Início > Derrota, NHL, NHL Game, Toronto Maple Leafs > 03/02/2015 – Toronto Maple Leafs @ Nashville Predators

03/02/2015 – Toronto Maple Leafs @ Nashville Predators

quarta-feira, 04 fevereiro 2015 Deixe um comentário Go to comments

O Toronto Maple Leafs está vivendo um dos piores momentos de sua história com nove derrotas seguidas, com um técnico tampão comandando a equipe e sem qualquer sinal de que a equipe pode recuperar a qualidade de jogo que tinha até dezembro de 2014.

Desta vez o adversário foi o time do Nashville Predators, que jogando em casa tem vencido a maioria dos jogos.

Para não variar muito, os Leafs começaram a partida atrás no placar, quando em um powerplay para os Leafs, Nazem Kadri perdeu o puck na zona neutra e o defensor dos Preds, Seth Jones, partiu num contra-ataque contra Jonathan Bernier, que não conseguiu defender o chute de Jones aos 11m52s. Os Predators ainda ampliaram com Shea Weber num powerplay para o time da casa, aos 15m31s.

E lá estavam os Leafs, dois gols atrás do placar no início do segundo período. Parece que a equipe demora para esquentar e isso só ocorre no segundo período. Aos 07m49s, após ótima jogada de Mike Santorelli, Daniel Winnik chuta de primeira para o gol e diminui para os Leafs. Os Leafs continuaram jogando bem mas sem conseguir outro gol. Faltando apenas 01m08s para o final do período, Bernier defende um contra-ataque e sofre um corte na sua perna esquerda, deixando o gelo, sendo substituído por James Reimer.

Reimer permanece no gelo por apenas 05m24s de jogo, defendendo quatro chutes a gol, período em que os Leafs viraram a partida. Isso mesmo! No início do terceiro período os Leafs marcaram dois gols em 37s liderando o placar pela primeira vez na noite. Nazem Kadri se aproveitou de um rebote de Carter Hutton e empatou a partida aos 02m19s. Mike Santorelli marcou o gol da virada aos 02m56s. A virada deu esperanças à Leafs Nation, mas acabou não durando muito. Aos 06m55s, Mike Fisher marca o gol de empate dos Predators, num rebote dado por Jonathan Bernier, que havia retornado ao jogo. Bernier ainda sofreu mais um gol, de Colin Wilson, aos 11m18s, gol da vitória do Nashville Predators. A nona vitória consecutiva jogando em casa, um recorde para a franquia. Já os Leafs igualaram o recorde da maior sequência de derrotas da franquia, 10, marcada em 1967, ano em que a equipe foi campeã da Stanley Cup pela última vez! Será esse um sinal? Creio que não, infelizmente!

Obs.: Jonathan Bernier teve sua perna esquerda cortada e saiu do gelo para ser atendido pelo corpo médico dos Leafs quando o jogo estava com o placar de 2 a 1 pra os Predators, momento em que James Reiner entrou e não permitiu nenhum gol em quatro chutes. Após receber 12 pontos para fechar o corte, Peter Horachek retornou Bernier ao gelo, numa decisão que pode ter sido o motivo da derrota dos Leafs. Reimer estava bem e não havia necessidade de retornar Bernier, mas o técnico quis dar a oportunidade de Bernier retornar e mostrar que está na luta junto com a equipe, pelas vitórias. Na minha opinião não foi uma decisão acertada, como mostra o resultado da partida.

Go Leafs Goooo – Só não sei pra onde!!!

Anúncios
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: