Arquivo

Posts Tagged ‘Milan Michalek’

Bem Smith é chamado da lista de waivers 

quarta-feira, 26 outubro 2016 Deixe um comentário

Ontem os Leafs convocaram Ben Smith da lista de waivers. Smith estava no Colorado Avalanche. 

Adicionalmente os Leafs enviaram Milan Michalek para a lista de waivers e, se ninguém o convocar, ele será enviado aos Marlies. 

Os Leafs negociam com os Senators e Dion Phaneuf está incluído na troca!

terça-feira, 09 fevereiro 2016 5 comentários

De acordo com notícias divulgadas no site oficial do Toronto Maple Leafs, Lou Lamoriello, Gerente Geral da equipe, anunciou hoje que a equipe adquiriu os atacantes Milan Michalek, Colin Greening e Tobias Lindberg, o defensor Jared Cowen e uma escolha de segunda rodada do Draft de 2017 do Ottawa Senators em troca dos defensores Dion Phaneuf e Cody Donaghey, assim como os atacantes Casey Bailey, Matt Frattin e Ryan Rupert.

Michalek, 31 anos, registrou seis gols e quatro assistências em 32 jogos com os Senators nesta temporada. Em 729 jogos de sua carreira na NHL jogando pelo Ottawa e San Jose Sharks, ele marcou 438 pontos (206 gols e 232 assistências) e 386 minutos de penalidades. Ele também marcou 24 pontos (15 gols e nove assistências) em 63 jogos de playoff. Michalek foi selecionado originalmente pelos Sharks na sexta escolha geral no NHL Entry Draft de 2003. Ele foi adquirido pelo Ottawa junto com Jonathan Cheechoo e uma escolha de segunda rodada no Draft de 2010 em troca de Dany Heatley é uma escolha de quinta rodada em 2010, em negociação feita em Setembro de 2009.

Greening, 29 anos, dividiu-se entre o Ottawa e seu time afiliado na American Hockey League (AHL), os Binghamton Senators. Nativo de St. John, Newfoundland, ele jogou em apenas um jogo com os Senators da NHL e outros 41 com o Binghamton, os Senators da AHL, marcando sete gols e seis assistências na AHL. Em 256 jogos da carreira na NHL, Greening marcou 87 pontos (38 gols e 49 assistências) e 137 minutos de penalidades. Ele também marcou cinco pontos (três gols e duas assistências) em 17 jogos de sua carreira nos playoffs da NHL. Frenesins foi selecionado pelos Senators na sétima rodada (escolha geral de número 204) no Draft de 2005.

Cowen, 25 anos, marcou quatro assistências em 37 jogos com os Senators nesta temporada. Em 249 jogos da NHL em sua carreira, o nativo de Saskatoon, Saskatchewan marcou 46 pontos (15 gols e 31 assistências) e 174 minutos em penalidades. Em 17 jogos de playoffs, ele marcou quatro assistências. Cowen foi selecionado originalmente pelos Senators na nona escolha geral do Draft de 2009.

Lindberg, 20 anos, marcou cinco gols e 17 assistências em 34 jogos da AHL com o Binghamton nesta temporada. O nativo de Estocolmo foi selecionado pelo Ottawa na quarta rodada(escolha geral de número 102) no Draft de 2013.

Phaneuf, nosso agora ex-capitão, tem 30 anos e jogou um total de 423 jogos com os Leafs em sete temporadas, registrando 196 points (45 gols e 151 assistências) e 598 minutos em penalidades. Ele foi nomeado como o 18º capitão da história dos Maple Leafs em 14 de junho de 2010.

Segundo Lamoriello, Phaneuf foi um jogador e pessoa exemplar. Dion Phaneuf, que estava com a equipe em Calgary, onde enfrentaria sua ex-equipe, o Calgary Flames, foi chamado ao telefone por Lou Lamoriello, logo após a negociação ter sido completada, para receber a notícia. Dion não teve qualquer reação adversa e agiu como um profissional, sem muitos questionamentos, pelo menos neste momento. A negociação de Phaneuf deixará os Leafs sem um capitão definido para o restante dessa temporada.

Essa troca teve como objetivo abrir espaço para que os Leafs possam, possivelmente, negocias a vinda de Steven Stamkos para a próxima temporada. Nada está confirmado ainda, mas para o futuro, os Leafs livraram mais de 20 milhões de dólares  em salários, o que permite que a equipe venha a ter mais liberdade para fazer futuras propostas por jogadores.

Até o final de fevereiro, os Leafs ainda devem aparecer como participantes de outras negociações, continuando com o plano de reconstrução da equipe que Brendan Shanahan iniciou ao final da tentação passada. Nessa reconstrução os Leafs já viram os contratos pesados de Phil Kessel e David Clarkson serem negociados com os Penguins e Blue Jackets, respectivamente. Agora foi a vez de Phaneuf.

Dion, obrigado por todo o seu tempo e dedicação aos Leafs e te desejo boa sorte em sua carreira com os Senators.

Go Leafs Go.

10/10/2015 – Ottawa Senators @ Toronto Maple Leafs

terça-feira, 13 outubro 2015 Deixe um comentário

Com apenas um gol marcado e sete gols sofridos em apenas dois jogos, os Leafs não tiveram o início de temporada que sonhavam, mas o que passou não temos como mudar e só nos resta focar no próximo jogo que, neste caso, é uma Batalha de Ontario, onde recebemos os Ottawa Senators no Air Canada Centre.

Neste jogo os Leafs foram muito bem! No primeiro período a equipe dominou o gelo e jogou bem tanto na defesa quanto no ataque, mas não converteu esse domínio em gols e o placar acabou não sendo alterado.

O início do segundo período foi um total pesadelo para os Leafs, com os Senators marcando três gols, todos em vantagem numérica, powerplay, em menos de cinco minutos! Foi uma implosão nos Leafs! Tudo começou aos 0m46s, com Kyle Turris com um chute que Reimer não conseguiu defender, depois aos 03m38s com Alex Chiasson que se aproveitou de uma equivocada troca de linhas dos Leafs, saiu do penalty box e recebeu um passe que o deixou sozinho contra James Reimer! O terceiro gol foi marcado aos 04m56s com Milan Michalek. O que foi mais impressionante neste jogo foi a reação dos Leafs. Aos 07m05s, os Leafs pressionavam os Senators e Joffrey Lupul marcou um belo gol, abaixo da luva de Craig Anderson. Ainda no segundo período, Tyler Bozak diminuiu a diferença para somente um gol, aos 14m33s, deixando os Leafs mais confiantes numa possível virada.

O terceiro período viu o ímpeto dos Leafs continuar com força total! Aos 03m18s, chegamos ao empate, com um belo gol de Peter Holland que recebeu um passe bem posicionado e enganou Craig Anderson, chutando de backhand! Os Senators ainda marcaram o seu quarto gol, num chute muito forte de Mark Stone aos 08m59s. Os Leafs não desistiram e continuaram pressionando! Aos 16m12s, com Brad Boyes saindo do penalty box, os Leafs armaram um contra-ataque e Daniel Winnik ficou cara a cara com Craig Anderson. Winnik fez uma jogada maravilhosa, driblando Anderson e marcando um golaço, mas o puck bateu na câmera no fundo do gol e voltou ao gelo e a arbitragem, inicialmente, não oficializou o gol, achando que o puck (disco) não havia entrado. Depois de alguns segundos, o gol foi validado é mais uma vez os Leafs empataram a partida.

O empate levou o jogo à prorrogação e, apesar de jogarem em vantagem numérica, os Leafs não chegaram ao gol de vitória, sendo o jogo decidido nos pênaltis! Os Leafs começaram melhor, com P.A. Parenteau marcando e Kyle Turris sendo defendido por Reimer. Mas Tyler Bozak e Joffrey Lupul não conseguiram marcar para os Leafs enquanto Bobby Ryan e Mike Hoffman marcaram para os Senators.

Ainda não vencemos, mas a raça e o esforço estão presentes! Gostei da equipe neste jogo e creio que estamos melhorando a cada partida! Reimer jogou bem e não foi dele a culpa dos gols sofridos.

Agora é aguardar até sexta-feira, quando vamos a Columbus enfrentar os Blue Jackets que também não estão tendo um bom início de temporada. Aliás é o time do ex-Leafs, David Clarkson! 

Go Leafs Go! 

%d blogueiros gostam disto: