Arquivo

Posts Tagged ‘Ilya Bryzgalov’

04/04/2014 – Philadelphia Flyers @ Toronto Maple Leafs

sexta-feira, 05 abril 2013 1 comentário

Os Leafs receberam os Flyers, com as duas equipes vivendo bons momentos na temporada e vindos de 3 vitórias! Ambas equipes buscavam continuar com essa seqüência de vitórias e os Leafs poderiam levar alguma vantagem já que os Flyers jogaram na noite anterior e venceram os Habs, podendo estar mais cansados. Os Leafs, pelo contrário, não jogavam desde sábado.20130404_Flyers@Leafs_Banner

Mal começou o jogo e aos 01m19s, após o puck ser enviado pelas bordas do gelo na zona defensiva dos Leafs, os Flyers o recuperaram na linha azul e Erik Gustafsson chuta forte. O chute ia para fora, mas Simon Gagne estava cruzando em frente ao gol de James Reimer e desviou o puck, de backhand, para o gol dos Leafs, abrindo o placar. Os Leafs se mexeram e aos 03m22s, descontaram. Joffrey Lupul chutou e Ilya Bryzgalov deu rebote, que foi aproveitado por Nikolai Kulemin. Com o jogo empatado as equipes continuavam disputando o puck, mas próximo aos 07m de jogo, Jay Rosehill e Adam Hall fizeram um sanduíche de Joffrey Lupul. Lupul voltou ao banco, mas logo depois deixou a partida e foi aos vestiários. Ele não retornou mais ao jogo e deve ser examinado ainda hoje para verificar se houve alguma contusão mais grave. Sem Lupul os Leafs chegaram a virar a partida com um gol de John-Michael Liles aos 16m46s, num chute da linha a azul, que Bryzgalov não conseguiu ver pois havia muitos jogadores tampando sua visão. Infelizmente, aos 18m35s, os Leafs tomam um gol de empate numa jogada em que Sean Couturier conduz o puck para a zona de ataque dos Flyers e efetua um passe. O passe acaba não sendo cortado pelo jogador dos Leafs que acompanhava Couturier e passando entre as pernas de Carl Gunnarsson, chegando até Jakub Voracek, que marcou o gol de empate com o gol praticamente aberto. Um gol infantil, onde o puck tinha que ser desviado, o passe tinha que ser bloqueado ou Reimer tinha que ter sido mais rápido seguindo o puck! O período termina com as equipes empatadas.

20130404_Flyers@Leafs_ScoreNovamente no início do segundo período, aos 54s, Brayden Schenn marca mais um para os Flyers. Os Leafs jogaram muito mal este período, perdendo a disputa pelo puck, não patinando bem, sem velocidade. Reimer por sua vez fez sua parte, defendendo muitas chances de gol contra o forte ataque dos Flyers. Aos 15m53s, Jay Rosehill, um jogador que era dos Leafs, chuta de longe e marca o quarto gol dos Flyers. Reimer chega a reclamar com o árbitro, mas a jogada sequer foi revisada. No Replay, entendi qual foi a reclamação de Reimer. Um jogador dos Flyers vem de trás do gol e não permite a livre movimentação do goleiro, deslocando o stick de Reimer com as pernas, para a esquerda. O chute de Rosehill entra exatamente à direita de Reimer. Erro dos juízes que deveriam ter dado uma penalidade aos Flyers por interferência. Mas nada foi feito e o segundo período termina com a vantagem de dois gols para os Flyers.

No terceiro período os Leafs voltaram melhor e pressionaram muito os Flyers. Aos 06m14s, James Van Riemsdyk recebe um passe de Dion Phaneuf, controla o puck, vira e chuta alto, sobre o ombro de Bryzgalov, diminui do a diferença para somente um gol. No restante do período, quem segurou tudo foi Bryzgalov, que não permitiu o gol de empate. Os Leafs então, no finalzinho da partida, tiraram James Reimer do gol, para tentar o gol de empate, com um jogador a mais no gelo. Após um faceoff na zona defensiva dos Flyers, os Leafs perdem o faceoff e o puck sobra para Luke Schenn, outro ex-Leafs, que chutou de longe. O puck ainda bateu na trave antes de entrar no gol vá no dos Leafs aos 19m43s. Placar final Flyers 5 x Leafs 3.

Os Leafs não jogaram mal, exceto no segundo período. Reimer jogou muito bem e defendeu muitos chutes perigosos. Foi uma derrota que terminou com a seqüência dos Leafs de 8 jogos pontuando. Agora restam apenas 11 jogos para o término da temporada regular e os Leafs necessitam se garantir para os Playoffs!

Go Leafs Gooooooooooooooo

E tomara que Lupul não fique muito tempo fora!!

11/02/2013 – Philadelphia Flyers @ Toronto Maple Leafs

terça-feira, 12 fevereiro 2013 Deixe um comentário

Após 3 vitórias seguidas, fora de casa, os Leafs voltam ao Air Canada Centre para receber a visita do Philadelphia Flyers. Este é o primeiro jogo entre as equipes, após a troca envolvendo James Van Riemsdyk e Luke Schenn. 20130211_Flyers@Leafs_Banner

O primeiro período mal começou e a sorte dos Leafs parecia ter acabado. No ataque, Claude Giroux recuperou o puck atrás do gol de James Reimer, passou para Luke Schenn chutar da linha azul. O chute passou ao lado do gol de Reimer, mas retornou e Wayne Simmonds se aproveitou para abrir o placar aos 38s de jogo, com assistências de Claude Giroux e  do ex-Leafs Luke Schenn. O jogo estava aberto, com chances para ambas equipes, muitos trancos (hits) e disputas pelo puck. Somente aos 14m49s, num contra-ataque, Leo Komarov carregou o puck ao ataque e freou bruscamente, movendo o seu defensor , abrindo espaço para a chegada de Dion Phaneuf, que recebeu o passe de Komarov e deu um chute fortíssimo, acertando o gol de Ilya Bryzgalov, empatando a partida. Antes de terminar o primeiro período os Leafs ainda teriam um minuto de vantagem numérica com 2 jogadores a mais no gelo, mas não conseguiu converter as chances em gols e o período acabou empatado.

20130211_Flyers@Leafs_ScoreO segundo período começou e logo aos 2m05s, Colton Orr se aproveitou de um rebote de Bryzgalov para colocar os Leafs à frente no placar. Menos de 30 segundos depois, aos 2m33s foi a vez de Matt Frattin marcar para os Leafs. Com dois gols de vantagem no placar, tudo parecia que ia bem para a equipe de Toronto até que, aos 4 minutos do segundo período, numa defesa, James Reimer sente dores no joelho esquerdo e deixa o gelo com a ajuda de seus companheiros, causando preocupação em todos os torcedores dos Leafs no Air Canada Centre. Bem quando Reimer mostrava segurança no gol e tinha ótimos números. Reimer efetuou 12 defesas nos 13 chutes à gol que recebeu. Para substituí-lo entrou Ben Scrivens.

O jogo recomeçou e Scrivens substituiu Reimer à altura, mantendo os Leafs no jogo. Aos 6m15s, numa jogada em que Nazem Kadri foi decisivo, ele efetuou um passe e Clarke MacArthur chutou de primeira, sem qualquer chance para o goleiro dos Flyers. Foi neste momento que Ilya Bryzgalov foi retirado do gelo, sendo substituído por Brian Boucher. O período termina com os Leafs vencendo pelo placar de 4 x 1.

O último período chega e os Leafs mantém um ótimo jogo, não permitindo reação aos Flyers. Logo aos 1m11s, James Van Riemsdyk marca o seu, com assistência de Phil Kessel. Se os Flyers tiveram a assistência de Luke Schenn, os Leafs deram o troco com o gol de Riemsdyk. Scrivens no gol fez ótimas defesas, e realmente parece que a decisão de deixar Reimer e Scrivens como os goleiros dos Leafs foi uma decisão acertada. Os goleiros estão muito bem e seguros, ajudando os Leafs a conseguir as vitórias que tanto necessitamos para nos levar aos playoffs. No finalzinho do período, Tye McGinn, ainda consegue diminuir para os Flyers, vencendo Scrivens aos 19m28s, mas já era tarde para uma reação. Scrivens defendeu 32 dos 33 chutes à gol que recebeu, tendo feito uma ótima partida.

Foi a quarta vitória seguida dos Leafs, que voltam a jogar apenas na quinta-feira, contra os Canes, em Raleigh, Carolina.

Quanto à Reimer, parece que as notícias são boas e foi apenas uma torção no joelho, que o tirará dos Leafspor, pelo menos, 3 jogos.

Vamos manter a boa fase e continuar vencendo!!

GO Leafs GO

21/09/2011 Toronto Maple Leafs @ Philadelphia Flyers

quinta-feira, 22 setembro 2011 Deixe um comentário

Após o shutout sofrido no dia 20, em pleno Air Canada Centre, os Leafs foram à Philadelphia enfrentar os Flyers no Wells Fargo Center.

O goleiro dos Flyers foi Ilya Bryzgalov, em seu primeiro jogo defendendo o time da Philadelphia. Os Leafs começaram com Ben Scrivens no gol.

O jogo começou bem para o Toronto, que abriu o placar aos 15m54s do primeiro período, com um gol de Juraj Mikus.

O segundo período contou com o primeiro gol de Matt Frattin como um Leaf, aos 14m31s. Após o gol, os Leafs tiveram continuaram um powerplay que foi cometido aos 12m34s por Jody Shelley, que deu um check em Daryl Boyce, por detrás, o que jogou o jogador dos Leafs de cara no vidro. Boyce quebrou o nariz e deixou o gelo. Ao final do powerplay, Tomas Hyka, ao sair para o gelo, recebeu um belo passe e conseguiu diminuir o placar para 2 a 1, com um belo gol sobre Jonas Gustavsson, aos 17m42s.

No terceiro período, Joe Colborne colocaria os Leafs em vantagem de 2 gols, batendo Bryzgalov aos 04m05s. Gustavsson tomou mais um gol aos 17m52s, num chute de Erik Gustafsson, diminuindo para 3 a 2. Mas novamente Matt Frattin, aos 19m45s, fechou o placar após receber um belo passe de Jerry D’Amigo. Devolvemos a derrota da noite anterior aos Flyers.

Hoje, 22/09/2011, a NHL e Brendan Shanahan definiram que Jody Shelley vai cumprir 10 jogos de suspensão pelo check dado em Daryl Boyce. Segundo a  liga, Shelley poderia ter evitado o check pois Daryl Boyce estava de costas, sem ter como se proteger.

Amanhã os Sabres vão à Toronto! Será que Connolly vai enfrentar seu ex-clube pela primeira vez, já na pré-temporada?

GO Leafs GO.

%d blogueiros gostam disto: