Início > Air Canada Centre, Derrota, NHL, NHL Game, Toronto Maple Leafs > 19/01/2015 – Carolina Hurricanes @ Toronto Maple Leafs

19/01/2015 – Carolina Hurricanes @ Toronto Maple Leafs

terça-feira, 20 janeiro 2015 Deixe um comentário Go to comments

A sequência de derrotas começou mais cedo este ano. Os Leafs não conseguem jogar bem se impor, seja jogando fora de casa, ou em casa, como ontem contra o Carolina Hurricanes.

Após perdermos os últimos 4 jogos, voltamos à Toronto com a esperança que um jogo no Air Canada Centre pudesse nos ajudar a recuperar nossa confiança, mas não foi isso o que aconteceu.

O Toronto Maple Leafs, sob o comando de Peter Horachek, possui apenas uma vitória e cinco derrotas sendo três por shutout, além de ter se tornado uma equipe que deixou de marcar gols, após ser a líder em número de gols marcados na temporada.

No gol dos Hurricanes estava Anton Khudobin e dois ex-Leafs, os defensores Carl Gunnarsson e Tim Gleason. Pelos Leafs, Jonathan Bernier começou no gol.

Os Canes abriram o placar aos 07m06s, com Brad Malone e ampliaram com Elias Lindholm aos 07m47s, numa jogada em que os Leafs ganharam o faceoff na zona de ataque, mas o passe foi interceptado por Lindholm que partiu sozinho contra Bernier. Neste período Phil Kessel, que marcou somente um ponto nos últimos oito jogos, teve uma oportunidade de ir sozinho pra cima de Khudobin, mas acabou enganado pelo puck.

Tudo que os Leafs tentavam no ataque era o chamado Dump and Chase, ou seja, lançar o puck ao ataque e partir atrás dele para tentar mantê-lo por lá, técnica que não me agrada muito, pois torna-se fácil para a defesa dominar o puck e sair jogando. Aos 48s do segundo período, Eric Staal ampliou para os Canes, gol que fez Horachek retirar Bernier e substituí-lo por James Reimer, após tomar 3 gols em 13 chutes a gol. No restante do período, Reimer e Khudobin mantiveram o placar inalterado.

No terceiro e último período, Dion Phaneuf deu um hit (Encontrão) em Jarred Staal, foi uma jogada limpa, mas Eric Staal, capitão dos Canes e irmão de Jarred, veio em defesa do irmão e iniciou uma briga com Phaneuf, e levou a pior, claro. Os Leafs bem que tentaram uma reação com um gol de Nazem Kadri aos 14m49s, em powerplay. Foi o primeiro gol de um atacante dos Leafs em cinco jogos. Foram mais de 300 minutos sem marcar um gol sequer, a não ser um de Roman Polak, um defensor. Mas a reação terminou somente neste gol. Aos 18m26s, Eric Staal marcou seu segundo gol da noite, com os Leafs já sem goleiro (empty-net), fechando a noite e a derrota dos Leafs.

Nosso próximo jogo será em Ottawa contra os Senators, se a rivalidade não acordar os Leafs, antes da parada para o All-Star Weekend, não sei o que vai fazer esta equipe voltar aos trilhos.

Go Leafs, pelo amor de Deus, Goooooo

Anúncios
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: