à gol que vencesse os goleiros e isso ocorreu pela primeira vez nesta série. Jake Gardiner chegou a acertar o travessão do gol de Holtby, mas nada fazia o puck entrar! Até que, aos 07m45s do terceiro período, Morgan Rielly manda I puck ao ataque, pela bordas do gelo, e o puck acaba batendo numa das divisões dos vidros e voltando pra frente do gol dos Caps. Auston Matthews não desperdiçou! Dominou o puck e chutou rápido, alto, por cima da luva de Holtby, abrindo implacável e levando todos nós, torcedores dos Leafs, e Joe Bowen à loucura! Era o gol que colocava os Leafs à frente garantindo, naquele momento, o jogo 7! Mas os Caps são um ótimo time e passaram a buscar o resultado. Marcus Johansson empatou aos 12m51s, num gol onde Andersen até defendeu o chute, mas o puck passou lentamente por baixo de suas pernas e cruzou a linha do gol, parando por ali, quase sem forças. O empate levou o jogo para a prorrogação e, mais uma vez, o time visitante foi melhor e aos 06m31s, o mesmo Marcus Johansson, se posicionou à frente de Martin Marincin e se aproveitou de um rebote de Andersen para chutar pro gol. Foi o fim do jogo, o fim da série e o fim desta temporada para os Leafs. 

A equipe que está em modo de reconstrução não tinha nem expectativa de conseguir se classificar aos playoffs, mas jogou bem e lutou até conseguir a vaga de Wild Card e saber que enfrentaria o Washington Capitals, o melhor time da temporada regular, com jogadores muito experientes, como Alex Ovechkin, Brayden Holtby, Justin Williams, TJ Oshie, Evgeny Kuznetsov, Matt Niskanen, Niklas Backstrom e outros! Sabíamos que ia ser difícil e a equipe dos Leafs mostrou que, apesar de jovem e inexperiente, tinha habilidade e muita vontade. Os Leafs simplesmente ofereceram muita resistência aos Caps e igualaram o jogo! Cada jogo Foi decidido por apenas um gol de diferença! Foi o detalhe do detalhe do detalhe que deu a vitória aos Caps! Assim como poderia ter sido pros Leafs! 

Mitch Marner, William Nylander, Zach Hyman, Auston Matthews e Nikita Zaitsev foram os novatos com performance de estrelas da liga! 

Estou orgulhoso desse time e muito esperançoso de que nas próximas temporadas chegaremos ainda mais longe e teremos um time mais entrosado e forte em todas as posições! Mais experiente e que nos dará muitas alegrias! Parabéns Brendan Shanahan, Mike Babcock e Lou Lamoriello, vocês mostraram que sabem o que estão fazendo e que mudaram a direção desta equipe que, de última posição na temporada passada, para uma batalha épica contra os Capitals nos playoffs deste ano! De um time que tinha o retrospecto de ter perdido dos Bruins naquele fatídico jogo 7 em 2013, a essa equipe que não desiste até o último segundo e que nos deu tanto prazer de assistir!

Obrigado Toronto Maple Leafs! 

Nós do Maple Leafs Brasil continuaremos com notícias envolvendo os Leafs, mas num ritmo menor, já que não há mais jogos até outubro! De qualquer forma, em caso de qualquer contratação ou movimentação, teremos novos posts.
Obrigado aos leitores que acompanharam essa temporada! Com certeza estaremos prontos para as próximas! 

21/04/2017 – Toronto Maple Leafs @ Washington Capitals – NHL Playoffs 2017 – 1a rodada – Jogo 5

sábado, 22 abril 2017 Deixe um comentário

Com a série empatada, o Toronto Maple Leafs voltou ao Verizon Center, casa do Washington Capitals, buscando a liderança na série e colocar os Caps em uma situação difícil, tendo que vencer os dois últimos jogos para passar à próxima rodada dos playoffs. 

O jogo, como todos os anteriores, foi muito disputado. Tanto os Leafs quanto os Capitals conseguiam ótimas chances, mas os goleiros continuavam bem. Aos 18m15s do primeiro período, TJ Oshie abriu o placar se aproveitando de um chute de Niklas Backstrom que bateu no travessão e voltou. Nesta jogada,  Zach Hyman acabou mal posicionado e não acompanhou a jogada, ficando congelado na posição. 

Os Leafs voltaram melhor no segundo período e Auston Matthews marcou o terceiro gol dele, aos 06m00s, se aproveitando de uma bela jogada de William Nylander. Com o jogo empatado, Nazem Kadri acabou colidindo com Alexander Ovechkin, mas a colisão foi muito baixa e Ovechkin sentiu o joelho esquerdo e saiu do gelo. Os jogadores dos Caps ficaram furiosos e no restante do jogo, caçaram Kadri no gelo. 

Ovechkin retornou para o terceiro período e estava visivelmente irritado, tentando se vingar de Kadri. Infelizmente os Leafs não conseguiram sucesso em nenhum powerplay que os Capitals permitiram. Os Capitals também não conseguiram marcar mais no período regular, inclusive com uma defesa milagrosa de Frederik Andersen. Brayden Holtby também está muito bem na série e marcar um gol nele é muito difícil! 

Na prorrogação, após perdermos o faceoff na zona ofensiva, os Caps vieram ao ataque e Justin Williams marcou o gol da vitória aos 01m04s, colocando os Capitals com a vantagem na série. Agora os Leafs precisam vencer amanhã no Air Canada Centre para levar a decisão ao jogo 7, em Washington. 

Os jogos estão mostrando que os Leafs, apesar de ser um time jovem, tem jogado de igual para igual com os Capitals que foram o melhor time da temporada regular!

Go Leafs Gooooo – vamos vencer o sexto jogo e levar a decisão para o jogo 7!

19/04/2017 – Washington Capitals @ Toronto Maple Leafs – NHL Playoffs 2017 – 1a rodada – Jogo 4

quinta-feira, 20 abril 2017 Deixe um comentário

Liderando a série por 2 jogos a 1, o Toronto Maple Leafs teria a chance de aumentar a vantagem e colocar o Washington Capitals com as costas na parede.

Sabíamos que os Caps viriam com força total buscando não deixar isso acontecer, mas não conseguimos executar nossa estratégia e jogar de forma a impedir o empate na série.

Os Caps começaram muito melhor e TJ Oshie abriu o placar aos 02m58s, numa jogada em que um chute dos Caps, bateu na parede de fundo e voltou de forma estranha para a frente do gol dos Leafs. Frederik Andersen acabou não reagindo a tempo e TJ Oshie se aproveitou para marcar. Num powerplay, Alex Ovechkin simplesmente ficou parado no local onde mais gosta de desferir chutes ao gol e, por desatenção, nenhum jogador dos Leafs estava marcando ele. Resultado, gol de Ovechkin aos 04m34s. Com dois a zero no placar, os Leafs conseguiram reduzir a liderança com um gol de Zach Hyman desviando um chute de Jake Gardiner, aos 05m16s, colocando o placar ao alcance dos Leafs. Mas a equipe continuava sendo dominada pelos Caps e permitiu mais dois gols de Tom Wilson. 

Com 4 a 1 no placar, tudo ficou mais difícil para os Leafs, mas era é uma equipe diferente daquela que disputou os playoffs pela última vez em 2013. A equipe se manteve lutando e buscando o gol de Brayden Holtby. Aos 05m39s do segundo período, James Van Riemsdyk marcou o segundo gol do time da casa. No final do período, os Caps cometeram duas penalidades e permitiriam aos Leafs jogar por 01m53s no início do terceiro período em vantagem de 5 contra 3.

Os Leafs bem que tentaram mas não conseguiram marcar durante o powerplay. Tom Wilson salvou os Caps de um gol certo, pois Holtby havia defendido um chute de Morgan Rielly, mas o puck ia passando lentamente por baixo das pernas do goleiro dos Caps e ia entrar no gol quando Tom Wilson mergulhou para tirar o puck de lá! Auston Matthews marcou o terceiro dos Leafs aos 12m00s, colocando o placar a apenas um gol de distância, mas os Leafs cometeram um erro na saída com Connor Brown errando um passe e entregando o puck para Niklas Backstrom, que passou para TJ Oshie marcar o quinto dos Caps aos 12m59s. O que está me deixando admirado com a equipe dos Leafs é que não desistimos mesmo assim! Aos 19m33s, jogando sem Frederik Andersen no gol, Tyler Bozak marcou o quarto gol dos Leafs, mas a reação acabou por aí. 

Os jogos desta série estão muito parelhos, com as vitórias sentimos apenas um gol de diferença. Neste jogo, se os Leafs não tivessem cometido alguns erros e mantido a mesma energia do terceiro jogo, teríamos ganhado. Simplesmente se não houvesse o erro que levou ao quinto gol dos Caps, seria mais um jogo a ser decidido na prorrogação.

Com esse resultado, fica garantida a sexta partida da série, a ser jogada no Air Canada Centre no domingo! 

Agora é focar em jogar bem na sexta-feira, em Washington! Mas essa série está com cara que vai ser decidida somente no sétimo jogo! Com certeza muita emoção ainda está por vir! 

Go Leafs Gooooo – Vamos com tudo pra cima deles para garantir a terceira vitória na série! 

17/04/2017 – Washington Capitals @ Toronto Maple Leafs – NHL Playoffs 2017 – 1a rodada – Jogo 3

terça-feira, 18 abril 2017 Deixe um comentário

Com a série empatada, o Washington Capitals foi até o Air Canada Centre para o primeiro de dois jogos no Canadá. O Toronto Maple Leafs contava com toda a energia e vibração de sua torcida, a Leafs Nation, para empurrar a equipe e quem sabe, virar a série.

O jogo começou bem melhor para os visitantes, que abriram dois gols de vantagem com Niklas Backstrom e Alexander Ovechkin, fazendo muitos torcedores pensarem que esse jogo já estava decidido, mas os Leafs não se deram por vencidos e começaram a reagir com Auston Matthews aos 14m08s. Foi o primeiro gol da carreira de Matthews nos playoffs, chutando entre dois defensores e ainda aproveitando o rebote. 

O segundo período viu os Leafs permitirem dois minutos de powerplay para os Caps com dois jogadores a mais no gelo. Mas a equipe se mostrou bem posicionada e os Capitals não conseguiram se aproveitar deste powerplay e nem de um outro posterior. Infelizmente, Evgeny Kuznetsov marcou mais um para os Capitals aproveitando um rebote de Frederik Andersen e chutando de um ângulo bem fechado, mas vencendo o goleiro dos Leafs. Aos 15m13s, Nazem Kadri, que teve uma noite espetacular, jogando muito fisicamente, chutou e o puck desviou em Niklas Backstrom para diminuir a vantagem do time visitante. Aos 19m20s, foi a vez de William Nylander marcar o gol de empate, também o seu primeiro em playoffs! 

Com o jogo empatado, o terceiro período previa muita disputa, mas os Leafs dominaram os Caps durante os 11 primeiros minutos, não deixando o time de Washington sequer chutar ao gol de Andersen. Nesse tempo, Mitch Marner que voltava de uma penalidade, recebeu o puck, podendo partir em break away, mas viu Brayden Holtby sair do gol e conseguir interceptar o puck antes de Marner. 

Os goleiros estavam super bem na noite e não deixaram mais ninguém marcar no período regular, inclusive numa tentativa de Kuznetsov, em que Frederik Andersen foi perfeito e salvou com a perna para os Leafs. Com uma penalidade cometida nos últimos 20 segundos de jogo, por Lars Eller, os Leafs iniciaram a prorrogação em vantagem numérica e não desperdiçaram. Aos 1m37s, Tyler Bozak desviou o chute de Nazem Kadri, marcando o gol da vitória e virando a série! 

Os Leafs mostraram que não ficaram com a mentalidade de que perderiam a série devido ao time de Washington ter sido a melhor da temporada regular. Auston Matthews chegou a dizer que se a equipe pensasse assim, nem deveria estar nos playoffs! 

As equipes voltam ao gelo na quarta-feira, com os Capitals com um enorme peso nas costas, já que se forem derrotados, serão forcados a vencer todos os outros três jogos da série para passar à próxima rodada dos playoffs! 

Os Leafs por sua vez, podem focar em melhorar os erros da equipe e continuar com sua estratégia contra o poderoso time dos Caps.

Essa foi a primeira vez desde 1951 que os Leafs foram à prorrogação nos primeiros três jogos dos playoffs! 

Go Leafs Gooooooo

%d blogueiros gostam disto: