Arquivo

Posts Tagged ‘Marcus Johansson’

28/11/2015 – Toronto Maple Leafs @ Washington Capitals

segunda-feira, 30 novembro 2015 Deixe um comentário

Depois de quatro dias sem jogar os Leafs foram à Washington enfrentar os Capitals de Alexander Ovechkin.

No gol desta vez estava Jonathan Bernier já que James Reimer sentiu uma contusão e está sendo poupado.

Infelizmente, mais uma vez, Bernier não conseguiu sair com a vitória e anotou sua nona derrota da temporada. 

Os Capitals abriram o placar aos 03m43s do primeiro período, com Jason Chimera, num contra-ataque, vencendo Bernier facilmente por sobre o ombro esquerdo. Aos 06m13s, Peter Holland empata para os Leafs, que jogavam melhor que o time da casa. 

O segundo período viu o jogo se decidir com um gol de Tom Wilson aos 04m06s, num erro de Bernier e Morgan Rielly. Os Leafs voltaram a empatar com Leo Komarov aos 06m26s, num powerplay. Mas os Capitals conseguiram voltar a liderar o placar com mais dois gols. O primeiro de Marcus Johansson aos 11m08s, num powerplay onde Ovechkin chutou, o puck desviou no taco de Roman Polak e desviou na perna de Johansson para um gol aberto. O outro gol foi marcado por Justin Williams aos 13m26s.

Mais uma vez Jonathan Bernier não se mostrou sólido no gol dos Leafs e, para o jogo de hoje, contra o Edmonton Oilers, Mike Babcock vai usar o goleiro novato dos Leafs, Garret Sparks, que joga na ECHL, pelo Orlando Solar Bears e possui 8 vitórias, duas derrotas e uma derrota na prorrogação nesta temporada, em 11 jogos.

Boa sorte ao Sparks e aos Leafs!

Go Leafs Gooooo

16/04/2013 – Toronto Maple Leafs @ Washington Capitals

quarta-feira, 17 abril 2013 Deixe um comentário

A seqüência de vitórias, ou de jogos pontuando, terminou para os Leafs. Os Capitals jogaram muito bem e dominaram os Leafs na partida.

O time do Washington Capitals está batalhando para manter a liderança na divisão sudeste, que dá direito hoje, à terceira colocação na conferência leste. Esse fato é tão importante que o Winnipeg Jets está com apenas 4 pontos atrás dos Capitals, ocupando a nona colocação, também muito próximo dos Rangers.20130416_Leafs@Capitals_Banner

Quanto ao jogo, os Leafs e Capitals demonstraram muita raça e vontade de ganhar, mas aparentemente os Leafs pareciam cansados por terem jogado na noite anterior, na vitória contra os Devils. O time não conseguiu gerar chances claras de gol e, aos 14m27s, Jack Hillen abriu o placar para o time da casa, num chute à distância, que desviou no taco ou nos patins de Nazem Kadri e tirou Ben Scrivens da jogada. Ao final do período houve muita confusão com os jogadores, muito empurra-empurra, etc.

20130416_Leafs@Capitals_ScoreNo segundo período os Capitals aumentaram muito a vantagem no placar com gols de Martin Erat aos 05m03s, Troy Brower aos 07m55s e Alexander Ovechkin aos 13m59s. Os Leafs, infelizmente não conseguiram proteger o goleiro Ben Scrivens do ataque doa Capitals. Scrivens não teve muito culpa pelos gols sofridos.

No último período, aparentemente os Leafs acordaram e usaram um pouco do gás que tinham, mas foi tarde demais. Mikhail Grabovski marcou o primeiro dos Leafs aos 03m05s. Depois disso, aos 10m58s, Marcus Johansson fechou o placar com o quinto gol dos Capitals.

Apesar de tudo, os Leafs estão na quinta colocação da conferência leste com 53 pontos, três pontos à frente dos Senators, que estão com um jogo a menos (cancelado contra os Bruins e que será jogado no dia 28 de abril). Portanto ainda temos 1 ponto de vantagem, considerando apenas o sexto colocado na classificação. Se formos comparar com o oitavo e nono colocados, Rangers e Jets respectivamente, que estão com 46 pontos, faltam apenas mais 5 jogos, 6 para os Rangers, o que levaria estes times a, no máximo, 56 ou 58 pontos, ou seja precisamos de apenas mais 4 pontos, sendo que teremos dois jogos contra times que também buscam se garantir nos playoffs (Islanders e Senators). Estes jogos ajudariam os Leafs a decidir a presença nos playoffs!!! Finalmente!!!

Go Leafs Gooooooo

05/02/2013 – Toronto Maple Leafs @ Washington Capitals

quarta-feira, 06 fevereiro 2013 Deixe um comentário

O jogo de ontem, contra os Hurricanes, é um daqueles a ser esquecido. Chutamos mais a gol, nao erramos tanto assim, mas o placar final dava a entender o contrário.20130205_Leafs@Capitals_Banner

Dia novo, jogo novo, e desta vez, longe do Air Canadá Centre, onde parece que a equipe sofre com a pressão dos seus devotos torcedores. Os Leafs foram até Washington, buscando a segunda vitória sobre os Capitals nesta temporada. A primeira foi a única vitória em casa até então.

20130205_Leafs@Capitals_ScoreO jogo começou com ambas equipes buscando o ataque, mas quem abre o placar aos exatos 10 minutos é James Van Riemsdyk, num wrap-around, quando o jogador dá a volta por trás do gol, no melhor estilo Mats Sundin! A noite parecia ser dele, pois apenas 2m35s depois, Riemsdyk marca o segundo dos Leafs, segundo gol dele no jogo. Com 2 a 0 no placar, tudo parecia ir muito bem … Até que Marcus Johansson, aos 17m04s, diminui, abrindo o placar para o time da casa, após receber um passe no contra-pé de Ben Scrivens, que não jogava desde 24 de janeiro. O primeiro período terminou com 2 x 1 para os Leafs e com 8 chutes dos Leafs contra 7 dos Capitals.

A disputa continuou no segundo período, e, desta vez quem marcou aumentando a liderança dos Leafs na partida foi Korbinian Holzer, aos 10m34s. Foi o primeiro gol de Holzer na NHL.

No terceiro período os Capitals partiram para o tudo ou nada, mas os Leafs continuaram criando ótimas chances de gol com Phil Kessel, defendido por Michal Neuvirth, e por Nazem Kadri, que numa jogada de contra-ataque, sozinho, foi empurrado para cima de Neuvirth e acabou recebendo uma penalidade por interferência. Essa regra de interferência, pelo menos para mim, é confusa e acaba ficando na interpretação do juiz. Kadri não colidiu com o goleiro, que ficou sem o seu capacete, por vontade própria, ele veio na velocidade e ia desviar, chutando o puck, mas ele foi empurrado por um jogador dos Capitals, para cima de Michal Neuvirth. Bom … Durante a vantagem numérica, com Kadri fora do gelo, Mike Ribeiro consegue o segundo gol dos Capitals, diminuindo a vantagem do time de Toronto. Após o gol dos Capitals, o gelo pegou fogo! Os Capitals pressionavam e os Leafs tentavam o gol que daria maior tranqüilidade na vitoria. Kessel mais uma vez não conseguiu marcar o seu primeiro gol da temporada, mas jogou bem, como sempre, sendo muito rápido e exigindo atenção dos defensores. Faltando por volta de 1m para o término do jogo, os Capitals estavam retirando Michal Neuvirth do gelo, para adicionar um atacante. Neste exato momento, o puck vai para a zona defensiva dos Capitals, com Carlsson dos Capitals controlando o puck e David Steckel próximo. Carlsson acaba furando o chute e Steckel se aproveita e rouba o puck, mas acaba errando o gol, que estava sem goleiro.

Ao final da partida, os Leafs venceram por 3 x 2, na segunda vitória sobre os Capitals nesta temporada, ambas pelo mesmo placar.

GO Leafs Go!!!

05/02/2013 – Toronto Maple Leafs @ Washington Capitals

quarta-feira, 06 fevereiro 2013 Deixe um comentário

O jogo de ontem, contra os Hurricanes, é um daqueles a ser esquecido. Chutamos mais a gol, nao erramos tanto assim, mas o placar final dava a entender o contrário.20130205_Leafs@Capitals_Banner

Dia novo, jogo novo, e desta vez, longe do Air Canadá Centre, onde parece que a equipe sofre com a pressão dos seus devotos torcedores. Os Leafs foram até Washington, buscando a segunda vitória sobre os Capitals nesta temporada. A primeira foi a única vitória em casa até então.

20130205_Leafs@Capitals_ScoreO jogo começou com ambas equipes buscando o ataque, mas quem abre o placar aos exatos 10 minutos é James Van Riemsdyk, num wrap-around, quando o jogador dá a volta por trás do gol, no melhor estilo Mats Sundin! A noite parecia ser dele, pois apenas 2m35s depois, Riemsdyk marca o segundo dos Leafs, segundo gol dele no jogo. Com 2 a 0 no placar, tudo parecia ir muito bem … Até que Marcus Johansson, aos 17m04s, diminui, abrindo o placar para o time da casa, após receber um passe no contra-pé de Ben Scrivens, que não jogava desde 24 de janeiro. O primeiro período terminou com 2 x 1 para os Leafs e com 8 chutes dos Leafs contra 7 dos Capitals.

A disputa continuou no segundo período, e, desta vez quem marcou aumentando a liderança dos Leafs na partida foi Korbinian Holzer, aos 10m34s. Foi o primeiro gol de Holzer na NHL.

No terceiro período os Capitals partiram para o tudo ou nada, mas os Leafs continuaram criando ótimas chances de gol com Phil Kessel, defendido por Michal Neuvirth, e por Nazem Kadri, que numa jogada de contra-ataque, sozinho, foi empurrado para cima de Neuvirth e acabou recebendo uma penalidade por interferência. Essa regra de interferência, pelo menos para mim, é confusa e acaba ficando na interpretação do juiz. Kadri não colidiu com o goleiro, que ficou sem o seu capacete, por vontade própria, ele veio na velocidade e ia desviar, chutando o puck, mas ele foi empurrado por um jogador dos Capitals, para cima de Michal Neuvirth. Bom … Durante a vantagem numérica, com Kadri fora do gelo, Mike Ribeiro consegue o segundo gol dos Capitals, diminuindo a vantagem do time de Toronto. Após o gol dos Capitals, o gelo pegou fogo! Os Capitals pressionavam e os Leafs tentavam o gol que daria maior tranqüilidade na vitoria. Kessel mais uma vez não conseguiu marcar o seu primeiro gol da temporada, mas jogou bem, como sempre, sendo muito rápido e exigindo atenção dos defensores. Faltando por volta de 1m para o término do jogo, os Capitals estavam retirando Michal Neuvirth do gelo, para adicionar um atacante. Neste exato momento, o puck vai para a zona defensiva dos Capitals, com Carlsson dos Capitals controlando o puck e David Steckel próximo. Carlsson acaba furando o chute e Steckel se aproveita e rouba o puck, mas acaba errando o gol, que estava sem goleiro.

Ao final da partida, os Leafs venceram por 3 x 2, na segunda vitória sobre os Capitals nesta temporada, ambas pelo mesmo placar.

GO Leafs Go!!!

%d blogueiros gostam disto: