Archive

Archive for the ‘Toronto Maple Leafs’ Category

07/02/2017 – Dallas Stars @ Toronto Maple Leafs

quarta-feira, 08 fevereiro 2017 Deixe um comentário

Vindo de um jogo disputado na noite anterior, em New York, contra os Islanders, os Leafs voltaram para casa para receber os Dallas Stars, que haviam nos vencido em Dallas na semana passada.

Como Frederik Andersen jogou na noite anterior, o goleiro do Toronto Maple Leafs contra o Dallas foi Curtis McElhinney. Pelos Stars, Antti Niemi estava no gelo.

Buscando devolver a derrota sofrida em Dallas, os Leafs começaram pressionando e, apesar de desferir menos chutes à gol que o time dos Stars, que possui um ataque poderoso, saímos à frente no placar com um gol de Jake Gardiner aos 09m09s. Tyler Bozak venceu um face-off na zona ofensiva, passou para Mitch Marner que passou para Gardiner chutar de primeira. 

O segundo período viu os Leafs ainda melhores e Auston Matthews aumentar a liderança com um gol aos 17m32s, desviando um chute de Jake Gardiner. McElhinney conseguiu ótimas defesas, ajudando a equipe a se manter na liderança. 

Para definir a partida, o terceiro período viu Tyler Seguin finalmente vencer McElhinney após receber o puck vindo de um face-off que o Dallas venceu e chutar forte ao gol, aos 04m00s, em powerplay. Os Leafs que haviam defendido 4 minutos de powerplay do Dallas no final do segundo e começo do terceiro período, acabou recebendo um presente dos Stars logo após o gol de Seguin. Foram três penalidades seguidas e que deram aos Leafs quase quatro minutos de vantagem numérica de 5 contra 3. Nikita Zaitsev chutou forte depois de uma boa movimentação de puck dos Leafs no ataque, marcando o terceiro gol dos Leafs aos 07m26s. Ao final, vitória dos Leafs por 3 a 1 com McElhinney defendendo 39 chutes dos Stars.

Foi ótimo vencer dos Stars e melhor ainda vencer em casa, em frente à Leafs Nation, mas a equipe necessita melhorar nos face-offs, algo citado por Babcock como um dos problemas durante os jogos fora de casa. Sem vencer face-offs, o puck não fica com nossa equipe, nem as chances de gol. 

Na quinta-feira enfrentaremos o St. Louis Blues no Air Canada Centre.

Go Leafs Gooooo

Anúncios

06/02/2017 – Toronto Maple Leafs @ New York Islanders

terça-feira, 07 fevereiro 2017 Deixe um comentário

No último jogo da sequência fora de casa o Toronto Maple Leafs foi até o Barclays Center visitar o New York Islanders.

Vindos de vitória, os Leafs não perderam tempo e, mais uma vez, saíram atrás do placar, com um gol de Ryan Strome marcado aos 01m23s. Parece que todos os primeiros chutes à gol encontram o fundo da nossa rede! Nikita Soshnikov conseguiu o empate aos 13m27s e Auston Matthews virou o placar aos 14m51s. O time jogava bem, mas o jogo estava muito disputado. Nikolai Kulemin empatou para os Isles aos 18m13s. 

O segundo período viu os Leafs dominando o placar com gols de Mitch Marner aos 05m12s e Zach Hyman marcouno quarto gol dos Leafs, enquanto os Isles estavam em powerplay (com os Leafs em desvantagem numérica) aos 09m34s. Foi o terceiro gol short handed que Hyman marca na temporada, o maior número da NHL. Infelizmente Brock Nelson diminuiu para os Isles aos 13m48s. 

Com a vantagem de apenas um gol no placar, os Leafs defenderam a vantagem até os 13m30s do terceiro período, quando Josh Bailey marcou. Parecia que o caldo ia entornar, mas William Nylander conseguiu nos colocar à frente no placar novamente aos 17m59s. Os Islanders entraram no modo desespero e retiraram Thomas Greiss. A tática funcionou e os Isles empataram aos 18m31s com Andrew Ladd, que levou a partida à prorrogação. 

A prorrogação com três contra três é sempre emocionante, pois permite muitas chances de gol. Os Leafs tiveram ótima chance, mas Greiss defendeu. Os Isles tiveram um contra-ataque em 3 contra 1 e não desperdiçaram. Brick Nelson marcou o gol da vitória aos 02m42s da prorrogação.

Foi mais uma vitória que simplesmente escorreu pelos dedos! Precisávamos manter os Isles controlados no final do terceiro período e não conseguimos! Um ponto é melhor que nada, ainda mais jogando fora, mas deixar empatar no finalzinho e ainda perder na prorrogação foi um duro golpe. 

Os Leafs voltam ao gelo hoje à noite, em casa, contra o Dallas Stars! Vamos tentar devolver o placar que tivemos em Dallas na semana passada! 

Go Leafs Goooooo

04/02/2017 – Toronto Maple Leafs @ Boston Bruins

segunda-feira, 06 fevereiro 2017 Deixe um comentário

O Toronto Maple Leafs, no meio de uma viagem com seis jogos fora de casa, já perdeu dois e, somando com uma derrota em casa antes da viagem, está a três jogos sem vencer. O Boston Bruins recebeu os Leafs e com cinco jogos a mais, e apenas três pontos à frente na classificação, também não podia desperdiçar pontos contra o adversário de divisão.

Jogar contra os Bruins nunca é fácil! A equipe de Boston tem jogadores muito perigosos como Brand Marchand e Patrice Bergeron, além de um ótimo goleiro em Tuuka Rask. 

Os Leafs não começaram bem e saíram atrás no placar. David Pastrnak abriu o placar para os Bruins logo aos 02m17s, no primeiro chute a gol do time dos Bruins. Os Leafs mantiveram a calma e buscaram o gol adversário até que aos 11m15s, William Nylander marcou um belo gol recebendo um passe de Nazem Kadri em frente ao gol e driblando Tuuka Rask. 

Com o jogo empatado os Leafs foram ao segundo período e após receber um empurrão na zona ofensiva e cair atrás do gol de Rask, James Van Riemsdyk, que voltava para a defesa, acabou recebendo um passe errado da defesa dos Bruins e com muita calma, driblou Rask e marcou por entre as pernas do goleiro para colocar a equipe visitante à frente no placar aos 08m31s. Somente 37s depois, aos 09m09s, William Nylander marcou o terceiro gol dos Leafs e retirou Rask do gelo. Rask foi substituído, mas isso não resolveu o problema para os Bruins que viram Nylander marcar o seu primeiro hat-trick da carreira na NHL aos 10m17s, num powerplay. Quando nós, torcedores dos Leafs pensávamos que com o placar de 4 a 1 a nosso favor, os Bruins estavam totalmente derrotados, a equipe da casa mostrou que não se rende facilmente e após uma briga entre McQuaid e Matt Martin, marcou dois gols de aproximando do placar e voltando ao jogo. Os gols foram marcados por David Pastrnak e Torey Krug. 

Para nosso desespero, Ryan Spooner marcou o gol de empate aos 10m06s, fazendo a torcida no TD Garden ir ao delírio! Connor Brown conseguiu dar a liderança aos Leafs novamente aos 15m15s. Os Bruins vieram pra cima e empataram aos 17m06s com Patrice Bergeron. Apesar de Frederik Andersen estar em uma ótima noite, o puck sobrou sozinho para Bergeron somente empurrar pro gol! Com o fantasma daquele fatídico jogo 7 dos playoffs em que os Bruins viraram o jogo e desclassificaram os Leafs, o jogo ficou desesperador para nós. Mas para nossa alegria, James Van Riemsdyk chutou forte e de forma inesperada para vencer Zane McIntyre, o goleiro dos Bruins e dar a vitória aos Leafs aos 18m24s. 

Martin Marincin não jogou bem e, além de cometer muitas penalidades, seus erros levaram os Bruins a marcar, pelo menos, dois gols. Na minha opinião, ele não deveria estar nos Leafs e sim, ser mandado aos Marlies para dar chance a outros jogadores. 

O próximo jogo fora de casa é hoje, contra os Islanders!

Go Leafs Gooooo

02/02/2017 – Toronto Maple Leafs @ St. Louis Blues

sexta-feira, 03 fevereiro 2017 Deixe um comentário

Vindos da derrota contra o Dallas Stars, o Toronto Maple Leafs buscava voltar a vencer, agora visitando o St. Louis Blues, que acabaram de mandar Ken Hitchcock embora e contrataram Mike Yeo, o que gera um senso de urgência nos jogadores para mostrar seu valor e tudo o que podem fazer pela equipe. 

Frederik Andersen iniciou bem a partida e impediu uma ótima chance de gol para os Blues num contra-ataque. Mitch Marner abriu o placar aos 14m22s e tudo parecia que ia bem para os Leafs, mas Jake Allen, goleiro dos Blues, não permitiu um maior distanciamento dos Leafs no placar e, Alexander Steen empatou o jogo aos 17m58s.

A partir do segundo período os Blues passaram a dominar e os Leafs simplesmente não conseguiram igualar o volume de jogo. Os Blues marcaram com Paul Stastny, aos 06m27s, Vladimir Tarasenko aos 07m02s e Colton Parayko aos 11m02s. Os Leafs desmoronaram e deixaram os Blues abrirem três gols de distancia no placar.

O terceiro período Paul Stastny marcouno seu segundo gol da noite aos 12m28s e selou o placar da vitória dos Blues. 

O Toronto Maple Leafs e Mike Babcock necessitam encontrar um meio de retomar a intensidade de jogo que tinham antes ao All Star Break e, dessa forma, manter as boas chances de ir aos playoffs deste ano.

No sábado jogamos em Boston, quando podemos voltar a vencer!! É torcer e esperar! 

Go Leafs Goooooo

31/01/2017 – Toronto Maple Leafs @ Dallas Stars

quarta-feira, 01 fevereiro 2017 Deixe um comentário

Após o NHL All Star Game, onde Auston Matthews curtiu cada momento ao lado de ídolos de quando apenas sonhava com a NHL, o Toronto Maple Leafs voltou ao gelo no American Airlines Center em Dallas, contra o Dallas Stars. 

O jogo começou de forma absurdamente boa para os Stars que pareciam chutar num gol aberto. Nem Frederik Andersen, que foi substituído após tomar 3 gols em 5 chutes à gol, nem Curtis McElhinney e nem a defesa dos Leafs conseguiram parar o ataque dos Stars no primeiro período! Foram 5 gols dos Stars, contra apenas um dos Leafs! Os Stars marcaram com Devin Shore, Radek Faksa, Lauri Korpikoski, Brett Ritchie e Jamie Benn enquanto os Leafs somente marcaram com Tyler Bozak, num powerplay aos 13m50s. 

O segundo período viu Nikita Soshnikov reduzir a liderança aos 04m19s, após um erro da defesa dos Stars, mas Jason Spezza marcou o sexto gol dos Stars aos 07m49s. Ainda no segundo período, Mitch Marner marcou seu 16º gol aos 10m25s, tentando colocar os Leafs de volta ao jogo. Nos últimos segundos do segundo período, Patrick Eaves partiu sozinho contra McElhinney, que fez ótima defesa, negando o sétimo gol dos Stars.

O terceiro período viu os Leafs pressionarem muito o time da casa, mas Kari Lehtonen roubou a cena e não permitiu mais nenhum gol, mesmo com o número de chutes à gol em 14 a 1 para os Leafs no período. Nikita Soshnikov parecia ter marcados quarto gol dos Leafs, mas a revisão por vídeo invalidou a jogada. 

Não existe explicação para o que aconteceu. Parecia que todos chutes à gol dos Dallas eram certeiros, todos rebotes caíam no taco deles e os defensores dos Leafs não tinham ação sobre os jogadores deles próximos ao nosso gol! Foi um período de pesadelo! Agora é relaxar, esquecer esse jogo e limpar a mente para o próximo em St. Louis na sexta-feira! 

Go Leafs Goooo

26/01/2017 – Toronto Maple Leafs @ Philadelphia Flyers

sexta-feira, 27 janeiro 2017 Deixe um comentário

Não é fácil vencer na NHL! Mais difícil ainda é vencer jogando em noites consecutivas e foi o que o Toronto Maple Leafs tentou fazer, visitando o Philadelphia Flyers apenas uma noite após ter vencido o Detroit Red Wings. Os Flyers por sua vez também vieram de citótia na noite anterior.

O jogo começou bem morno e com ambas equipes mostrando cansaço. As chances eram poucas e muito mais para os Flyers, que jogavam em casa, do que para os Leafs, que mesmo com powerplay, mal conseguiu chutar ao gol de Michal Neuvirth. Dessa forma, num contra-ataque, o ótimo atacante Wayne Simmonds acabou partindo sozinho contra Curtis McElhinney e fez um belíssimo gol aos 12m15s do primeiro período.

Os Leafs terminaram o primeiro período um pouco frustrados, mas voltaram melhor para o segundo. Houve uma troca de domínio de jogo entre os Flyers e os Leafs e, aos 15m35s, William Nylander conseguiu vencer Michal Neuvirth e dois defensores dos Flyers para marcar o gol de empate aos 15m35s. Nylander foi muito oportunista e o melhor jogador dos Leafs na partida, já que Auston Matthews foi muito bem marcado. 

O terceiro período viu os Leafs voltarem a jogar mal, rifando o puck, indo pouco ao ataque, apesar de levar algum perigo a Neuvirth, mas os Flyers tinham melhor volume de jogo e acabaram levando a melhor aos 17m23s, quando Roman Lyubimov chutou despretensiosamente e McElhinney tendo um azar, já que o puck bateu em sua camisa e acabou entrando no gol. Já não havia tempo para buscar o empate, apesar das tentativas dos Leafs. Nazem Kadri chegou a ter uma chance ótima de gol com alguns segundos para o término do terceiro período, mas ele não conseguiu chutar o puck ao gol aberto! 

Esse foi um dos piores jogos dos Leafs que vi nos últimos tempos. O time estava apático, não controlou o jogo e rifou o puck a maioria do tempo, os jogadores pareciam nervosos ou então realmente foi o cansaço de ter enfrentado os Red Wings na noite anterior. 

Vamos aguardar o próximo jogo, contra o Dallas Stars no dia 31 de janeiro, após o All Star Game, em Los Angeles! 

Go Leafs Goooo

25/01/2017 – Toronto Maple Leafs @ Detroit Red Wings

quinta-feira, 26 janeiro 2017 Deixe um comentário

Iniciando uma série de jogos fora de casa, o Toronto Maple Leafs foi ao Joe Louis Arena, que se despede da NHL este ano, visitar o Detroit Red Wings, que terá uma nova arena a partir da próxima temporada. 

Os jovens jogadores dos Leafs e Mike Babcock têm feito um ótimo trabalho e os Leafs tiveram um ótimo jogo. No primeiro período, Auston Matthews roubou o puck de um defensor dos Red Wings, dominou o disco e chutou rápido, abrindo o placar e marcando o seu 23º gol na NHL, aos 05m30s. Matthews realmente confirma tudo que os analistas viam nele para indicá-lo como primeira escolha geral no Draft de 2016.

Veio o segundo período e Frederik Andersen continuou barrando as tentativas dos Red Wings, não permitindo o empate ao time da casa. Roman Polak chutou da linha azul e marcou o segundo gol dos Leafs aos 15m35s. Um jogador que está se destacando é Nazem Kadri, que vem mostrando muito valor no ataque e também na defesa. Na partida ele teve uma jogada no primeiro período em que perdeu o puck na zona neutra e voltou à defesa, mergulhando no gelo e tirando o puck do controle do ataque dos Red Wings com seu taco! Ele também teve ótima participação no segundo gol dos Leafs. 

O terceiro período viu os Leafs dobrarem o placar com gols de James Van Riemsdyk aos 04m19s, quando um chute cruzado foi desviado ao gol pelo próprio Mrazek, e Nikita Soshnikov, aos 08m14s que num contra-ataque conseguiu vencer o goleiro dos Red Wings, fechando o placar. 

É a segunda vitória seguida dos Leafs por um placar de 4 a 0, e o segundo shutout consecutivo de Frederik Andersen. 

Hoje à noite vamos visitar o Philadelphia Flyers! 

Go Leafs Goooo

%d blogueiros gostam disto: