Arquivo

Posts Tagged ‘Dallas Stars’

23/01/2014 – Toronto Maple Leafs @ Dallas Stars

sexta-feira, 24 janeiro 2014 Deixe um comentário

O embalo e seqüência de vitórias dos Leafs teriam continuidade em Dallas, mas ninguém avisou isso ao time do Dallas Stars.

20140123_Leafs@Stars_BannerVindos de seis vitórias os Leafs chegaram a Dallas para conseguir a sétima, mas após um jogo de muitos erros e onde nada parecia funcionar, foram simplesmente aniquilados pelo time da casa, com um placar de 7 a 1.

20140123_Leafs@Stars_ScoreOs Leafs até que começaram bem a partida, mas não era a noite de Jonathan Bernier, que não defendeu um chute alto, que passou por cima de seu ombro, marcado pelo capitão dos Stars, Jamie Benn. Os Leafs foram ao ataque e Nikolai Kulemin desviou um chute de Carl Gunnarsson, empatando a partida, menos de um minuto depois. Ainda no primeiro período, num contra-ataque, Cody Eakins chutou e aproveitou novamente o puck que havia sido bloqueado por Jake Gardiner para colocar os Stars novamente à frente, para nunca mais verem os Leafs perto no placar.

No segundo período, quando os Stars marcaram o terceiro gol, Jonathan Bernier foi retirado e substituído por James Reimer, Bernier tomou 3 gols em 13 chutes. Reimer não foi melhor e nos primeiros 5 chutes recebidos tomou 3 gols e ao final da partida tomou 4 gols em 15 chutes.

Foi uma noite onde os Leafs pareciam perdidos no gelo, cometendo erros básicos, não conseguindo passar bem o puck, não chutando nos powerplays. Aliás, nos powerplays dos Leafs, quem parecia estar com vantagem numérica era o Dallas Stars! Os jogadores dos Leafs não conseguiam controlar, manter e passar o puck na zona ofensiva. As disputas de puck nas bordas sempre sobravam para os Stars. Nossos goleiros não conseguiam defender chutes que em outros jogos defenderiam facilmente. A linha de ataque com Kessel, Bozak e JVR, parecia não ter entrado no gelo. Enfim, os Leafs não chegaram a ter chances de competir com os Stars.

O que me impressionou foi o penalty killing dos Stars, que mantinham um jogador ainda na zona neutra e depois o mantinha “patrulhando” a linha azul, mas com muita agressividade, tirando o espaço dos jogadores dos Leafs e, por muitas vezes, bloqueando passes e chutes ao gol dos Leafs!

Parabéns aos Stars! E que os Leafs deixem esse jogo para trás e se recuperem contra o Winnipeg Jets amanhã à noite!

Go Leafs Goooooo

Enhanced by Zemanta

05/12/2013 – Dallas Stars @ Toronto Maple Leafs

sábado, 07 dezembro 2013 Deixe um comentário

Vindos de cinco derrotas consecutivas os Leafs buscavam a tão aguardada vitória, em frente à sua torcida. Desta vez os visitantes seriam o Dallas Stars.20131205_Stars@Leafs_Banner

Após um primeiro período sem gols, logo no primeiro minuto do segundo período, Nazem Kadri marca o primeiro dos Leafs aos 58s. Está liderança foi mantida por todo o segundo período e Jonathan Bernier conseguiu manter os Stars zerados no placar.

20131205_Stars@Leafs_ScoreNo terceiro período, o Dallas voltou com mais gás e conseguiu empatar com Erik Cole, aos 01m52s. Nazem Kadri voltou a colocar os Leafs na liderança aos 06m58, desviando um chute de Cody Franson. Somente aos 17m14s, Shawn Horcoff conseguiu empatar, desviando um chute de Kevin Connauton. O mesmo Horcoff já havia marcado um outro gol na partida, do mesmo jeito, porém o gol foi anulado por Horcoff ter tido contato com o puck acima da linha do travessão, o que é proibido pelas regras da NHL. O empate levou a partida à prorrogação.

Na prorrogação, os Leafs conseguiram a vitória faltando apenas 41s para o término, com Trevor Smith, o novato, trazido dos Marlies, que desviou um chute de Jake Gardiner, marcando o seu quarto gol na NHL!

Voltamos às vitórias e hoje temos os Senators pela frente, fora de casa! Acho que com o peso a menos nas costas, após a vitória, os Leafs devem voltar a vencer.

Go Leafs Go!!!!

25/11/2011 – Toronto Maple Leafs @ Dallas Stars

sábado, 26 novembro 2011 Deixe um comentário

Os Leafs foram a Dallas, enfrentar os Stars no American Airlines Center, vindos de uma bela vitória sobre o Tampa Bay Lightning por 7 a 1.

O jogo começou com ambas equipes buscando o ataque e quem marcou primeiro foi o time da casa. Eric Nystrom, logo aos 04m03s abre o placar para os Stars, num belo chute em frente ao gol dos Leafs. Gustavsson não conseguiu defender. Porém os Leafs ainda conseguiriam revidar, com Joey Crabb, ao 10m55s, desviando um chute de Dion Phaneuf. Aliás, neste gol, Phaneuf salvou o puck de atravessar a linha azul e manteve os Leafs no ataque, chutando ao gol, porém Crabb estava no meio do caminho e desviou de leve o puck, enganando o goleiro finlandês, Kari Lehtonen. Pouco  tempo depois, aos 14m53s, Dion Phaneuf deu um potente chute ao gol de Lehtonen que acabou passando por entre as pernas e bem devagar entrou no gol dos Stars. De qualquer maneira, Phil Kessel empurraria para dentro, pois chegou pouco depois de o puck cruzar a linha.

O Dallas Stars estava melhor no jogo, apesar do placar e no segundo período conseguiu o merecido gol de empate, aos 04m38s, o segundo de Eric Nystrom. AS equipes estiveram, pelo menos no número de chutes à gol, iguais no primeiro e segundo períodos. No primeiro período foram 7 chutes de cada equipe, no segundo foram 8.

Aos 6m55s do terceiro período, Clarke MacArthur colta a dar a liderança aos Leafs. Os Leafs ainda tiveram a chance de matar a partida, mas numa bela jogada de MacArthur, Tim Connolly não conseguiu desviar para o gol e o puck passou a centímetros da trave. Os Stars acabaram empatando a partida com um gol de Radek Dvorak aos 12m47s, num gol que foi muito comemorado.

O jogo continuou sem alterações no placar e, na prorrogação, apenas os Leafs chutaram ao gol de Lehtonen e quase chegaram à vitória, porém a partida foi levada para os pênaltis.

Nos Penaltis, ninguém conseguiu marcar até a terceira rodada. Tentaram Phil Kessel e Joe Colborne, pelos Leafs, e Loui Eriksson e Jamie Benn, pelos Stars. Até que veio a vez de Joffrey Lupul que fez um belo gol de Lehtonen. A chance de empate veio com Mike Ribeiro, mas Gustavsson defendeu e deu os dois pontos aos Leafs!

O próximo jogo é amanhã em Anahein, contra os Ducks de Corey Perry, Ryan Getzlaf e Teemu Selanne.

GO Leafs GO

Leafs trocam Mikhail Stefanovich por Fabian Brunnstrom

sexta-feira, 14 janeiro 2011 1 comentário

Ontem o Toronto Maple Leafs adquiriu os direitos do atacante  Fabian Brunnstrom do Dallas Stars numa troca por Mikhail Stefanovich.

Fabian Brunnstrom tem 25 anos, é nativo de Jonstorp, Suécia, foi contratado pelo Dallas Stars em 2008 e jogou 99 jogos na NHL, marcando 40 pontos (19 gols e 21 assistências).

Mikhail Stefanovich, 21 anos, jogou 15 partidas com o Minsk Dynamo da Kontinental Hockey League, na Russia, marcando um gol.Nativo de Minsk,na Bielorrusia, jogou apenas duas partidas pelo Toronto Marlies, sem marcar pontos.

Acho que foi uma troca boa para os Leafs, pois Fabian Brunnstrom foi muito cobiçado em 2008, antes de assinar com os Stars e possui mais experiência na NHL e AHL.

Seja bem-vindo Brunnstrom! Espero que você consiga demonstrar o seu valor e ser membro dos Leafs!!!

GO Brunnstrom GO!!!

Caputi de volta aos Marlies; Possível troca por Mike Ribeiro com os Dallas Stars

quarta-feira, 24 novembro 2010 2 comentários

Duas pequenas notícias, Nação Leaf:

Caputi foi reenviado para os Toronto Marlies (AHL);

Entretanto a imprensa está a avançar que os Leafs e os Rangers estão com 2 Centers (Mike Ribeiro e Brad Richards) dos Dallas Stars na mira para um possível negócio, caso o GM dos Stars, Joe Nieuwendyk, esteja disponível.

Força Burke, traz-nos o nosso luso Mike Ribeiro!!!

6ª feira os nossos Leafs vão a Buffalo, defrontar os Sabres, e no dia seguinte a Ottawa, visitar os Senators. Duas equipas “acessíveis” e era muito bom conseguir a 2ª e 3ª vitórias consecutivas, depois deste período de descanso.

Entretanto os Oilers continuam MUITO LONGE dos famosíssimos ” ’84 Oilers”. Ontem foram goleados por 5 golos sem resposta em Phoenix.

GO LEAFS GO!!!

%d blogueiros gostam disto: