Anúncios

Arquivo

Archive for the ‘Derrota Shutout’ Category

28/03/2016 – Toronto Maple Leafs @ Tampa Bay Lightning

terça-feira, 29 março 2016 Deixe um comentário

Saindo de seus domínios o Toronto Maple Leafs foi até a Flórida enfrentar o Tampa Bay Lightning. Apesar de não jogar mal, não conseguiu um meio de vencer o goleiro dos Lightning, Ben Bishop, que teve uma noite inspirada é simplesmente fechou o gol.

Não faltou esforço e chutes ao gol de Bishop, que ao final da partida chegou ao número de 34, contra apenas 18 dos Lightning sobre Garret Sparks, mas o time da casa parecia pronto a aproveitar as poucas chances concedidas pelos visitantes. 

No terceiro chute ao gol de Sparks, os Lightning fizeram uma jogada onde Victor Hedman deu um longo passe pra Eric Condra, na Blue Line. Condra levou o puck até atrás do gol de Sparks e deu um passe para Mike Blunden abrir o placar aos 07m34s. Nesse mesmo tempo os Leafa já tinham dado sete chutes ao gol de Bishop. Aos 14m29s, foi a vez de Ondrej Palat marcar, aproveitando um rebote de Sparks que simplesmente subiu e caiu em frente ao gol. Sparks não sabia onde estava o puck e quando viu Palat fazendo o movimento de bater no puck no ar, não teve tempo de defender e o puck entrou por entre suas pernas.

Os Leafs continuavam melhores, mas Bishop fazia defesas espetaculares. Numa delas Brad Boyes teve o gol aberto para chutar, mas além de pegar mal no puck, Bishop desviou o chute com seu taco. Aos 06m38s, Victor Hedman marcou o terceiro dos Lightning e fechou o placar ainda no segundo período, numa jogada onde Sparks acabou sendo atrapalhado pelo defensor dos Leafs que tentava tirar um jogador dos Lightning de frente do gol. 

Bishop ainda negou uma tentativa de Nazem Kadri. O jogador dos Leafs fez um ótimo movimento, mas Bishop defendeu parcialmente com a luva e o puck ainda bateu na trave antes de sair pela lateral do gol. 

Esse foi o 16º shutout de Ben Bishop na carreira e o sexto nesta temporada.” Ás vezes o shutout é conseguido com um perfeito jogo de equipe e, às vezes, conseguido somente pelo goleiro, como nesta noite!” Disse o técnico dos Lightning. Steven Stamkos também afirmou que não foi um jogo onde a equipe deu o suporte necessário a Bishop, mas o goleiro achou uma forma de levá-los à vitória.

Os Leafs aproveitam a viagem à Flórida pra enfrentar o Flórida Panthers hoje à noite! Os Panthers estão empatados com os Lightning na liderança da divisão, mas com um jogo a menos. Resta aos Leafs deixá-los empatados vencendo o jogo de hoje! 

Go Leafs Goooo

Anúncios

12/03/2016 – Toronto Maple Leafs @ Ottawa Senators

segunda-feira, 14 março 2016 Deixe um comentário

Mais uma Batalha de Ontario, dessa vez com o Toronto Maple Leafs visitando o Ottawa Senators. Infelizmente os Leafs não conseguiram se impor e o resultado foi mais uma derrota, desta vez por shutout. 

Os Leafs conseguiram jogar o primeiro período muito bem, enfrentando o time da casa com chances iguais de vencer, apesar de ficarem atrás no placar desde os 05m40s, quando Mika Zibanejad venceu Garret Sparks, e com os Leafs jogando melhor que os Senators. 

Entretanto toda essa aplicação acabou no começo do segundo período, quando Cody Ceci ampliou o placar aos 00m19s. Os Lesfs simplesmente não conseguiram mais se impor. 

Para finalizar, o terceiro período viu gols de Zack Smith aos 01m21s e Mark Stone aos 15m21s, fechando o placar em 4 a 0 para os Senators. 

Craig Anderson saiu do jogo com a vitória por shutout e Garret Sparks efetuou um número baixo de defesas, 13, o que demonstrou que os Senators não foram tão bem assim, mas aproveitaram as poucas chances dadas pelos Leafs. 

Na noite seguinte os Leafs visitaram o Detroit Red Wings. 

Go Leafs Go

09/01/2016 – Toronto Maple Leafs @ San Jose Sharks

segunda-feira, 11 janeiro 2016 Deixe um comentário

Para terminar a viagem à Califórnia, o Toronto Maple Leafs foi visitar o San Jose Sharks após vencerem os Ducks e perderem dos Kings.

Mais uma vez Jonathan Bernier estava no gol dos Leafs. 

O jogo começou bem, com ambas equipes disputando o puck e buscando abrir o placar. Nada foi alterado no primeiro período, mas a partir do segundo período, parece que os Leafs haviam deixado o gelo para os Sharks jogarem sozinhos. Brent Burns fez uma ótima jogada, vencendo Kadri e Phaneuf, e por ultimo vencendo Bernier com um ótimo chute, abrindo o placar aos 04m18s. Aos 08m09s, quando os Leafs estavam em powerplay, os Sharks se aproveitaram de um erro na troca de linhas e conseguiram ampliar com um gol de Matt Nieto aos 08m09s. A partir daí os Leafs simplesmente não tiveram mais energia para reagir. Joe Pavelski marcou aos 15m33s e Tomas Hertl aos 17m29s, fechando o período com uma vantagem de quatro gols para os Sharks.

Realmente não houve uma reação dos Leafs, sequer no terceiro período, e os Sharks se aproveitaram disso para aumentar ainda mais a vantagem com gols de Melker Karlsson aos 04m10s, Joonas Donskoi aos 09m38s e mais um de Tomas Hertl aos 11m22s. Foi uma ótima vitória dos Sharks, por shutout, com 7 gols marcados em Jonathan Bernier. Foi a 10 vitória dos Sharks nos últimos 11 jogos contra os Leafs. 

Aos Leafs somente restou aprender com a derrota e se preparar para o jogo contra o Columbus Blue Jackets hoje à noite.

Go Leafs Gooooo

31/10/2015 – Pittsburgh Penguins @ Toronto Maple Leafs

segunda-feira, 02 novembro 2015 Deixe um comentário

Bem no Halloween os Leafs receberam a visita do Pittsburgh Penguins e, por consequências, de Phil Kessel. Foi o primeiro retorno de Kessel a Toronto após a troca realizada na pós-temporada e a torcida dos Leafs ficou dividida: parte da torcida o congratulou e disse sentir sua falta e outra parte o vaiou. Minha opinião é que Kessel sempre gostou de jogar em Toronto e adora a cidade, a sua troca foi devido a seu alto salário e a necessidade dos Leafs de iniciar uma reconstrução do zero. Não me gosta nada a ideia de vaiar jogadores que nada fizeram para isso! Já por exemplo, quando os Senators vinham a Toronto, na época do Mats Sundin, eu apoiava a vaia para o Daniel Alfredsson, mas pela rivalidade, não por fatores pessoais, afinal ele também era um grande jogador.

Mesmo com Jonathan Bernier tendo jogado contra os Rangers na noite anterior, como ele teve um ótimo jogo mesmo com a derrota, Mike Babcock o escolheu para mais este jogo.

Nesta partida os Leafs foram assombrados por Pinguins vampiros, ou Penguins zumbis! Os Leafs jogaram mal e não conseguiram marcar um gol sequer! Tudo começou aos 13, isso mesmo, 13m33s do primeiro período, com os Leafs em desvantagem numérica. Os Penguins foram ao ataque e após um chute que passou por baixo das pernas de Bernier, e parou quase na linha do gol, quando Chris Kunitz apareceu para empurrar o puck pra dentro do gol. 

No segundo período os Penguins marcaram um gol num momento em que os Leafs tinham tudo para empatar a partida, já que estávamos em powerplay, mas quem marcou foram os Penguins, com Eric Fehr aos 02m34s. Foi o primeiro jogo de Eric Fehr pelos Penguins e, portanto, seu primeiro gol defendendo os Penguins. Ainda no segundo período, Matt Cullen ampliou aos 10m29s. No terceiro período, Patrick Hornqvist fechou o placar aos 04m31s.

Mais uma derrota dos Leafs que ainda não venceram em casa e somente possuem 1 vitória em 10 jogos! A reconstrução realmente parece que vai ser bem dolorosa aos torcedores dos Leafs. Um jogador que não tem apresentado bom hóquei é Nazem Kadri, que somente possui contrato para este ano.

Hoje recebemos o Dallas Stars, o melhor time da conferência Oeste. Mais uma pedreira para nossa equipe.

Go Leafs Go

08/04/2015 – Toronto Maple Leafs @ Columbus Blue Jackets

quinta-feira, 09 abril 2015 Deixe um comentário

No penúltimo jogo da temporada os Leafs foram à Columbus, no Nationwide Arena, pra enfrentar o também eliminado Columbus Blue Jackets. A diferença é que os Blue Jackets venceram seus últimos oito jogos em casa e os Leafs perderam sete fora de casa.

Infelizmente o time de Toronto não conseguiu jogar e igualar a energia e disposição do time de Columbus e isso levou a um déficit de três gols ainda no primeiro período. Artem Anisimov abriu o placar aos 13m51s, Boone Jenner aos 15m56s e Scott Hartnell aos 19m00s. Realmente os Leafs não mostraram a qualidade que tiveram em jogos anteriores.

No segundo período, aos 03m30s, Ryan Murray marcou o quarto gol em powerplay e retirou James Reimer da partida. O problema é que com 4 gols no placar, contra seu time, a reação é algo próximo do impossível. E Jeremy Morin ainda marcou mais um, mas agora em Jonathan Bernier, aos 16m34s.

Os Blue Jackets não aumentaram o placar por sorte dos Leafs que limparam dois pucks na linha do gol e ainda tomaram chutes que atingiram as traves. David Booth também não conseguiu tirar o zero do placar, negando o shutout de Sergei Bobrovsky, mas seu chute também acabou por encontrar a trave!

Os Leafs fecham a temporada no sábado contra os Habs.

Agora é esperar por uma pós-temporada com muitas boas ações vindas de Brendan Shanahan e Dave Nonis, para que tenhamos uma equipe competitiva na próxima temporada, ou que possa ganhar conjunto na próxima semana e ser competitiva no ano de comemoração de 100 anos desta franquia, em 2017/18.

Go Leafs Goooo

01/03/2015 – Toronto Maple Leafs @ Washington Capitals

segunda-feira, 02 março 2015 Deixe um comentário

Esse final de temporada, com os Leafs “vendendo” muitos de seus jogadores e talvez tentando cair mais na tabela de classificação para conseguir uma melhor escolha no draft, vai ser bem difícil para nós torcedores e para mim, particularmente, escrever posts de derrotas, mas é como tem que ser. Temos que estar ao lado da equipe nas vitórias e nas derrotas! 

Após a derrota na noite de sábado frente aos Canadiens, os Leafs partiram pra Washington. 

Nem bem a partida começou e, aos 00m33s, Alexander Ovechkin abriu o placar para o Washington Capitals, no primeiro chute em James Reimer. Daí em diante foi só ladeira abaixo para os Leafs, que mais uma vez não conseguiram marcar um gol sequer e foram derrotados novamente fora de casa. O Toronto Maple Leafs tem chutado ao gol adversário, mas ou não conseguem um chute de qualidade, ou o goleiro tem total visão da jogada, ou a defesa está pressionando e o chute não sai como deveria.

Ovechkin marcou seu segundo gol da noite aos 05m30s do segundo período. O jogo ainda veria Marcus Johanson e Joel Ward marcarem no terceiro período fechando o segundo shutout sofrido em duas noites seguidas pelo placar de 4 a 0. Johanson marcou em powerplay aos 09m14s e Ward em empty-net aos 15m07s.

Aos Leafs somente restou a ansiedade pelo término do dia de hoje, 02/03/2015, final do período de trocas na NHL, já que a equipe não está poupando ninguém da possibilidade de troca. 

Go Leafs Go

P. S.: os Leafs adquiriram Tim Erixon, um defensor canhoto que foi escolhido na primeira rodada do draft de 2009 pelo Calgary Flames. Erixon já jogou pelo Calgary Flames, depois foi negociado com os Rangers, que o enviou para Columbus na troca por Rick Nash e depois foi enviado ao Chicago Blackhawks. Espero que Erixon comece a dar resultados nos Leafs! 

28/02/2015 – Toronto Maple Leafs @ Montreal Canadiens

segunda-feira, 02 março 2015 Deixe um comentário

Com duas vitórias seguidas os Leafs foram fazer uma visita aos vizinhos, Montreal Canadiens, que estão muito bem nesta temporada. A rivalidade entretanto não fez com que o time de Toronto se saísse bem no confronto.

Logo aos 05m00s, Manny Malhotra recebe um passe de Dale Weise, deixando-o livre em frente à Jonathan Bernier, para abrir o placar. Weise estava vindo com o puck é simplesmente passou o puck para trás, tirando a defesa da jogada. Aos 12m57 foi a vez de Tomas Plekanec marcar. Apesar da liderança do time da casa no placar, o Toronto Maple Leafs tinha mais chutes ao gol de Carey Price, mas o goleiro dos Canadiens estava jogando muito bem e defendia tudo!

O segundo período não teve gols e, no terceiro período, os Canadiens enterraram qualquer chance de reação dos Leafs com um gol de David Desharnais aos 01m02s. O mesmo Desharnais ainda marcaria mais um, em empty-net, aos 17m28s, fechando a vitória dos Habs por 4 a 0. 

Foi um shutout merecido onde os Canadiens, apesar de estarem recebendo muitos chutes à gol, mantinham o controle e Carey Price não deu qualquer chance aos Leafs na noite. 

Parabéns aos Canadiens! Os Leafs não vencem um jogo fora de casa a 15 jogos e não parece que vão parar essa sequência de derrotas.

Go Leafs Gooo

%d blogueiros gostam disto: