Arquivo

Posts Tagged ‘Mark Streit’

28/02/2013 – Toronto Maple Leafs @ New York Islanders

sexta-feira, 01 março 2013 Deixe um comentário

Apesar da derrota para os Habs em pleno Air Canada Centre na noite anterior, os Leafs foram a New York enfrentar os Islanders e não demonstraram cansaço!20130228_Leafs@Islanders_Banner

Este jogo marcou a volta de James Reimer ao gol dos Leafs, deixando Ben Scrivens como backup, no banco de reservas.

O jogo começou melhor para o time da casa que abriu o placar logo aos 03m34s, numa jogada em que Kyle Okposo conduz o puck ao ataque, vai em direção ao gol e efetua um passe para trás, para a chegada de Josh Bailey, que chutou para colocar o primeiro gol no placar. Os Leafs mantiveram a calma e empataram aos 08m31s com Nazem Kadri, que recebeu um passe de Mark Frazer, foi ao ataque e se aproveitou que Clarke MacArthur forçava passagem pelo meio da defesa, para realizar um belo movimento e mandar o puck para o fundo do gol de Evgeni Nabokov. Este período também teve uma jogada em que Phil Kessel perdeu o puck para Michael Grabner, que o venceu na corrida e foi derrubado por Kessel que concedeu um pênalti shot para os Islanders. Para felicidade dos Leafs, Reimer efetuou uma defesa até fácil no chute de Grabner.

20130228_Leafs@Islanders_ScoreO segundo período viu os Islanders passarem novamente à frente do placar com um gol de Lubomir Visnovsky, aos 06m22s, que Reimer não conseguiu defender. Os Leafs correram atrás do prejuízo e viraram o jogo com o segundo gol de Nazem Kadri, que desviado pelo taco de Mark Streit, encobriu Nabokov aos 08m55s. James Van Riemsdyk também marcou o seu, aos 10m25s, chutando ao gol e aproveitando seu próprio rebote para colocar os Leafs à frente do placar. E, por fim, Nazem Kadri conduz o puck na zona neutra e vai ao ataque pelo lado direito, passando por dois defensores dos Islanders e conseguindo espaço entre os defensores para chutar forte no canto do gol de Nabokov. Com esse gol, marcado aos 14m12s, Kadri marcou o seu primeiro Hat Trick da carreira na NHL!

Com uma vantagem de 2 gols, os Leafs voltaram para o terceiro período confiantes, mas os Islanders voltaram com vontade de dar trabalho e assim o fizeram. Após terem dois gols anulados corretamente pelos árbitros, um de John Tavares e outro de Visnovsky, ambos revistos pela central da NHL em Toronto, os Islanders vão ao ataque e aos 05m31s Andrew MacDonald recebe o puck de Kyle Okposo e chuta forte, de primeira, vencendo James Reimer. O segundo gol dos Islanders no período, que empatou a partida, aos 10m08s, foi marcado do mesmo local do gelo, até parecia um replay. Mark Frazer perdeu o puck para Kyle Okposo que foi ao ataque e chutou forte. Reimer não defendeu. Apesar de ótimas jogadas no ataque, os Leafs eram parados por Nabokov e o placar se manteve empatado, levando os Leafs a sua primeira prorrogação da temporada.

A prorrogação mal teve início Grabner acertou a trave de Reimer. Aos 1m11s da prorrogação Dion Phaneuf recebe o passe de Grabovski, passa pelo seu marcador e vai em direção ao gol de Nabokov. Phaneuf chuta sem chances de defesa para Nabokov e determina o resultado do jogo! Vitoria dos Leafs por 5 x 4 na prorrogação!

24/01/2013 – New York Islanders @ Toronto Maple Leafs

sexta-feira, 25 janeiro 2013 4 comentários

Após uma sólida vitória sobre os Penguins, os Maple Leafs realizaram seu quarto jogo na temporada regular recebenedo o New York Islanders no Air Canada Centre. Matt Frattin entrou no lugar de Joffrey Lupul – Lupul fraturou o braço no jogo anterior e é esperado que ele fique pelo menos 6 semanas sem jogar.

nyi-tor_topo

Os Leafs abriram o placar com pouco mais de dois minutos de partida, com um slap shot do defensor Carl Gunnarsson. A resposta dos Islanders veio com Matt Moulson, aos 8:39. Mas não demorou muito até os Leafs retomarem a liderança: Nazem Kadri fez 2-1 no minuto seguinte e Mikhail Grabovski mandou uma bomba para dentro do gol de Evgeni Nabokov e deixou os Leafs com dois gols de vantagem até o fim do primeiro período.

nyi-torO segundo período começou com boa pressão dos Leafs, mas foram os Isles que descontaram: o veterano Mark Streit marcou em vantagem-numérica (powerplay) aos 11:44, e Brad Boyes empatou aos 13:10. A partir daí os time de Nova Iorque passou a dominar o jogo enquanto os Leafs deram uma esfriada.

Os Islanders viraram o jogo logo no começo do terceiro tempo, com gols de Michael Grabner e Keith Aucoin. Após o quinto gol, James Reimer foi para o gol no lugar de Ben Scrivens – que se mostrou bastante chateado e irritado ao ir para o banco. Moulson, com seu segundo gol na partida, deixou o placar em 6-3 para os Isles, fazendo com que Toronto partisse pra cima na base do desespero. Matt Frattin aumentou um pouco a esperança dos Leafs com um gol aos 17:47 (além do gol, Frattin teve duas assistências). Phil Kessel teve um gol corretamente anulado logo em seguida (Aucoin deu uma de “segundo goleiro” e tirou o puck de cima da linha do gol). Os Leafs estavam no “tudo ou nada”, contando com uma vantagem-numérica e um jogador a mais no lugar do goleiro, ou seja, estavam em 6-contra-4 quando tomaram o sétimo e último gol: Michael Grabner consegue roubar o puck, parte em velocidade, impede que Dion Phaneuf recupere para Toronto, foge da marcação de Kessel, gira e manda para o gol aberto.

Os Leafs terão até sábado para se recuperar dessa derrota acachapante, quando jogarão contra o New York Rangers, em Nova Iorque.

%d blogueiros gostam disto: