Arquivo

Posts Tagged ‘Josh Bailey’

20/03/2012 – New York Islanders @ Toronto Maple Leafs

quarta-feira, 21 março 2012 1 comentário

Os Leafs voltaram de Boston com a derrota por 8 a 0 sobre os ombros, mas com a necessidade de se preparar para um jogo em casa contra os Islanders. Na tabela de classificação os Leafs possuem 72 pontos e os Islanders 69, empatados em último na conferência leste com os Habs!
Seria um jogo mais fácil já que os Islanders não estão bem classificados, e parecia assim até o terceiro período.
Apesar de jogar melhor, os Leafs não deram muitos chutes à gol durante toda a partida, totalizando somente 14. Mas isso não os impediu de abrir o placar com Phil Kessel aos 10m24s. Kessel passou por trás do gol de Evgeny Nabokov e se posicionou sem marcação, recebeu um passe de Tyler Bozak e desferiu um potente chute que recocheteou na câmera interna do gol e saiu! Os árbitros tiveram que rever a jogada para enfim dar o gol aos Leafs. Os Leafs jogavam bem, mas também tomavam alguns contra-ataques e foi num deles, aos 15m34s que os Islanders empataram. Numa troca de linha os Islanders partiram ao ataque e Jake Gardiner, achando que tinha alguém na cobertura, deixou John Tavares passar com o puck. Tavares deu um passe para Josh Bailey por sobre o taco de Luke Schenn e Bailey não desperdiçou, mandando pro fundo do gol de James Reimer.
No segundo período os Leafs também voltaram a passar a frente no placar com Matthew Lombardi que aos 4m12s venceu Nabokov num wrap-around mandando o puck por entre as pernas do goleiro. O restante do período viu os times batalhando pelo puck e buscando o gol, que veio para os Islanders aos 13m08s com D. Ullstrom, numa jogada bem parecida com a do primeiro gol dos Islanders. Novamente James Reimer não foi rápido o suficiente para se posicionar e defender o chute.
O terceiro período decorria como os dois anteriores, com as equipes disputando o puck e buscando definir a vitória e eu até achava que a partida iria para a prorrogação. Reimer chegou a fazer uma ótima defesa num puck que já estava atrás de sua perna, indo em direção ao gol! Mas a partir dos 13 minutos, os Islanders marcaram mais 3 gols, com Matt Moulson aos 13m56s, PA Parenteau num breakaway aos 15m43s vencendo Reimer facilmente e aos 18m25s quando Moulson marcou o seu segundo da noite com os Leafs sem goleiro, que foi substituído por um atacante adicional. Placar final: NY Islanders 5 x 2 Toronto Maple Leafs.
O time não jogou mal, mas sem uma consistência de James Reimer ou de Jonas Gustavsson, dica difícil sair com a vitória! Os dois primeiros gols dos Islanders, não foram totalmente indefensáveis! Reimer não conseguiu defendê-los, mas após o término do jogo, assisti um pouco da partida entre Calgary Flames e Colorado Avalanche e Varlamov fez defesas incríveis para manter a sua equipe (Avs) no jogo! Se Reimer ou Gustavsson tivessem recebido o mesmo chute, nesta má fase em que se encontram, os Leafs teriam tomado gols de seus adversários!
O que nos resta é vislumbrar o que Burke pode arquitetar para nos levar aos playoffs na próxima temporada, afinal o que necessitamos são apenas algumas peças para termos uma equipe consistente e produtiva! Eu diria que necessitamos de um goleiro mais experiente, como foi Giguere no ano passado, um central de primeira linha para jogar entre Kessel e Lupul e mais alguém para dar experiência ao jovem time dos Leafs, seja no ataque ou na defesa.
O que temos que fazer é parar de dar atenção à idéias como a de vender ou trocar Phil Kessel! Ele é nosso melhor atacante, está tendo seu melhor ano, tem apenas 24 anos, está entre os melhores atacantes e pontuadores da NHL e sem contar com um central à altura! Ele já demonstra o seu valor e ainda continuará assim por muitas temporadas!
Nosso próximo jogo será na sexta-feira, em New Jersey, contra os Devils de Martin Brodeur.
Go Leafs Goooo Sempre!
Não consigo torcer para os Leafs perderem!

24/01/2012 – Toronto Maple Leafs @ New York Islanders

sexta-feira, 27 janeiro 2012 Deixe um comentário

No segundo jogo contra os Islanders, agora no Nassau Veteran Memorial Coliseum, casa dos Islanders, os Leafs buscavam sua segunda vitória em dois dias. Na noite anterior, os Leafs venceram os Islanders com um shutout de Jonas Gustavsson, mas esperavam o time de New York jogar mais duro em casa.

O time dos Islanders escalou o goleiro Al Montoya em substituição a Evgeni Nabokov, que havia perdido na noite anterior.

O jogo nem bem começou, os times nem chegaram a esquentar no gelo e John Tavares abriu o placar aos 1m54s com um chute entre os defensores dos Leafs, após receber um belo passe de Kyle Okposo. Com um gol de vantagem o time continuou pressionando os Leafs que não conseguiram dar mais que 4 chutes à gol no período, todos defendidos por Al Montoya.

No segundo período, os Leafs voltaram melhor, porém foram os Islanders que, num powerplay dos Leafs, Matt Martin rouba o puck e parte para o ataque, vencendo Carl Gunnarsson na velocidade e dando um passe para que Josh Bailey marcasse um gol shorthanded (quando o time está em desvantagem numérica), aos 09m17s, sem qualquer chance de defesa para Gustavsson. Parecia que os Islanders devolveriam a derrota por 3 a 0, sofrida na noite anterior, mas faltando apenas 1m05s para o término do segundo período, os Leafs foram ao ataque e a sequência de passes acaba em Mikhail Grabovski que encontra Clarke MacArthur sozinho para mandar o puck para o fundo da rede dos Islanders. Com o placar de Leafs 1 @ Islanders 2, os times foram para os vestiários e os Leafs se animaram para o último período de jogo.

No terceiro período, Jake Gardiner, jovem defensor que vem jogando muito bem, finalmente vê a chance de marcar o seu primeiro gol na NHL e não desperdiça. Chuta de longe, no meio dos jogadores dos Leafs e Islanders, não permitindo a Al Montoya ver o puck, que foi para o fundo do gol, empatando a partida logo aos 1m47s. Com o gol de empate, o time dos Islanders reacendeu e veio com tudo para cima dos Leafs e do gol de Jonas Gustavsson que fez inúmeras defesas. Mikhail Grabovski marcou o terceiro gol dos Leafs, o gol da virada. Foi uma jogada em que Grabovski vindo num rápido contra-ataque, chuta ao gol de Montoya, mas o puck desvia no taco de um dos defensores, perde força, mas faz uma trajetória mais alta, encobrindo o goleiro! Belíssimo gol, aos 16m29s. Este período ainda veria uma pressão dos Islanders e restando apenas 13 segundos, Mikhail Grabovski tenta fazer um passe longo, usando as bordas, a partir de trás do gol de Gustavsson, mas o puck encontra alguma imperfeição na borda e é desviado em direção à frente do gol de Gustavsson, para o gol de empate de P. A. Parenteau, levando a partida para a prorrogação. É o segundo gol que os Leafs tomam na temporada, após o puck desviar de forma inesperada nas bordas.

Já estaria de bom tamanho conseguir 3 pontos em dois jogos, mas os Leafs queriam a vitória e, na verdade, precisavam da vitória para se aproximar da zona de classificação aos playoffs. Na prorrogação, o time sofreu novamente pressão do time da casa, mas conseguiu roubar o puck na defesa e partiu num contra-ataque fatal, onde MacArthur tinha o gol livre e o chute foi defendido por Al Montoya aos 2m06s. Na revisão dos juízes, com a imagem da cãmera acima do gol de Montoya, os juízes validaram o gol pois o goleiro dos Islanders defendeu o chute com a luva totalmente dentro do gol. Vitória suada e merecida dos Leafs!!!

Gustavsson continua jogando muito bem e merecendo ser mantido no gelo, dando até mais tempo para uma recuperação melhor de Reimer.

O próximo desafio dos Leafs é contra o Pittsburgh Penguins, dia 31 de janeiro, após o All-Star break.

P.S.: O All Star Weekend será transmitido pela ESPN no sábado às 22h00 e no domingo às 19h00, com o Ari Aguiar e Thiago Simões. O Team Chara está contando com o trio de jogadores dos Leafs, Dion Phaneuf, Phil Kessel e Joffrey Lupul.

%d blogueiros gostam disto: