Arquivo

Posts Tagged ‘Martin Jones’

15/11/2018 – Toronto Maple Leafs @ San Jose Sharks

segunda-feira, 19 novembro 2018 Deixe um comentário

Para o segundo jogo na Califórnia, o Toronto Maple Leafs foi visitar o San Jose Sharks. O jogo começou com uma penalidade para os Sharks que deixaram a rápida equipe de Toronto em vantagem numérica.

Logo aos 02m10s, John Tavares marca, apenas 2 segundos após o powerplay acabar. O jogo estava muito disputado e muito rápido. Os Sharks empataram aos 05m28s, com Kevin Labanc. Kasperi Kapanen está mostrando seu valor e aproveitando a oportunidade que está tendo, já que sem William Nylander no elenco, ele tem chances de participar da segunda linha de ataque dos Leafs com Patrick Marleau. Kapanen colocou os Leafs à frente no placar com um gol aos 11m47s. Os Sharks são uma excelente equipe e, aos 12m51s Joe Pavelski empatou novamente num powerplay. Marc-Edouard Vlasic colocou o time da casa à frente no placar aos 18m21s.

O jogo simplesmente estava simplesmente alucinante! Logo aos 02m30s do segundo período, Josh Leivo marcou o gol de empate dos Leafs, vencendo Martin Jones. Kasperi Kapanen usou de sua velocidade para receber um passe de Mitch Marner e marcar o gol da virada dos Leafs, aos 12m06s, com os Sharks em powerplay, ou seja, um gol shorthanded. Acredito que os Sharks acabaram sentindo o golpe e não conseguiram reagir, ou quando tentaram, acabaram parados por Freddie.

Mitch Marner fechou o placar para os Leafs aos 13m54s do terceiro período.

Os Leafs venceram seus dois primeiros jogos na Califórnia e na noite seguinte visitaram o Anaheim Ducks.

Go Leafs Gooooooooo

04/01/2018 – San Jose Sharks @ Toronto Maple Leafs

sexta-feira, 05 janeiro 2018 Deixe um comentário

Numa semana onde perdemos Johnny Bower, uma das lendas dos Leafs e um dos jogadores que venceram a última Stanley Cup dos Leafs em 1967, acabamos perdendo do Tampa Bay Lightning e agora temos uma partida contra Jumbo Joe e o San Jose Sharks, ex-equipe de Patrick Marleau.

Os Sharks são uma equipe muito experiente e que contam com Joe Thornton, Joe Pavelski, Logan Couture, Brent Burns e o goleiro Martin Jones. Mas os Leafs estão bem na temporada e o confronto era entre a terceira equipe da divisão Atlântico, contra a terceira da divisão Pacífico! Aliás, esse ano, a divisão Atlântico está com uma diferença muito grande entre os três primeiros e o quarto colocado: o Tampa Bay Lightning tem 61 pontos, depois temos os Bruins e os Leafs com 50 ( os Bruins têm 4 jogos a menos que nós) e depois temos o Florida Panthers, com três jogos a menos, mas com 39 pontos!

O jogo nem começou e logo aos 00m01s, Nazem Kadri e Joe Thornton iniciaram uma briga onde Kadri, muito menor, segurou na blusa do Joe, como em qualquer luta, mas não viu que segurou parte da barba dele, que aliás só perde para a do Brent Burns. No puxa e empurra, Kadri conseguiu levar Joe ao chão e os juízes separaram os jogadores. Nesse momento viram que um belo tufo da barba de Thornton havia sido arrancada nos puxões! Depois disso, o jogo estava muito disputado e o Toronto Maple Leafs jogava bem quando Auston Matthews abriu o placar, desviando o chute de Connor Carrick aos 18m37s. Infelizmente, Brenden Dillon empatou aos 19m08s, tirando um pouco da animação em Toronto.

Veio o segundo período e os Leafs continuaram jogando muito bem e se impondo. Aos 12m40s, Nazem Kadri desviou um chute de Mitch Marner, num powerplay. A jogada foi revisada para ver se não houve movimento de chute no lance e o gol foi validado. No final do período, aos 18m18s, numa jogada inofensiva, Frederik Andersen acabou se perdendo ao manusear o puck e Chris Tierney não desperdiçou, empatando novamente a partida. Foi o segundo erro de Andersen em dois jogos seguidos!

Entretanto para o deleite dos torcedores do Toronto, o goleiro conseguiu se recuperar e foi determinante na vitória dos Leafs, que só veio no shootout, após uma prorrogação muito emocionante com os Sharks em vantagem numérica nos últimos dois minutos! Auston Matthews abriu o shootout e marcou para os Leafs, infelizmente Mitch Marner e Patrick Marleau não conseguiram vencer Martin Jones e, no terceiro chute, os Sharks empataram com Kevin Labanc! Vieram Nylander e JVR, e nada de gols para os Leafs, assim como Freddie fechava o gol nos chutes dos Sharks. Somente na sexta rodada a partida foi decidida, com um gol de Tyler Bozak e Freddie vendo o chute de Chris Tierney batendo no travessão e não entrando!

Ahhhh, como é bom voltar a vencer após três derrotas!

Amanhã recebemos o Vancouver Canucks!

Go Leafs Gooooo

30/10/2017 – Toronto Maple Leafs @ San Jose Sharks

terça-feira, 31 outubro 2017 Deixe um comentário

No primeiro jogo dos Leafs na viagem que o time está fazendo pela Califórnia, fomos ao SAP Center, casa do San Jose Sharks, ex-equipe de Patrick Marleau que foi contratado pelo Toronto Maple Leafs nesta última pós-temporada.

Os Sharks fizeram um vídeo em tributo a todos os anos que Marleau dedicou suas habilidades à equipe e todos na Arena o aplaudiram e homenagearam. Foi um tributo mais que merecido para um jogador muito habilidoso e que se dedicou aos Sharks por muito tempo. Parabéns Patrick Marleau e Parabéns San Jose Sharks, pelo lindo tributo! 

No jogo em si, os Leafs, apesar de atacarem menos, saíram na frente no placar com um gol de Auston Matthews se aproveitando de um chute de Nikita Zaitsev. Quando Zaitsev ia chutar, Matthews fez um movimento, passando pelo defensor e cruzando em frente do gol, quando controlou o puck com seu patins e bateu sem chances para Martin Jones. Infelizmente para nós, torcedores dos Leafs, a equipe não jogou bem e, durante todo o jogo, fomos dominados pela defesa dos Sharks. 

O Shark Tank é um caldeirão e o time da casa faz o uso de toda a pressão e apoio da torcida contra os adversários. No segundo período, Joe Pavelski empatou, desviando inócuo bem em frente à Frederik Andersen, que não teve tempo de se mover para fechar o gol. Os Leafs simplesmente não conseguiam atacar e deram apenas dois chutes ao gol no segundo período. 

Com o placar empatado em 1 gol para cada equipe, o jogo foi ao terceiro período, quando os Sharks continuaram melhores. Tim Heed colocou os Sharks à frente, virando o placar aos 04m11s, num powerplay. Ele chutou de longe e acertou o canto superior direito do gol de Frederik Andersen. Mais para o final da partida, Joel Ward ainda marcou o terceiro dos Sharks com os Leafs em empty net. No finalzinho ainda deu tempo para Nazem Kadri marcar, mas com o total de 18 chutes à gol durante toda a partida, não houve como os Leafs saírem com a vitória. Os Sharks por sua vez, deram 39 chutes ao gol dos Leafs.

Essa foi a nossa quinta derrota nos últimos 5 jogos e a equipe que estava alegrando a torcida nos primeiros jogos da temporada já começa a deixar a todos preocupados. O problema é a defesa? É o goleiro? É a juventude e falta de experiência? Ainda não temos a resposta, mas temos confiança em Mike Babcock, que tem o conhecimento e experiência para arrumar a casa. Talvez leve um tempo, mas ele vai arrumar o time. 

Go Leafs Gooooooo

28/02/2017 – Toronto Maple Leafs @ San Jose Sharks

quinta-feira, 02 março 2017 Deixe um comentário

Após a notícia de que Brian Boyle agora faz parte da equipe, o Toronto Maple Leafs aguardou o jogador em San Jose, para enfrentar o forte time do San Jose Sharks. Boyle chegou na tarde do dia 28/02 e, para dar espaço no elenco para ele, Frederik Gauthier foi enviado de volta aos Toronto Marlies.

Outro jogador que voltou ao elenco foi Mitch Marner, que reforça o ataque dos Leafs. 

O jogo foi simplesmente eletrizante! A energia e velocidade da partida foram impressionantes! No primeiro período, apesar de sofrer 13 chutes à gol, foram os Leafs que saíram com a vantagem no placar, com o 31º gol de Auston Matthews, num chute que desviou no taco de um jogador dos Sharks e conseguiu vencer Martin Jones aos 06m41s do segundo período, com os Leafs em powerplay.

O time dos Sharks é muito forte e joga muito fisicamente. Eles mantinham total domínio do gelo e circulavam o puck na zona ofensiva, mas eram totalmente parados por Frederik Andersen que jogou de forma espetacular na noite do dia 28! Andersen realizou inúmeras defesas contra o ataque dos Sharks, salvando a equipe de Toronto. Martin Jones também jogava muito bem e não deixou os Leafs dispararem no placar. Houve até uma jogada de Mitch Marner, onde o jovem jogador dos Leafs mostrou seu controle do puck e fez um lindo movimento, antes do chute, mas acabou sendo defendido pelo goleiro dos Sharks. 

Brenden Dillon acabou por empatar o jogo aos 12m17s do segundo período, após uma enorme pressão dos Sharks. Era questão de tempo até o empate, pois os Sharks mandavam no jogo e os Leafs acabavam “rifando” o puck, tendo os passes interceptados, enfim, não jogávamos bem. 

Brian Boyle jogou bem em seu primeiro jogo defendendo os Leafs, vencendo faceoffs, usando seu tamanho e tentando nos ajudar no ataque. Infelizmente para os Leafs, aos 18m33s do terceiro período, Patrick Marleau foi ao ataque sozinho, contra três jogadores dos Leafs, ou seja, sem muita chance de gol, mas a defesa dos Leafs foi toda para cima do Marleau, inclusive Jake Gardiner que perdeu o puck no ataque e permitiu esse contra-ataque aos Sharks, e Marleau conseguiu passar para Tomas Hertl, que chutou de um ângulo bem fechado e conseguiu vencer Andersen. Com apenas 1m23s para o final do período os Leafs partiram para o Empty Net, retirando Frederik Andersen. A tática não funcionou e Joe Pavelski marcou o terceiro gol dos Sharks aos 19m37s, finalizando o placar. 

Não foi um bom jogo dos Leafs, mas nunca é fácil jogar na casa dos Sharks. Hoje temos uma batalha contra os Los Angeles Kings!

Go Leafs Gooo

13/12/2016 – San Jose Sharks @ Toronto Maple Leafs

quarta-feira, 14 dezembro 2016 Deixe um comentário

O Toronto Maple Leafs recebeu a visita do San Jose Sharks, time que não sofre derrotas em Toronto desde 2002, e jogou muito bem até a metade do terceiro período.

Os Leafs começaram muito bem, pressionando os Sharks e controlando o puck. Zach Hyman abriu o placar aos 06m58s do primeiro período, pouco depois de ter saído do gelo após bloquear um chute dos Sharks. Hyman desviou um chute de Auston Matthews, vencendo o goleiro Martin Jones. 

O segundo período viu os Leafs se aproveitarem de uma penalidade dos Sharks e Auston Matthews aumentar o placar aos 07m46s. Matthews vem marcando gols em muitas partidas consecutivas e mostrando porque foi a primeira escolha do Draft deste ano. 

Tudo parecia muito bem e os Leafs administravam a vantagem, até com chances de ampliar, como dois contra-ataques onde Morgan Reilly  e Mitch Marner não conseguiram vencer Jones. O time dos Sharks conseguiu marcar com Justin Braun aos 12m43s e Joe Pavelski em powerplay aos 14m50s, empatando a partida. Parecia que os Leafs tinham parado, esperando o período terminar, ou o jogo, mas os Sharks foram atras do prejuízo e levaram a partida para a prorrogação, onde houve diversas chances de gol para cada equipe, nenhuma aproveitada.

Com a decisão indo para o shootout, os Sharks acabaram por garantir a vitória com um gol de Logan Couture na segunda rodada. Os Leafs não conseguiram marcar com nenhum de seus três jogadores. 

Segundo Mike Babcock, a equipe precisa se conscientizar de que sempre temos que jogar como se a partida estivesse indefinida, como se o próximo gol a definiria para o nosso lado, o que obviamente não aconteceu na noite de ontem. 

Os Leafs agora aguardam a visita do Phoenix Coyotes na quinta-feira, time para onde foi Peter Holland, que pode vir a jogar contra os Leafs.

Go Leafs Goooooo

%d blogueiros gostam disto: