Anúncios
Início > Air Canada Centre, Derrota, NHL, NHL Game, Toronto Maple Leafs > 14/03/2013 – Pittsburgh Penguins @ Toronto Maple Leafs

14/03/2013 – Pittsburgh Penguins @ Toronto Maple Leafs

sexta-feira, 15 março 2013 Deixe um comentário Go to comments

Após 3 derrotas consecutivas contra os Bruins, Penguins e Jets, os Leafs receberam novamente os Penguins no Air Canada Centre pela segunda vez na mesma semana. Os Penguins estavam sem uma de suas estrelas, Evgeny Malkin, que desde o jogo de sábado contra os Leafs, sentiu uma lesão. Sem Malkin, o jogo seria mais fácil? Talvez … apenas talvez …20130314_Penguins@Leafs_Banner

Os Leafs vieram ao gelo com John-Michael Liles pela primeira vez após 12 jogos sem ser relacionado no elenco. Quem saiu para dar lugar a Liles foi Mike Kostka. No gol dos Leafs também não estava James Reimer, mas Ben Scrivens.

O jogo começou com ambas equipes jogando bem e muito fisicamente, como têm sido os jogos dos Leafs e, apesar de diversas tentativas, o placar somente foi alterado no segu do período. Aos 10m01s, Phil Kessel para para Franson que, rapidamente, passa para Tyler Bozak mandar pro fundo do gol de Marc-André Fleury. Nesta jogada James Van Riemsdyk teve um papel muito importante, pois ficou disputando espaço na frente do gol dos Penguins com o defensor e não permitiu uma boa visão da jogada a Fleury. Os Leafs estavam jogando bem, pressionando os Penguins e matando todas as penalidades, inclusive com ótimas defesas de Scrivens, que sempre me parece muito seguro, mais que Reimer. Sem dar chances ao gol de empate o segundo período termina com a vantagem de um gol no placar para os Leafs.

20130314_Penguins@Leafs_ScoreVeio o terceiro período e os Leafs continuavam bem, sem dar muito espaço e com boas defesas de Scrivens. Após a metade do período, os Leafs começaram a, talvez, achar que a partida estava ganha e se descuidaram. Aos 12m42s, Korbinian Holzer, guardem esse nome, perde o puck nas bordas do gelo para Chris Kunitz, numa jogada fácil. Kunitz passou para Sidney Crosby que, bem marcado por Tyler Bozak, usou a sua genialidade e deu um passe de costas para Pascal Dupuis. Dupuis estava sozinho ao lado do gol de Scrivens e, como não havia nenhum defensor com ele, não teve nenhum trabalho para controlar o puck e mandar pro fundo do gol de Scrivens, que ainda tentou fechar o gol, mas não chegou a tempo. Foi o gol de empate com 7m18s faltando no período. Apesar do gol, os Leafs continuaram jogando bem e tiveram duas chances claras de gol, uma com Nazem Kadri que recebeu um belo passe que o deixou cara-a-cara com Fleury, tentou driblar o goleiro e só não marcou o segundo dos Leafs pois Fleury foi genial e seu movimento de perna desviou o puck. A outra jogada foi quando Leo Komarov se aproveitou quando o taco do jogador dos Penguins quebrou no momento do passe, que saiu fraco. Komarov partiu sozinho para o gol dos Penguins, mas chutou muito mal, sem oferecer qualquer dificuldade a Fleury. Aliás, Komarov é um jogador que não tem me impressionado muito. Aos 17m50s, num contra-ataque, Crosby passa para Kunitz que passa para Pascal Dupuis chutar forte, desmarcado, em frente ao gol dos Leafs, marcando o segundo gol dele, e segundo dos Penguins na noite, virando o placar. Nesta jogada novamente ele, Korbinian Holzer, vem patinando de costas, acompanhando o contra-ataque, mas acaba se afastando de Dupuis. Quando percebe o passe para Dupuis, Holzer tenta defender se jogando na frente do puck, o que pode ter tirado a visão de Scrivens, que não conseguiu defender. Os Leafs simplesmente perderam uma partida ganha por erros infantis de sua defesa. Depois do segundo gol, os Leafs ficaram totalmente desarticulados e “rifavam” o puck ao ataque, mas ganharam ainda 2 powerplays seguidos. Faltando aproximadamente 1m de jogo, Scrivens foi para o banco, dando lugar a mais um atacante. Nem assim os Leafs conseguiram pressionar e, faltando apenas 10s para terminar o período, C. Adams chuta da zona defensiva dos Penguins e marca o terceiro dos Penguins, fechando o placar.

Aos Leafs só resta esquecer essa quarta derrota seguida e aguardar os Jets no sábado, num jogo que pode fazer os Jets passarem os Leafs na tabela de classificação. Os Jets ganharam dos Rangers ontem e estão na oitava posição, apenas 1 ponto atrás dos Leafs, mas com um jogo a menos. Os Leafs estão em sétimo, despencando na tabela desde a semana passada, quando o time embalou nas derrotas. O jogo de sábado será crucial para manter os Leafs na zona de classificação aos playoffs desta temporada.

Randy Carlyle precisa analisar o que acontece com a equipe. Dave Nonis já precisa criar estratégias para definir que jogadores poderão ser envolvidos em trocas antes do Trade Deadline. Existem milhões de rumores envolvendo Phil Kessel, Tyler Bozak, Mike Komisarek, e outros, mas nada certo. Enquanto isso Jake Gardiner continua na AHL, somando pontos para os Marlies e já merece a muitíssimo tempo ser chamado aos Leafs.

Na minha opinião, Kessel e Bozak não devem ser trocados. Aliás, Bozak tem jogado muito bem. Concordo que ele ainda não é o central de primeira linha que esperamos, mas ele não compromete e tem vencido muitos face-offs para os Leafs.

Agora é aguardar … e rezar … Pois na temporada passada, logo após sua metade, os Leafs iniciaram um declínio que levou à saída de Ron Wilson e a não classificação aos playoffs. Ainda há tempo suficiente, mas não podemos bobear!

Go Leafs Go

Anúncios
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: