Arquivo

Posts Tagged ‘Tyler Seguin’

25/03/2013 – Toronto Maple Leafs @ Boston Bruins

terça-feira, 26 março 2013 Deixe um comentário

Com o fim da seqüência de derrotas para os Bruins, os Leafs tinham mais um grande desafio a enfrentar, tentar vencer os Bruins na casa deles, o TD Banknorth Garden.20130325_Leafs@Bruins_Banner

Os Leafs começaram bem, agüentando uma pressão dos Bruins nos primeiros minutos da partida e depois igualaram o nível de jogo. O primeiro período não teve gols, mas as duas equipes disputavam todas as jogadas com muita vontade.

20130325_Leafs@Bruins_ScoreNo segundo período, os Leafs abriram o placar aos 02m04s com Joffrey Lupul. Em powerplay (vantagem numérica) os Leafs foram ao ataque e armaram uma bela jogada. Jake Gardiner dominou o puck e conduziu a jogada pelo centro da zona ofensiva. Um defensor se movimentou para cobrir a área por ode Gardiner passava, deixando Lupul sozinho próximo à lateral do gol. Gardiner simplesmente passou o puck para Lupul chutar de primeira, com o gol praticamente aberto. Começamos a acreditar que finalmente venceríamos os Bruins quando Nazem Kadri recupera um rebote de James Reimer e efetua um belo passe para Nikolai Kulemin que avançou entre dois defensores e partiu sozinho para cima de Tuuka Rask. Kulemin efetuou bela jogada e marcou o segundo gol dos Leafs aos 08m01s. A liderança por 2 gols não durou muito, Milan Lucic dominou o puck na zona neutra e avançou com muita velocidade, deixando o defensor dos Leafs para trás. Quando chegou em frente à Reimer, mandou o puck por entre as pernas do goleiro (five-hole). É incrível o número de gols que Reimer toma por debaixo das pernas! Eu gosto do Reimer, mas não sei o que acontece, é impressionante um goleiro da NHL tomar gols assim. Reimer deveria focar seus treinos em defesas contra gols por baixo das pernas. Tudo bem … Nada estava perdido e ainda estávamos na liderança.

No terceiro período, infelizmente os Leafs, mais uma vez, não conseguiram segurar o placar. Aos 10m36s, após Jake Gardiner perder o puck numa disputa atrás do gol, Patrice Bergeron recebe o puck em frente ao gol dos Leafs. Não sei por qual motivo Dion Phaneuf demorou para reagir e, ficou distante do atacante dos Bruins, somente tentando desarmá-lo com o taco. Bergeron chutou e acho que o puck desviou no taco de Phaneuf, empatando o jogo. No restante do jogo os times buscaram a vitória, mas mesmo após a prorrogação, o placar de 2 x 2 não se alterou. Lá fomos nós para o shootout, a conhecida decisão por penaltis.

Pelos Bruins, o primeiro jogador a chutar foi Tyler Seguin, que com calma aguardou Reimer se mover e esperou o momento certo de chutar por sobre a luva do goleiro dos Leafs, marcando o primeiro gol dos Bruins. Agora era a vez de Tyler Bozak. Bozak tem se mostrado um especialista em faceoffs e em shootouts. Marcou um gol por baixo das pernas de Tuuka Rask, empatando. O próximo dos Bruins foi Patrice Bergeron, que fez um movimento longo, Reimer não conseguiu fechar o canto esquerdo do gol com sua perna, foi por onde o puck passou para marcar o segundo gol dos Bruins. A partir daí, Nazem Kadri, Brad Marchand e por último, Nikolai Kulemin perderam as suas tentativas, deixando a vitória, no shootout, com os Bruins.

Sei que uma derrota, mais uma após estarmos vencendo a partida, não é um bom resultado, mas olhando pelo lado de que conseguimos 3 pontos dos 4 possíveis contra os Bruins, considerando que havíamos perdido os últimos 8 jogos para eles, é algo para ser comemorado! Reimer vem jogando bem, mas precisa melhorar duas defesas com a luva, em jogadas atrás do gol, onde por muitas vezes ele entrega o puck para o time adversário e em gol por debaixo das pernas. Jake Gardiner ainda não se encaixou na NHL e, apesar da boa jogada no gol de Lupul, vem cometendo erros defensivos. O ataque dos Leafs não vem produzindo com Kessel e James Van Riemsdyk. São detalhes a serem corrigidos.

Estamos com 38 pontos, em sexto na conferência Leste, e temos somente mais quinze jogos pela frente. É a hora da decisão, de voltar aos playoffs este ano!! Hoje tem jogo em Toronto contra o Flórida Panthers, a pior equipe da conferência, temos que respeitá-los, mas precisamos de dois pontos! Os Devils estão colados em nós na classificação, com 37 pontos!

Go Leafs Go!!!!

07/03/2013 – Toronto Maple Leafs @ Boston Bruins

sexta-feira, 08 março 2013 Deixe um comentário

Jogar em noites seguidas não é fácil, ainda mais após um jogo tão disputado quanto o de ontem, contra os Senators, e pegando pela frente o Boston Bruins no TD Bank North Garden. Os Bruins são um time muito bem entrosado, contando com jogadores habilidosos como Brad Marchand, Tyler Seguin, Rich Peverley e Patrice Bergeron, e jogadores fortes como Zdeno Chara, Milan Lucic e Nathan Horton.20130307_Leafs@Bruins_Banner

No início da partida, ambas equipes disputavam o domínio do gelo e buscavam abrir o placar, mas sem muito sucesso. Pelos Leafs, Ben Scrivens deu um merecido descanso a James Reimer, que acompanhou a partida do banco, sendo o goleiro reserva desta partida. Pelos Bruins, quem estava no gol era Anton Khudobin, deixando Tuuka Rask no banco. O primeiro gol da partida só veio aos 19m07s, numa jogada rápida do contra-ataque dos Bruins, onde Scrivens deu rebote e Patrice Bergeron aproveitou para marcar por entre as pernas do goleiro dos Leafs.

20130307_Leafs@Bruins_ScoreNão se tratava de um placar desolador, mas buscar o resultado dentro da casa dos Bruins é sempre um desafio! O segundo período começa e aos 2m32s, Clarke MacArthur rouba o puck de David Krejci e parte no contra-ataque com Nazem Kadri. MacArthur passa para Kadri no momento certo, para os Leafs empatarem a partida. Aos 7m11s, Tyler Seguin chuta forte e Scrivens nem vê a cor do puck, no gol que colocou os Bruins no somente à frente no placar. Houve boas jogadas de ambos os lados e os goleiros trabalharam bem, mas aos 18m07s, foi a vez de David Krejci aproveitar uma lentidão da defesa dos Leafs, incluindo Nazem Kadri que voltou patinando para a defesa, somente olhando o que estava acontecendo, e aumentou a liderança para dois gols! Se Kadri tivesse voltado com o objetivo de auxiliar a defesa, teria conseguido chegar em Krejci e atrapalhar o chute à gol! O mais curioso é que neste período os Leafs chutaram bem mais a gol que os Bruins (12 a 6), mas os Bruins é que marcaram o dobro de gols! (2 a 1)

No terceiro período não restou opção aos Leafs, a não ser partir para o ataque, mas o time já não tinha mais muito gás para impor o seu jogo. Correram muito mais perigo de tomar um gol do que de diminuir a diferença no placar. Aos 14m52s, num dos 5 chutes a gol dos Leafs no período, Mikhail Grabovski recebe o puck, controla o puck com paciência, e quando a defesa dos Bruins pensou que ele não ia chutar, ele chutou de backhand. O chute desviou em Jay McClement e foi para o fundo do gol de Khudobin! Leafs 2 x Bruins 3. Os Leafs estavam de volta ao jogo com apenas 5 minutos para terminar a partida. Faltando apenas 1m12s, Ben Scrivens sai do gelo, dando lugar a mais um jogador dos Leafs na busca pelo gol de empate. Os Leafs pressionam, mas um erro de Dion Phaneuf na zona neutra, quando ele tentou chutar o puck ao ataque e o puck foi bloqueado por Tyler Seguin. Seguin partiu com o puck dominado e, apesar dos esforços de Clarke MacArthur para bloquear o chute, aos 19m45s, os Bruins fecharam a partida. Placar final: Leafs 2 x Bruins 4.

O time não jogou totalmente mal, mas tem se utilizado muito de Dump & Chase e tem errado muitos passes, dando o puck de bandeja ao adversário. Kadri tem se mantido bem e sempre contribuindo para a equipe, mas precisa melhorar nos face-offs e na defesa.

Infelizmente não temos uma vitória contra os Bruins desde 31 de março de 2011! Só nesta temporada já perdemos duas vezes! Temos que encontrar uma maneira de vencê-los! Randy Carlyle, você precisa desenhar uma estratégia para anular a força dos Bruins!

Agora só nos resta descansar e nos preparar para o próximo jogo, uma visita aos Penguins!

Go Leafs Go!!! Apesar da derrota, estamos bem e com mutas chances de ir aos Playoffs neste ano! Vamos manter esse ritmo de ganhar 3 e perder 1 que está bom demais!!! Hehehehehehehehe

19/03/2012 – Toronto Maple Leafs @ Boston Bruins

terça-feira, 20 março 2012 2 comentários

Embalados por duas vitórias os Leafs foram até Boston, enfrentar o atual campeão da Stanley Cup, time que não apenas venceu todos os outros cinco jogos contra os Leafs na temporada, mas que venceu sem deixar dúvidas de que time é o melhor! Placares sempre com grande diferença de gols a favor dos Bruins!
Sem ter muito espaço, na verdade nenhum espaço, para perder, os Leafs necessitam de todas as vitórias possíveis para continuar na briga pela última vaga dos playoffs da conferência leste! Mas os Bruins não tiveram bem que se esforçar muito para vencer os Leafs por um placar totalmente humilhante, algo a não ser esquecido por muito tempo!
Os Leafs começaram com James Reimer no gol, afinal o goleiro venceu os dois últimos jogos, quase marcando shutouts consecutivos! Infelizmente, desta vez Reimer e o restante do time não estavam preparados para o que estava por vir.
Os Leafs começaram a partida sendo totalmente controlados pelos Bruins que não deixava os Leafs chegarem até o gol de Tim Thomas. Logo aos 2m25s, Chris Kelly recebe um ótimo passe e dribla Reimer para abrir o placar! A defesa não estava posicionada para impedir e Reimer não conseguiu tirar o puck do atacante dos Bruins! O segundo gol veio aos 5m40s, com Greg Campbell. O puck ficou atrás do gol de Reimer, que meio que se perdeu no lance e ficou na trave oposta, quando percebeu que Campbell havia pego o puck e estava indo em direção à outra trave para um wrap-around goal, Reimer foi lento e não conseguiu chegar à tempo de defender! O terceiro gol veio aos 10m58s com Benoit Pouliot desviando um chute de primeira de Boychuk. Mais uma vez Reimer não conseguiu se antecipar para fazer a defesa e a defesa dos Leafs não atrapalhou o posicionamento de Pouliot. Até esse momento os Leafs haviam dado apenas 2 chutes ao gol de Tim Thomas, contra 9 chutes dos Bruins! Ainda veríamos o quarto gol dos Bruins no primeiro período, com Brad Marchand em powerplay aos 12m42s, chutando de um ângulo fechado e vencendo Reimer que não conseguiu se posicionar para a defesa! Este período ainda viu Mike Komisarek partir para cima de Milan Lucic, aos 13m10s, numa briga já antiga, desde quando Komisarek era dos Habs. Komisarek levou a pior, afinal Lucic é maior e mais forte que ele! Mas valeu pela tentativa de dar mais ânimo à equipe!
Neste momento, Reimer foi substituído por Jonas Gustavsson, na esperança de melhorar a defesa e evitar mais gols dos Bruins! No primeiro período o placar se manteve, mas logo aos 2m31s do segundo período, Benoit Pouliot marca o seu segundo da noite, quinto dos Bruins! O capitão dos Bruins Zdeno Chara marca o sexto aos 05m45s, dando um forte chute enquanto seu time estava em vantagem numérica! Gustavsson ainda tomou o seu terceiro gol, sétimo da partida, marcado por Brian Rolston! Foi o primeiro gol de Rolston com a camisa dos Bruins! E no final do segundo período, mesmo com a troca de goleiro, os Leafs perdiam de 7 a 0!
O último período viu mais do mesmo! Os Leafs sem poder de ataque, sem poder de marcação, sem confiança em seus goleiros, totalmente entregue aos Bruins. Aos 18m29s Tyler Seguin finaliza o placar com um belo gol, chutando de primeira, sem muita chance para Gustavsson!
Foi mais uma derrota humilhante e desmoralizante para os Leafs que não apenas não conseguiram vencer os Bruins durante toda a temporada, mas perdeu as seis partidas sem oferecer qualquer dificuldade aos Bruins!
Quem achou que o problema era Reimer, que tomou quatro gols em pouco mais de 12 minutos e por volta de 10 chutes à gol, viu Gustavsson também tomar 4 gols, o que demonstra que o problema é com os goleiros, mas também com a defesa, que não os protege de forma eficiente, deixando espaço livre para chutes diretos, desvios, wrap-arounds! O ataque também não foi bem, não chegamos com perigo ao gol de Tim Thomas! Chegando com perigo já é difícil vencer o ótimo goleiro dos Bruins, imagina sem levar perigo! Tim Thomas nem precisou de um banho após a partida, afinal nem suou! Não precisou! E ainda ganhou mais um shutout em sua carreira!
Carlyle e Burke terão muito trabalho para morar a equipe para a próxima temporada, afinal já joguei a toalha! Perdemos numa noite em que os Sabres e os Capitals ganharam, se distanciando 8 pontos de nós! Somente agora, minhas esperanças de playoffs terminaram! Temos mais 9 jogos, com mais 18 pontos sendo disputados, mas temos uma distância de 8 pontos para a vaga nos playoffs! Matematicamente ainda dá, mas com o time jogando com essa inconsistência, acho que no máximo ganharemos 6 ou 8 dos 18 pontos possíveis!
É isso aí, mais um final de temporada triste para os torcedores dos Leafs que discutem se já chegou a hora de Brian Burke deixar o comando do time, afinal após 4 anos, não chegamos aos playoffs! Na minha opinião o problema não é Burke, ele está tentando fazer este time melhor, assim como manter jogadores jovens e com futuro promissor nas nossas equipes de base! Não é culpa dele o time simplesmente entrar em uma seqüência de derrotas, quando vinha jogando bem e aparentava que, finalmente, se classificaria aos playoffs! Mas Burke necessita trazer o central de primeira linha tão esperado e colocá-lo para jogar com Kessel e Lupul! Tem que rever a defesa, trazendo mais experiência e tamanho e também necessita trazer mais experiência pro gol dos Leafs! Se ele tivesse trazido Marty Turco!!!!
Hoje temos outro jogo, agora contra o New York Islanders!
Go Leafs Go – 2012-2013 está logo aí

06/03/2012 – Boston Bruins @ Toronto Maple Leafs

quarta-feira, 07 março 2012 Deixe um comentário

Após a vitória contra os Canadiens, que na verdade só veio no último período, os Leafs enfrentariam o seu maior pesadelo desta temporada no primeiro jogo de Randy Carlyle no Air Canadá Centre, os atuais campeões da Stanley Cup, Boston Bruins.

O time dos Leafs começou muito bem a partida, mostrando um jogo muito mais físico do que nos acostumamos com Ron Wilson. E esta “truculência” adicional nos trouxe resultados logo aos 03m01s quando Carl Gunnarsson consegue abrir o placar após Milan Lucic perder o puck num tranco na borda do gelo, na zona de defesa dos Bruins. Tudo levava a crer que os Leafs finalmente ganharíam dos Bruins nesta temporada, mas aos 13m58s, quando Jordan Caron se aproveitou de um rebote de Jonas Gustavsson, sem uma devida cobertura dos defensores dos Leafs. Jogo empatado.Um ponto interessante do primeiro período é que não houve nenhuma penalidade aplicada às equipes

No segundo período, logo no primeiro minuto, aos 31s Brad Marchand cometeu penalidade, “enganchando” um jogador dos Leafs. Os Leafs se aproveitaram da oportunidade e novamente se colocaram à frente na partida, com um gol de John-Michael Liles aos 57s. Eis que os Leafs permitiram novamente o empate aos 02m02s, com Tyler Seguin desviando um chute de Zdeno Chara. O empate não duraria muito tempo, pois apenas 41s depois, aos 2m43s, Chris Kelly foi ao ataque, seguindo o puck que estava com Jordan Caron. Quando Caron chutou, Gustavsson deu rebote e Chris Kelly já vinha na sequência, colocando o puck na rede dos Leafs e deixando o time visitante à frente do placar pela primeira vez.Aos 09m52s, Phil Kessel se aproveitou de novo powerplay e empatou a partida! A torcida dos Leafs se alegrou e se viu aliviada, mas esse alívio não durou muito pois aos 13m34s, Jordan Caron, voltou a colocar os Bruins à frente no placar. Tyler Seguin marcou o seu segundo da noite aos 16m09s, colocando os Leafs em uma posição difícil para retornar à vitória.

O último período viu os Leafs lutando, não se entregando e tentando à todo custo empatar ou virar o placar. Somente aos 13m13s o recém recontratado Mikhail Grabovski marca o quarto gol dos Leafs. Infelizmente nos segundos finais os Leafs, com 6 jogadores contra 4 dos Bruins, não conseguiram o gol de empate.

Tim Thomas e Gustavsson realizaram diversas defesas importantes, mas Tim saiu com a vitória, a quinta dos Bruins, este ano contra os Leafs.

Não podíamos esperar uma mudança radical dos Leafs, mas o time, sob a coordenação de Carlyle já demonstra estar mais disposto a jogar físicamente e a não desistir nunca!

Infelizmente a partida deixou um dos principais jogadores dos Leafs contundido, Joffrey Lupul saiu do gelo no segundo período, não retornando mais, pois teve o ombro deslocado por um tranco que tomou na borda, onde bateu com o ombro na parede.

Hoje temos um confronto com os Penguins! Temos que voltar a ganhar!!!
GO Leafs GOOOOOOO

05/11/2011 – Boston Bruins @ Toronto Maple Leafs

domingo, 06 novembro 2011 5 comentários

Este post será mais curto pois, aparentemente, até este momento não há muito a se falar dos Leafs! Estou escrevendo este post no intervalo para o terceiro período e os Bruins já estão ganhando por 5 a 0, com um hat-trick de Tyler Seguin, um de Milan Lucic e um de David Krejci.

Até nos powerplays Leafs são dominados pelo time visitante e Ben Scrivens, que tomou os 5 gols , já deu lugar ao Monster!

Acabou o jogo …

No terceiro período os Leafs continuaram com seu jogo tímido, sem dominar o gelo, perdendo pucks de todas as formas possíveis, com powerplays onde não faziam nenhum chute ao gol de Tim Thomas, sem intimidar o time adversário, enfim, os Leafs estavam presentes no gelo, mas sem alma, sem garra, sem vontade!

Foi o pior jogo dos Leafs que já assisti nestes quase 10 anos que acompanho o time!

Ainda deixaram os Bruins marcarem gols seguidos, com diferença de 8 segundos (segundo e terceiro gols), 14 segundos (quarto e quinto gols) e 28 segundos (sexto e sétimo gols).

Placar final: Boston Bruins 7 x Toronto Maple Leafs 0.

Tudo bem que não vamos ganhar todos os jogos, mas perder por esse placar e jogando mal assim!?!?!?!?!?!

Nesta temporada o placar está 13 x 2 para os Bruins, afinal perdemos o primeiro jogo, em Boston, por 6 x 2. Ron Wilson necessita encontrar um solução para os jogos contra os Bruins, caso contrário, perderemos os 6 jogos contra eles!

Parabéns aos Bruins que jogaram bem e anularam totalmente os Leafs! Parabéns ao Tyler Seguin pelo seu primeiro hat-trick!

E Leafs! Vamos esquecer este jogo decepcionante e voltar com tudo para a próxima partida, no Air Canada Centre contra o Florida Panthers!

%d blogueiros gostam disto: