Arquivo

Posts Tagged ‘Jordan Eberle’

11/02/2016 – Toronto Maple Leafs @ Edmonton Oilers

sexta-feira, 12 fevereiro 2016 Deixe um comentário

Continuando a série de jogos fora de casa os Leafs foram visitar Connor McDavid e os Edmonton Oilers.

Neste jogo o goleiro da equipe foi Jonathan Bernier, que enfrentou Cam Talbot pelos Oilers.

Infelizmente para os Leafs, Connor McDavid, que cresceu próximo à Toronto, em Richmond Hill, Ontario, e torceu pelos Leafs durante toda a infância, teve uma noite excepcional.

Aos 03m29s, o ataque dos Oilers fez uma rápida troca de passes e deixou McDavid sozinho contra Bernier. O jovem jogador dos Oilers se utilizou de sua velocidade e venceu o goleiro dos Leafs com um drible, abrindo o placar. Josh Leivo se aproveitou de um erro dos Oilers na zona neutra e empatou para os Leafs aos 08m06s. Foi o segundo gol de Leivo em jogos consecutivos, mas o jogador saiu do gelo com uma contusão e não retornou. 

O jogo estava disputado, mas os Oilers pareciam mais hábeis em aproveitar as oportunidades dadas pelos Leafs. Jordan Eberle voltou a colocar os Oilers à frente aos 06m25s. Num powerplay aos 18m36s, Eberle novamente marca e coloca os Oilers à frente com dois gols de vantagem. Felizmente Jake Gardiner conseguiu uma boa jogada e diminuiu para os Leafs faltando apenas 15s para o término do período.

Realmente a noite foi de McDavid e de Eberle e ambos marcaram no terceiro período, aos 13m55s e em Empty-net, faltando 54s para o final do jogo, respectivamente. McDavid anotou 5 pontos na partida com seus dois gols e três assistências, uma em cada gol de Eberle. 

Este foi o primeiro jogo de Colin Greening pelos Leafs, mas o jogador acabou com um rating plus/minus de -2, ou seja, enquanto estava no gelo, os Leafs sofreram dois gols. 

É isso … Os Leafs não jogaram mal, mas sentimos falta de alguns de nossos jogadores contundidos e demonstramos que ainda necessitamos contratar melhores jogadores para as próximas temporadas. Mas é como Mike Babcock disse: Haverá dor, antes de conseguirmos resultados! 

Go Leafs Gooooo

15/02/2012 – Toronto Maple Leafs @ Edmonton Oilers

quinta-feira, 16 fevereiro 2012 2 comentários

Depois da derrota por 5-1 para o Calgary Flames, os Maple Leafs foram até Edmonton, enfrentar o outro time de Alberta, os Oilers. Os Leafs ainda brigam por uma vaga na Pós-Temporada (Playoffs), já os Oilers figuram na parte de baixo da tabela. Jonas “O Monstro” Gustavsson, que jogou contra os Flames, cedeu lugar para James Reimer.

Diferentemente das últimas partidas, os Leafs não demoraram para pontuar: aos 40 segundos Joffrey Lupul abriu o placar, e Matthew Lombardi aumentou um minuto depois. A resposta dos Oilers veio um minuto após tomar o segundo gol, com Ben Eager. O período terminou em 2-1 a favor dos Leafs, com 14 chutes para Toronto contra 10 de Edmonton.

Os Oilers começaram o segundo tempo num ritmo muito forte e dominando os Leafs. Edmonton conseguiu o empate com Taylor Hall aos 8:15. O período seguiu empatado e com os Oilers melhores no gelo, chutando 12 vezes contra apenas 3 dos Leafs. Vale destacar que, mesmo estando bem longe de Toronto, deu pra ouvir uns gritos de incentivo de “Go Leafs Go!” algumas vezes.

Os Maple Leafs acordaram no terceiro período e voltaram à liderança com um gol de Jake Gardiner em vantagem-numérica (powerplay) aos 6:46. Os Leafs chegaram a ficar novamente em vantagem-numérica aos 10 minutos, mas Lupul foi para a penalty box por enganchar (hooking), levando o jogo para o 4-contra-4 e, posteriormente, dando uma vantagem-numérica de 1 minuto para os Oilers. Depois da vantagem-numérica, Edmonton manteve a pressão e buscou novamente o empate, desta vez com Jordan Eberle faltando menos de cinco minutos para o fim do jogo. Nos dois minutos finais, os Oilers tiveram outra powerplay, mas não conseguiram converter e a partida foi para o tempo-extra (overtime).

Os Oilers começaram atacando no tempo-extra, mas na resposta dos Leafs saiu o gol final: Lupul passa na medida para Tim Connolly por pra dentro do gol e fechar o placar em 4-3 para Toronto.

Depois dessa suada vitória, os Leafs enfrentam outro canadense: o Vancouver Canucks, o terceiro melhor colocado na Liga no momento, e, ainda por cima, na casa deles. É pedreira, mas não pode abaixar a cabeça!

Go Leafs Go!

06/02/2012 – Edmonton Oilers @ Toronto Maple Leafs

terça-feira, 07 fevereiro 2012 Deixe um comentário

Os Leafs estão em uma ótima fase e desejam continuar nesta fase, recebendo o Edmonton Oilers, um time novo, mas que conta com Sam Gagner, jogador que marcou 8 pontos em um jogo na semana passada.

No gol dos Leafs continua James Reimer e pelos Oilers Devan Dubnyk.

Mal o jogo começa e os Oiler já se colocam à frente no placar. Aos 21 segundos de jogo, Jordan Eberle recebe o puck em frente ao gol e chuta batendo James Reimer. Os Leafs correram atrás do prejuízo e, Kessel rouba o puck, passa para Grabovski que passa para MacArthur marcar e empatar o jogo.  Os Leafs ainda passariam à frente do placar com um gol de Jake Gardiner. Desta vez, Grabovski parte com o puck da zona defensiva dos Leafs, vence um defensor na velocidade, passa por trás do gol dos Oilers e passa para Gardiner que bateu, sem chances de defesa. Ao final do período, os Oilers conseguiram um gol de empate em um erro de troca de linhas dos Leafs, que deixou Jordan Eberle, novamente sozinho para marcar em James Reimer. No finalzinho ainda houve um gol dos Oilers, cancelado pelos juízes após análise, argumentando o jogador dos Oilers toca em Reimer, impossibilitando as chancesd e defesa.

Aos 1m45s do segundo período, os Leafs passam bem o puck e Lombardi acha Phil Kessel sozinho ao lado do gol, se aproveitando de um erro de marcação de Ryan Nugent-Hopkins que não acompanhou Kessel. Tyler Bozak é outro jogador que está bem, ele acompanhou um jogador dos Oilers, na zona defensiva dos Oilers, roubou o puck e chutou ao gol, marcdando o quarto gol dos Leafs aos 4m15s. Belíssimo gol, com a raça de Tyler Bozak. Os Oiler diminuíram com um gol de Jeff Petry aos 13m24s. Aumentando novamente a liderança, os Leafs conseguiram marcar o seu quinto gol, aos 16m54s, com Joffrey Lupul. Lupul recebe o puck e chuta a primeira vez, mas Dubnyk salva, no rebote, o puck acaba sendo chutado na direção de Lupul, que o pega com sua luva, joga no gelo e chuta, em frente ao goleiro dos Oilers.

No último período, os Leafs mantiveram a liderança, até os 18m55s, quando com os Oilers em empty-net (sem goleiro, para a adição de mais um atacante), Phil Kessel chuta da zona central e marca o sexto gol dos Leafs na partida, segundo dele na noite.

O interessante deste jogo é que não houveram penalidades para nenhuma das equipes! Isso não é comum de acontecer!!

Hoje temos os Jets em Winnipeg!

GO leafs GO!!

14/12/2010 – Toronto Maple Leafs @ Edmonton Oilers

quarta-feira, 15 dezembro 2010 8 comentários

placar 14/12/2010 Toronto-EdmontonApós a vitória em cima dos Canadiens, os Leafs foram até Edmonton enfrentar os Oilers e dar início aos três jogos contra os times canadenses da Conferência Oeste (após os Oilers virão Calgary Flames e Vancouver Canucks). E a partida teve um apelo especial aos torcedores brasileiros do Toronto: foi a primeira do time a ser exibida na TV, desde a volta da NHL na ESPN.

Os dois times, que não vêm de bons momentos, começaram a partida de maneira empolgante: com bastante trabalho para os dois veteranos goleiros, Giguere e Khabibulin. Dion Phaneuf voltou de contusão para jogar contra o time de sua cidade natal e abriu o placar aos 5:55 do primeiro período. Seis minutos depois, Jordan Eberle dribla Jean-Sebastien Giguere e empata o jogo.

A pressão das duas equipes continua no segundo período, até Grabovski aproveitar uma vantagem numérica e marcar seu nono gol da temporada, devolvendo a liderança da partida para Toronto. Pouco depois, Colton Orr honrou o número 28 do insano Tie Domi e protagonizou uma eletrizante briga contra Zack Stortini, que saiu com um corte abaixo do olho esquerdo. Aos 17:38, sai o terceiro dos Leafs após um chute de Kris Versteeg e a tentativa – falha – do defensor Jason Strudwick tirar o perigo de gol.

No terceiro tempo, os Leafs prevaleceram e Phil Kessel converteu outra vantagem numérica, fechando a partida em 4-1. Além da boa atuação de Giguere, uma das coisas que prejudicou os Oilers foi o excesso de penalidades (foram 6, sem contar as duas por briga).

O próximo confronto dos Maple Leafs será contra os Flames, em Calgary. Tomara que os Leafs consigam manter esse ritmo frenético de jogo contra a antiga equipe de Dion Phaneuf e ponham um fim à maré de altos e baixos.

GO LEAFS GO!!

%d blogueiros gostam disto: