Arquivo

Posts Tagged ‘Milan Lucic’

08/12/2013 – Boston Bruins @ Toronto Maple Leafs

segunda-feira, 09 dezembro 2013 Deixe um comentário

Os Bruins são realmente uma equipe difícil de vencer. Prova disso é o histórico dos Leafs nos últimos 3 anos contra eles e os playoffs do ano passado, quando faltando apenas 90 segundos para o término da partida, os Bruins empataram o jogo, marcando dois gols e ainda venceram a partida na prorrogação.20131208_Bruins@Leafs_Banner

Nesta temporada os Bruins já nos venceram uma vez e, portanto, temos que jogar sem cometer erros, pois eles são um time forte, veloz e habilidoso.

Um fato curioso é que os Leafs não costumam jogar aos domingos. Este foi o primeiro jogo desde 2003 em que a equipe joga no domingo! Eu não havia visto o calendário e nem estava considerando acompanhar um jogo ontem, mas acabei por receber uma mensagem no facebook, alertando que era dia de jogo, e contra os Bruins!

O jogo começou bem para os Leafs que igualaram o volume de jogo e levavam perigo ao gol de Chad Johnson. O resultado disso veio aos 12m20s quando Peter Holland conseguiu aproveitar o rebote de um chute de David Clarkson e colocou os Leafs à frente no placar. O jogo foi tão parelho que os Leafs conseguiram igualar-se aos Bruins em números de chutes ao gol, 10 para cada time.

20131208_Bruins@Leafs_ScoreApós o intervalo para o segundo período, os Bruins voltaram melhor e começaram a pressionar os Leafs. Chegaram a dar 8 chutes ao gol de Jonathan Bernier, enquanto os Leafs deram somente um contra Chad Johnson. Com a pressão os Leafs cometeram penalidades e os Bruins acabaram virando o jogo com gols de Carl Soderberg aos 05m14s e Torey Krug aos 06m47s, ambos em powerplay. Com a virada os Leafs acabaram sentindo o golpe e ainda permitiram o terceiro gol dos Bruins aos 15m58s, marcado por Kevan Miller, o primeiro de sua carreira na NHL. Miller está no elenco dos Bruins devido a contusões de dois defensores da equipe e está foi a sua quinta partida.

Ainda restava um período para uma reação dos Leafs e a equipe retornou mais atenta e com vontade de dar o troco no time visitante. Logo aos 37s, Jay McClement se aproveita de um rebote do goleiro dos Bruins e marca o segundo dos Leafs, diminuindo a vantagem para somente um gol e enchendo o coração dos torcedores de esperança. Os Leafs jogavam bem e por várias vezes poderiam ter empatado a partida, mas aos 16m00s, Milan Lucic controla o puck na zona neutra, passa por Phil Kessel, vence Phaneuf na velocidade e fica no mano a mano com Carl Gunnarsson, que não consegue bloquear o passe de Lucic para Jarome Iginla, que também não recebeu marcação adequada e marcou o quarto gol dos Bruins. Restando apenas 4 minutos para o término da partida e com 2 gols atrás no placar, os Leafs ainda tentaram reagir e com pouco mais de 2 minutos retiraram Bernier para colocar um atacante a mais no gelo, pressionaram, tentaram, ganharam um powerplay numa penalidade de Patrice Bergeron, o que nos deu a oportunidade de jogar com 6 contra 4, mas não conseguiram chegar ao gol. Numa jogada em que Johnson defendeu, o puck sobrou para a defesa dos Bruins, exatamente no momento em que Bergeron saía do penalty box!! Bergeron recebeu o puck e somente o conduziu ao fundo das redes do gol vazio dos Leafs.

Os erros no segundo período custaram a vitória dos Leafs. Adicionalmente a equipe tem chutado o puck, mas sem qualidade nas jogadas de ataque. Paul Ranger e Carl Gunnarsson têm errado muitos passes e oportunidades no ataque.

Até quando Carlyle vai permitir esse jogo sem qualidade e armação de jogadas no ataque?!?

O próximo desafio dos Leafs será na quarta-feira, recebendo o Los Angeles Kings.

Go Leafs Go

25/03/2013 – Toronto Maple Leafs @ Boston Bruins

terça-feira, 26 março 2013 Deixe um comentário

Com o fim da seqüência de derrotas para os Bruins, os Leafs tinham mais um grande desafio a enfrentar, tentar vencer os Bruins na casa deles, o TD Banknorth Garden.20130325_Leafs@Bruins_Banner

Os Leafs começaram bem, agüentando uma pressão dos Bruins nos primeiros minutos da partida e depois igualaram o nível de jogo. O primeiro período não teve gols, mas as duas equipes disputavam todas as jogadas com muita vontade.

20130325_Leafs@Bruins_ScoreNo segundo período, os Leafs abriram o placar aos 02m04s com Joffrey Lupul. Em powerplay (vantagem numérica) os Leafs foram ao ataque e armaram uma bela jogada. Jake Gardiner dominou o puck e conduziu a jogada pelo centro da zona ofensiva. Um defensor se movimentou para cobrir a área por ode Gardiner passava, deixando Lupul sozinho próximo à lateral do gol. Gardiner simplesmente passou o puck para Lupul chutar de primeira, com o gol praticamente aberto. Começamos a acreditar que finalmente venceríamos os Bruins quando Nazem Kadri recupera um rebote de James Reimer e efetua um belo passe para Nikolai Kulemin que avançou entre dois defensores e partiu sozinho para cima de Tuuka Rask. Kulemin efetuou bela jogada e marcou o segundo gol dos Leafs aos 08m01s. A liderança por 2 gols não durou muito, Milan Lucic dominou o puck na zona neutra e avançou com muita velocidade, deixando o defensor dos Leafs para trás. Quando chegou em frente à Reimer, mandou o puck por entre as pernas do goleiro (five-hole). É incrível o número de gols que Reimer toma por debaixo das pernas! Eu gosto do Reimer, mas não sei o que acontece, é impressionante um goleiro da NHL tomar gols assim. Reimer deveria focar seus treinos em defesas contra gols por baixo das pernas. Tudo bem … Nada estava perdido e ainda estávamos na liderança.

No terceiro período, infelizmente os Leafs, mais uma vez, não conseguiram segurar o placar. Aos 10m36s, após Jake Gardiner perder o puck numa disputa atrás do gol, Patrice Bergeron recebe o puck em frente ao gol dos Leafs. Não sei por qual motivo Dion Phaneuf demorou para reagir e, ficou distante do atacante dos Bruins, somente tentando desarmá-lo com o taco. Bergeron chutou e acho que o puck desviou no taco de Phaneuf, empatando o jogo. No restante do jogo os times buscaram a vitória, mas mesmo após a prorrogação, o placar de 2 x 2 não se alterou. Lá fomos nós para o shootout, a conhecida decisão por penaltis.

Pelos Bruins, o primeiro jogador a chutar foi Tyler Seguin, que com calma aguardou Reimer se mover e esperou o momento certo de chutar por sobre a luva do goleiro dos Leafs, marcando o primeiro gol dos Bruins. Agora era a vez de Tyler Bozak. Bozak tem se mostrado um especialista em faceoffs e em shootouts. Marcou um gol por baixo das pernas de Tuuka Rask, empatando. O próximo dos Bruins foi Patrice Bergeron, que fez um movimento longo, Reimer não conseguiu fechar o canto esquerdo do gol com sua perna, foi por onde o puck passou para marcar o segundo gol dos Bruins. A partir daí, Nazem Kadri, Brad Marchand e por último, Nikolai Kulemin perderam as suas tentativas, deixando a vitória, no shootout, com os Bruins.

Sei que uma derrota, mais uma após estarmos vencendo a partida, não é um bom resultado, mas olhando pelo lado de que conseguimos 3 pontos dos 4 possíveis contra os Bruins, considerando que havíamos perdido os últimos 8 jogos para eles, é algo para ser comemorado! Reimer vem jogando bem, mas precisa melhorar duas defesas com a luva, em jogadas atrás do gol, onde por muitas vezes ele entrega o puck para o time adversário e em gol por debaixo das pernas. Jake Gardiner ainda não se encaixou na NHL e, apesar da boa jogada no gol de Lupul, vem cometendo erros defensivos. O ataque dos Leafs não vem produzindo com Kessel e James Van Riemsdyk. São detalhes a serem corrigidos.

Estamos com 38 pontos, em sexto na conferência Leste, e temos somente mais quinze jogos pela frente. É a hora da decisão, de voltar aos playoffs este ano!! Hoje tem jogo em Toronto contra o Flórida Panthers, a pior equipe da conferência, temos que respeitá-los, mas precisamos de dois pontos! Os Devils estão colados em nós na classificação, com 37 pontos!

Go Leafs Go!!!!

19/03/2012 – Toronto Maple Leafs @ Boston Bruins

terça-feira, 20 março 2012 2 comentários

Embalados por duas vitórias os Leafs foram até Boston, enfrentar o atual campeão da Stanley Cup, time que não apenas venceu todos os outros cinco jogos contra os Leafs na temporada, mas que venceu sem deixar dúvidas de que time é o melhor! Placares sempre com grande diferença de gols a favor dos Bruins!
Sem ter muito espaço, na verdade nenhum espaço, para perder, os Leafs necessitam de todas as vitórias possíveis para continuar na briga pela última vaga dos playoffs da conferência leste! Mas os Bruins não tiveram bem que se esforçar muito para vencer os Leafs por um placar totalmente humilhante, algo a não ser esquecido por muito tempo!
Os Leafs começaram com James Reimer no gol, afinal o goleiro venceu os dois últimos jogos, quase marcando shutouts consecutivos! Infelizmente, desta vez Reimer e o restante do time não estavam preparados para o que estava por vir.
Os Leafs começaram a partida sendo totalmente controlados pelos Bruins que não deixava os Leafs chegarem até o gol de Tim Thomas. Logo aos 2m25s, Chris Kelly recebe um ótimo passe e dribla Reimer para abrir o placar! A defesa não estava posicionada para impedir e Reimer não conseguiu tirar o puck do atacante dos Bruins! O segundo gol veio aos 5m40s, com Greg Campbell. O puck ficou atrás do gol de Reimer, que meio que se perdeu no lance e ficou na trave oposta, quando percebeu que Campbell havia pego o puck e estava indo em direção à outra trave para um wrap-around goal, Reimer foi lento e não conseguiu chegar à tempo de defender! O terceiro gol veio aos 10m58s com Benoit Pouliot desviando um chute de primeira de Boychuk. Mais uma vez Reimer não conseguiu se antecipar para fazer a defesa e a defesa dos Leafs não atrapalhou o posicionamento de Pouliot. Até esse momento os Leafs haviam dado apenas 2 chutes ao gol de Tim Thomas, contra 9 chutes dos Bruins! Ainda veríamos o quarto gol dos Bruins no primeiro período, com Brad Marchand em powerplay aos 12m42s, chutando de um ângulo fechado e vencendo Reimer que não conseguiu se posicionar para a defesa! Este período ainda viu Mike Komisarek partir para cima de Milan Lucic, aos 13m10s, numa briga já antiga, desde quando Komisarek era dos Habs. Komisarek levou a pior, afinal Lucic é maior e mais forte que ele! Mas valeu pela tentativa de dar mais ânimo à equipe!
Neste momento, Reimer foi substituído por Jonas Gustavsson, na esperança de melhorar a defesa e evitar mais gols dos Bruins! No primeiro período o placar se manteve, mas logo aos 2m31s do segundo período, Benoit Pouliot marca o seu segundo da noite, quinto dos Bruins! O capitão dos Bruins Zdeno Chara marca o sexto aos 05m45s, dando um forte chute enquanto seu time estava em vantagem numérica! Gustavsson ainda tomou o seu terceiro gol, sétimo da partida, marcado por Brian Rolston! Foi o primeiro gol de Rolston com a camisa dos Bruins! E no final do segundo período, mesmo com a troca de goleiro, os Leafs perdiam de 7 a 0!
O último período viu mais do mesmo! Os Leafs sem poder de ataque, sem poder de marcação, sem confiança em seus goleiros, totalmente entregue aos Bruins. Aos 18m29s Tyler Seguin finaliza o placar com um belo gol, chutando de primeira, sem muita chance para Gustavsson!
Foi mais uma derrota humilhante e desmoralizante para os Leafs que não apenas não conseguiram vencer os Bruins durante toda a temporada, mas perdeu as seis partidas sem oferecer qualquer dificuldade aos Bruins!
Quem achou que o problema era Reimer, que tomou quatro gols em pouco mais de 12 minutos e por volta de 10 chutes à gol, viu Gustavsson também tomar 4 gols, o que demonstra que o problema é com os goleiros, mas também com a defesa, que não os protege de forma eficiente, deixando espaço livre para chutes diretos, desvios, wrap-arounds! O ataque também não foi bem, não chegamos com perigo ao gol de Tim Thomas! Chegando com perigo já é difícil vencer o ótimo goleiro dos Bruins, imagina sem levar perigo! Tim Thomas nem precisou de um banho após a partida, afinal nem suou! Não precisou! E ainda ganhou mais um shutout em sua carreira!
Carlyle e Burke terão muito trabalho para morar a equipe para a próxima temporada, afinal já joguei a toalha! Perdemos numa noite em que os Sabres e os Capitals ganharam, se distanciando 8 pontos de nós! Somente agora, minhas esperanças de playoffs terminaram! Temos mais 9 jogos, com mais 18 pontos sendo disputados, mas temos uma distância de 8 pontos para a vaga nos playoffs! Matematicamente ainda dá, mas com o time jogando com essa inconsistência, acho que no máximo ganharemos 6 ou 8 dos 18 pontos possíveis!
É isso aí, mais um final de temporada triste para os torcedores dos Leafs que discutem se já chegou a hora de Brian Burke deixar o comando do time, afinal após 4 anos, não chegamos aos playoffs! Na minha opinião o problema não é Burke, ele está tentando fazer este time melhor, assim como manter jogadores jovens e com futuro promissor nas nossas equipes de base! Não é culpa dele o time simplesmente entrar em uma seqüência de derrotas, quando vinha jogando bem e aparentava que, finalmente, se classificaria aos playoffs! Mas Burke necessita trazer o central de primeira linha tão esperado e colocá-lo para jogar com Kessel e Lupul! Tem que rever a defesa, trazendo mais experiência e tamanho e também necessita trazer mais experiência pro gol dos Leafs! Se ele tivesse trazido Marty Turco!!!!
Hoje temos outro jogo, agora contra o New York Islanders!
Go Leafs Go – 2012-2013 está logo aí

03/12/2011 – Toronto Maple Leafs @ Boston Bruins

segunda-feira, 05 dezembro 2011 4 comentários

É … não está errado … após a derrota em pleno Air Canada Centre, os Leafs ainda teriam novo confronto com os Bruins, mas desta vez, em Boston.

A derrota deveria servir como um incentivo, mas não funcionou …

Os Leafs até conseguiram equilibrar o jogo no primeiro período, mantendo o placar inalterado, apesar de que o time do Boston jogava bem melhor. Reimer retornou ao gol, mas não conseguiu segurar o poderoso ataque dos Bruins e, principalmente a linha de Milan Lucic, David Krejci e Nathan Horton, que marcou 6 pontos na partida.

No segundo período, David Krejci marcou logo aos 04m20s, abrindo o placar. Mikhail Grabovski empatou para os Leafs aos 05m08s, com assistência de Jake Gardiner (foi a oitava assistência do defensor novato dos Leafs).  Mas o empate durou apenas 8 minutos pois aos 13m11s, Chris Kelly coloca os Bruins à frente novamente.

Com os Bruins à frente no placar os Leafs continaram jogando mal, sem controle do puck, sem um jogo mais físico que dificultasse a vida dos atacantes dos Bruins, sem qualquer brilho. No terceiro período os Leafs ainda veriam a diferença no placar aumentar com um gol de Johnny Boychuk aos 03m06s e um de Nathan Horton aos 14m16s.

Apesar de algumas poucas boas jogadas, os Leafs não conseguiram vencer os Bruins pela quarta vez nesta temporada. O placar final foi de 4 a 1, mas somando os placares dos 4 jogos da temporada, os Bruins vencem por 23 a 6. Ainda bem que o próximo jogo contra os Bruins é só em março de 2012! Até lá os Leafs e Ron Wilson têm tempo de procurar uma solução para enfrentar os Bruins!!!

Hoje temos os Leafs visitando os Rangers! Vamos voltar às vitórias!!!

GO Leafs GO

30/11/2011 – Boston Bruins @ Toronto Maple Leafs

quinta-feira, 01 dezembro 2011 2 comentários

Estamos mais uma vez em casa, para um jogo no Air Canada Centre contra o Boston Bruins, após termos 3 vitórias seguidas durante uma sequência de 4 jogos fora de casa. Apesar disso, os Leafs não possuíam um retrospecto bom contra os Bruins nesta temporada, tendo perdido os dois jogos contra o time de Boston pelos placares de 6×2 e 7×0.

Os Bruins visitaram os Leafs com uma performance incrível em novembro. O time estava invicto no tempo regular, com 12 vitórias e uma derrota na prorrogação e, neste jogo, poderia fechar o mês sem perder no tempo regular e ainda se tornar o líder da divisão Nordeste, passando os Leafs.

O jogo começou e desde o princípio os Bruins jogavam melhor e levavam mais perigo ao gol de Jonas Gustavsson do que os Leafs ao gol de Tim Thomas. Gustavsson estava fazendo uma bela partida e impedindo os Bruins de abrir o placar. Os Leafs marcaram primeiro, aos 07m29s, com Mikhail Grabovski numa bela jogada num powerplay em que ele recebeu um passe cruzado de Clarke MacArthur por trás da defesa dos Bruins e, de backhand, venceu Tim Thomas. Após o gol, os Leafs tentavam manter a vantagem no placar mas os Bruins levavam perigo ao gol de Gustavsson, até que aos 15m08s, Milan Lucic marca o gol de empate, também em powerplay. Ao final do primeiro período os times terminam empatados.

No segundo período, logo aos 03m33s, os Bruins viram a partida com David Krejci, num gol estranho em que o rebote de Gustavsson bate no stick dele e vai para o gol, bem lentamente, mas sem chances de Gustavsson evitar o gol. Os Leafs ainda empatariam a partida numa bela jogada em que Phil Kessel se utiliza de sua velocidade, aos 07m00s, puxa a defesa dos Bruins e Tim Thomas para um lado e dá um passe para Joffrey Lupul marcar um belo gol! Pena que isso não duraria muito e aos 15m30s, Zdeno Chara, com seu chute poderoso, vence Gustavsson, dando a liderança de volta aos Bruins.

Ainda havia a chance de os Leafs brigarem pelavitória no terceiro período, mas Benoit Pouliot aumentou para 4 a 2, logo aos 03m03s. Quem trouxe um pouco mais de esperança para os Leafs foi Matt Frattin, que aos 06m00s, chutou quase da linha vermelha dos Bruins e o puck desviou nos patins de Tim Thomas e entrou! Belíssimo gol de Frattin, o seu segundo gol da temporada! Mas apesar disso, os Leafs não conseguiram mudar a história da partida e, ainda viram Milan Lucic marcar o seu segundo da noite e, Brad Marchand finalizar o placar de 6 a 2, com os Leafs sem o goleiro (empty net).

Pena que os Leafs perderam neste jogo que foi transmitido pela ESPN no Brasil. Acredito que não somos o time com mais torcedores no Brasil e, por este motivo, quando os jogos passam na TV, o melhor é que sejam vitórias do time, para atrair mais torcedores. mas teremos outro jogo dos Leafs, na próxima sexta-feira, ao Vivo às 22h00na ESPN Internacional e ESPN HD.

Os Leafs e Ron Wilson não conseguiram armar uma estratégia para vencer os Bruins nesta temporada. Perdemos todos os jogos e sempre por muitos gols. Até sábado, Ron Wilson deve estudar o que fazer para vencer os Bruins, um time poderoso, atual campeão da NHL, pois jogaremos novamente contra eles, desta vez, em Boston!

GO Leafs GO

%d blogueiros gostam disto: