Arquivo

Posts Tagged ‘Derek Stepan’

18/02/2016 – New York Rangers @ Toronto Maple Leafs

sexta-feira, 19 fevereiro 2016 Deixe um comentário

Após cinco jogos fora de casa os Leafs voltaram ao Air Canada Centre para receber a visita do New York Rangers, que perderam na noite anterior pro Chicago Blackhawks. 

Desta vez o goleiro dos Leafs foi Jonathan Bernier, enfrentando Antti Raanta, pelos Rangers.

Os Leafs dominaram a partida, muito provavelmente devido aos Rangers estarem mais cansados por terem jogado na noite anterior. Em todosnos períodos os Leafs deram mais chutes ao gol de Raanta do que receberam no de Bernier.

P.A. Parenteau abriu o placar para os Leafs aos 03m58s, desviando um rebote de um chute de Marincin para o gol. A jogada foi revista e o gol foi confirmado pois não houve qualquer movimento de chute por parte de Parenteau. Neste gol, Viktor Loov teve sua primeira experiência na NHL e marcou o seu primeiro ponto, uma assistência. Apesar de Michael Grabner ter acertado a trave, os Leafs não conseguiram aumentar a vantagem. Quase no final do período, Leo Komarov acabou por acertar um hit na cabeça de Ryan McDonaugh, capitão dos Rangers. De acordo com Mike Babcock, não foi uma jogada maldosa por parte de Komarov, que sempre joga muito duro, mas de forma leal, mas a jogada acabou ocorrendo com McDonaugh um pouco abaixado. Komarov foi retirado da partida com uma penalidade pela jogada e McDonaugh não retornou por precaução, já que havia retornado de uma concussão no jogo anterior. Talvez Komarov ainda receba suspensão por alguns jogos.

No segundo período o New York Rangers conseguiram virar o jogo com gols de Derick Brassard aos 03m56s, em powerplay, e Mats Zucarello aos 09m24s, mas mesmo assim os Leafs continuavam bem e com chances de empatar. 

O empate só veio aos 17m30s do terceiro período. Isso mesmo! Faltando apenas 02m30s para acabar a partida, com os Leafs já em Empty-Net. O gol foi o primeiro de Colin Greening pelos Leafs. Infelizmente somente 59s após o gol de empate, Derek Stepan colocou os Rangers à frente novamente e Brassard fechou o placar aos 19m40s, com os Leafs sem Bernier no gol. 

Concordo com Babcock ao dizer que os Leafs jogaram bem e que somente perdemos o jogo por detalhes e oportunidades não aproveitadas. Não jogamos mal e isso acontece.

A próxima semana promete trazer muita emoção, pois os Scouts (Olheiros) das equipes com chances de disputar a Stanley Cup, estão de prontidão em todos os jogos. Ontem havia uma lista enorme de times com seus olheiros no Air Canada Centre, e negociações por jogadores dos Leafs deverão acontecer. Dentre os jogadores que devem deixarmos Leafs estão: Daniel Winnik, Roman Polak, Brad Boyes, e talvez até Jonathan Bernier, pelo que andei lendo em alguns sites.

É esperar pra ver.

Go Leafs Goooooo

15/11/2015 – Toronto Maple Leafs @ New York Rangers

segunda-feira, 16 novembro 2015 Deixe um comentário

Sem descanso o Toronto Maple Leafs foi a New York enfrentar os Rangers que estão em uma ótima fase tendo vencido os últimos oito jogos! 

Para dar um descanso a James Reimer que jogou na noite anterior, Mike Babcock escala Jonathan Bernier no gol. Foi o primeiro jogo após a sua recuperação de uma lesão. Bernier precisava de uma chance para recuperar a sua confiança, mas não respondeu à altura. 

Os Leafs abriram o placar com um gol de Peter Holland aos 17m57s do primeiro período. Holland se aproveitou de um puck que sobrou livre e chutou sem chance ao goleiro Antti Raanta, que estava caído.

O segundo período viu os Rangers empatarem num gol de Ryan McDonaugh aos 00m44s e virarem com um gol de Derek Stepan aos 13m55s. Este gol foi marcado mais por uma falha de Bernier do que pelo mérito de Stepan, que apenas “rifou” o puck da zona neutra para mandar seu time ao ataque, o puck foi em direção ao gol e Bernier não conseguiu realizar uma defesa simples. O puck passou por entre suas pernas e entrou. Ao final do período Joffrey Lupul ainda conseguiu devolver o empate aos Leafs com um gol aos 17m38s. 

O terceiro período foi bem disputado e Derek Brassard colocou o time da casa à frente logo aos 03m37s. Dion Phaneuf chutou forte aos 05m15s pra dar mais uma chance dos Leafs não terminarem com a sequência de vitórias da equipe. A equipe batalhou mas faltando somente 54s, aos 19m06s, quando todos estavam se preparando para a prorrogação, Mats Zuccarello matou a partida num contra-ataque, se aproveitando de um rebote de Bernier para a frente do gol e vencendo o goleiro por baixo das pernas.

Zuccarello foi o melhor jogador da partida e posso dizer que Bernier foi o pior. 

Mas estamos jogando melhor e conseguindo competir com equipes consideradas melhores e que podem concorrer à Stanley Cup já nesta temporada. 

Go Leafs Go

23/12/2013 – Toronto Maple Leafs @ New York Rangers

quinta-feira, 26 dezembro 2013 Deixe um comentário

Após perderem a prévia do NHL Winter Classic, no shootout, em Toronto, os Leafs foram até a Big Apple, New York, enfrentar os Rangers.20131223_Leafs@Rangers_Banner

No gol dos rangers está o novato Cam Talbot, cobrindo a contusão de Henrik Lundqvist. Todos podem achar que seria mais fácil vencer com Talbot no gol, mas o goleiro vem mostrando muita qualidade e os Rangers venceram seus últimos jogos com Talbot no gol.

20131223_Leafs@Rangers_ScoreO jogo começou embolado, com ambas equipes procurando o gol, mas sem conseguir abrir o placar durante os dois primeiros períodos. Os Leafs foram melhores no primeiro, entretanto, no segundo período, receberam 22 chutes à gol e desferiram apenas 5. Mesmo assim Jonathan Bernier manteve os Leafs no jogo, sem deixar o time da casa, jogando em pleno Madison Square Garden, abrir o placar. Houve jogadas de ambas equipes onde o puck insistia em bater na trave.

No terceiro período, J. T. Miller, um novato de 20 anos, trazido do time afiliado dos Rangers na American Hockey League – AHL, o Kitchener Rangers, abriu o placar aos 07m04s. Os Leafs continuaram sua batalha até que, faltando apenas 1m24s para o término do período, Nazem Kadri foi o único jogador que visualizou o puck parado, disponível embaixo da perna de Cam Talbot, como nenhum árbitro havia parado a jogada, Kadri enfiou o taco, empurrando o puck para dentro do gol. Após muitas reclamações dos Rangers, de que a jogada já deveria ter sido parada e coisa e tal, os árbitros efetuaram uma revisão de toda a jogada e validaram o gol dos Leafs! Com a partida empatada, a decisão foi para a prorrogação, que terminou sem gols, e ao shootout, a famosa disputa de penaltis.

Infelizmente, pelo segundo jogo seguido, os Leafs foram vencidos nas cobranças de penaltis. Jonathan Bernier não conseguiu realizar defesas nos dois primeiros chutes, de Mats Zuccarello e Derek Stepan, enquanto James Van Riemsdyk foi defendido por Cam Talbot e Joffrey Lupul marcou para os Leafs. A decisão foi para a terceira rodada de penaltis, onde Rick Nash foi o primeiro e chutou para fora. Nazem Kadri era o batedor pelos Leafs e, se marcasse, empataria a série, mas acabou defendido por Cam Talbot, que deu a vitória aos Rangers.

Os Leafs precisam acordar e não deixar que os times adversários chutem tanto em nossos goleiros. Também precisam voltar a jogar como no início da temporada, ou como no jogo contra o Los Angeles Kings ou contra os Blackhawks, mais recentemente.

Espero que essa pausa do Natal tenha servido para um merecido descanso de todos e que a adrenalina do NHL Winter Classic traga o time de volta aos trilhos das vitórias.

GO Leafs GO.

14/01/2012 – New York Rangers @ Toronto Maple Leafs

segunda-feira, 16 janeiro 2012 1 comentário

Apesar de jogarmos bem contra os Sabres, em Buffalo, não conseguimos a vitória. No dia seguinte, voltaríamos ao gelo contra o líder da conferência Leste, o New York Rangers, que também vinha de derrota contra os Senators.

Posso aqui afirmar que este foi o pior jogo dos Leafs neste ano (2012). O time não estava atento, parecia cansado e que sentiu a derrota da noite anterior. O time não conseguia chegar ao ataque com chances concretas de gol e vivia “rifando” o puck, cometendo icing por inúmeras vezes. Os passes também não conseguiam encontrar um jogador livre e os Rangers pressionaram muito, não nos deixando jogar. Enfim, mérito para os Rangers que, fora de casa, conseguiram impor seu jogo e controlar a partida desde o início.

Os gols só saíram a partir do segundo período. O primeiro, marcado por Mike Rupp aos 3m35s, originou-se de um passe errado de Mike Komisarek, interceptado pelos Rangers que, num momento de troca de linha dos Leafs, partiu para o gol de Jonas Gustavsson com três jogadores contra um e marcou, sem chances de defesa para Gustavsson. O segundo foi de Brian Boyle, aos 16m28s.

O terceiro gol foi de Derek Stepan, aos 06m01s do terceiro período.

Espero que os Leafs descansem e se preparem mentalmente para enfrentar os Senators amanhã, terça-feira 17/01. Os Senators estão numa ótima fase e vêem ganhando vários jogos seguidos, sendo que ganharam 8 dos últimos 10 jogos. Como os Senators enfrantam os Jets hoje, em Ottawa, amanhã eles, supostamente, devem estar mais cansados que o time dos Leafs!

GO Leafs GO

Veja também a cobertura deste jogo no blog Rangers Brasil.

%d blogueiros gostam disto: