Arquivo

Posts Tagged ‘Olli Jokinen’

14/02/2012 – Toronto Maple Leafs @ Calgary Flames

quarta-feira, 15 fevereiro 2012 Deixe um comentário

Após uma derrota em casa, na noite de Mats Sundin, contra os Habs, os Leafs partiram para uma série de jogos fora do Air Canadá Centre, começando com uma visita aos Calgary Flames! O mais interessante é que a torcida pró-Leafs estava em peso no estádio, apoiando a equipe. Como o time dos Leafs é o de maior torcida no Canadá, quando o time viaja para o Oeste, seus torcedores vêem a oportunidade de assistir à um jogo dos Leafs e realmente comparecem!

Os Leafs não ganham dos Flames em Calgary desde 2002! E seria o sétimo jogo desde então!

Não consegui assistir ao jogo, que começou às 00:00hs! Mas vi o vídeo do resumo do jogo em seis minutos, e vi que os Leafs jogaram bem, mesmo fora de casa!

No primeiro período, os Flames dominar o gelo durante os 10 minutos iniciais! Os Leafs se defendiam como podiam! Após um belo contra-ataque dos Leafs, com direito a um puck na trave, aos 4m43s Alex Tanguay abre o placar, acertando um belo chute no ângulo direito de Jonas Gustavsson! Logo após, num erro de troca de linha dos Leafs, os Flames conseguiram atacar em 2 contra 1, e Olli Jokinen  marcou o segundo dos Flames sem qualquer chance para Gustavsson, aos 8m13s. Finalmente os Leafs conseguiram partir pro ataque e Tyler Bozak, após ganhar o faceoff, ainda se aproveitou de um rebote de Mikka Kiprusoff e acertou a trave, antes de conseguir no novamente chutar e marcar o primeiro gol dos Leafs, colocando os Leafs novamente na partida aos 16m42s!

No segundo período, os Leafs pressionaram e logo no início acertaram o travessão do gol de Kiprusoff, porém em mais um erro de posicionamento, permitiram um breakaway para os Flames, que foi defendido por Gustavsson, mas os árbitros marcaram uma penalidade e os Flames ganharam um penalty shot! Paul Byron dirigiu-se calmamente ao gol de Gustavsson, que apesar de bem posicionado, não conseguiu defender o chute, aumentando a vantagem dos Flames aos 9m15s!

Veio então o terceiro período e os Leafs tentaram pressionar para conseguir a vitória, entretanto erros pontuais novamente foram aproveitados pelos Flames. Primeiro um erro de Grabovski, atrás do gol dos Leafs. Grabo não conseguiu controlar o puck e Cammaleri se aproveitou e passou para Blake Comeau chutar forte e marcar o quarto gol do time da casa aos 15m09s! O ultimo gol foi de Jarome Iginla, capitão dos Flames, aos 17m44s num chute indefensável!

Apesar da quarta derrota seguida, com um placar desfavorável de 5 a 1, os Leafs jogaram bem muito que no jogo anterior, contra os Canadiens! Gustavsson também jogou muito bem e realizou muitas defesas importantíssimas! O resumo do jogo é que os Flames conseguiram aproveitar as oportunidades dadas por erros dos Leafs!

Hoje espero que o cansaço não nos abata! Temos um importante jogo contra os Oilers em Edmonton e, mais do que nunca precisamos da vitória! Ontem os Senators venceram os Lightning por 4 a 0 e agora estão 4 pontos a nossa frente! Fora o fato dos Capitals estarem a apenas um ponto de nós, e com um jogo a menos!

Temos que acordar nessa reta final e não perder pontos preciosos que podem nos fazer falta!

Go Leafs Goooooooooooooooooooo

14/01/2010 – Calgary Flames @ Toronto Maple Leafs

domingo, 16 janeiro 2011 9 comentários

Voltando da sequência de jogos fora de casa, onde os Leafs ganharam 3 dos 4 jogos, o time volta a Toronto para enfrentar o Calgary Flames.

No geral foi um jogo chato … onde os Leafs não mostraram o mesmo jogo ofensivo que os fez ganhar os jogos contra os Sharks, Thrashers e Kings.

O primeiro e o segundo período foram exatamente iguais em números de chutes à gol. Foram 11 chutes para os Calgary Flames e apenas 6 chutes para os Leafs, mas o jogo apenas alterou o placar inicial no terceiro período, quando Matt Stajan, ex-jogador dos Leafs, aos 13m07s aproveitando um rebote de Jean-Sebastien Giguere. Os Leafs começaram então a correr atrás do prejuízo e, com um powerplay no final do terceiro período, com 6 jogadores no gelo, sem Giguere, Mikhail Grabovski se aproveitou de um rebote e marcou o empate dos Leafs, faltando apenas 13 segundos de jogo.

Veio então a prorrogação, sem gols e a decisão foi aos pênaltis (shootout).

Os Leafs começaram bem, com um gol de Bozak e uma defesa de Giguere, porém na sequência, Phil Kessel perdeu sua tentativa e Alex Tanguay marcou, num gol meio esquisito, com o puck entrando devagarzinho no gol de Giguere. Na terceira tentativa, tanto Colby Armstron, quanto Ales Kotalik também marcaram. Fomos então ao quarto chutador … Grabovski pelos Leafs e Olli Jokinen pelos Flames. Grabo que sempre foi um ótimo chutador de pênaltis, perdeu o controle do puck e o jogo foi decidido por Olli Jokinen que venceu Giggy!

Bom, pelo menos os Leafs anotaram um ponto e, qualquer ponto é muito bem vindo!

Agora, o próximo jogo dos Leafs é na quarta-feira, em Nova York, contra os Rangers! Espero que este descanso sirva para colocar os Leafs no caminho das vitórias novamente!

GO Leafs GO !!!!

16/12/2010 – Toronto Maple Leafs @ Calgary Flames

sexta-feira, 17 dezembro 2010 3 comentários

No segundo dos três jogos contra os times do oeste do Canadá, os Maple Leafs não conseguiram repetir o bom resultado da partida contra os Oilers e perderam para o antigo time de Dion Phaneuf, o Calgary Flames, por 5-2.

O primeiro gol da partida saiu do taco de Nikolai Kulemin com pouco mais de seis minutos de jogo no primeiro período. A resposta dos Flames veio menos de um minuto depois, com Mikael Backlund. O jogo estava bem movimentado, com os dois times atacando bastante e o goleiros fazendo boas defesas. No lado dos Leafs, Giguere “roubou” pelo menos três gols dos Flames.

O jogo “lá-e-cá” continuou no segundo período até os quinze minutos, quando os Flames tomaram o controle da situação: o ex-jogador dos Leafs, Matt Stajan faz boa jogada atrás do gol de J S Giguere e passa para Alex Tanguay virar o jogo; Mikhail Grabovski faz um pênalti, os Flames aproveitam o momento e Olli Jokinen converte com um chute de longe (com apenas 10 segundos em Vantagem Numérica); Jokinen e Rene Bourque invadem a área dos Leafs e Bourque faz o quarto gol do Calgary. Tudo isso em 57 segundos. Isso mesmo, três gols em menos de um minuto!

Jonas “O Monstro” Gustavsson joga os últimos vinte minutos no lugar de Giguere. Logo no começo do período, Grabovski faz outro pênalti, e Niklas Hagman (outro ex-jogador de Toronto) aumenta a vantagem aos dois minutos e meio. A “redenção” de Grabovski veio aos 8:45, quando ele faz seu décimo gol na temporada e dá um pouco de ânimo ao abatido elenco dos Maple Leafs. Calgary, com os 5-2, se acomodou e Toronto passou a pressionar. Mas um dos jogadores que chegou mais perto de pontuar foi o capitão dos Flames, Jarome Iginla; durante um contra-ataque Iginla fica cara-a-cara com Gustavsson e Phaneuf mergulha para tentar tirar o puck da jogada, mas acaba tocando Iginla com o taco e dando um penalty-shot para os Flames. Iginla cobra o pênalti e Gustavsson defende sem maiores problemas.

O próximo confronto dos Leafs será no sábado contra os Canucks, em Vancouver.  Passar por um time que conta com Luongo e os gêmeos Daniel e Henrik Sedin e está em terceiro na sua Conferência é sempre um desafio, ainda mais para um time jovem e numa situação delicada como os Leafs.

GO LEAFS GO!

%d blogueiros gostam disto: